História Entre Dimensões - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba, Dragon Ball, Naruto, Pokémon, Tales of Demons and Gods, The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Personagens Originais
Tags Solo Leveling
Visualizações 47
Palavras 3.614
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Minhas desculpas chegam juntos de um grande Cap.

Capítulo 2 - Garoto Desconhecido


Fanfic / Fanfiction Entre Dimensões - Capítulo 2 - Garoto Desconhecido

Kollty On -

Já faz 5 Dias desde que eu Apareci nesse lugar, eu comecei a investigar os estreitos caminhos que haviam nessa caverna e descobri vários tipos de animais estranhos, eu matava todos que encontrava, sem exceção e é claro que não esqueci de torná-los meus soldados de Sombra, graças a isso eu adquiri uma nova habilidade, ela se chama " Boost De Sangue. "

[ Boost De Sangue: Quanto mais Sangue inimigo for derramado, maior será o Boost dado pela habilidade. ]

Bem, além dessa habilidade, eu também subi bastante de nível, agora sou nível 8, distribui todos os pontos que eu tinha e subi bastante meu poder. No terceiro dia de investigação, eu descobri um " Cofre ", era basicamente uma grande porta de ferro com vários avisos dizendo para se afastar, ela era estremamente resistente e nem sequer se mecheu quando tanto os Ursos quanto o Gorila deram vários golpes seguidos na porta, nem arranhou mesmo depois de 10 minutos sem parar de golpear, eu tentei utilizar aquele ataque de adagas na porta, mas ainda assim não causou nenhum dano. Gastei dois dias tentando abrir, e então, durante a noite do quarto dia, eu ouvi meio que uma explosão e fui correndo para ver o que está acontecendo na minha montanha.

Quando sai da caverna, pude ver lá longe um IMENSO porco verde com uma espécie de prédio medieval amarrado nas suas costas, ele vinha em direção a minha montanha, tô sentindo treta chegando... E eu adoro isso. Voltando para caverna, começo a me preparar, pode ser que o porco desvie o caminho no último minuto ou ele ignore a minha existência, mas não posso ficar despreparado, vai que o porco ataca... Pera aí, por que tem um prédio nas costas dele?

Preparando as adagas e as fazendo flutuar ao meu redor, pego uma espada e os 45 Soldados das Sombras aparecem, saindo do chão, estou pronto. Em poucos minutos o Porco chega até minha montanha, ele começou a subir a montanha até chegar perto de mim, parece que havia me notado faz muito tempo, não parece ser agressivo. Fico encarando o porco imenso, até ouvir uma voz um pouco estranha, ela vinha de cima do porco, depois dessa voz estranha, uma outra voz podia ser ouvida, essa era mas normal e também vinha de cima do porco, por conta da altura eu não pude entender o que diziam.

Desconfiado, guardo as armas de uma forma que eu possa pegá-las rapidamente se for preciso e sem hesitar eu flutuo em direção as costas do imenso porco. Chegando mais perto eu pude ver um garoto loiro do meu tamanho, olhos verdes e um sorriso no rosto, ao lado havia um porco rosa que estava falando, sim ele estava falando, até que não estou tão surpreso. Eles não pareciam ter agressividade, além de já terem me notado.

Garoto: Ei, você aí. -- Ele apontou para mim e gritou. -- Por acaso você viu um brilho no céu esses dias? Um bem forte aliás.

Kollty: Não sei, talvez se vocês se apresentarem eu possa tentar me lembrar. -- Falei sarcasticamente.

Porco: Por quê você não se apresenta primeiro? -- O porco perguntou-me, o jeito com que ele falou me fez ficar irritado, invadem minha montanha e ainda tem a cara de pau de responder minhas perguntas com outras perguntas. Ficando em silêncio e encarando o porco por alguns segundos, o garoto volta a falar.

Garoto: O nome do porco é Hawk e o meu não importa, e você quem é? -- Ele me perguntou depois de se apresentar.

Kollty: Eu sou Kollty Drakkum, essa montanha pertence a mim, vocês invadiram minha propriedade sem mais nem menos, terão que pagar por isso. -- Disse um pouco irritado, realmente me enfureci quando ele não disse seu nome, mas logo essa raiva passou, deve ter sido a -Mente Calma-.

Garoto: E como você acha que poderíamos pagar por isso? -- Ele sorriu de uma forma estranha, esse garoto é bem esquisito, não para de sorrir desde que chegou aqui.

