1. Spirit Fanfics >
  2. Entre nós duas - Saga Crepúsculo >
  3. O para sempre, sempre acaba

História Entre nós duas - Saga Crepúsculo - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Outro dia eu estava assistindo a saga crepúsculo novamente, e veio aquela nostalgia de sempre, foi a primeira saga que li, e me lembro como se fosse hoje todas as minha reações, naquela época eu não sabia que eu poderia escrever, não sabia o que era fanfic, então, nunca havia me passado pela cabeça essa possibilidade. Enfim, eu sou fascinada pela Rosalie, pela história dela, e eu shippo muito ela com a Bella, então pensei " porque não escrever sobre Rosbella? " Bom, está aqui o resultado das loucuras da minha cabeça hahahaha
Espero que gostem e faça jus
Boa leitura 📖📖📖👓👓👓👓👓

Capítulo 1 - O para sempre, sempre acaba


Fanfic / Fanfiction Entre nós duas - Saga Crepúsculo - Capítulo 1 - O para sempre, sempre acaba



Aro havia partido com a promessa que não machucaria Reneesme nem o clã dos Cullens satisfeito por eles não oferecerem nenhum perigo para a raça de vampiros, nem humanos, e assim também preservava as raridades que eram alguns daquela família, era o que ele mais prezava. Todos estavam extremamente feliz pelo fim da quase guerra que poderia terminar com mortes de vários , e após se despedirem dos amigos, a família se reuniu em casa para comemorar a vitória, tudo tinha dado certo no fim das contas.

Bella tinha acabado de colocar Nessie na cama, Edward havia saído para caçar junto com os irmãos, ela aproveita para tomar um banho, e relaxar sua mente, ja que dormir era algo que já não era mais de sua natureza. Duas batidas na porta aguçam seu sentido, rapidamente ela se levanta e abre a mesma, surpresa com quem estava do outro lado.


- Rose? — Ela diz amena de cenho franzido — Está tudo bem? Aconteceu alguma coisa? Parece preocupada.

- Está tudo bem Bella, se importa de eu entrar? — Ela pergunta baixo — Preciso falar com você, antes que..

- Antes que o que? — Bella pergunta dando passagem para ela .

- Antes que a Alice veja, será uma decisão de último minuto, depois de décadas, aprendi a ludibria-la — Ela ri.

- Rose, o que está acontecendo? Está me deixando preocupada.

- Irei partir. — Ela diz de uma vez. — Não posso mais ficar aqui, não faz mais sentido.

- O que? Como assim? E o Emment? Sua família... " Eu" — Ela pensou, mas não verbalizou — Não pode abandonar todos.

- Posso e vou. — Ela diz sucinta — Você se lembra da nossa conversa, ano passado? Sobre suas escolhas.

- Sim, claro que lembro... Rosalie, achei que isso tudo havia ficado para trás, depois de Reneesme e tudo que passamos.. — Bella diz

- Eu também, achei que eu poderia viver com isso, mas não posso, não consigo. Seria tudo mais fácil se você tivesse continuado a ser humana, eventualmente iria morrer e tudo iria passar.

- Me odeia tanto a ponto de desejar minha morte? — Bella fala magoada.

- Só estou tentando me proteger Bella!

- Me machucando? — Ela fala um pouco alto — Enfia logo uma estaca em meu peito, coloca fogo em meu corpo e acaba logo com isso.

- Não seja tola, sabe que eu nunca seria capaz disso. — Ela sussurra — Não posso continuar, ver você... com o Edward, por toda a eternidade, dói demais. — Ela diz envergonhada, dando um sorriso tímido.

" Então é isso"


Bella estava sem palavras, ela nunca poderia imaginar que Rose se sentia atraída por ela, que todo aquele ódio e marra, tinha haver com os sentimentos que ela carregava dentro de si, naquele momento, se Bella tivesse um coração que batasse, ele estaria acelerado, ela amava o Edward, ela havia se casado com ele, mas ela não podia se enganar ao ponto de dizer que não nutria nenhum tipo de sentimento pela loira. A conexão que elas tinham construído durante a gravidez da Bella, a cumplicidade, a amizade e entendimento mútuo, o amor por Reneesme.

