História Entre o amor e o ódio - Capítulo 9


Escrita por: e OhMaya

Postado
Categorias Matthew Daddario, Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Matthew Daddario
Tags Abo, Amor, Casamento Arranjado, Ciumes, Harry Alfa, Lemon, Matthew Ômega, Mpreg, Ódio, Shumdario
Visualizações 35
Palavras 4.099
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Capitulo 8


Passou-se três semanas, e durante essas três semanas, Harry se reuniu com Alexandra e Isaiah para encontrar os presentes perfeitos para Matthew de acasalamento e de aniversário de 20 anos.

Ele demorou, mas conseguiu encontrar, são presentes especiais que ele espera que seu ômega goste.

A primeira parte do ritual de acasalamento é bem simples. As famílias do par que irá se acasalar tem que dar uma festa, essa festa pode ter poucos ou bastantes convidados dependendo da importância da família dos envolvidos. Como as famílias Shum e Daddario são as famílias mais importantes da cidade de Forks, a festa para o ritual de acasalamento será enorme. Ela contará com mais ou menos 800 pessoas que estarão na mansão Shum. Estarão várias alcateias nesse dia na mansão Shum. E então, no meio da festa, o ômega e o alfa se acasalaram, eles entregam um para o outro um presente de acasalamento. Esse presente pode ser tradicional ou pessoal, depende do que a pessoa achar melhor. E então, depois da entrega dos presentes, os dois se transformam em sua forma de lobo, o alfa cheira o pescoço do ômega e então ele lhe dá a mordida, por assim, finalizando a primeira parte do ritual de acasalamento.

Estava faltando três dias para a primeira parte do acasalamento e tanto Harry como Matthew estão bastante nervosos com a data que está se aproximando. A data escolhida é no dia do aniversário de Matt, ou seja, dia primeiro de outubro de 2018.

 

 

 

3 dias antes do acasalamento

 

Mathew estava em seu quarto, juntando os documentos para poder ir se inscrever no curso de direito na faculdade Idris. No verão desse ano, ele fez um curso profissionalizante de gastronomia, pois como ele é dono do Cow Burguer ele tem que entender de comida para trabalhar lá. Ele irá fazer direito, pois é apaixonado por esse curso desde que era criança. Com esse curso, ele terá várias oportunidades de trabalho, mesmo ele sendo um ômega. E com esse curso, ele poderá abrir uma rede de restaurantes que também é um de seus grandes sonhos desde menino quando ele acompanhava o seu pai trabalhando no Cow Burguer.

Matthew sabia que como faltava pouco tempo para o acasalamento, ele não devia sair sozinho sem um alfa lhe acompanhando. Mas como ele tinha que fazer essa inscrição, ele daria um jeito de ir caso seus pais não o deixassem ir nem que tivesse que fugir pela janela de seu quarto.

Nessas três semanas que antecederam o acasalamento, Matt e Harry se aproximaram demais. Eles estão apaixonados um pelo outro, mas não admitem para si mesmo. Eles só acham que é uma atração física e que vai passar depois que o vínculo estiver completo. Eles estão com medo de admitirem seus próprios sentimentos.

Matthew estava vestindo um jeans surrado com uma blusa branca que destacava seu peitoral e um allstar preto. Ele arrepiou seus cabelos do jeito que Harry gosta. Ele pega a pasta com os documentos que ele precisa e vai para a sala encontrar seus pais.

Chegando à sala, ele dá um beijo na bochecha de seus pais e se senta nervoso em sua frente tentando tomar coragem para fazer o pedido.

- Fale, Matt. Dá para perceber que você está nervoso e quer perguntar algo. – diz Richard olhando para seu filho.

Matt morde os lábios de nervosismo.

- Bom, pai, hoje é o ultimo dia de inscrições na faculdade Idris. E você sabe muito bem como eu quero muito fazer esse curso de direito. Então eu gostaria de lhe pedir a autorização para poder ir lá bem rapidinho fazer a minha inscrição. – diz Matt olhando com esperança para seu pai.