Kollty: Hum... Talvez se você me disser seu nome eu o perdoe por sua invasão. -- Ele parece estar mais sério, ele parou de sorrir e olhou para o porco, o animal fez o mesmo, após alguns segundos os dois me olharam e com seu sorriso de volta, o garoto loiro voltou a sorrir.

Garoto: Eu sou... Brincadeira, não vou contar... Melhor, Se você me derrotar em uma batalha, eu te direi meu nome. -- Se ele propôs isso significa que ele sabe o quão forte ele pode ser, não sei se devo aceitar... Calma, se ele não quer dizer o seu nome, significa que ele deve ser alguém importante ou algo do tipo que não pode revelar sua identidade, ou ele é um chefe de poucos outros criminosos que traíram o reino matando o chefe dos cavaleiros... Não, isso é muito fantasioso para ser real.

Kollty: Bem... Certo então, vamos fazer dessa forma, será eu contra você, ninguém mais. É permitido utilizar magia e qualquer outro tipo de habilidade que não seja mortal. É permitido utilizar qualquer arma. É proibido mortes. Se eu ganhar, você me dirá seu nome, se eu perder, eu te conto sobre a Luz no céu... Bem, dependendo de quem você for, se eu ganhar eu talvez te conte sobre a Luz.

Hawk: Me parece bem injusto para esse garoto, ele só tem uns 10 Anos. -- Isso fez com que eu me irritasse muito, de fato tenho a aparência de uma criança de 10 Anos, mas é extremamente irritante saber que você tem mais de 1.000 anos e ser chamado de criança.

Descendo a entrada da caverna, faço um grande círculo no chão, por volta de 30 metros.

Kollty: se um de nós sair do círculo, perde na hora. -- ele pulou do porco caindo bem no círculo, o imenso porco verde escavou o chão deixando apenas o Prédio - que aparentemente é uma taverna em forma de chapéu -para fora. -- No já? -- Perguntei a ele já dentro do círculo, ele apenas acenou com a cabeça. -- Comece.

Avançando com a mão no cabo de sua espada nas costas, ele retira a espada da bainha que revela estar quebrada, ele Tenta uma perfuração no meu estômago. Desviando do ataque, tento um golpe horizontal mirando seu pescoço com a espada que peguei quando estava me preparando para a chegada do porco e que não soltei desde então, ele defende com o pouco de Lâmina que resta na sua espada. Forçando a espada, consigo fazer com que ele recue um pouco, logo ele volta ao ataque tentando uma rasteira, com um pulo eu desvio e tento um chute em sua cabeça mas ele defende com os dois braços enquanto segura me perna e me joga para fora do círculo. Quando estou prestes a tocar o chão comecei a flutuar e voltei para o círculo sendo recebido por uma voadora que desvio com uma grande dificuldade, sem descansar eu agarrei sua perna e o joguei para cima, logo joguei a espada em sua direção, ele bloqueia com sua espada quebrada e a pega antes de cair, logo ele tenta um ataque vertical de cima para baixo que desvio com facilidade.

Esse ataque foi lento e fraco, logo entendi o porquê, engatando no movimento do ataque, ele faz um giro em 360 Graus e tenta um corte horizontal na região do estômago, com extrema dificuldade eu desvio, mas, graças ao giro inesperado, um grande corte se formou na minha barriga. Ele não parece se importar com o ferimento e volta a atacar com estocadas, mesmo com a dor, desvio dos ataques e dou um salto para trás logo flutuando e ficando a uns 10 metros do chão.

Kollty: Certo, vou ficar um pouco mais sério. -- Levantando minha mão direita, todo o círculo fica com o chão negro, do chão saem 10 Monstros feitos completamente de sombras, eles sem esperar por qualquer... Bem, sem esperar por qualquer Coisa, começam a atacar. Vários golpes foram dados pelos enormes ratos que foram " invocados ", todos os 10 Foram ratos, os monstros mais encontrados nas cavernas foram ratos de 1 metro, agora eles tem 2 metros, sendo maiores que o garoto, ainda assim ele consegue facilmente derrotar todos.

Garoto: Sabia que você escondia alguma coisa, mas se era só isso então estou aliviado de não ter esperado muito de você. -- Diz o garoto abrindo um grande sorriso e apontando a espada que ele roubou para mim.

Sem nenhuma reação, todas as adagas guardadas começaram a brilhar em azul e subir aos céus, do chão saíram mais 35 sombras e todas as outras que foram derrotadas se regeneraram e voltaram ao ataque liderados pelo imenso gorila.

