História Entre nossas almas. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Haikyuu!!
Tags Haikyuu, Kurooxtsukishima, Kurotsuki, Kurotsukki, Lemon, Otp, Romance, Tsukishimaxkuroo, Yaoi
Visualizações 19
Palavras 2.363
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas! :3
Essa é minha primeira fanfic aqui e eu não sou muito boa com isso admito ;---;
Bem essa minha fanfic é do meu otp Kurotsuki ♥
Espero realmente que gostem!

Quero avisar que na capa o Tsukishima e o Kuroo nao foi eu (obv) então, créditos a
artista original!

Não liguem pros erros (provavelmente escrotos) de português a meu teclado é um arrombo no meu cu :3

Beijoshi!!

Capítulo 1 - Sinceridade e os sentimentos dele.


Fanfic / Fanfiction Entre nossas almas. - Capítulo 1 - Sinceridade e os sentimentos dele.

Kuroo Pov.

Eu acho que me apaixonei por ele assim que o conheci. Os cabelos loiros e curtos, o corpo alto e magro, a pele branca que aparentava ser incrivelmente macia. Eu adoro quando seus dedos longos e finos vão até seu rosto e ageitam óculos de forma "delicada" . Amo seu jeito tsudere, admito que minha maior vontade é falar tudo que sinto por ele.

Tudo. Por algum motivo tudo nele me atraiu. Ficava possessivo sempre que via ele. A primeira vez que o vi a minha vontade era simplesmente o abraçar e me envolver em volta dele assim tendo ele somente para mim. Depois de um tempo acabei conseguindo entrar em contato com ele, o convidando para treinar. Era engraçado essa maneira tsudere dele de agir. Sempre consegui ver que ele não tinha noção do quanto incrível ele era e que podia fazer muita coisa sem muito esforço. Sempre que chegava perto dele queria pegar em sua mão o abraçando e dizendo o quanto incrível ele era e o quanto eu gostava de tudo nele, até o lado tsundere e que muitos consideravam irritante. Quando a equipe Karasuno tivera que ir  embora, eu senti tristeza em lembrar que eu e ele moravamos longe um do outro e que nossa relação provavelmente não era nem considerada amizade para ele. Sabia que provavelmente ele iria se esquecer rápido de mim e que as únicas coisas que ele podia guardar que tinham a ver comigo era os ensinamentos que eu o dei. Ainda sim não iria desistir, procurei por ele sem nem mesmo pesar no que falar descobri que ele estava no vestiário e que estava sozinho, teria a chance de falar com ele mesmo não sabendo o que. Entrei no vestiário e vi ele somente de tualha, naquele momento eu automaticamente mordi meu lábio inferior quando percebi fiquei confuso por não saber o porquê se ter feito aquilo.

- Kuroo-san? - Disse ele assustado com minha presença repentina.

- Eh! Tsu-Tsukki! Finalmente te encontrei, queria falar com você! - Falei tentando desviar o olhar do corpo dele.

- Humn... O que quer, estou aqui, pode falar, p-por favor rápido... - Disse ele aparentando estar com vergonha de seu corpo magro que para mim era perfeito. 

- Er... Então... Eu só queria saber se tem um meio de nós dois mantermos contato. 

- Porque? - falou franzindo a testa com um olhar meio confuso. 

- Er- Bem nós moramos longe um do outro seria legal e bom mantermos contato não?! Além disso sempre que precisar poderei te ajudar em relação aos bloqueios! 

- Eh? Não obrigado. 

- Eh? Eeeh?? Tsukkiiii ~

- Aff... Ok ok. 

- Verdade!? Yeeey Tsukki!!

- Se gritar muito eu desisto. 

- eh.... estendi... ~

- Então que tal pelo número? Não quero mas é a única e melhor opção. Te passo meu número assim vamos poder manter contato. - Ele cruzou os braços fazendo uma expressão debochada.

- S-Sim.