- Sinto muito, Matt. Mas dessa vez não vai dar. Você sabe que como falta pouco para o seu acasalamento, você não pode sair sozinho na rua sem um alfa. Seu alfa está ocupado e eu e sua irmã também, então, infelizmente, terá que deixar a faculdade para o próximo semestre. – diz Richard olhando com tristeza para seu filho.

- Mas pai.. – Matt o tenta convencer.

- Matt não adianta. – diz Richard.

Matt bufa e sobe para o seu quarto.

Ele então fica pensando em como escapar, pois ele precisa muito fazer essa inscrição. Seu quarto fica no segundo andar da casa Daddario. Ele vai até a janela e como ele tem habilidades por ser um lobisomem, ele resolve pular pela janela e fugir de seus pais.

Ele se senta na janela, pega impulso e salta para o chão. Ele cai de pé sem nenhum machucado se quer.

Atrás da casa Daddario fica a floresta de Forks que é um atalho para chegar mais rápido na faculdade Idris. Matt vai até ela e começa a ir pra faculdade pra fazer a inscrição no curso de direito.

Chegando lá, ele vê que tem uma fila para cada curso. A fila do curso de administração é três filas depois da de direito. Ele vê Harry na fila do curso de administração e fica feliz por Harry fazer faculdade também.

Ele se inscreve e resolve ir para a casa pela floresta Forks, pois é mais perto de sua casa e como ele saiu escondido de casa, ele tem que chegar rápido em sua casa antes de seus pais perceberem sua saída.

Pegando o atalho até a sua casa, Matt sempre olhando para trás, no caminho até a floresta, ele achou que tinha alguém o seguindo. Quando ouviu um barulho, ele olhou para trás e Connor estava atrás dele.

- Matthew! Que bom encontra-lo. – falou Connor se aproximando.

Matt sentiu um arrepio ao ouvir Connor lhe chamando de Matthew, pois, ele não gostava que ninguém lhe chamasse assim, só Harry podia lhe chamar de Matthew.

- Era você que estava me seguindo? O que você quer? – Matt pergunta trêmulo.

- Seu cheiro de ômega é irresistível. Eu quero você Matt. Quero transar com você. – diz Connor com sua voz em tom de malícia.

- Eu não quero você, Connor. Eu já tenho o meu alfa. – diz Matt com medo.

- Ele não vai saber, somos apenas eu e você. – diz Connor dando um sorriso de lado.

Connor se aproximou e alisou a bochecha do ômega. Matt deu um passo para trás, e suas costas encostaram-se a uma árvore e Connor se aproveitou disso para prensá-lo no local.

- Connor me deixe ir embora, por favor. – Matt estava bastante assustado e quase chorando.

- A festa só está começando. – Connor diz examinando o corpo do ômega.

Connor segurou os dois pulsos de Matt e começou a beijar o pescoço do ômega. Matt tentava se soltar, mas o alfa era mais forte.

Matt gritava na esperança de alguém o ajuda-lo. De seus olhos caíam lágrimas de medo do que iria acontecer.

- Eu quero que você me chupe Matt antes de eu entrar em você. – diz Connor.

Connor soltou Matt e começou a tirar a sua calça. Matt deu uma joelhada no meio das pernas do alfa e saiu correndo. Mas Connor foi mais rápido e o agarrou novamente.

- Você me paga seu ômega idiota. Eu estava sendo carinhoso com você, agora vou fodê-lo até sangrar. – diz Connor furioso.

Connor o jogou no chão da floresta, deixando Matt de bruços e começou a tirar a calça do ômega. Matt se debatia, gritava, ele começou a chorar.

Matt escutou um barulho de rosnado e quando virou á cabeça para o lado, ele viu aparecer um lobo enorme, preto e com olhos vermelhos de alfa. O lobo correu até eles, jogando Connor longe.

O lobo era lindo e Matt ficou encantado por ele.

- Quem é você? – Matt sussurrou.

Ele se levantou, ajeitou sua calça, secou as lágrimas, pegou a mochila e se afastou dos lobos.

Quando Matt pensou em correr para casa, o lobo preto, seu salvador, voltou à forma humana. O coração de Matt parou por um instante, ao perceber quem era. Harry o salvou, Harry era o seu salvador.