Garoto: Por que fui abrir Boca? -- Diz ele com um olhar espantado, parece que eu finalmente mostrei para ele que não sou alguém que Pode ser subestimado, claro, tive que ficar 100% Sério para isso acontecer, mas tudo bem. Desviando de uma patada de um dos 3 Ursos, ele leva um golpe nas costas dado pelo rabo de um dos 25 Ratos, sendo mandado para longe ele quase sai do círculo, mas se recompõe e volta ao ataque, ele finalmente parece estar sério, com golpes extremamente rápidos e precisos ele começa a derrotar um por um dos soldados, até não sobrar mais nenhum. Ele está de pé no círculo negro sem mais nenhuma sombra de monstros ao seu redor, estou preparando o ataque das adagas, tenho que arranjar um pouco mais de tempo para carregar o ataque.

Por volta de 20 das 45 sombras se levantam novamente e começam a atacar o garoto, em pouco tempo o ataque já havia sido completamente carregado assim como só uma das sombras restava junto ao garoto, logo derrotando a sombra, o garoto percebeu a forte fonte de mana que vinha do céu, ele percebeu que mesmo durante o dia aquele brilho ainda era forte, foi quando olhou para cima que lembrou das minhas adagas subindo aos céus.

Ele logo preparou a espada roubada em uma posição como se ele estivesse prestes a rebater uma bola com um taco, logo começa o ataque com todas as adagas descendo velozmente e deixando um rastro de luz que formou uma grande pilar azul, quando o ataque chegou ao garoto, ele percebeu que por mais que fosse uma alta concentração de mana, não era uma magia, apenas algumas pobres adagas cobertas por mana. Facilmente o garoto vai rebatendo todas as adagas como se não fosse nada, em poucos segundos todas as adagas estavam no chão, o garoto, com uma grande facilidade alcança a minha altitude em apenas um pulo, com dificuldade eu desvio de seu chute e volto ao chão, aterrissando ele não para e já chega metendo uma sequência rápida de chutes e socos, sem velocidade para desviar, acabo sendo pego por todos e jogado para trás, por sorte não saio do círculo.

[ Nome: Kollty Drakkum | Titulo: Assassino De Monstros | Idade: 1008 ]

[ Nível: 08 | Exp: 679 / 800 | HP: 1.080 | MP: 1.380 | Fadiga: 00/100 ]

[ Raça: Fada / Humano | Linhagem: R.D.F | ???-??????? ]

[ Magia Única: Reanimação | ???? ?? ??????? ]

[ Mascote: N/A | Transformação: N/A ]

[ Força: 88 | Resistência: 108 | Inteligência: 138 | Magia: 108 | Espírito: 200 ]

[ Pontos: 00 | Pontos De Compra: 745 | Força Total: 450 ]

Após olhar meus status, vejo que estou para ser derrotado, gastei quase toda minha mana para ficar regenerando as sombras que ele derrotava, preciso urgentemente de algo para derrotá-lo... Talvez tenha alguma habilidade na loja, pensei enquanto me esforçava para levantar, aqueles golpes realmente me deixaram atordoado.

[ Marca Do Rei - A marca do maior Rei Exorcista do antigo Multiverso, Essa marca aumenta todos os atributos em certo ponto dependendo do nível da habilidade. Ela também cria uma Barreira onde demônios não podem passar, nem sair, nem entrar, quando dentro, eles recebem um Debuff de 50 pontos em todos os status. - Custo: 3.000 Pts De Compra. ]

[ Zona Anti-Demônio: Uma habilidade criada Pelo Rei Exorcista do Antigo Multiverso, É criada uma zona que cobre uma área de 100 Metros, quando demônios entram nessa zona, todos queimam até virar pó, ou até sair da zona. - Custo: 1.200 Pts De Compra ]

[ Luz Angelical: Uma Potente luz criada por um Grande Arcanjo, ela foi criada como um último recurso para uma antiga guerra entre os mundos dos demônios e dos Arcanjos que houve a milhões de anos atrás, capaz de queimar qualquer coisa que toque, se acende por 7 Sóis e 7 Luas. Após apagar, cria uma explosão. Quanto mais coisas forem queimadas pela luz, maior é mais potente será a Explosão. A primeira é única vez que essa Chama se acendeu, acabou com o Multiverso, obrigando ao ???-??????? Reconstruir tudo Novamente. - Custo: ?????? Pts De Compra ]

Kollty: " Por que só apareceram coisas relacionadas a demônios? " -- Estranhei, mas tanto faz, essa primeira habilidade me interessou muito, acho que vou compra-lá... Mas como, não tenho pontos... -- ei, peço uma Pausa.

