História Entre o Amor e o Ódio - Jikook - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), IKON
Personagens Bobby, Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook
Visualizações 153
Palavras 1.471
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amores do meu pâncreas, turu bom?
Espero que vcs gostem e Boa Leitura.

Capítulo 16 - - Deixar ele excitado? -


Fanfic / Fanfiction Entre o Amor e o Ódio - Jikook - Capítulo 16 - - Deixar ele excitado? -

            ♧Anteriormente...♣


- Ei me solta...Pra onde vc tá me levando? - A pessoa me empurra com certa força na parede - Ai seu filho da puta isso doeu. 


xxx- Eu amo quando vc me xinga assim... É excitante - Sorriu


Olho a pessoa que estava me prensando contra a parede e me assusto. Vc de novo.....


            ♣Continuação...♧


- O que vc está fazendo aqui? - Tento me soltar mais ele me segura com mais força - Me solta Bobby, a gente não namora mais - Ele segurou em meu rosto me forçando a olhar pra ele.


Bobby- É mesmo é? - Me da um selinho - Eu sei que lá no fundo vc ainda gosta de mim, eu sei que vc ainda gosta quando eu te faço carinho... Quando eu te beijo - Ele vai chegando mais perto e logo me beija.


Eu tento me soltar mais e inútil. Eu não estaria mentindo se disse que no começo eu realmente gostava de tudo isso, mais quando ele começou a fazer aquelas coisas ruins deixei de gostar. 


- Bobby, Bobby... Para - Digo baixo 


Bobby- Jimin me escuta... Eu gosto de vc de verdade - O olho desconfiado - Eu só fazia aquelas coisas porque David e Sam me obrigavam. 


- Bobby eu não sei se ainda posso acreditar em vc - Disse sério e um pouco embolado - Eu preciso voltar, Jungkook vai ficar preocupado se não me encontrar lá - Ele segura fortemente em minha cintura me mantendo colado nele.


Bobby- Posso pedir uma coisa antes de vc ir? - Ele suspira

 

- P-pode - Disse com um pouco de medo.


Bobby- Posso te dar um beijo? - Me surpreendo com a sua pergunta


- Vc já deu - O lembrei


Bobby- Eu quero um direito - Coloca uma de suas mãos na minha nuca - Eu posso...? - Ele me olha esperando uma resposta. 


- Vai em frente, vc nunca pediu permissão - Disse.


Sorri e me beija. Ele pede passagem com a língua e eu cedo. O mesmo pega em minhas coxas, entendo seu recado e pulo em seu colo, sinto seu membro ja desperto roçando no meu. Não, eu não estou excitado, mais talvez por conta das bebidas eu esteja gostando. Ele leva suas mãos até a minha bunda a apertando. Logo me coloca no chão novamente. 


De repente Bobby é jogado longe por... Jungkook?


Kook vai se aproximando pra bater em Bobby mais ele apenas se abaixa e fecha os punhos.


Kook- Nunca mais toque no meu   Jimin, ESCUTOU? - Rosnou . Bobby assenti. 


Kook se levanta e vem até mim, ele pega um pouco forte em meu braço e me puxa pra ir pra fora da festa.


- Kook, para por favor... Vc está me machucando - Choraminguei. Ele para e me olha com os olhos cheios de lagrimas.


Kook- Desculpa, Jimin - Ele me abraça forte e eu retribuo na mesma intensidade - Me desculpa mesmo, eu estou um pouco nervoso - Funga.


- Ta bom Kook, eu te perdôo - Ele me olha sorrindo. Eu sorrio.


Kook- Vamos embora, já está muito tarde - Assenti.


            {...}


Ja tínhamos chegado em casa e já tínhamos tomado um banho, agora nós estávamos terminando de comer. 


- Noussa... Eu estava com muito fome, vei - Me levantei cambaleando e fui colocar o prato na pia - E noussa eu bebi muito mano - Me virei. Eu ia bater de cara no armário se não fosse por dois braços fortes me segurando. 


Kook- É vc bebeu muito mesmo - Riu. Eu estava a centímetros do seu rosto (perigoso) por um momento cheguei a pensar que ele iria me beijar mais logo descartei esse pensamento quando o mesmo me colocou de pé novamente - Va dormir que daqui a pouco eu também vou - Assenti


- Boa noite , Kook - Sem esperar uma resposta eu vou pro quarto, escovo meus dentes e vou me deitar.


É normal eu está triste? 

Eu realmente não queria que ele me beijasse, já que eu só o vejo como um amigo, certo? Errado. Quem eu estou querendo enganar? Eu sempre gostei do Kook, mais parece que ele não gosta de mim da mesma forma, me trata como se eu fosse um irmão, um amigo, e isso me deixa triste, saber que ele pode estar ficando, namorando, transando com outra pessoa que não seja eu me deixa irritado. Posso estar sendo muito egoísta, mais... A quer saber eu vou dormir. 

