História Entre o Amor e o Perigo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, K.A.R.D, TWICE
Personagens Dahyun, Jimin, Jiwoo, Jungkook, Lisa, Momo, Somin, Suga
Tags Ação, Comedia, Revelaçao, Romance, Tortura
Visualizações 5
Palavras 1.314
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hehe

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 1 - E agora?


Fanfic / Fanfiction Entre o Amor e o Perigo - Capítulo 1 - E agora?



- Shhh!


- Te acalma ninguém vai pegar agente.- Diz Somin


- Daebak!! Isso é diamante de verdade?-digo o pegando. 


- Sem dúvidas sim.


- Caralho Somim agente vai ficar bilionária ou até mais do que isso...pega tudo,pega tudo. - disse pegando todos os diamantes que eu via em minha frente, até que vejo um diamante enorme ele era duas vezes maior do que os outros.


- Jiwoo,Não pega esse, Esse não! - olhei para ela, fiz uma cara de sinica e o peguei.


- Viu, não aconteceu nada.


Derrepente o alarme toca.


- Ta que pariu corre anta! - disse Somin, nos saimos da loja correndo até que percebo que alguns polícias estão nos seguindo, pego minha arma e começo a atirar nos policias até que acerto em um em cheia, bem na cabeça. 


- Esse morreu! - disse somin entrando no carro junto comigo. 


- Com certeza, pisa fundo! -Somin acelerou e pisou fundo o máximo possivel, percebo que alguns carros estão nos perseguindo, vão tudo morrer essas desgraça! 


- Cadê a metralhadora?


- de baixo do banco de trás. - peguei a metralhadora e abri a janela pra eu atirar neles. 


- É hoje que essas pragas morrem! - comecei atirar e os policias fizeram o mesmo, um atirou tentando me acertar e quase conseguiu, se eu não me desviasse ia dar bem no meu ombro, começo atirar até que acerto no motorista, o carro capota e em instantes explode. 


- Caralho, arrazou miga - disse Somin rindo enquanto dirigia. 


- Me conte algo que eu não sei - falei dando uma leve risada


- Pra onde agente vai agora? - perguntou Somin.


- Que tal Los Angeles? - disse dando um sorriso de lado.


- Até que não é uma má idéia.


- Mais antes para na casa do Suga, preciso me despedir dele.


- Ok - Disse Somin meio desanimada. 


Demora uns trinta minutos e nos chagamos na casa do "meu" Gostoso.


- Oi gato!, robou alguma coisa hoje? 


- Não Amor, hoje eu só dormi,amanhã eu roubo alguma coisa, talvez até eu traga uma esmeralda pra você. 


Ele também rouba que nem agente mais as vezes ele pega algumas crianças pra tirar os órgão pra vender...bem cruel,seu parceiro é o Jimin, já peguei, gostoso que só, mas o Suga é mais.


- Guarda pra mês que vem, eu e a Somin vamos viajar,por isso vim aqui me despedir - disse o beijando.


- ......cadê o Jimin? - perguntou Somin


- Lá em sima no quarto dele - Disse Suga enquanto me beijava.


- Ata - Somin foi até o quarto do Jimin fazer não sei oque, enquanto isso eu tava beijando o Suga.


- Bora subir? 


- Bora - disse Suga


Subimos e fomos para o seu quarto. 


Fui em direção ao Suga e fiz uma cara maliciosa enquanto eu tirava sua blusa, o mesmo riu, ele começou a me beijar, seu beijo era selvagem e doce, sua língua fazia uma festa em minha boca, ele pediu passagem e então eu cedi, ele botou sua mão dentro da minha calcinha e foi direto em minha intimidade, o mesmo ficou fazendo movimentos circulares oque me fez gemer, só para provocado eu fui decendo minha mão em direção ao seu membro quando eu cheguei eu o apertei e o mesmo deu um sorrisinho de lado.


- Você quer me provocar? Se sim você conseguiu, já que acordou o Daddy faz ele um pouquinho feliz - disse ele sosurrando em meu ouvido com uma voz sexy.


Ri e então tirei sua mão de minha intimidade, me ajoelhei tirei sua calsa e seu box revelando seu membro, o peguei e comecei a chupalo, Suga botou sua mão na minha cabeça e foi a empurrando para eu meter mas fundo, ele estava gemendo e quase gozando, o chupei mais gostoso e o deixei muito excitado. 


- Que boquinha gostosa! Chupa, faz o daddy feliz que eu vou já te fazer gemer gostosa!.


