História Entre o amor e o ódio PAUSADA - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Erza Scarlet, Flare Corona, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Sting Eucliffe, Wendy Marvell, Yukino Aguria
Tags Nalu
Visualizações 141
Palavras 1.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hoje num tô com sono, sim com MUITO frio, alguém quer me abraçar?

Boa leitura.♡

Capítulo 3 - Rejeitada de novo?


Fanfic / Fanfiction Entre o amor e o ódio PAUSADA - Capítulo 3 - Rejeitada de novo?

Lucy ON

Eu ainda estava em dúvida se ia ou não jantar com os Dragneel, por um lado eu não queria deixar a Wendy triste, por outro não queria ver o rosado...

Eu estava sentada na minha cama, quando chega uma mensagem da Wendy.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

MyWaifu- Você vai? Só pra saber.

Euzin- Acho que sim...

MyWaifu- Por favor ¤.¤

Euzin- Tá vou me arrumar. ♡

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Lucy- Vou tomar banho... - Disse indo em direção ao banheiro.

Lucy OFF

Natsu ON

Eu estava deitado no sofá, quando uma certa azulada entra pela porta berrando.

Wendy- Mãe! A Lucy vai vir!- Disse ela sorrindo.

Natsu- Sério? Por que você chamou ela?!- Eu disse zangado.

Wendy- Porque a mamãe pediu.- Disse ela se sentando no sofá.

Grandine- Vamos filho, você não pode odia-la para sempre.

Natsu- Posso e vou.- Disse indo ao meu quarto.- E hoje eu não vou jantar.- Entrei no meu quarto.

Natsu OFF

Lucy ON

Eu já tinha tomado banho e me arrumado, sai de casa por volta das 22:40 (dez e quarenta) cheguei na casa dos Dragneel por volta das 23:00( onze horas), e toquei a campainha.

Wendy- Lucy-San!- Disse ela abrindo a porta e me abraçando.- Vem vou te levar até minha mãe!- Ela disse me puxando.

Lucy- Okay.- Eu sorri e segui a mesma.

Grandine- Quem é essa moça?- Estranhou.

Wendy- Essa é a Lucy, mamãe.- Eu e ela rimos.

Lucy- Ooee.- Sorri.

Grandine- Como você cresceu! Está tão bela!- Ela disse sorrindo.- Desculpa, é que estou muito admirada.- Riu.

Natsu- Pra mim continua a mesma gorila.- Disse o mesmo entrando na sala de jantar.

Grandine- Pare com isso filho! Prefiro a Lucy como minha nora do que a tal de Lisanna.

Natsu e Lucy- Sem chance!- Falamos junto.

Wendy- Chega de treta, vamos comer.- Disse ela se sentando.

Natsu- Eu tô com fome.- Disse ele se sentado à mesa de jantar.

Wendy- Você disse que não ia jantar.- O encarou.

Natsu- Mudei de idéia.

Grandine- Vamos, sente-se Lucy.- Ela sorriu.

Lucy- Conlicença.- Me sentei.

Natsu- Me diz, já te disseram que lugar de gorila é no zoológico?- Disse dando um sorriso orgulhoso.

Lucy- Imagino que já te disseram que lugar de chiclete mascado é no lixo.- Retruquei.

O mesmo se levantando, pegou um copo cheio de água e despejou na minha cabeça me deixando encharcada.

Natsu- Desculpa, como sou desastrado.- Ele disse zombando.

Lucy- Seu...Filho da Puta!- Eu levantei, peguei um copo de suco e taquei na cara dele.

Natsu- Vagabunda!- Ele pegou um pouco de macarrão e tacou  em mim e assim se iniciou uma guerra de comida.

Grandine- Chega!- Bateu a mão na mesa, nos fazendo parar.- Vocês desperdiçaram comida e estragaram minha sala de jantar!- Ela disse indignada.- Quero tudo limpo! Vamos Wendy.- As duas saíram nos deixando sozinhos.

Lucy- Seu idiota! Agora vou ter que voltar tarde para casa!- Me sentei na cadeira.

Natsu- Ninguém mandou você vir aqui.

Lucy- Eu te odeio...- Me levantei e peguei a vassoura.- Pega uma vassoura.

Natsu- Desculpe, mas vou dormir.- Ele sorriu.

O mesmo se aproximou de meu ouvido e cochichou a seguinte frase: "Eu só estava fingindo até agora, mas se tentar fazer minha vida um inferno de novo, vou fazer um ainda pior." E depois saiu.

