História Entre o amor e o ódio - Capítulo 8


Escrita por: e OhMaya

Postado
Categorias Matthew Daddario, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Matthew Daddario
Tags Abo, Amor, Casamento Arranjado, Ciumes, Harry Alfa, Lemon, Matthew Ômega, Mpreg, Ódio, Shumdario
Visualizações 48
Palavras 3.378
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Capitulo 7


Passou-se uma semana e durante essa semana Harry e Matt não puderam se encontrar, pois eles estavam cheios de trabalho. Harry lotado de problemas na empresa e a lanchonete de Matt lotada de pessoas, não dava tempo de Matt respirar, então, infelizmente, eles não se encontraram nessa semana.

Alexandra estava louca para perguntar para o seu irmão mais velho como tinha sido o seu encontro com Harry na semana anterior, mas como essa semana Matthew estava bastante ocupado, ela não tinha conseguido falar com ele.

Mas como hoje era sábado e o dia de folga de Matt, ela iria prensar Matt contra a parede e falar com ele. Ela esperava arrancar algumas respostas dele, pois ela era sua confidente, sua melhor amiga e ele devia lhe contar as coisas mesmo ela sendo dois anos mais nova que ele.

Existem relacionamentos alfa x alfa, mas eles são raros, pois os dois querem comandar o relacionamento. Alexandra está em um relacionamento assim com David Castro, que faz parte da alcateia de Harry, há dois anos. Em mais um ou dois anos (se tudo der certo), eles pretendem acasalar. Em relacionamentos alfa x alfa não existe a possibilidade de gravidez, mas, tem a possibilidade de barriga de aluguel ou adoção caso o casal queira filhos.

 

Era sábado e Matthew estava jogado largado em sua cama pensando nos lábios maravilhosos de Harry que ele teve o privilégio de beijar a uma semana atrás. Ele estava muito confuso e com medo, pois em três semanas ele faria 20 anos e irá acontecer a primeira parte do acasalamento. Ele está com medo dessa primeira parte do acasalamento, pois depois que ele está acasalado com Harry, ele irá poder sentir todas as suas emoções e os seus sentimentos pelo vínculo. Será difícil para ele esconder de Harry os sentimentos que ele está tendo por ele e por isso ele está bem assustado.

“Harry, como será que você está? Não gosto de admitir, mas essa semana que não nos vimos, eu senti muita falta sua. Será que estou me apaixonando por você?” – pensa Matthew e suspira.

Alexandra entra no quarto de Matt e o fica observando da porta. Ele parece que está no mundo da lua tanto que está até suspirando. Ela o vê relaxado e fica feliz por ele e sorri.

Então sem ele perceber, ela vai até a cama dele e se joga em cima de Matthew o fazendo levar um susto.

- Alex! Tá doida? Quase me matou de susto. – diz Matt sorrindo para Alexandra.

- Desculpa, maninho. Só queria te tirar do mundo da lua. Aliás, você estava pensando em que? – diz Alex e se aconchega no peito de seu irmão.

- Nada. – diz Matt extremamente corado.

- Sei – ela diz desconfiada- A propósito eu e você temos que ter uma conversinha sobre um certo encontro que aconteceu sábado passado. Eu pensei que eu era sua confidente e melhor amiga. – diz Alex o olhando com seus brilhantes olhos azuis e fazendo uma cara que ela sabia que Matthew não iria conseguir resistir.

- Está bem, eu vou contar. Nunca consigo resistir a esses lindos olhos azuis. – Matt diz e revira os olhos.

Alexandra sorri vitoriosa.

- E sim, Alex, você é a minha confidente e minha melhor amiga ou no caso a minha única amiga. Eu irei te contar o que aconteceu no sábado passado, mas não quero que você crie muitas esperanças, pois acredito que isso não irá se repetir, que aquilo foi só coisa do momento. – diz Matt com o semblante triste.

- Ah vamos parar com essa tristeza e me conte tudo o que aconteceu. – diz Alexandra olhando animada para Matthew.