Balanço minha cabeça afastando meus pensamentos. Vejo que Kook já estava deitando em sua cama dormindo.


- Boa noite Kook, eu te amo - Sussurro, quase que inaudível. 


            {...}


Acordo com as luzes do sol batendo em meu rosto, mais QUE PORRA DE DOR DE CABEÇA É ESSA?. Me sento na cama sentindo minha cabeça latejar, olho pro lado e vejo um comprimido e um copo de água em cima do criado. Kook vc é um anjo que caiu do céu. Pego o comprimido coloco na boca e depois bebo toda a água. Me levanto e vou até o banheiro fazer minha higiene.

Assim que acabo me levanto e vou até a cozinha da onde saia um cheiro maravilhoso. 


- Bom dia, Kook - Me sentei na cadeira. Ele se vira e sorri


Kook- Bom Dia, Minie. Dormiu bem? - Colocou dois prato com panquecas na mesa e dois copos de suco (escolha o sabor).


- Ha dormi sim, só tive... - Corei ao lembrar do esquisito sonho que tive essa noite - Nada não, esquece. 


Kook- Me fala, Jimin... Vc teve outro pesadelo? - Foi mais pra um sonho bem erótico.


- Não foi nada de mais... Apenas tive um sonho estranho - Abaixei a cabeça sentindo meu rosto quente. Eu estava tão vermelho que se colocasse um tomate do lado do meu rosto daria até pra se confundir. 


Kook- Ta bom então...Vamos comer - Começamos a comer em um silêncio constrangedor. 


Depois de comermos lavamos o que sujamos e fomos pra sala.


- Kook eu vou pro quarto ainda estou com um pouco de sono - Ele apensas assentiu. Vou até o quarto me deito na cama logo me cobrindo. Depois de alguns minutos, dormi.


            {...}


Acordo com pessoas gritando no andar de baixo, ainda sonolento me levanto e vou até a sala, chegando lá avisto Nam, Suga, Hope e Kook conversando e rindo alto. 


- Tem gente querendo dormir nessa casa, sabia? - Falei manhoso coçando os olhos.


Eles pararam e olharam pra mim.


Suga- Nossa Jiminie, que corpo em? - Corei. ( Jimin estava apenas com uma blusa de manga cumprida azul que batia na metade de suas coxas e uma box preta) . Kook da um tapa na sua nuca - Que foi? Ue só falo verdades - Riu, recebendo outro tapa.


Nam- Senta aqui, Minie - Deu tapinhas no sofa ao seu lado


Devagar vou até lá e me sento.


Nam- A gente estava pensando em brincar de verdade ou desafio, mais só com nos 3 fica sem graça, que tal vc brincar também - Sorriu de forma... Maliciosa?


- E-e-eu? - Gaguejei. Que merda em Jimin!


Suga- Sim - Olhei pra todos ali e parei em Kook que estava corado e resmungando baixinho.


- T-ta bom - Eles sorriram e então começaram a brincar. O que pode acontecer de tão ruim?


            {...}


Eu quero morrer.


Nam- Verdade ou desafio Jimin? - Eles já fizeram várias perguntas e desafios, teve um que o Nam teve que correr pelado na rua, e outra que Hobi teve que beijar o Suga.


- D-desafio - Suspiro tendo a certeza de que eu fiz uma escolha errada. 


Nam- Desafio vc a deixa o Kook excitado - Corei violentamente, olhei pro Kook que não estava diferente - Se vc não quiser vai te que ficar trancado com o Yoongi no banheiro e fazer o que o mesmo quiser. 


Suga- Gostei desse baguio - Riram


Me levantei e fique na frente de Kook que estava sentado no sofa me olhando corado. Calma Jimin, vc vai apenas deixar ele excitado, NÃO É NADA DE MAIS. 

Coloquei minhas pernas uma em cada lado de seu corpo sentando em seu colo.


- Desculpe por isso... - Sussurrei em seu ouvido. 


Comecei a fazer movimentos pra frente e pra trás escutando o mesmo arfa. Ainda um pouco corado ele pega em minha cintura me fazendo se movimentar mais rapido. Vou até seu pescoço e dou Beijos, mordidas e chupões deixando ali algumas marcas roxas. Já escutava seus gemidos baixos perto do meu ouvido. Me arrepiei, ele pegou em minha nuca e me beijou. Fiquei surpreso mais logo retribuir, ele pediu passagem com a língua e eu cedo de imediato. Suas mãos desceram até a minha bunda a apertando com força, me fazendo arfar. Infelizmente o ar nos faltou então tivemos que nos separar, sai de seu colo vendo seu membro completamente duro coberto pela bermuda que usava. Nos olhamos totalmente corados. 


Suga- Nossa Kook, da última vez que eu vi estava menor - Falou boquiaberto.




       Continua...?


Notas Finais


Então foi isso! Espero que tenham gostado. Desculpe algum erro.

Até o próximo cap. e tchau ♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...