Harry caminhou até Connor e começou a bater nele, com socos e pontapés.

- Se você chegar perto dele novamente, eu juro que te mato. Nunca mais encoste no que é meu. – diz Harry furioso.

Matthew paralisou com as últimas palavras de Harry.

Após falar, Harry voltou a socá-lo, Connor estava com o rosto coberto de sangue, estava a ponto de desmaiar.

- Harry, pare! Por favor. – pediu Matt.

Harry olhou para Connor e depois olhou para o seu Matthew. Parou de bater nele e andou até Matt.

Harry se aproximou e depositou um beijo na testa de seu ômega.

- Você está bem, docinho? – Harry olhou em seus olhos e lhe perguntou preocupado.

Matt assentiu.

- Vem. Eu vou te tirar daqui. – diz Harry e estende a mão para Matt.

Eles caminharam um pouco e foram até o local favorito de Harry na floresta que era uma clareira.

Harry se sentou encostado em uma árvore e Matt subiu em seu colo, colocou o nariz em seu pescoço para sentir o cheiro amadeirado de seu alfa para se acalmar. Harry colocou seus dedos nas costas de seu Matthew e lhe fez círculos reconfortantes para acalmá-lo.

Harry então puxou a cabeça de Matt de seu pescoço para olhar em seus olhos. Ele limpou suas lágrimas que caiam de seus lindos olhos de cor avelã, se aproximou e lhe deu beijo lento e apaixonado ao mesmo tempo. Matt entreabriu os lábios para Harry poder aprofundar o beijo. Quando Matt sentiu a língua de Harry entrando em sua boca para aprofundar o beijo, seu corpo derreteu e ele gemeu no beijo. Isso fez com que Harry o puxasse para mais perto de seu corpo e deixasse o beijo mais quente e apaixonado.

Depois que o beijo terminou, Harry ficou lhe encarando e fazendo carinho em sua bochecha.

- Ei, anjinho, que tal a gente dar uma corrida em nossa forma de lobos? – pergunta Harry.

- Quero sim, meu alfa. – Matt diz e dá um selinho em Harry.

Então eles se levantam e se transformam. Harry se transforma em um lobo enorme preto com os olhos vermelhos de alfa e Matt se transforma em um lobo branco um pouco menor que o lobo de Harry com seus lindos olhos azuis de ômega.

Harry coloca seu focinho no pescoço de Matt para cheirá-lo e Matt vira a cabeça para o lado para dar espaço para Harry.

Eles se olham nos olhos e começam a correr pela floresta. Harry e Matt adoram correr pela floresta, eles se sentem livres das amarras da sociedade.

O vento passando por seus pelos, os fazem fechar os olhos por alguns segundos e aproveitar o vento.

Eles ficam correndo por uma meia hora, antes de Harry levar Matt para casa.

Eles voltam ás suas formas humanas e Harry o acompanha até a janela do quarto de Matt e o ajuda a subir a janela de seu quarto.

 

3 dias depois:

 

Finalmente chegou o dia do acasalamento de Harry Shum Jr e Matthew Daddario. Um dia esperado por todas as alcateias da cidade de Forks. A cidade está em polvorosa e em festa.

A festa do acasalamento deles irá ocorrer na mansão Shum.

O quintal da mansão Shum estava todo enfeitado á espera de seus convidados. No centro do quintal, tinha um altar montado com flores e o caminho até o altar estava cheio de pétalas vermelhas de rosas vermelhas. E na frente do altar tinham várias cadeiras espalhadas para os convidados. E no lado esquerdo do quintal tinha uma mesa grande decorada com dois arranjos de rosas vermelhas e brancas e no meio dos arranjos tinha um bolo de cinco andares decorado com detalhes em azul e vermelho.

Matthew estava bastante nervoso, pois hoje seria o dia que ele iria ser mordido por Harry, e iria começar a sentir suas emoções. Matt estava nervoso, pois depois que Harry o mordesse, ele poderia sentir os sentimentos que Matt estava começando a ter por ele e ele estava com medo de ele não o corresponder.

