1. Spirit Fanfics >
  2. Entre o amor e o ódio - Marotos >
  3. Irmãos e brigas de outono

História Entre o amor e o ódio - Marotos - Capítulo 16


Escrita por: JadeJade6

Notas do Autor


Olá bom dia leitores! Espero que gostem deste capítulo!

Leiam as notas finais por favor! 😔🙏

Capítulo 16 - Irmãos e brigas de outono


Fanfic / Fanfiction Entre o amor e o ódio - Marotos - Capítulo 16 - Irmãos e brigas de outono

O sol cada vez mais forte batia nos campos nevados de Hogwarts, a neve aos poucos indo embora e os alunos voltando aos gramados para estudar para as provas finais e os N.O.M'S que batiam na porta.

Os meninos estavam juntos envolta de uma árvore grande, as meninas se reuniram na margem do lago para estudarem. James Potter se encontrava brincando com um pomo de ouro, seu amigo Pedro Pettigrew aos gritos e pulos de alegria vendo ele apanhar o pomo, Remus Lupin com seus pensamentos no Castelo Bruxo mas seus olhos em um livro de transfiguração, Sirius Black estava entediado, fumando e analisando de longe os cabelos castanho dourados na margem do lago.

- Da pra parar Pontas? Daqui a pouco Rabicho vai mijar nas calças de tanta agitação! - Sirius estava com raiva, acabara de ver do outro lado dos campos um grupo da sonserina não tão legal assim.

- Oque foi Almofadinhas? Kalya não te perdoou é? - James guardava o pomo e deu um soco no ombro do amigo

- Não é isso não James... - Pedro parecia desapontado com o fim da brincadeira.

- Já sei oque pode te animar Sirius! - Potter sorriu para o amigo e os dois olharam para a entrada do Castelo, vinham juntos Regulus Black e ninguém menos que Severo Snape.

Os dois se levantaram rapidamente e andaram até o encontro dos outros que estavam conversando baixinho e escrevendo rapidamente nos cadernos

- Severo acho que se botarmos mais um pouco vai chegar no ponto.

- Regulus não sei, e se botarmos mais de sangue de dragão?

- Ora ora ora, olha quem saiu das sombras, resolveu pegar um sol é Ranhoso? - James sorria desdenhoso para o garoto de cabelos oleosos e nariz odunco.

- Oque faz andando com esse imundo Reggie? Já falei pra você parar de andar com gente dessa laia! - Sirius sorria também, mas seu olhar furioso penetrava os olhos do irmão.

- Você não decide quem eu vou andar Sirius! Severo é meu amigo e não é má influência! - Regulus não ria, nem Snape, o mesmo já pegara sua varinha, Reg ainda estava com os livros nas mãos.

- Ah eu decido sim, sou seu irmão mais velho e não quero que você se contamine com ele, melhor se afastar antes que o Ranhoso passe a oleosidade dos cabelos dele pra você também. - muitas pessoas estavam envolta deles riram, Sirius parecia satisfeito com a piada, olhou para os lados e viu que a garota da margem do lago não estava mais lá.

- Você é um idiota, por isso que me afastei de você e por isso prefiro "ele" do que você, porque ele me aceita como eu sou, não quer que eu seja algo diferente! - Sirius sabia que esse "ele" era sobre você-sabe-quem e seu medo de seu irmão estar se tornando oque ele mais tinha medo parecia ser real.

- Regulus você sempre foi o cabeça fraca da família, sempre se influenciando né irmão? Não foi você que se afastou de mim, eu que não queria mais ter você como irmão! - no segundo depois que acabou Sirius se arrependeu amargamente do que dissera.

Regulus saiu empurrando as pessoas que olhavam a briga, no meio da multidão os cabelos castanho dourados de Kalya apareceram, ela olhou para Sirius fixamente, ele entendeu aquele olhar, que dizia "Estou decepcionada com você", ela apenas saiu correndo em direção às portas do Castelo onde Regulus tinha desaparecido, e a multidão fechou a visão de Sirius novamente.

- Olha só! - James sorriu desdenhoso para Sirius chamando a atenção do garoto de volta para a roda. - O Ranhoso tá apontando a varinha pra mim! - todos riram mas Snape apontava firme a varinha para James.

- Sectu- antes que Snape acabasse James foi mais rápido

- EXPELLIARMUS! - a varinha de Severo caiu na mão de Potter.