- Tá bem, Alex. Bom, Harry combinou de me pegar na lanchonete quando ela fechasse, mas, ele chegou um pouco antes e viu Connor me fazendo uma oferta constrangedora e me humilhando por ser ômega. Harry ficou possesso e me defendeu e eu fiquei surpreso por ele defender um ômega. Então depois eu fechei a lanchonete e Harry fez uma surpresa para mim, ele realizou um sonho meu. Ele me levou no parque de diversões, Alex. – Matt se senta e diz extremamente animado para a sua irmã.

Alexandra se senta ao seu lado.

- Sério, Matt? Parece que Harry está mudando suas atitudes com você. – diz Alexandra.

- Sim, ele está. – diz Matt com as bochechas coradas.

- O que mais aconteceu? Me conta, Matt. – diz Alexandra o olhando com seus lindos olhos azuis.

- O primeiro brinquedo que a gente andou foi a roda gigante e eu adorei. Mas como eu morro de medo de altura, eu saltei e fiquei com o corpo colado ao lado dele. Harry me protegeu. – diz Matt.

- Sei não, Matt, mas, isso está me parecendo amor. Para mim parece que vocês dois estão apaixonados um pelo outro, mas estão negando. – Alexandra diz olhando séria para o seu irmão.

- Amor? Claro que não, Alex. – diz Matt extremamente vermelho.

- Sei...

- Andamos em vários brinquedos no parque e eu adorei ir. Espero ter a oportunidade de ir novamente. E então antes de ir embora, resolvemos ir comer um cachorro quente, pois estávamos morrendo de fome. Então Harry sujou seu rosto com molho de cachorro quente, eu o limpei com um guardanapo e nossos olhares se conectaram, parecia que existia só nós na lanchonete do parque. Então ele me trouxe para casa. Te confesso que, não sabia que Harry era um cavalheiro mas descobri que ele é. Ele saiu do carro, abriu a porta do carro e me acompanhou até a porta de casa. Ele me agradeceu pelo passeio. Então de repente nossos olhares de conectaram e então ele me puxou para perto. Então Harry aproximou seus lábios dos meus lábios e me beijou apaixonadamente. Eu me entreguei ao beijo. Eu abri a boca e Harry adentra sua língua fazendo o beijo ficar mais quente. Meu coração ficou acelerado. Quando eu gemi  no beijo, Harry me prendeu na porta e me beijou forte, necessitado. E então ele foi pedir desculpas e eu o puxei para outro beijo e depois entrei em casa e fui para o meu quarto. – diz Matt suspirando e com o rosto corado.

Alexandra arregalou os olhos após ouvir tudo o que aconteceu no encontro de seu irmão.

- Matt então quase rolou sexo? – perguntou Alex.

- Não, Alex. – ele respondeu com incredulidade. – As coisas só esquentaram entre nós.

- Você estava no calor? – pergunta Alexandra.

- Não, eu não sei explicar, mas , quando ele me toca,, meu corpo arrepia, meu coração acelera. – diz Matt com as bochechas coradas.

- Vocês dois já conversaram sobre sexo? – pergunta Alexandra.

- Não, ainda não! Eu nunca senti tanto tesão fora do calor.- diz Matt com as bochechas coradas.

- Matt antes de saber que é prometido ao Harry, você transou com alguém? – Perguntou Alex um pouco apreensiva, pois ômegas prometidos tinham que se manter puro para o seu futuro companheiro.

- Não! Eu... Eu nunca imaginei que seria prometido a alguém, não achava que era digno de um companheiro. Mas mesmo assim, sempre fui bem tradicional, acho certo perder a virgindade só no acasalamento.

Alex estava com o coração na mão.

- Matt não fale assim, você é digno, você é especial, você merece ser muito feliz. E mocinho, acho que você deveria conversar com o Harry, sobre sexo, sobre a segunda parte do acasalamento. – diz Alexandra.

- É, vai ser bom, assim quando chegar a hora, não me sentirei tão desconfortável. – diz Matt.

- E quais são suas fantasias, Matt? O que você quer fazer na cama com Harry? – pergunta Alexandra travessa.

- ALEXANDRA! Nossa conversa acabou, saia do meu quarto. – Matt cobriu o rosto com uma almofada de tanta vergonha e expulsou Alex de seu quarto.