Matt tomou um banho e foi se arrumar.

Matthew vestia um traje completamente verde. O paletó era de um verde floresta, estampado em um cetim delicado. A lapela exibia os tons preto e verde. A camisa por baixo era social, em um tom neutro de preto. Seu colete era de um tecido adamascado, seguindo os mesmos tons de preto e verde, a gravata de cetim se camuflava consigo, e o que a destacava era um pregador de gravatas que mais parecia um anel, carregando nas pontas arabescos de metal e no centro uma pedra de esmeralda. A calça de um tecido tão leve quanto o paletó, adornando um tom verde inferior, quase que com uma mistura de preto. Parecia um príncipe em seus trajes reais, a cor realçando com a avelã dos seus olhos, faltando apenas à coroa. Ele completou o look com um sapato preto e arrepiou seus cabelos do jeito que Harry gostava.

Então Matt foi para a mansão Shum e quando ele chegou ao quintal, ele ficou impressionado com a decoração que a sua mãe e a mãe de Harry tinham feito para esse momento especial para as famílias.

E então seus olhos captaram Harry do outro lado do quintal e seu coração acelerou, pois Harry, seu alfa, estava muito lindo e gostoso nas roupas que ele estava usando. Suas bochechas ficaram coradas ao imaginar como seria o corpo de Harry por baixo daquelas roupas.

Harry vestia quase por inteiro vermelho carmim. O paletó, a calça e o colete eram de um linho impecável, e na lapela pendia um broche de prata, no formato de um pequeno sol. A camisa social que usava por baixo era um ponto de azul marinho no emaranhado de vermelho, e sua gravata arriscava em um xadrez nas cores branca, vermelha e azul. Estava consideravelmente      “simples”, mas o vermelho deixava sua pele morena e impecável em destaque, e ninguém podia negar, estava lindo como nunca. Para completar seu look, ele usava sapatos marrons e deixou seu cabelo arrepiado.

Harry atravessou o quintal e foi até onde Matthew estava. Ele o olhou de cima a baixo e suspirou.

- Você está lindo, Matthew! – diz Harry suspirando.

- Obrigado, Harry. – diz Matthew com as bochechas coradas.

Então Harry e Matthew começaram a circular pela festa para cumprimentar os convidados que estavam chegando como bons anfitriões que eles eram.

Depois que todos os convidados chegaram, chegou a hora da entrega dos presentes. Cada prometido tem que entregar um presente de acasalamento ao outro, mas, como hoje também é aniversário de 20 anos de Matthew, Harry além do presente de acasalamento, lhe comprou um presente de aniversário.

Eles foram para o centro do altar e ficaram um de frente ao outro.

Então Harry pegou o microfone que foi disponibilizado para que todas as pessoas pudessem os ouvir e começou a entrega dos presentes.

- Bom, primeiramente, boa noite para todos. Obrigado pela presença de vocês em um evento importante para as famílias Daddario e Shum. No inicio, posso ter ficado furioso por esse arranjo dos meus pais com os de Matthew, mas depois de uma certa convivência – ele diz olhando para Matthew e Matt fica com as bochechas coradas- estamos conseguindo nos dar bem. No inicio a gente não se suportava, mas agora estamos um pouco melhor quanto a isso. – diz sorrindo para Matt – Então hoje além de entregar o presente de acasalamento para o meu ômega, eu irei lhe entregar um presente de aniversário, pois Matthew está fazendo hoje 20 anos. – Harry diz olhando para Matthew.

Então Harry pegou das mãos de sua mãe, Kaya Shum, dois pacotes e colocou nas mãos de Matt.

Matt o olhou e começou a abrir os pacotes com os seus presentes.

Seu primeiro presente era um anel. O anel era grosso, diria até um tanto pesado. Era uma joia e tanto, pensada e planejada com todo o cuidado e atenção possível. Única como o garoto. A prata brilhava á luz da lua, presa ao dedo de Matt. Em seu centro havia uma pedra preta, a cabeça de um lobo uivando. Nas laterais, outros dois lobos de corpo inteiro se destacavam, também uivando, sendo seguidos por uma sombra preta.

