1. Spirit Fanfics >
  2. Entre demônios >
  3. Negociação

História Entre demônios - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


ainda estou no comecinho da história, então...
por enquanto não tenho muito a dizer :3

Capítulo 2 - Negociação


Fanfic / Fanfiction Entre demônios - Capítulo 2 - Negociação

Ema on:

Meu amigo havia desaparecido. Eu estava no bar com meu irmão, pensando no que podia fazer, com todos os investigadores da O.D.C.A indisponíveis.

???? - Dia difícil parceiro?

Liu – Você sabe que s...

Meu irmão Liu responde olhando pra min. Mas ele estranha ao ver que eu não tinha falado nada, e sim uma garota de óculos escuros, sentada ao lado dele.

Liu – quem é você?

Diz ele, com o tom de voz de quem acaba de levar um susto.

???? - Luci

Ema – Há quanto tempo ta sentada aí ?

Luci – Dês de que seu irmão disse que ia me pagar uma bebida

Liu – Eu ia te pagar uma bebida?

Diz ele com um sorriso, e uma expressão confusa no rosto

Luci – Eu disse. Vai, pode trazer

Diz ela ao barman

Ema pensamento – Que garota folgada do caralho, será que não deu pra perceber que tem um assunto serio sendo discutido aqui

Penso enquanto vejo ela recebendo um copo de uísque, que vai cair na conta do meu irmão. Mas, tudo que digo é:

-Com licença, Luci né?

Luci – yep

Ema – bom, nos estamos resolvendo uma coisa ent..

Luci – Estão procurando um agente da O.D.C.A, eu estava aqui.

Ela fala, enquanto tira os óculos escuros da cara e os coloca na cabeça.

-Bom, acho que posso ajudar vocês nisso.

Liu – Como poderia ? Todos os agentes estão em missão.

Luci – Eu e meu sócio Dante somos ex-agentes da O.D.C.A, podemos negociar esse caso de vocês.

Ema – Hum...  Não valeu

Liu – Calma Ema. Nós precisaríamos ir atrás de um ex-agentes de qualquer forma.

Ema – Nem fodendo !

Luci – Hehehe

-Vocês quem sabem. Mas os ex-agentes que saíram por vontade própria, normalmente não tem interesse em ariscar a vida  de novo.

-Então, restam os expulsos, que normalmente são facínoras ou inúteis.

Diz ela, bebendo o uísque em um só gole.

Ema – E você parece preencher os dois quesitos

Luci – Hehehe

Liu – Ema seja sensata, não temos tempo sobrando.

- Não sabemos se o Rafael esta vivo, e se sim, por quanto tempo, Não vamos descartar uma possível solução assim .

Ema – você deve ta certo 

Digo com uma expressão de desconfiança.

Ema pensamento – por mais que eu não tenha gostado NEM UM POLCO dessa garota. Se o Rafael morresse por negligencia minha, eu não me perdoaria.

Luci – Ok. Dante esta do outro lado da cidade, mas aqui perto tenho os equipamentos para invocalo.

Liu – invocalo ? Seu amigo não seria um demônio, né ?

Ele diz com um tom de preocupação.

Luci – Meio demônio

Diz, piscando um dos olhos

Luci – bem... Já que estão com pressa vou invocar o Dante pra a gente colocar a mão na massa.

-Vocês nos passam os detalhes depois.

Liu – Gostaria de ir com você, assim acertamos os detalhe o mais rápido possível

Luci – Hehe

-Ok, pode ser assim então

 Ema – Certo

Puxo uma faca e coloco em volta do pescoço dela . Do ponto de vista de todos no bar, estou só dando um abraso nela.

-Mas, queria deixar bem claro, a vida do meu amigo esta em jogo.

-Então se você estiver desperdiçando nosso tempo eu vou rasgar a porra da sua garganta.

Digo próxima dela, depois me afasto.

Luci – Ok. Daqui a pouco nós voltamos

Diz ela com um sorriso no rosto. Me dando três tapinhas no ombro.

Ema pensamento –qual o problema dessa garota ? Quem reage assim a uma ameaça de morte ?


Notas Finais


Já estou com rascunhos dessa história faz um tempo, e agora decidi postar um pouco.
provavelmente vou escrever mais alguns capítulos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...