 

À tarde

 

Isaiah Mustafa é um lindo alfa moreno com olhos castanhos escuros de 26 anos. Ele faz parte da alcateia de Harry. Ele está no segundo ano da faculdade de fotografia. Isaiah namora Vanessa Matsui de 24 anos a dois anos. Em no máximo dois anos, eles pretendem se acasalar.  Isaiah tem percebido um certo clima entre Harry e Matt e também percebeu que estão nascendo sentimentos de Harry para o seu prometido. Então ele resolve ir visitar Harry para conversar com o seu amigo.

Ele chega a casa Shum e é recebido pela sua mãe Kaya Shum.

- Entre, querido. Harry está na sala de jogos jogando vídeo game. – diz Kaya sorrindo para Isaiah.

Então Isaiah se dirige para a sala de jogos e encontra Harry jogando vídeo game bem concentrado.

Então Isaiah se joga no puff que está do lado de Harry.

- Então, eu soube que alguém teve um encontro muito proveitoso com certo prometido sábado passado. – diz Isaiah tentando puxar assunto.

Isso faz com que Harry pause o jogo e se vira para encará-lo.

- Sim, foi bem proveitoso. – diz Harry com as bochechas coradas.

- Eu não creio no que estou vendo. Harry Shum Jr CORANDO? É o apocalipse. – diz Isaiah gritando. – Agora, eu exijo saber tudo o que rolou nesse encontro. – diz Isaiah olhando animado para Harry.

- Isaiah, pare de escândalo. Eu irei lhe dizer. Bem, eu marquei com Matthew de pegá-lo logo que a lanchonete fechasse, mas resolvi chegar um pouco antes e ainda bem que eu fiz isso. Pois Connor aquele alfa idiota estava fazendo uma proposta indecente para Matthew e falando coisas obscenas para o MEU ômega. – diz Harry furioso. – Então eu fui lá e o defendi e Matt até ficou espantado que eu o defendi depois de tudo o que eu fiz para ele. – Matt diz e dá um sorrisinho de lado. – Então Matt fechou a lanchonete e eu o levei para um passeio. Eu soube por sua irmã Catherine que o sonho dele era ir ao parque de diversões, então eu o levei lá. Ele ficou muito emocionado quando o levei para lá. Então o primeiro brinquedo que fomos foi a roda gigante. Então em certo momento, a roda gigante deu um solavanco e Matthew veio pra bem perto de mim e encostou-se a meu corpo porque ele tem medo de altura. Então eu o protegi. E então durante a noite andamos em vários brinquedos. E então antes de irmos embora, resolvemos ir comer um cachorro quente. Então eu me sujei com o molho e Matt limpou minha boca. E então nossos olhares se conectaram e foi como se todo mundo da lanchonete tivesse sumido. Eu só olhava para aqueles lábios cheios e sentia uma vontade imensa de beijá-los. Então entramos no carro e eu fui o levar para casa. Chegando lá, eu saio do carro, abro a porta para ele e o levei até a porta, eu fui um perfeito cavalheiro. Então nossos olhares se conectaram, eu o puxei pela sua cintura e o beijei apaixonadamente. Depois do beijo, eu tentei lhe pedir desculpas, mas, ele não deixou, ele me puxou para outro beijo mais quente e eu o prendi na parede e o beijei bem necessitado e forte. Bem foi isso. – diz Harry suspirando.

- Harry, sinto lhe dizer, mas por tudo que você me contou, para mim, parece que você está apaixonado por Matt. – diz Isaiah.

- Não pode ser, Isaiah. Eu não gosto de ômegas. – diz Harry.

- Tem certeza disso? Pois pra mim parece que você está caído por um ômega. – diz Isaiah rindo.

Harry fica calado depois disso.

Então o telefone de Harry apita e é uma mensagem de Will Tudor, componente de sua alcateia.

W: Ei Harry, hoje a noite lá pelas 20 hrs eu quero toda a alcateia com seus cônjuges aqui em minha casa para eu lhes apresentar a minha namorada e futura companheira. Ela é uma ômega.

H: Tudo bem. Vou avisar todo mundo. Nos encontramos lá. Até.

 

Então Harry envia uma mensagem para todos falando sobre o compromisso da noite, mas envia uma especial para seu Matthew.

