História Entre o ódio e o Amor - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Visualizações 135
Palavras 1.452
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá bebês da Mih

Boa leitura

Espero que gostem

Capítulo 24 - Sentimentos


Fanfic / Fanfiction Entre o ódio e o Amor - Capítulo 24 - Sentimentos


Pv Samantha Williams 


Ja fazia três dias Justin está naquela cama de hospital. Eu não aguentei ver ele ali desacordado, aquilo me deixou tão mal que não aguentei cai no choro e comecei orar pra ele acordar logo, sentei ao seu lado e peguei em seu pulso, depois senti uma mão cariciando meus cabelos era ele, ele tinha acordado, aqueles olhos caramelos me olhando.

Chamei o médico e liguei pra Ryan.


-Alô Tata, aconteceu alguma coisa? -Ryan falou assim que atendeu.

-Ry, - suspirei contendo a alegria - Ele acordou recebe alta em uma hora.

-Tata está falando sério? - pausou e percebi ele rindo - Ele te reconheceu?

-Sim, ele me reconheceu. Estou indo pra mansão com Rodney pode vim retirar ele? Ja assinei a alta.

-Claro, você está bem? - . Perguntou confuso.

-Sim, depois conversamos melhor estou cansada não preguei os olhos essa noite.

-Ok fica bem. Nos vemos depois então.


Desliguei e caminhei até Rodney na porta do hospital.

-Me leva pra mansão por favor.

-Claro - ele falou sorrindo, olhei pro Lewis.

-Chefe acordou, Ryan vem buscar ele. - falei e ele concordou sorrindo gentil.

Chegando na mansão todo estavam jogados no sofá assistindo algo na TV, passei direto sem falar nada e subi as escadas indo pro meu quarto.


[...]


Fui tomar um banho pra relaxar, depois de longos 30 minutos, sai enrolada na toalha e Isabela estava encostada na porta de braços cruzados me olhando, trocamos olhares e não precisei falar nada ela me abraçou e desabei no choro. 

-Calma Sam, o que está acontecendo com você? - falou me arrastando pra cama.

-E-eu na - não se-sei - gaguejei entre soluços.

Ficamos abraçadas por uns 20 minutos. Ela levantou e entrou no meu closet. Me entregou uma langerie e uma roupa.

-Olha aqui eu não vou te falar nada, quero que você desabafe comigo. - falou e arqueei as sobrancelhas pra ela - Caralho Samantha ainda somos amigas.

-Tudo bem. - falei e comecei colocar as roupas e me sentei na cama. -Desde o acidente eu to muito abalada, tive medo de perder mais alguém - pausei - eu acho que estou gostando do Justin. - falei e abaixei a cabeça ao ver a cara de raiva de Isabela - Não fala nada, você me disse pra me manter longe. Mas... - desabei no choro de novo.

-Eu não vou te repreender, não vou brigar com você, mais vou deixar avisado que isso só vai te machucar. -disse simples e fria.

-Eu sei, eu sei mais o que posso fazer eu me apaixonei por ele. Ele é gostoso, vive me olhando com desejo e desde que transamos não vi ele com outra.

-Claro, ele é safado ele pega todas na encolha, acorda Samantha você vai acabar sofrendo com isso. -Isa falou e passou a mão pelo cabelos puxando demonstrando raiva - Eu quero seu bem, quero você feliz. O que aconteceu? Você estava tão bem com a idéia de você e Ryan.

-Rolou um clima mais não passou de beijo entre eu e Ry. -Falei e escutei uma porta bater.

-Acho que ele chegou, se prepara pra voltar a loucura, vamos sair hoje então se arruma bem gata viu. -Isa falou e saiu do quarto me deixando sozinha com meus soluços.


 

Pv Justin Bieber


Ouvi aquela conversa me fez ficar transtornado, como ela teve coragem de ficar com meu melhor amigo e como assim ela está apaixonada por mim.

Fiquei deitado pensando naquelas palavras, e tive uma idéia.