 Depois de trocarmos os números ele se arrumou e logo após indo embora - adimito que fiquei tentando espionar ele se trocar - Depois de chegar em 'casa' simplesmente não conseguia parar de pensar no quanto eu queria mandar uma mensagem para ele. Queria encontrar com ele e falar o quanto eu gostava dele e queria ter ele para mim. semanas se passaram e eu não mandei nada. Por muita sorte ele tomou a iniciativa. 

─────────────

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Kuroo-san?

-

 Me :

 Sim?

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Er... Está rudo bem com você? 

-

 Me : 

Sim mas... porque a pergunta?7w7

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Sinto uma aura meio maligna saindo do seu número como se ele estivesse implorando para que eu mandasse uma mensagem para você.  

 '-'.

-

 Me :

 Sou inocente u.u

Mas fico feliz que tenha mandado mensagens. ( W-.- )~♥

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Ah ok.

Tchau.

-

 Me :

 Eh?! Tsukki!!! Não vai! 

( WT-T)/"

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Hah o que foi?

-

 Me :

 Quero conversar mais com você! 

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Sobre?

-

 Me :

 Hum ~ Não sei! Mas quero ficar mais tempo com você!!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 E assunto??

-

 Me :

 Hmn... Que tal falarmos um pouco mais sobre nós mesmos? Quero conhecer mais sobre você!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Sim.. Você realmente quer saber muito de mim não? Nah de qualquer forma quanto mais eu te empedir mais você irá me encher o saco. Então o que quer saber?

-

 Me :

Sobre você!! O que gosta, o que não gosta entre outras coisas!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Bem, não gosto de pedófilos como você. :)

-

 Me : 

 Pedófilo!? Eu não sou pedófilo! Sou só um pouco mais velho que você! 

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Hahahahah

 Desculpa avô esqueci que não se deve irritar os mais velhos.

 Por favor não tenha um ataque do coração ou dor na coluna ein!! 

-

 Me :

 Você é mau.

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Obrigado. 

-

 Me:

 Me fale algo que goste!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

Aff..

Gosto de

 Bolo..

 E qualquer outro doce mas gosto muito de Shortcake.

-

 Me :

 Yeeeey quando for te ver de novo vou levar um Shortcake para ti!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Aham.

-

 Me :

 Er

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 ?

-

 Me :

 O que você acharia de eu ai te visitar? 

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Acharia um saco.

 Não te aguentaria por muito tempo. 

-

 Me :

 ( WT-T)

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Hah..

 Caso um dia você queira me visitar eu irei deixar. 

 Claro, se não ter nenhuma chatice no meu ouvido. 

 OKAY!!! ♥

 ─────────────

 Senti meu peito apertar. Não era ruim, era estranho. Um sensação diferente, uma ansiedade. Provavelmente porque eu tinha recebido uma "permissão" do Tsukishima para poder visitar ele. Minha vontade era simplesmente pegar metro e ir para a casa dele me declarando a ele, mas não podia, não pelo fato de "meus pais não deixam" mas sim pelo fato de que eu ainda não tinha tempo que poderia ser o mesmo para ele. 

 Semanas e semanas se passaram e o máximo de contato que eu tive com Tsukishima foi troca de mensagens - que eram poucas - Tsukishima já não era muito de falar e também não tinhamos assunto. Claro que, eu sempre mandava pelo menos um "Bom dia" e, ou, um "Boa noite" para ele. Depois de mais e mais semanas eu finalmente tinha conseguido um tempo para ir o visitar, era idiota mas queria visitar ele para me confessar. Estava feliz mas tinha um problema, e se ele não tivesse tempo? E se ele não quisesse mais me ver? Me perguntando o tempo todo até que então decidi "conversar" com ele.

─────────────

 Me :

 Tsukki?

 ...

 ~ Tsuukkiiii...!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Sim?

-

 Me :

 Então... Eu arrumei um tempo para ficar à toa e queria saber se dar para te visitar! Quero conversar com você.

Tsukki Kawaii ♡ :

E não pode ser por mensagens?

-

Me : 

Não, é muito importante para ser por mensagens. E de qualquer forma eu quero te ver!