H: Anjinho, hoje à noite o Will vai apresentar a sua namorada e futura companheira para a alcateia e para levarmos nossos cônjuges. Então vou levar você. Vou passar aí um pouco antes das 20hrs para te pegar, ok? Até depois.

M: Querido, claro que eu vou com você. Te espero. Até logo.

 

Passa-se um tempo e Isaiah vai para a sua casa se arrumar.

Harry coloca uma calça jeans escura com uma blusa de manga curta da cor vinho e um tênis preto. Ele entra no carro e vai buscar o seu ômega.

Ele chega lá e fica extasiado com a beleza de seu querido ômega. Ele está vestindo uma calça jeans clara e uma blusa de manga curta verde escura que faz os seus lindos olhos de cor avelã se destacarem.

Então eles entram no carro e vão para a casa de Will.

Chegando à casa de Will, Matt fica impressionado com a beleza do lugar. Bem na frente da casa, tinha um lindo jardim de rosas vermelhas e hortênsias de várias cores que são as suas flores preferidas.

Ele sai correndo do carro, sem esperar Harry, e vai para o jardim e começa a cheirar as flores. Harry o segue rindo.

- O que está fazendo, Matthew? – Harry pergunta intrigado.

- Eu .. Me desculpe por ter saído correndo do carro mas é que essas são as minhas flores preferidas e como eu adoro elas eu vim correndo. – diz Matt com as bochechas coradas.

- Tudo bem, Matthew. – diz Harry o olhando com carinho e fazendo carinho em sua mão.

- Harry, posso te fazer uma pergunta? – Matt pergunta nervoso e mordendo seu lábio inferior.

- Claro que pode, querido. – diz Harry.

- Assim, depois da primeira parte do nosso acasalamento eu vou morar com você, certo? Então eu gostaria de fazer um pedido. Eu queria que na casa que onde a gente fosse morar tivesse um jardim enorme com as minhas flores preferidas. Tem como fazer isso? – Matt pergunta olhando apreensivo para Harry.

Harry se aproxima de Matt, coloca um selinho em seus lábios e diz:

- Claro anjinho, tudo o que você quiser, você terá. – Harry diz e o olha sorrindo.

Então, eles vão pra dentro se encontrar com o resto do pessoal.

Quando Will vê Harry ele corre até ele com uma linda ruiva de lindos olhos verdes.

Will Tudor namora Katherine MacNamara, uma ômega, há pouco mais de dois meses e ele esperou o relacionamento estar um pouco mais firme para ele poder a apresentar para a alcateia que ele faz parte. Kat pertence à alcateia de sua família, a alcateia MacNamara, mas depois que ela se acasalar com Will , ela irá pertencer a alcateia de Harry, a alcateia Bane.

Emeraude e Alberto já são acasalados há um ano e os dois pertencem à alcateia de Harry. Ele tem 22 anos e ela 21 anos.

- Harry, até que enfim você chegou. Quero lhe apresentar Katherine MacNamara minha namorada e futura companheira. – diz Will animado.

- Muito prazer, Katherine. Seja bem vinda a família e futuramente quando vocês se acasalarem, serás muito bem vinda a alcateia Bane. – Harry diz, sorri para Kat e aperta sua mão. – E esse é o meu futuro companheiro, Matthew Daddario. Iremos nos acasalar em três semanas. – diz Harry puxando Matt pra sua frente e os apresentando.

- Muito prazer, Kat. – diz Matt envergonhado.

Então eles vão para a sala de jantar, se sentam e se servem.

Eles ficam conversando sobre tudo e se conhecendo um pouco melhor. Matt fica a maioria do tempo calado, pois ele está bem envergonhado com tanta gente no mesmo ambiente que ele e ele não está acostumado a isso. Ele está sentado ao lado de Harry.

Depois do jantar, eles vão em direção a sala e ficam lá conversando por mais algumas horas.

Harry percebendo que Matt está nervoso entrelaça seus dedos nos de Harry para acalmá-lo.

Alex e David resolvem ir embora, mas antes de irem, Alex pede para falar com Harry em particular. Então eles vão pra varanda que fica na frente da casa.