Mas ela podia dizer o que sentia em voz alta?


- Rose...


- Não diga nada Bella, não torne isso mais difícil do que já é. — Ela a encara. — Eu deixei cartas, para o Emment, Esme, Reneesme, não deixe que Nessie esqueça de mim, eu a amo.

- Eu sei que sim — Bella fala rapidamente — Rose, não vá.

- Eu sinto muito, no minuto em que eu sair por essa porta, Alice verá minha decisão, mas, ja terei cruzado a fronteira. Tenha uma extraordinária imortalidade Bella. — Ela diz se aproximando dela.


Rose deixa um leve beijo casto no canto dos lábios da Bella, a mesma fecha os olhos para apreciar os cinco segundos que o toque durou, e quando novamente os abriu, Rosalie já não estava mais ali, só havia restado seu perfume refinado, que atingiu em cheio o cérebro da morena.


Bella não teve coragem de ir a casa dos Cullens, ela não sabia o que Alice havia visto e para ser sincera, ela estava aterrorizada na possibilidade de descobrir, ela só subiu no telhado e encarou o horizonte repassando tudo o que foi dito, e até o que não foi dito, tocou seus lábios, várias e varias vezes, até o sol iluminar sua pele, fazendo-a brilhar. 


"Droga Rose"

Xx


Finalmente Bella decide descer, logo sua filha iria acordar, logo Edward chegaria, logo a família iria discutir sobre o paradeiro da Rosalie, Bella estava a flor da pele, não sabia o que pensar, Reneesme teve que chamar a atenção da mãe diversas vezes durante aquela manhã, mas, não se podia evitar o inevitável, juntas elas foram para casa dos Cullens. Ao chegar, ela viu Esme sentada na varanda com um papel na mão, sua feição era de uma tristeza profunda, Bella se amaldiçoou, sentindo-se culpada, não demorou muito para um Emment furioso passar rapidamente por ela, fazendo seus cabelos voarem.

- O que está acontecendo? — Nessie questionou a mãe.

- Eu não sei querida.. — Bella mente — Porque não procura alguém que possa te dizer? — Ela sorri e beija sua testa.


Bella continua caminhada para dentro da casa, até ser parada por Alice, os olhos da pequena e astuta morena pegavam fogo, ela segura Bella pela mão e entra em um dos quartos com ela.

- Alice..

- Bella, para onde a Rosalie foi?

- Eu não faço idéia, eu não sei o que você viu.. Mas eu juro que não sei para onde ela foi. — Bella diz aflita.

- Eu vou perguntar isso apenas uma vez, antes do Edward e ler minha mente. — Ela suspira — Você a ama?


A pergunta fez Bella travar por um breve momento. Ela amava a Rosalie?

- O que você viu? — Ela sussurra — Alice, o que você viu?

- Eu vi a Rosalie cruzar a fronteira, a vi com você, sentadas, perto da cachoeira, de mãos dadas. — Alice diz encarando a Bella — Eu vi o Edward destruído.


Bella engole em seco e começa a caminhar para janela.

- Alice, eu não sei o que dizer, eu não sei o que sentir em relação a Rose, aconteceu tudo tão rápido, eu não fazia idéia de que ela sentia alguma coisa por mim.

- Claramente é recíproco, minhas visões não mentem, elas podem tomar rumos diferentes, mas o resultado é o mesmo. — Ela diz — Você precisa ir atrás dela.

- O que? Não.. eu não posso! — Ela diz

- Você deve! — Alice segura o braço da Bella — Precisa contar a verdade ao Edward e ir atrás da Rose, ela vai morrer se você não trouxer ela de volta. — Alice falava sério encarando os olhos de Bella — Ela não tem nada a perder caso se entregue aos Volturi, nada foi decidido, mas é possível.

- Os Volturi? — Bella murmurra assustada pois sabia do que eles eram capaz — Alice.. eu não posso falar ao Edward de algo que nem eu mesma tenho certeza. Não posso magoa-lo.