Garoto: Pausa? -- Ele perguntou já quase ao meu lado, ele havia se aproximado enquanto eu me levantava. -- Por quê você quer uma pausa?

Kollty: Nós começamos a lutar porquê eu queria saber seu nome, já você queria saber sobre o pilar de luz, mesmo que você já tenha descobrido o que foi aquele pilar durante nossa luta, eu não descobri seu nome e sei que vou ser derrotado, peço uma pausa de 3 dias para que eu possa me recuperar das batalhas que tive antes da batalha que estou tendo.

Garoto: Batalhas anteriores? -- ele perguntou meio confuso. -- Com quem você batalhou antes de mim?

Kollty: Não foi bem uma batalha, dentro dessa caverna há algo que eu estou tentando abrir, gastei quase toda minha energia nessas tentativas falhas de abrir essa certa coisa, por tanto não estou 100% para lutar contra você, se me der 3 Dias para me recuperar eu talvez te dê uma boa luta. -- Expliquei para ele, sem dar muitos detalhes e mentindo na parte onde gastei energia tentando abrir o cofre, ele sorri com os olhos fechados.

Garoto: Está bem, eu já descobri o que tinha que descobrir, então tudo bem. -- Ele se virou e andou até a Taverna, logo entrou enquanto eu olhava para o porco que mantinha seu rosto de espanto, ele não achava que pessoas com aparência de crianças teriam tanta força... Eu presumo.

Bem, agora eu tenho que arrumar um jeito de ganhar Pontos De Compra.

Kollty: Tem alguma missão que me dê Pontos de compra rápido? -- Perguntei para o Sistema após entrar na caverna e deixar dois Ursos na entrada, caso alguém for entrar eu vou saber.

[ Missão: Gravando O Nome ]

[ Descrição: Uma aldeia próxima está sendo atacada por dezenas de bandidos, salve-a antes que ela seja destruída ]

[ Recompensa: 500 | 700 Pts De Compra ]

[ Missão: O Abate ]

[ Descrição: Centenas de Monstros foram vistos indo em direção à uma Floresta, essa Floresta é guardada por uma pequena e Frágil cidade que já começou a evacuar seus Cidadãos. Caso os monstros dominem a Floresta, muitos danos seriam causados na Monstanha.

[ Recompensa: 1700 Exp | Corpos | 1300 Pts De Compra ]

[ Missão: A Aprendiz ]

[ Descrição: Uma Aprendiz De Cavaleiro Sagrado está há investigar a montanha por ordens de ???????????. Derrote-à ]

[ Recompensa: 3000 Exp | 2000 Pts De Compra | Reconhecimento | Tesouro Sagrado | Lança Espiritual ]

Kollty: Ótimo, tem algum mapa ou algo do tipo que me leve até essas cidades ou algo do tipo? -- Falando isso, no canto de minha visão surge uma tela, era um mapa, havia poucos pontos brancos, eles são o Garoto, o Porco, As Sombras e eu estava em verde, poucos pontos vermelhos na tela, provavelmente eram seres de poucas inteligência ou Agressivos.

Tirando bastante o Zoom eu pude ver dois pontos de local, um deles estava no que parecia ser uma pequena cidade enquanto outra estava no meio de uma floresta, esses são os locais onde ocorrerão as missões. Voltando a me centrar na montanha, percebi um Ponto Vermelho destacado, Deve ser a Aprendiz De Cavaleiro Sagrado, de acordo com meus rápidos cálculos, ela vai chegar perto da caverna em 1 Dia, tempo de eu ir até os dois e voltar.

Correndo para fora da caverna, fui com toda minha velocidade em direção a floresta, era a mais próxima e ficava quase que no meio do caminho. Após pouco mais de 1 Hora, pude ver centenas de monstros prestes a Entrar em uma floresta, havia por volta de 700 Monstros, todos muito diferentes e estranhos, a maioria eram Ursos e Felinos, por mais que tenham monstros de verdade ali, como Minotauro e Centauros, a maioria são animais que são apenas imensamente grandes comparados ao normais. Logo fui a loja e gastei todos meus pontos de compra com adagas, agora ficando com 1.245, não preciso me preocupar com dinheiro, terminando todas as missões eu vou ter o suficiente para comprar o que eu quero. Sem esperar nenhum segundo a mais, iniciei meu ataque, adicionei mana nas adagas que foram compradas agora e logo lancei todas de uma vez.