- Boa James! - Sirius comemorava e Pedro pulava atrás deles, Remus levantou os olhos do livro mas não ria.

- Vocês dois são uns idiotas! Covardes e Burros! Vão me atacar indefeso? Um contra dois!? C-O-V-A-R-D-E-S! - Snape gritava e ria também, esperava que o público o apoiasse.

- Ranhoso, Ranhoso... Você além de feio e fedorento é mais burro do que pensei. - James olhou para Sirius que continuou.

- Não íamos atacá-lo, não vale o esforço, mas já que você insiste tanto... - os dois meninos se olharam rindo. - Levicorpus!

Um jato de luz saiu da varinha de Sirius e fez com que Snape fosse pendurado de cabeça para baixo no ar, suas vestes caíram e deixaram a mostra suas cuecas encardidas e podres de sujas.

A multidão envolta aumentou, risadas e acessos de gargalhadas ecoavam por toda parte, os garotos estavam gloriosos de seu feito.

- ME LARGUEM SEUS MERDAS! FILHOS DA PUTA IDIOTAS ME SOLTEM! - Snape tentava fazer sua voz ficar mais forte do que os risos.

- Oque você falou Ranhoso? - Sirius  encarava o garoto no ar. - James ele ainda está nos xingando!

- Ah não Ranhoso, não não não.... vamos ter que limpas sua boca suja.

James lançou um feitiço que enchia a boca de snape com sabão, o garoto agora não falava mais.

- SOLTA ELE AGORA! - Lily Evans vinha do lago gritando, seu rosto da cor de seus cabelos - LARGA ELE POTTER! AGORA!

- Ruivinha, eu só estava dando uma lição no Ranhoso nada de mais, ele está bem olha. - James desfez o feitiço do sabão e colocava Snape no chão.

- VOCÊ É RIDÍCULO POTTER! Eu achei que tinha mudado, achei que só fazia suas pegadinhas idiotas e mais nada, você não consegue né? É babaca por nascença! - a garota se ajoelhou para o menino que estava no chão tremendo.

- Ooooh Ruivinha não fala assim de mim, eu não sou assim, só que o Ranhoso sempre consegue me tirar do sério... - não ia deixar de parecer orgulhoso.

- PARA de me chamar de RUIVINHA! Severo você está bem? - ela falou olhando para o amigo e tentando levantá- lo.

- ME LARGA! - Snape gritou e todos se assustaram - Não preciso da sua ajuda! - Lily tentou ajudá-lo de novo decidida a ignorar aquele surto.

- Ah vamos Severo, vem eu te ajudo... - ela sorriu pra ele e James apertou a varinha com força

- Eu NÃO preciso da ajuda de uma SANGUE RUIM!!! - Snape empurrou Lily que caiu sentada no chão, ele se levantou rapidamente.

Aquele momento foi decisivo para a amizade de Severo Snape e Lílian Evans, os dois já estavam afastados por conta das decisões do garoto, se tinha alguma chance de voltarem a ser amigos isso acabara de morrer pra sempre.

- Do que foi que você chamou ela filho da puta?!! - James avançou para Severo apontando a varinha, Remus agora já estava de pé junto a cena.

- CHEGA! - Lily se levantou

- Eu não vou deixar esse Ranhoso.... - a menina interrompeu James.

- Vocês dois são idênticos! Idiotas, arrogantes! E você - ela apontou para Snape e o encarou com os olhos cheios de lágrimas - Melhor lavar suas cuecas encardidas Ranhoso.

A garota saiu chorando pela multidão, James lutava contra azarar snape ou partir para a agressão física. Mas antes que pudesse decidir Sirius já tinha pulado em cima do outro.

Dois garotos enormes da Lufa-Lufa e Remus seguraram James para que ele não avançasse enquanto outros meninos separavam Sirius e Snape.

- E VOCÊ REMUS! - Snape com o olho inchado gritava para Lupin que estava segurando James. - É monitor não é? Mas não faz nada para seus amiguinhos né? Quatro contra um - ele riu - ótimo monitor muito bem!!!

- Ninguém para eles Severo, e mesmo que eu quisesse não iria ajudar. Bom, você merece uma lição... E eu como monitor devo da-lá - Remus largou Potter, o público em volta gritou de emoção, agora Snape e James brigavam enquanto Sirius era segurado.