Seu segundo presente era um arco e flechas. Harry o conhecia muito bem, pois Matthew adorava praticar arco e flecha na floresta, mas o seu arco de tanto tempo que ele usava, estava desgastado e quase quebrando. O arco recurvo, o modelo que havia ganhado era grande e pesado. Era coberto por ouro, desde á polia excêntrica até o limbo inferior. Riscos em alto relevo marcavam o ouro, detalhadamente pensados. Quanto Matt segurou o seu arco, sentiu – o encaixar-se entre seus dedos, como se agora formasse uma parte de si.           

Quando Matt viu os presentes que Harry lhe deu, ele ficou emocionado e se jogou nos braços de Harry lhe agradecendo. Harry fez carinho nos cabelos de Matt enquanto o abraçava.

Depois do abraço foi à vez de Matt entregar o presente de acasalamento para Harry. Não tinha presente de aniversário, pois, Harry já tinha feito aniversário e Matthew como o bom ômega que ele é, já tinha lhe dado um presente. Harry fez seus 22 anos dia 15 de setembro. Harry e Matthew são bons leitores. Harry estava louco para ler os livros de Harry Potter (ele só tinha visto os filmes) e Matthew lhe deu o Box de colecionador com os sete livros com o dinheiro que ele juntou de seu trabalho na lanchonete e Harry ficou impressionado com isso. Harry era sonserino e Matt grifinorio e eles ficavam brigando ás vezes pra ver qual era a melhor casa do universo de Harry Potter.

Matthew colocou uma caixa redonda media de veluda de joias nas mãos de Harry. Quando Harry a abre, fica impressionado com a beleza do bracelete. O ouro do bracelete brilhava como nunca antes, como se fosse estar nas mãos de quem sempre deveria ter estado. Era delicado, definitivamente uma relíquia de família. O ouro cobrindo parcialmente o objeto, contrastando com o material preto envolvendo seu centro, enquanto figuras abstratas, algo como algum símbolo real, preenchiam vagamente sobre a parte escura.

Harry coloca seu presente no pulso e abraçou Matt emocionado, pois, ele amou demais o presente.

Eles ficaram sorrindo um para o outro e se encarando.

Então Iman Shum pega o microfone e tratou de continuar a cerimônia de acasalamento.

- Sejam todos bem vindos a minha casa e a esse momento muito importante para as famílias Shum e Daddario. Conheço Matt desde que era bebê, ele é um bom garoto e sei que ele e meu filho Harry que tem mudado o seu comportamento para ômegas, o que tenho apreciado muito, serão muito felizes. Nossas famílias fazem muito gosto por esse arranjo. Então, como a entrega de presentes já terminou, agora vem à primeira parte do ritual de acasalamento que é onde Harry irá morder Matt enquanto eles estão em sua forma de lobo. Se transformem, garotos. – diz Iman olhando para Harry e Matt.

Harry e Matt se transformam em seus lindos lobos de cor preta e branca respectivamente. Os convidados ficam maravilhados com o contraste de seus lobos.

Eles ficam se encarando por um tempo e Harry chega perto de Matt, que inclina seu pescoço ao lado para dar espaço para Harry o morder.

Harry cheira seu pescoço á procura de suas glândulas, ou seja, o lugar exato para ficar a mordida. Quando ele acha, ele faz suas presas descerem, olha nos olhos de Matt e então o morde.

Quando Matt sente as presas de Harry adentrarem seu pescoço, ele imediatamente sente seu corpo começar a queimar, enquanto o vínculo começa a ser formado.

Depois que Harry tira suas presas dele, ele imediatamente o cai em sua forma humana no chão. Isso não deveria ocorrer, mas está acontecendo pois Matt está entrando em um calor precoce. Seu próximo calor só deveria acontecer daqui um mês e não no dia de seu acasalamento.

Ele começa a arfar de dor e Harry se transforma na forma humana, chega perto dele, coloca a mão em sua testa e percebe que seu ômega está entrando no calor.