[ MP: 1380 > 635 ]

Muitos foram mortos rapidamente, cerca de 340 Morreram na primeira onda de ataque, logo utilizei a -Reanimação- e logo após as sombras se levantarem se iniciou uma Guerra entre eles, por conta do poder dobrado das sombras, elas se saíram muito bem, em cerca de 30 minutos restavam apenas uns 15 Monstros, conforme eles iam morrendo eu ia os tornando sombras. Em pouco tempo a última besta caiu ao chão.

[ Você Subiu De Nível | Você Subiu De Nível ]

[ Missão Completa. Você Recebeu: 1700 Exp | Corpos | 1300 Pts De Compra | Você Subiu De Nível | Você Subiu De Nível | Você Subiu De Nível ]

Derrepente, todos corpos dos Monstros entraram no inventário, isso me fez pensar em algo, mas vou completar as missões primeiro, depois vejo sobre isso. Só preciso de mais 700 Pontos para comprar aquela marca, com certeza vou ao menos forçar ele a usar seu verdadeiro poder quando adquirir essa marca, além de aumentar bastante meu poder. " Guardando " as sombras, comecei a me preparar para ir em direção a cidade, ela não fica muito longe, quando estava prestes a partir, vários homens com armaduras saíram da floresta, eles pareciam confusos com alguma coisa, eles devem ser cavaleiros sagrados ou algo do tipo que esperava os Monstros na cidade, eles parecem ter me visto, um deles tirou algo da armadura, pegou uma tora pequena de madeira e começou a... Escrever ou algo assim, estou longe demais para ver, fiquei parado esperando eles tentarem se comunicar ou algo do tipo, mas não, não tentaram nada. Depois de uns 10 minutos, eu finalmente reparei que ele não estava escrevendo, estava desenhando, de minuto em minuto ele olhava para mim e então para a Tora, não sei se devo impedir ou não me importar... Se ele levar esse desenho Para seu superior ou algo do tipo, eles vão continuar vindo atrás de mim, além de saber como eu sou.

Descendo até eles, logo começaram a correr, mas como são ingratos, eu literalmente salvei a vida deles e fogem de mim apenas de eu chegar perto, que ingratos. Invocando algumas sombras, fecho a saída deles, apavorados, começam a atacar as sombras, eu invoquei as mais fortes que tenho agora, três Minotauros, três Gorilas e Dois Centauros, atacando que nem idiotas eles só perdem suas espadas, não usaram magia, como se não pudessem. Me aproximei por trás deles e comecei a falar.

Kollty: Olá, prazer em conhecê-los! -- Eles se viraram assustados e começaram a me encarar, parece que não tem medo de mim, sou apenas uma " Criança " afinal, eles parecem estar mais preocupados com os Soldados das Sombras.

Cavaleiro Inútil por enquanto 1: o que faz aqui garoto, corra antes que seja tarde demais. -- Um dos figurantes criados apenas para o Capítulo durar mais falou.

Kollty: Não há por quê temer aos meus soldados, eles só atacam o que eu disser para atacar. -- Com um sorriso no rosto digo a eles, de início, acham que sou um louco, mas logo percebem que as Sombras não atacam e meio relutantes baixam suas armas. -- Eu tenho apenas 2 perguntas para vocês. Primeira, quem são Vocês? Para que lado fica a Capital desse Reino?

Cavaleira Inútil por enquanto 4: Eehh... Eu Sou Juuh, esses são, Gulff, Hest e Fumy. Somos guardas de uma Cidade próxima. -- A mulher disse, ela parece ter entendido rápido a situação, também reparei que ela foi a única que não atacou as sombras de forma idiota, ao contrário dos outros Três, realmente mulheres são muito mais inteligentes que homens. -- Liones fica a 50 Quilômetros a Sudeste, nós já sabemos que foi você que derrotou todos aqueles monstros, então, como agradecimento, permita que nós consigamos uma carruagem para o senhor viajar até a Capital.

Kollty: Não há necessidade, só precisava da direção em que ela ficava, tenho muitas coisas para fazer, então devo ir agora... Nos veremos novamente. -- Guardando as sombras e abrindo vôo, de uma forma rápida, deixo o local antes que possam reagir.

Voando em uma alta velocidade, acabei passando por um grande riacho que não pude deixar de notar, haviam alguns homens pegando água e limpando algumas roupas sujas de sangue... Isso me interessou bastante.

Continua.... 


Notas Finais


Aí está, não tenho tanta certeza, mas começarei a postar mais CAPS em menos tempo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...