Eu limpei a sala de jantar, depois me despedi e fui embora.

Lucy- Natsu...Idiota...Odeio ele.

------------------------------------------------------------

No outro dia, as aulas foram calmas, o rosado não me irritou, se quer olhou pra mim, na saída tinha um monte de garotas amontoadas, então me aproximei pra ver o que estava acontecendo, e lá estava nada mais e nada menos que Sting.

Lucy- Sting...- Me aproximei.

Sting- Hey pirralha.- Ele riu.

??- Ei garota, não se iluda.

Lucy- Me iludir? Vem vamos embora.- O puxei pela orelha.

Sting- Lucy, tá doendo!- Reclamou.

Lucy- Foda-se...- O soltei.- O que você quer?

Sting- O velhote mandou vir ver se você estava morta.

Lucy- Tem que ser muito foda pra me matar.- Eu ri.

Sting- Falou, então toma cuidado e ande sempre armada.

Eu tirei uma faça do meu bolso e coloquei em seu pescoço.

Lucy- Não se preocupe.- Tirei a faça e guardei.

Sting- Você me assusta pirralha.

Lucy- Valeu.- Sorri.

Nos despedimos e eu fui embora, por volta das onze da noite a Levy ligou.

Lucy- Hellou.

Levy- Lu-Chan quer ir na balada?

Lucy- Eu não vou em lugares assim...

Levy- Então tá...

Eu desliguei o telefone.

____________________________________

6 meses depois.

_____________________________________

Eu e o rosado já não brigávamos tanto, nos tornamos suportáveis um para o outro e não sei se isso era bom, ou não, hoje minha amiga, Kana me convidou para ir numa festa e acabei por aceitar, e estava a caminho do lugar, quando chego a primeira coisa que percebo que estava em uma balada e quando estava preste a sair, um ser chamado Kana, surge do esquinto dos infernos.

Kana- Lu-Chan vamos beber.- Ela já estava um pouco bêbada.

Lucy- Eu não bebo...E aliás eu nem sei porque estou aqui.

Kana- Tem uma primeira vez pra tudo.- Ela pegou um copo de vodka.

"Para não desfazer dela, vou beber um copo."

Lucy- O-Okay...- Eu bebi um copo.

Kana- Bebê outro.

Lucy- Só mais um....- Acabei me deixando levar pelas palavras da Kana e minutos depois já estava mais louca que o Batman.- Vou no banheiro, já volto.- Eu me levantei, e comecei a andar pela balada, eu estava zonza, não sabia onde eu estava indo, até que escuto a voz do rosado.

Natsu- Lucy! Sua idiota! Quantos copos você bebeu?!

Lucy- 3.- Eu mostrei nos dedos, mas logo mostrei 7 dedos.

Natsu- Vou te levar embora...- Ele me jogou em cima de seu ombro.

Lucy- Ei me solta!- Comecei a bater em suas costas.

Natsu- Para Lucy!

Lucy- Então me coloca no chão!

Natsu- Não!

Eu fiquei quieta e logo chegamos numa casa que nunca havia visto na vida, entramos e o mesmo me colocou no chão, então me joguei no primeiro sofá que vi.

Natsu- Não é uma gorila mesmo!

Lucy- Natsu...Eu vou vomitar...- Assim que o disse o rosado correu até mim.

Natsu- Lucy, respira.- Eu fiz o que o mesmo pediu.- Melhor?

Lucy- Sim...Natsu...

Natsu- O que?

Lucy- Por que você se preocupa tanto comigo...Você me odeia e eu te odeio, então....

Natsu- Talvez eu não te odeie.

Lucy- Natsu...- Me aproximei e o beijei, o mesmo correspondeu e passou a mão pela minha cintura, mas logo parou.

Natsu- Lucy, para...Você está bêbada.

Lucy- O que foi? Eu não sou boa o bastante pra você?!- Gritei.

"Quão idiota ele podia ser?"

Natsu- Não, você é mais do que o suficiente, mas é errado abusar de você nesse estado, se quando você estiver sã quiser ficar comigo, ou não vou me importar, vai ser a hora e o lugar que você quiser. Tente se lembrar disso, Eu vou tomar banho...- Ele subiu as escadas.

"É claro que vou me lembrar, idiota!"


Notas Finais


Sono...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...