1. Spirit Fanfics >
  2. Entre o amor e o ódio >
  3. Dia 4

História Entre o amor e o ódio - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Oi dois capítulos em só um dia hehe, tô inspirada rsrs'

Capítulo 4 - Dia 4


Estava caminhando pela praia com Tify, sentir a areia entrando no meio dos meus dedos me relaxava de uma maneira. Comecei a observar aquela imensidão de água o que eu achava sensacional foi aí que lembrei da época que eu surfava, era uma vibe maravilhosa fora a adrenalina quando a onda cobre todo o seu corpo, fui tirada dos meus pensamentos quando ouvi Tify me chamando.

Ei Liu - ela disse

Oi - respondi

Você estava viajando de novo - falou e eu rie

Não, apenas estava pensando na época em que eu surfava, acho que vou voltar a praticar - falei pensativa

Que coisa boa, além de jogar vôlei, basquete, fazer natação e entre outros ainda surfa - sorriu. Acho que me dei bem hein - falou e eu não entendi no momento estava distraída olhando pra um ponto específico na areia, algo brilhava e fui até o objeto que tanto me chamou a-atenção

Liu espera - disse vindo atrás de mim

Ual que lindo - falei

O que é isso Liu - perguntou curiosa

Acredito que seja um colar de surf e tem algo escrito atrás deixa eu lê - falei

" Maior que o meu medo por tubarão, é o meu amor pelo surf"

Que profundo, é uma vibe muito louca mesmo né - Tify disse

Com toda certeza viu - respondi

Está ficando tarde vamos? - perguntou

Vamos - falei e saímos. Parei de frente a sua casa onde ela me deu um beijo quente e mordendo meu lábio, arranhava minha nunca e começará a alisar meu amigo  por cima do short, porém afastei ela que me olhou com malícia e desceu do carro entrou em casa e eu vim embora precisava urgentemente de um banho meu amiguinho se animou bastante, tarado - rie

Cheguei em casa subi as escadas entrei no banheiro onde tirei toda minha roupa e já coloquei junto das outras que seriam lavadas, tomei um delicioso banho me sequei peguei uma roupa qualquer no meu closet não coloquei cueca queria deixar meu amigo livre e como a casa a essa hora está quase vazia, ninguém iria ficar analisando o volume. - Pois é sou bem dotada mesmo - ri com isso. Me vesti e saí em direção a cozinha estava morta de fome.

Boa noite Lady - falei pra outra das empregadas fiquei sem graça e cobri o meu amigo com a mão, pra disfarça o volume. Achei que não teria ninguém aqui,desculpe - falei 

Boa noite senhorita Lindy e tudo bem, acontece - falou. Eu achava fofo a forma como ela me chamava. O que vai querer pra jantar - perguntou

Qualquer coisa Lady, tô bem cansada quero comer e deitar logo - falei e ela assentiu

Aqui está bom apetite - disse se retirando

Comi calmamente e ouvi a campainha tocar, me levantei e fui atender, já que estava perto não custava nada abri a porta né.

Abri e fiquei surpresa ao vê quem era, Brian amigo daquela coisa que eu não suporto.

Oi - falei com expressão de ' o que você faz aqui' - porém não disse isso

Olá, boa noite - disse me analisando de cima a baixo. Foi aí que me liguei que estava com um blusão e um short de compressão  não olhei direito a hora que peguei a roupa pra vestir, então não pude evitar a vergonha porém ele nada fez. Eu preciso muito conversar com você - disse em um tom sério

Entra - fiz sinal com a mão pra que ele entrasse ainda sem entender o motivo dele ter vindo.

Quer alguma coisa? - perguntei

Não, não estou bem mas obrigada - respondeu

Então - fiz menção de dúvida

Bem serei direto, meu assunto é com a sua mãe porém vou te deixar a par sobre já que ela está viajando e peço que diga a ela, caso se interesse. Como sabe meu pai comprou um estúdio e lá serão gravados vários filmes, séries, novelas e alguns comerciais de televisão a ideia é que uma estrela conhecida como a Ashley Moore faça uma participação especial em um desses filmes e depois atuar como personagem principal em um novo filme de nome 'A fuga' - falava e eu ouvia tudo atentamente. E bom, como ela está fora da cidade decidi vim pessoalmente pra falar com você, meu pai teve um compromisso importante e como eu ajudo em alguns dos seus assuntos me ofereci pra vim. Você poderia avisar a ela por favor? - perguntou

Bem, ela está fora da cidade como já sabe e não, eu não sabia sobre seu pai ter comprado um estúdio, mas meus parabéns por ele. E eu não sei quando ela volta pois está na gravação de um filme e nós mal nos falamos. Porém vou tentar entrar em contato com ela e passo seu recado, e aviso o mais rápido possível, na faculdade te procuro pode ser? - falei

Claro, muito obrigada pela sua atenção e desculpe qualquer incomodo vejo que estava jantando - riu. Mais eu precisava vir logo, então boa noite e até breve - falou se despedindo

Boa noite e até - respondi. Não entendi bem mais vou tentar ligar pra minha mãe e avisar sobre. Voltei terminei meu jantar subi até meu quarto deitei e logo apaguei.

Pov Kimberly

Dor de cabeça dos infernos - exclamei. Me levantei desci até a cozinha precisava de um remédio pois a dor de cabeça estava forte, realmente iria descer pra mim. Procurei tomei e subi novamente pra o meu quarto, quando me deitei meu celular tocou vie ser meu amigo e logo atendi.

Oi veado - disse rindo

Oi Kim advinha - falou

Diz? - perguntei sem muito interesse

Você não vai nem chutar - perguntou fazendo voz de drama

Aí Brian diz logo, se não vou desligar a porra da ligação tô com uma dor de cabeça insuportável - falei já me alterando digamos que na TPM eu sou extremamente grossa e prefiro me isolar pra não ferir ninguém. Hormônios a flor da pele e meu auto controle pra essas coisas é pecimo então. 

Tá bom, tá bom me desculpe. Estava com sua rival há poucos minutos - falou

QUÊ - falei alto

Pois é, fui a pedido do meu pai e amiga devo te dizer aquela garota tem mais Pau que eu e todos os machos escrotos da escola onde nós estudávamos e de quebra até a faculdade - riu euforicamente

Brian - reclamei. Não sabia que você se interessava pelo tipo dela - rie

Amiga não me interesso, mais também não sou cego. Cheguei e me deparei com ela vestida em um blusão e um ponto volumoso no short de compressão dela é claro que disfarcei mais sabe né - falei

Tá explicado o porquê das garotas babarem tanto por ela - falei sem nem me dar conta

Não só babar né - Brian disse com malícia. Bom meu amor era só isso, falei porque sei o quanto você adora saber sobre ela - falei com ironia

Ah, me poupe né Brian, Lindsay Moore jamais fará parte de algo que me interesse menos tá, vou desligar agora tô cansada com sono e a dor de cabeça consome minha beleza bjs e boa noite - falei ele me desejou boa noite e desligou

Lindsay me irritava de todas as formas, porém fiquei pensando no que meu amigo falou "pau grande" rir, embora tamanho não seja documento né, daí me perguntei porque estou pensando nisso, nem ligo pra ela quer saber vou dormi. Deitei e comecei a sentir o remédio fazendo efeito e apaguei. 


Notas Finais


Hihi que coisa né 🤭


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...