Ele soutou seu líquido e eu o enguli todinho , me levantei e me joguei na cama.


- Cadê a parte que você disse que ia me fazer gemer?


- Ela chegou agora.- ele subiu em cima de mim e me beijou enquanto acariciava meus seios, ele tirou minhas roupas me deixando apenas com peças de roupas íntimas, o mesmo tirou minha calsinha e foi com sua boca no meus critolios, ele chupava que era uma beleza, até que o mesmo parou e meteu dois dedos o que me fez gemer, o mesmo fazia movimentos de sobe e desce de inda e vinda, eu estava tão feliz por estar sentindo aquele prazer, até que ele para e bota seu membro dentro de mim, ele começou a fazer moventos rapidos oque me fez gemer bem alto.


- Awhn, awhn


Jimin entra no quarto então nos paramos, agente ficou um tempo olhando pra ele.


- É...pode continuar eu só quero pegar uma coisa rapidinho aqui - Jimin foi em direção ao guarda roupa do Suga e ficou procurando por alguma coisa.


- Oque você tá procurando? 


- Aquele Anime porno que você tava assistindo ontem...onde ele tá? 


- Pra quê você quer?


- Quero assistir com a Somin.


- Ta aí do lado das minhas cuecas.


- Ata...depois eu te devolvo, pode continuar aí, Tchau. - Jimin saiu do quarto e eu olhei pro Suga.


                    Continuando.....


- Awnh anwh vai mete mete.


- geme gostosa geme. 


Suga almenta a velocidade e fica chupando meus seios enquanto mete, ele para e olha pra mim.


- Ta cansada?


- Um pouco.


- Bora parar?


- Bora - Suga deita do meu lado e agente se embrulha e dorme de conchinha.



                               [...]


Acordo com Somin me cutucando. 


- Desculpa atrapalhar o seu sono mais agente tem que ir pra Los Angeles ainda hoje se esqueceu?


- A é né - disse me levantando, Somin rapidamente tampa os olhos não sei porque...atá eu ainda tô pelada.


- Relaxa você pode olhar ao menos que goste de vagina.


- Então eu não posso olhar.


- Então tá - visti minhas roupas deixei um bilhete para o Suga e antes de sair o dei um beijo na bochecha. 


- Que horas são? - perguntou Somin.


- Já são 18:50.


- Bora em bora então.


Entramos no carro e fomos para casa do kookie para vender os diamantes, não demora muito e agente chega lá. 


Bato na porta e aparece um cara enorme.


- Qual é a senha? - Perguntou o moço sério. 


- Olá não estamos com hora marcada mais avisa lá que a Jiwoo e a Somi tão aqui com a parada - disse ao cara.


- Qual a senha?!


- Homi ignorante, é "1,2,3 te matei".


-Pode entrar.


- Oi babaca.


- Oi vadia, cadê as pedras? - disse kookie.


- Ta aqui tudo certinho.- dei os diamantes e o mesmo riu enquanto olhava para as pedras.


- Isso daqui dá......uns 700.000.000.000.000 trilhões.- Disse kookie 


- Teu cu que dá isso, eu avaliei e tudo isso dá 900.000.000.000.000 trilhões, não vem querer enganar agente não. - Disse somin.


- Ok, trás lá a grana - o mesmo nos deu o dinheiro e nos fomos embora em direção ao aeroporto. 


Nos estávamos dirigindo de boa até que eu ouço uma cirene, quando eu vou olhar pra ver oque é percebo que tem um monte de carro nos seguindo e com certeza era a polícia. 


- Ta que pariu, não acredito que o kookie fez isso com agente!, vai o mais rápido que você poder. - eu peguei minha arma e comecei a atirar,estava bem dificil de enchergar pois estava de noite e já estava bem escuro, consegui fazer dois carros se baterem mais haviam muitos carros e eu estava correndo o risco de levar um tiro na cabeça então eu fechei a janela e fiquei pensando em uma solução para agente escapar, me assusto pois Somin freia e eu quase pulo pra fora do carro,quando vejo nos estamos cercadas, Somin começa a chorar e eu fico desesperada pois se eu for presa eu com certeza vou pegar pena de morte ou então vou apodrecer na cadeia.


- E agora? - pergunta Somin.


- Tamo fudida!




 



Notas Finais


Será que elas vão ser presa? Tomara que não...enfim, espero que tenham gostado, I love you😊.
💖🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...