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Hah 

 Tanto faz.

 Deixa eu ver se dá. Espere um pouco.

 -

 Me :

 Ok!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Você vai ficar quando e quantos dias de folga? 

 - 

 Me : 

 Partir de amanhã a semana inteira. 

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 ...

 Infelizmente você deu sorte. 

 Você pode vir e ficar uma semana ou menos se quiser. 

Prefiro que fique pouco.

-

 Me :

 EEEEEH!

 EU VOU FICAR A SEMANA INTEIRA!

TSUKKI!!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Deveria ter mentindo.

 - 

 Me :

 Não devia não! 

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Ok, ok.

-

 Me : 

 Então Tsukki estou indo para aí amanhã! 
-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Não. 

 Amanhã eu tenho aula e treino até de noite.

-

 Me :

 Eu fico te esperando na sua casa!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Não! Que coisa estranha.

-

 Me : 

 Hmn Ok..

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Bem, eu vou dormir.

 Nos falamos amanhã.

-

 Me :

 Sim.

 Boa noite!

-

Tsukki Kawaii ♡ : 

 Boa noite.

-

─────────────

 
 Tsukishima Pov.
 

 A única coisa que não sai da minha cabeça é essa possível "Obsessão" do Kuroo em falar comigo. No começo achei que era apenas impressão, mas depois vi que ele inventava motivos idiotas para falar comigo. E mesmo quando não tinha "assunto" ele mandava pelo menos uma mensagem de Bom dia, tarde e noite. No começo me incomodava mas depois me acostumei. 

Um lado meu sabe o que sinto, ele sabe e aceita.

Já meu outro lado não pretende aceitar.

"Não. " 

Digo sempre para mim mesmo.

"Não. Não é possível. Não o amo. Esse sentimento é uma pequena confusão passageira. Não vou me afetar só por isso."

Se realmente sinto algo por ele não pretendo  aceitar. 

Era o que ele achava.

 
 [ Tempo Depois | Manhã seguinte ]
 

 Estava saindo da aula - Junto de Yamaguchi -  indo pro treino, passando pela frente, ouvi meninas falando com um tom bem chamativo. Vi um tumulto e quando parei para prestar a atenção, notei aquele cabelo que tanto me irritava. A expressão Que me afetava. Aquele sorriso que eu queria ter somente para mim. Fiquei surpreso ao ver ele, sabia que provavelmente ele estava lá por causa da visita mas mesmo assim eu ignorei, segui direto fingindo não ter notado. Infelizmente ele me viu e começou a me gritar. Que raiva. Queria o abraçar e não sabia o motivo.  

 - TSUKKIIII!! - Gritou ele correndo em minha direção com um maldito sorriso no rosto. 

 -  Aaah... sério? - Sussurrei irritado.

 - Tsukki! Surpresa! - falou ele correndo até mim e me abraçando.

 - Ku... Kuroo-san... o que está fazendo aqui...? - Falei o afastando. 

 - Queria lhe fazer uma surpresa!

 - Aah sim, sim... Maldito idiota. 

 - Eeeh ~ Me desculpe...

 -  Ah tanto faz. Yamaguchi. 

 - Ah s-sim! - disse ele meio encolhido e surpreso. 

 - Avisa que eu não vou poder treinar hoje. 

 - O-Ok. - Falou ele saindo meio envergonhado. 

 - Eh? Tsukki. Me desculpa não quero que falte o treino... - disse kuroo já sem o sorriso. 

 - Cala a boca.

 - Eh... Ah.... Si-Sim...

 Estava tudo mundo em volta olhando. Eles nem disfarçavam, claro que, Kuroo estava praticamente se arrastando de tão agarrado que estava em mim. 

Foi bom encontrar com ele, por sinal eu estava muito feliz. Mas...

"Não. "

 
  [ Quebra de tempo ]
 

 - Yamaguchi! Onde está Tsukishima? - Disse Daichii com um olhar mais confuso - já que Tsukishima tinha afirmado ir ao treino -.

 - Ah... Bem...

