História Entre bruxos e humanos - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Aventura, Bruxos, Castelo, Drama, Mistério, Paixão, Princesas, Reino, Romance
Visualizações 10
Palavras 724
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Pessoal eu espero que vocês gostem de verdade dessa história. Para uma experiência melhor na leitura, eu recomendo que vocês coloquem músicas instrumentais celtas, elfas, de fantasia no Spotify ou até mesmo no YouTube e escutem enquanto lêem. Eu sempre escrevo essas histórias enquanto escuto a música, me faz viajar mais ainda na história! ❤

Capítulo 1 - O início


Havia uma lenda que proferia que as rainhas do Reino de Azcavel haviam sido enfeitiçadas pelos bruxos para nunca engravidarem, a lenda tornou-se conhecida por anos pois nenhuma das rainhas eram capazes de engravidar, até mesmo quando por fim engravidavam, a criança felecia logo após uns meses em sua barriga.

Esta não era a única lenda sobre bruxos, desde que o Reino havia sido construído, boatos sobre bruxos sempre passavam de pessoas para pessoas e todas as lendas, apenas mencionavam coisas terríveis sobre eles, por conta disso, ninguém se aproximava de bruxos e ao ver um a primeira coisa que se passava pela cabeça era "mate-o".

Portanto, após anos e anos com essa lenda, uma rainha acabara de engravidar, porém sem muita esperança o povo permanecia desejando energias positivas. Meses e meses se passavam e nada de ruim ocorria, o povo estava cada vez mais ansioso para a vinda de uma nova princesa e logo o grande dia havia chegado, uma nova princesa acabara de nascer. A felicidade era imensa, precisavam anunciar este momento feliz e milagroso com todos, em poucas horas todos os vilarejos já estavam sabendo, a notícia se espalhava cada vez mais e logo todos os outros reinos iriam receber a grande notícia. Todos comemoravam muito contentes o nascimento da princesa, em seguida anunciaram seu nome, Princesa Anne.

A lenda acabou cessando com o tempo, mas ainda sim todos desejavam distâncias de bruxos e de criaturas que não fossem humanos. O Reino de Azcavel era conhecido por ser belo e puro, além das lindas árvores que habitavam ao redor, o reino tinha vida por suas cores fortes e coloridas, o lugar era encantador, mas também era conhecido por suas criaturas raras que ninguém nunca havia visto, como duendes e fadas, nunca foram provados que essas criaturas existiam, porém as pessoas do vilarejo tinham suas lendas sobre o que acontecia em suas fazendas de noite.

Os anos se passavam e todos acreditavam que os bruxos haviam sido extintos, mas estavam enganados. Foi num belo dia de comemoração aos 8 anos da princesa Anne, o Rei havia convocado todos os reinos para participar, e dessa vez não havia restrição, até os fazendeiros participaram, foi uma grande festa com diversas pessoas, todos haviam esquecido dos bruxos e só queriam curtir o momento. Foi nesta festa que Anne se aproximou de um garoto de sua idade e eles ficaram próximos a festa toda, haviam virado amigos. Até que o Rei sentiu uma presença incomum não muito longe de onde estava, uma dama usando uma capa que cobria seu corpo estava próxima de uma das pilastras com um olhar suspeito de desespero.

O Rei se aproximou dela e seus olhos brilhavam, e ele viu o colar que ela vestia, o colar que no velho livro do Reino dizia sobre as bruxas usarem ele, não levou dois segundos para que o Rei chamasse os guardas e então, caos por todos os lados havia começado, todos correndo para um lado e para o outro, a bruxa procurava por alguém enquanto derrubava toda as comidas e as mesas, e então viu Anne ao lado do seu filho, Kieran.

Ela correu para que o alcançasse, mas era tarde demais, os guardas já haviam capturado ela, com lágrimas nos olhos, suas últimas palavras foram "Fuja".

Kieran não pensou duas vezes antes de fugir, mas antes entregou o seu colar para Anne e distanciou-se correndo, a atenção toda estava voltava para a bruxa, nem se quer notaram a presença de seu filho. Foi logo após esse desastre que perceberam que não poderiam relaxar, em um piscar de olhos todos poderiam morrer para os bruxos, mais uma vez a lenda voltava a ser contada por todos, se tornando até uma história que as mães contavam antes de dormir para crianças.

O tempo voava e assim a princesa Anne crescia, dentro do Reino, ela era proibida de sair por conta do perigo, mas Anne tinha um desejo, toda noite do seu quarto ela abria a janela e sabia que um dia iria poder explorar todo aquele lugar ao seu redor, e os bruxos, ela sempre perguntava, eles realmente existem? E se existem, são realmente maus?

Era mais um dia que ela se perguntava a mesma coisa, ao deitar na cama ela pegava mais e mais livros sobre bruxos, e lia escondido de seus pais.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...