Depois de outros garotos virem separá-los e alguém gritar que Dumbledore estava vindo (oque era mentira) Severo correu para o castelo e sumiu, ninguém mais viu ele naquele dia, os quatro meninos rumaram para o salão comunal pouco tempo depois.

No dormitório

- Sirius Orion Black! Você é um completo idiotababacaarrogante - Kalya falou as últimas 3 palavras tão rapidamente que pareciam uma só. - Sério? Se já não bastava atormentar o SEU irmão você precisava fazer aquilo com Snape?

- Ele chamou a Lily de Sangue Ruim - Sirius sentou em sua cama encarando a menina.

- Ele oque? - ela olhou para ele e ele confirmou - Bem feito! Bem feito mesmo, podia ter jogado ele pra Lula gigante! - os dois riram e ela reparou que a boca do garoto sangrava.

- Ah vocês dois partiram pra briga de trouxa é? - ela começou a limpar o machucado e acariciar o rosto do namorado, como se não estivesse explodindo de raiva dele dois minutos antes. 

- Sabe onde Regulus foi? - Sirius parecia com medo de dizer essas palavras.

- Conversei com ele, bom eu tentei... Ele foi pro salão da Sonserina.

- Acho que eu não precisava fazer aquilo, eu odeio agir por impulso.

- É não precisava mas aconteceu né? Agora você precisa falar com ele. Regulus sempre te admirou já te falei isso, mas você deixou ele Sirius - o garoto olhou incrédulo para Kalya - desculpe mas é verdade. Ele achou pessoas que o acolheram e não são pessoas boas nós dois sabemos. Sinto que se você não falar com ele logo talvez ele não volte mais.

- É eu sei...

Os dois ficaram ali conversando deitados, Sirius com os pensamentos em seu irmão. Ele o abandonara mesmo ou os dois só tinham seguido caminhos que não convergiam mais? 

James encontrava-se em total desespero, Lily não queria falar com ele por nada, e as semanas que seguiram não foram diferentes. Ele fez merda? Com certeza, mas bom ele mereceu não é? É oque ele pensava, mas Lily não entendia isso e ele chegou a conclusão de que era mesmo um babaca, arrogante etc, e que se queria que ela gostasse dele e visse oque ele era de verdade teria que mudar, tirar a máscara de popular jogador de quadribol e ser ele mesmo.

Lily por outro lado se arrependia de ter derramado um pingo de lágrima por Snape, as vezes ela se pegava lembrando dos momentos que eles brincavam juntos quando tinham oito anos, os campos floridos... Sentia falta de Severo, não esse, mas o de antes. Outra coisa que ela se arrependia era de algum dia ter gostado de James, ter sido amiga dele. Ele era idiota, arrogante, babaca e tudo que ela podia imaginar, mas ele ainda conseguia fazer borboletas voarem descontroladas pela barriga de Lily, e por Merlin como ela odiava isso. 

Sirius procurou falar com o irmão diversas vezes, mas os dois nunca se encontravam, sempre que Black via o irmão o mesmo estava acompanhado do seu super amigo Severo ou de Bartô Chorch Jr (um aluno da sonserina estranho e magricela).

Certo dia os dois por coincidência ou destino se encontraram sozinhos no sétimo andar, seria agora ou nunca.

- Ei Reggie! Espera! - Sirius chamava o irmão e corria apressado ao seu encontro.

- Depende... - Regulus se virou para o irmão e o encarou.

- Olha você sabe que eu ajo muito sem pensar. Você é meu irmão sempre vai ser! Eu quero ajudar você, me...me...medesculpe - pedir desculpas não era muito comum para Sirius e era difícil ele admitir seus erros, fizera isso apenas com Kalya e o irmão.

- Ok tanto faz. - Regulus se virou para ir embora mas Sirius puxou seu braço.

- Ei sério, por favor desculpe?! Me diga oque está acontecendo com você irmão, porque está andando com aquelas pessoas...

- Já te desculpei Sirius, e eles são meus amigos, "ele" gosta que eu ande com eles e eu também gosto. Desculpe mas você saberá mais tarde.

Regulus saiu decidido deixando o irmão com mil perguntas, "ele" seria quem Sirius pensava que era? "Você saberá mais tarde", oque queria dizer?


Notas Finais


Perdão por demorar tanto!!! Eu estava cheia de provas então não pude me dedicar a fanfic, mas logo voltarei com mais ❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...