- Olha, Harry, você mudou bastante e eu estou gostando bastante de você. Eu sei que não sou a irmã mais velha de Matt, mas sou a do meio e quero lhe dar um aviso. Matt nunca teve ninguém, ou seja, ele é virgem. Ele é puro de coração e alma. Ele espera um dia poder se apaixonar por alguém e eu acho que ele está se apaixonando por você. Então, por favor, não o force a nada e nem o machuque. É tudo que eu lhe peço. Meu irmão antes de saber que era prometido a você poderia ter encontrado alguém e transado, mas ele não fez isso, pois queria encontrar a pessoa certa. E, então, depois que ele soube que vocês eram prometidos, isso não tinha nenhuma chance de acontecer, pois os ômegas prometidos devem se manter puros para a segunda parte do acasalamento, ou seja, se manterem puros para o seu alfa. Então, por favor, cuide bem de meu irmão e não quebre o seu coração. – Alexandra o abraça, beija sua bochecha e vai embora com David.

Harry fica atônito parado no lugar.

Então ele volta pra sala e ele e Matthew se despedem do pessoal e ele vai largar Matt, seu ômega, em casa.

Ele estaciona em frente à casa de Matt, se vira para Matt e diz:

- Matthew o que a Alex disse é verdade? Você ainda é virgem? – pergunta Harry.

- Sim. – falou Matt com a cabeça abaixada.

Harry pôs a mão no queixo de Matt, levantando suavemente a cabeça dele, fazendo Daddario olhar em seus olhos.

- Por que, anjinho? – Harry perguntou.

Matthew estava com as bochechas coradas.

- Eu quis me guardar, quis me entregar a quem eu amasse, eu sempre levei o acasalamento a sério. – responde Matt.

- E você Harry, deve ter transado com várias pessoas? – falou Matt cabisbaixo.

- Na verdade não, mas não sou mais virgem. – responde Harry.

- Foram quantos, Harry? – pergunta Matt.

- Foi só uma. Eu perdi minha virgindade com uma beta chamada Kaitlyn Leeb, só foi uma noite e nada demais, não significou nada para mim. – Harry se aproximou e acariciou sua bochecha.

- Harry? Estou com medo do acasalamento. – diz Matt nervoso e mordendo o seu lábio inferior.

- A primeira parte do acasalamento é a mordida, eu serei rápido e cuidadoso. – Harry diz e sorri para Matt.

- Não estou preocupado com a mordida, isso eu aguento. – diz Matt revirando os olhos.

- É sobre o sexo então? A segunda parte do acasalamento quando você estiver no calor? – pergunta Harry.

Matthew assentiu.

- Anjinho, vai ser tudo no seu tempo. Eu sei que o acasalamento tem suas etapas. Mas eu não vou te forçar a nada, eu prometo que serei o mais gentil e carinhoso possível. – diz Harry olhando para Matt.

- Obrigada, Harry. – diz Matt sorrindo para Harry.

Harry olha para Matt e pensa como ele estava louco para beijar os seus lábios viciantes, então, ele puxa Matthew e o acomoda em seu colo.

- Harry! – Matt diz no susto, pois Harry não o avisou o que ia fazer.

- Eu estou louco para fazer algo à noite inteira e eu preciso fazer. Posso? – Harry pergunta.

Matt assente a cabeça.

Então Harry puxa Matt mais para frente e Matt entrelaça seus braços no pescoço de Harry e fecha os olhos esperando Harry tomar uma atitude.

Harry se aproxima e lhe dá um selinho demorado. Então, ele pede passagem com a língua e quando Matt cede passagem a sua língua, Harry adentra o paraíso que é a boca de seu ômega. Ele aproveita tudo que dá. O beijo fica bastante urgente e necessitado. Eles se separam só por causa que eles tem que respirar.

Matt fica o encarando depois do beijo e vai até o seu pescoço e o perfuma. Então depois eles ficam se encarando sorrindo e Harry o puxa para outro beijo que é mais urgente e necessitado que o primeiro. Seus beijos são apaixonados, mas eles não admitem.

Matt se entrega ao beijo de seu alfa e então quando ele geme no beijo, Harry toma a liberdade e enfia sua mão dentro da camisa de seu ômega e isso faz com que Matthew se arrepie.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...