- Precisa tomar uma decisão e rápido, ele vai descobrir, por mim, e você sabe que não tenho como controlar isso. — Ela diz segurando uma mão da Bella. — Use sua imunidade ao seu favor, eu pedi ao Jasper para atrasa-lo um pouco, te dará um tempo para pensar no que fazer.

- Obrigada Alice — Era tudo o que pela poderia dizer naquele momento.


Sua mente girava, e apesar de seu físico não estar cansado, a sensação era que ela havia corrido uma maratona e estava exausta. Bella sai pela casa a procura de Nessie e quando a encontra a menina sorri e coloca a mão em seu rosto.

- Está tudo bem querida. — Ela diz alisando seus longos cabelos — Eu preciso resolver algumas coisas. — Sim, tem haver com a sua tia Rose. — Bella diz — Vai ficar tudo bem, eu também te amo.

-Traga ela de volta para nós mamãe. — Nessie diz baixinho e sai correndo pela casa saltitante.

- Tentarei.


Rapidamente a recém criada, corre para sua casa no meio da floresta, em uma mochila ela coloca alguns pertences pessoais, uma certa quantia em dinheiro, e algumas roupas. Bella encara uma folha de papel e uma caneta e começa a escrever algo que fizesse sentido para Edward e também para si mesma.

Edward

Eu não pude te esperar chegar, no fundo eu não saberia como te encarar, diante de tudo que irá saber ou já sabe, nunca saberei. De uma coisa eu sei, e você também sabe, o meu amor por você, nunca foi irreal, não se esqueça. Eu sinto muito por isso está acontecendo, eu sinto muito mais por não saber o que significa para mim, mas sei que preciso ir atrás da Rosalie, preciso entender, peço, que por favor, não venha atrás de mim, ou não terei coragem de fazer o que preciso. Cuide da nossa menina, não brigue com o Jacob, não brigue com ninguém, cuide-se. 

 Eu amo você. 

Bella



Ela deixa o bilhete em cima da mesa, juntamente com a caneta, pega a mochila e as chaves do carro e rapidamente sai de casa, por mero costume humano, ela coloca o cinto de segurança, acopla o celular no carro, dá partida e sai cantando pneu, Bella tenta em vão ligar para Rose algumas vezes já na estrada, no fim, é para Alice que ela liga, a mesma atente no mesmo toque e o barulho de vidros quebrando ecoa pelo carro.


- Alice?

- Bella, Edward chegou, ele leu minha mente e.. bom, ele foi atrás de você. Faça o que fizer, encontre a Rose. — Alice implora — Eu sinto muito Bella.. 

- Ela não atende o celular e eu não faço ideia por onde começar. — Bella diz e freia o carro com tudo quando o vulto do seu marido para diante do seu carro.


Os olhos de Edward estavam escuros, em sua mão ele segurava o bilhete da Bella e a outra estava fechada em punho, sua feição era de pura dor, confusão e mágoa, Bella apertava o volante com força, tentada a correr para seus braços, mas seu coração a traíra ao também se lembrar o que havia acontecido noite passada com a Rose, era uma linha tenue, dessa vez, ela não poderia ser a suíça, ela precisava saber o que sentia pela loira.

- Bella? — Alice a chama novamente — Londres! Rose acabou de chegar em Londres.

- Tudo bem Alice, obrigada. — Ela desliga sem desviar os olhos do marido.

" Por favor, saia do caminho, por favor"


Ela repete algumas vezes mentalmente, mas ele não se mexe um músculo, Bella liga o carro novamente e só então Edward pisca, deixa o bilhete cair no chão e sai dali o mais rápido que podia a deixando completamente desorientada.

- Merda!


Engolindo a chuva de sentimentos que ela estava sentindo naquele momento, Bella volta a pegar a estrada, Rose estava em Londres e ela precisava encontra-la antes que fosse tarde demais.  


Notas Finais


Então, vou tentar postar o mais rápido que puder, tenho várias ideias, veremos os outros se questionarem também, tem bastante história pra contar.
Espero os feedbacks de vocês 🔽🔽🔽

Até o próximo :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...