 - Hum? Aconteceu alguma coisa com ele?

 - Eh? Não... "Kuroo-san" apareceu na entrada da escola e se agarrou a ele, então Tsukki pediu para mim avisar que não iria vir e saiu o arrastando para fora.

 - Eh? Kuroo? Hmn... Ok. Obrigado por avisar.

 - Sim. 

 
 •   •   •
 

 
 Kuroo Pov.
 

 Estava com medo de Tsukishima estar muito bravo comigo. Depois de chegarmos na casa dele eu vi o irmão dele, que abriu um grande sorriso, veio me abraçar e falar que eu era incrivelmente bem vindo, depois de troca de palavras Tsukishima saiu me puxando para o quarto e trancando a porta. Meu coração apertou ao sentir o cheiro dele. Também ao lembrar que estava trancado com ele no quarto. Consegui me controlar mas ele era injusto. Olhou para mim com um olhar envergonhado - provavelmente por vergonha do irmão - Estava perdendo o controle.

 - Me desculpa meu irmão é idiota se descontrola quando um amigo vem me visitar. - falou ele corado abaixando o rosto.

 - S-sim...

 - Hum? Kuroo-san? Está tudo bem?

 - Haah... Não...

 -  Eh?? Kuroo-san está passando mal?

 - Não. Não sei. Me desculpe. 

 - Ah quer que eu ligue para um médico??

 - Kei.

 - Eh? "K-Kei"? 

 - Sim, Kei.

 
Autora Pov.

 Depois do pronunciamento de Kuroo, Tsukishima corou e estremeceu. Kuroo - já "sem" controle - Colou os braços em volta de Tsukishima e o apertou assim também encostando a testa na cabeça do mais novo. 

 - Me desculpe. - Falou Kuroo quase lacrimejando. - Muitas desculpas...

 - Ah... O que... O que houve...? - Disse o loiro totalmente vermelho. 

 - Não quero dizer, me desculpa... Sinto que vou me arrepender se dizer...

 - Fale!

 - Eh... Er...

 - Kuroo-san! Fale!!! 

 - ...Tsukki... Você... Me odiaria se eu falasse que sinto atração em você? Se falasse que sempre que olho para você fico possessivo? Se falasse que sempre fico pensando que seria um sonho realizado  acordar e ver seu rosto, saber que você é meu? -lágrimas e lágrimas caíam. 

 - ... O que...?

 - Você ficará irritado em saber que tem um homem apaixonado em você?

 - Gu-Kuroo...?

 - Ne Tsukki você ficaria? 

-... Não sei....

-Que egoísmo da minha parte não? estou me sentindo melhor mas te coloquei em um situação horrível né. .. Me desculpe. .. Mau cheguei e  já estou fazendo besteiras...

- Kuroo, me explique melhor.

- ..Hmn... Então. ... Tsu-Tsukishima kei-san eu kuroo Tetsurou gosto muito de você! E sinto que se ficar perto de você mais tempo não irei aguentar!

-ah... Ku-Kuroo-san! Eu -! - 

"NÃO! "

Eu... - o mais novo queria confessar, também queria tocar o corpo do moreno, sentilo por enteiro dentro de si.-....Eu...

- Tsukki. A única coisa que eu peço agora é pura sinceridade. Se você sente o mesmo ou não, só peço que seja sincero. 

-Ah... Eu sinto o...

"Não! Cale a boca! Não fale! Seus sentimentos não fazem a diferença! Você é um nada! "

"Cale a boca"

E-Eu sinto o mesmo... Eu acho...

-Hmn..!!!

Naquele momento o loiro não estava certo de seus sentimentos mas decidiu falar pelo pouco que conhecia. O moreno por outro lado, estava incrivelmente feliz. Depois de ouvir sua resposta o abraçou e acariciou as costas do mais novo. Colocou sua cabeca no ombro do mesmo e começou a chorar de felicidade. 


Notas Finais


Bem foi isso, até o próximo capítulo, Bye Bye!!

Beijoshi!♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...