1. Spirit Fanfics >
  2. Entre famílias. Taekook ABO. >
  3. O encontro.

História Entre famílias. Taekook ABO. - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - O encontro.


Tudo parecia sereno, mas na verdade os dois sabiam que estavam em perigo, Taehyung por estar em território inimigo, Jungkook por estar tão próximo de alfa desconhecido, mas nenhum dos dois ousou se distanciar, ficaram apenas sentido ambas as presenças, se deleitando com os aromas que exalavam.

Mas a impaciência tomou posse de Taehyung que sendo guiado por seus instintos foi até o ômega, mas não se aproximou tanto, ficou de longe admirando a beleza rara que o ômega possuía, seus cabelos eram pretos como a noite, seus olhos orbes negras carregadas de emoção, sua pele era de um leitoso, tão única que parecia brilhar, seu corpo podia ser comparado as mais belas esculturas gregas que ainda sim seria mais formosa, o alfa nunca tinha visto algo tão esbelto como o ômega.

Chegou a pensar que nem a mais bela aurora boreal podia ser comparada aos olhos marcantes da figura a sua frente, se lembrou da risada do menor e como ela mesmo distante era uma perfeita melodia, embriagado pelo cheiro foi de encontro com Jungkook

Assim que avistou o alfa Jungkook o atacou, não deixou que o maior pudesse dizer nada, não podia deixar que o mesmo achasse que ele era indefeso, enfiou a estaca no ombro esquerdo de Taehyung, mas o alfa não reagiu não tentou lutar, bem pelo contrário, ele parecia triste, mas não pela ferida no corpo, mas sim pelo ataque do ser de aparência angelical.

Com o alfa no chão pode o analisar, ver como seus ombros eram largos, podia ver os músculos tensionados, ver como sua pele era bronzeada, como se ele fosse beijado pelo sol, seu rosto perfeitamente simétrico, era obsceno o jeito como ele era belo, olhando mais atentamente pode perceber as pintas em seu rosto, como se fosse uma constelação sobre a mais bela das pinturas, os cabelos caiam sobre seus olhos, eram de um tom escuro mas não chegava a ser preto, não eram tão lisos, eram ondulados na medida perfeita, num ato imprudente, os tirou da frente dos olhos do alfa, e assim teve a visão mais bela que já tivera, seus olhos capturaram os olhos do alfa, que eram hipnotizantes, não conseguia desviar seu olhar, por isso percebeu que apenas uma das pálpebras era dupla, um detalhe que deixava o alfa ainda mais intrigante.

Como o alfa não parecia oferecer perigo, o ajudou com a estaca em seu ombro, a tirou do mesmo e a jogou longe. Com os olhos ainda no alfa foi procurar por calêndula para passar no machucado, demorou alguns instantes até achar, mas assim que encontrou correu para tratar da ferida, enquanto fazia a limpeza do machucado o alfa quebrou o silencio:

- Qual o nome do ômega que está me salvando? – Ele disse olhando fixamente para o ômega.

- Acho que isso não é relevante, alfa. – Jungkook respondeu, com certo desdém.

- Eu quero saber, para poder agradecer adequadamente, meu querido ômega. – Assim que deferiu tais palavras, um arrepio passou pelo corpo do ômega.

- Se quer tanto saber, vai ter que descobrir. – Jungkook disse próximo de Taehyung.

Antes que o alfa pudesse dizer algo, chegaram dois alfas e um beta chamando por Jungkook.

- Jungkook, então você está aí.. seu pai está muito irritado. – Um dos alfas disse.

- Então seu nome é Jungkook. – Taehyung disse baixo, apenas para Jungkook ouvir. – Obrigado Jungkook por me salvar.

- E você, quem é? – O beta perguntou.

- Sou Taehyung. – Disse temeroso.

- Taehyung foi de que, por que está aqui? – O beta continuou com o interrogatório.

- Eu não sei da minha linhagem. – Mentiu. – Estou fugindo dos Kim.

O beta pareceu acreditar naquela história e por fim disse.

- Os Kim são nossos inimigos há mais de um século, por esta razão não o matarei agora, te levarei ao meu líder, e ele vai decidir o que vai acontecer com você, até isso acontecer você é bem-vindo ao território dos Jeon.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...