Harry percebe que alguns alfas começam a se aproximar deles quando percebem que seu ômega, seu Matthew está entrando no calor. Ele sente através do vinculo a dor que Matthew está sentindo e ele quer tirar essa dor dele, mas infelizmente no momento ele não pode, pois ainda é muito cedo para a parte dois do ritual de acasalamento.

Então ele pega seu Matthew no colo e rosna para os alfas que tentam se aproximar deles, pois, ninguém vai se aproximar de seu ômega e o tocar. Ele sente uma pequena ereção começando a se formar no pênis de Matthew quando ele o pega no colo e o abraça. Ele fecha os olhos por um momento para se concentrar e não fazer algo que poderá se arrepender depois.

Então ele entra em sua casa com Matthew nos braços e resolve o levar para gastar o seu calor em seu quarto.

Um calor costuma durar entre 3 ou 5 dias dependendo da intensidade dele. Como esse é um calor precoce, Harry acha que ele será um calor intenso, ou seja, terá a duração de 5 longos dias.

Harry entra em seu quarto com Matthew nos braços e o coloca em sua cama.

O quarto de Harry é simples e estiloso ao mesmo tempo. Ele é todo pintado na cor bege. No meio do quarto, tem uma cama king size com cobertas e almofadas nas cores bege com azul marinho. Tem um bidê de cada lado da cama. Em frente à cama, tem uma estante com a televisão e alguns enfeites nela. No lado esquerdo e no lado direito da estante, respectivamente, tem uma poltrona de leitura nas cores branca com preta. A janela do quarto vai até o chão e tem cortinas pretas. E o quarto tem um enorme tapete bege por todo ele. E no canto da estante da televisão, tem uma estante livreiro onde Harry armazena seus livros, pois ele ama ler.

Harry engole em seco, pois com o cheiro de baunilha que Matt está soltando, ele não sabe se irá conseguir se concentrar.

Sua mãe deve ter percebido que ele não estava bem e entrou em seu quarto para ajudá-lo com Matt.

- Harry, você é o alfa de Matt agora. Você não pode fugir, mesmo que esteja difícil, de suas responsabilidades. Você tem que o proteger e o ajudar no que puder. – diz Kaya olhando para seu filho.

- Eu sei que Matthew é minha responsabilidade e eu cuidarei muito bem dele a partir de hoje. Depois que o seu calor passar, iremos procurar uma casa para morarmos e começar a construir a nossa vida juntos. Só que está sendo difícil aguentar ficar perto dele e não fazer nada, mãe. O cheiro dele é delicioso e mais ainda quando está no calor. – Harry diz olhando desesperado para sua mãe e ele sente uma ereção começando a se formar em suas calças e isso faz com que elas fiquem apertadas.

- Tudo bem, meu filho, eu te entendo. Mas o melhor para Matt é vocês completarem o acasalamento quando ele estiver pronto e sóbrio e não só com luxuria. Vim lhe ajudar a cuidar dele em seu primeiro calor. Mas depois desse é com você. – diz Kaya sorrindo para Harry.

Então eles tiraram as roupas de Matt, o deixando nu, e lhe deram um banho na banheira com água gelada. Depois o secaram e pegaram uma cueca vermelha de Harry e colocaram nele. Como sua pele estava muito quente, o máximo que dava para vesti-lo era uma cueca para ele não suar muito.

E em alguns momentos de lucidez que ele teve, eles o alimentavam com barras de cereais e bastante água para ele não cair doente e nem desidratado.

Matthew várias vezes tentou atacar Harry para fazê-lo lhe foder, mas Harry foi forte e conseguiu lhe negar, pois se ele tivesse aceitado Matt quando tivesse passando o calor, iria se arrepender e muito do que tivesse ocorrido.

Harry e Kaya cuidaram de Matthew nos 5 dias que durou o seu calor.

No sexto dia, ele tirou o dia para dormir, pois o calor tirou o praticamente todas as suas energias.

Harry ficou velando o seu sono e ele sentiu através do vinculo que seu ômega estava bem, ele estava relaxado finalmente depois de 5 longos dias.

Harry e Matt iriam começar a procurar casas no dia seguinte para iniciarem sua vida como companheiros um do outro.    

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...