Passei o radio pra todos me encontrar no escritório que estava indo pra la.

Sai do meu quarto vendo a porta do quarto dela ainda fechado. Isa saiu do quarto dela com um micro shorts de dormir e passou rebolando na minha frente, entrei no elevador e ela desceu as escadas.

Entrei no escritório e Isa foi a última, vi que Samantha não estava.

-Quero fazer uma festa esse sábado. - falei e me sentei na minha poltrona.

-Pra amanhã? -Celina disse e concordei.

-Preferência de Dj? -Chris falou me olhando.

-Tay James sempre faz nossas festas, então quero ela bombando melhor que nunca. - pausei - Ryan fica com os panfletos e anunciar a festa, Nolan e Chaz bebidas e drogas, Celina e Isabela com as meninas. Chris fica com o Dj e mandar o convite pro meus aliados. -Falei e todos concordaram. -Bieber Party está de volta e quero que seja inesquecível.

-Mais alguma coisa? - Chris perguntou e neguei.

-Podem sair todos menos Ry. - Ele me olhou confuso e permaneceu sentado e todos sairam.

-O que pegas JB? -Ryan falou

-O que está rolando entre você e Samantha? - ele riu se levantando.

-Entre mim e a Tata não rola nada, quer dizer ficamos a dois dias, mais não rolou nada além de beijo, ela gosta de outro cara, e disse que não queria me iludir. -Ele falou e deu de ombros


Como assim Tata?

-Tata? - falei e ele caiu na gargalhada.

-Sim JB, todos chamam ela de Sam e quis ser o único diferente. -Pausou - você está com ciumes dela?


Eu estaria com ciumes dela? Eu não posso ter ciumes do que não é meu.... Mas ela é minha, então estou com ciumes. Nunca vou admitir isso. - meu subconsciente gritava e balancei a cabeça expulsando aquele pensamento

-Ta louco? Desde quando Justin Drew Bieber tem ciumes de alguém. -falei e ele continuou rindo alto. -Cai fora seu babaca.

Ele saiu e fui atrás de algo pra comer.

-Senhor Bieber como está? -Maria falou e revirei os olhos pra ela.

-Estou bem, ainda tem comida estou com fome.

Coloquei minha comida e depois fui pro escritório trabalhar, mas tarde iria pra alguma boate minha mostrar que não morri.

Estava arrumado e desci ja vendos todos na sala.

Samantha estava perfeita como sempre mais ela estava grudada em Nolan ele sorriam e ela parecia feliz. 

Porra do ciumes bateu de novo, droga ela ta querendo me provocar só pode. Mais ela só deve estar usando ele pra me esquecer. - sai dos meus pensamentos e Ryan sorriu debochado pra mim.


[...]


Passei indo pra garagem e todos entrou em seus carros.

Chegando na boate estava lotada como sempre, tomamos uns shots de tequila e as meninas foram pra pista de dança, Samantha entrou no camarote minutos depois e sentou no colo de Nolan e agarrou ele num beijo longo isso me deu raiva, peguei uma das minhas putas e subi pra um dos quartos precisava aliviar minha raiva de algum jeito.

Depois de algumas horas desci e elas dancavam dentro do camarote, vi um chupão no pescoço de Nolan e fui tentar descobrir algo.


Será que eles transaram? Eu queria ser o único homem a entrar nela. 


-Eita que chupão Nolan. - falei me jogando ao lado dele.

-Pois é JB a noite promete, - falou e Samantha dançava olhando pra ele com dedo na boca.

Levantei e peguei a puta pra dançar na pista, não queria presenciar aquela cena.


"Isso só pode ser loucura, essa raiva que estou sentindo, descana Justin você não se apaixona." - pensei e continuamos dançando com Flávia. 

Ela é gostosa, ruiva dos peitos grandes, bunda grande e fodia bem pra caralho. Subi pra camarote e sentei colocando Flávia no meu colo. Ryan sentou ao meu lado com uma mulher linda ao seu lado.

-Você deveria disfarçar, seus olhares sobre os dois está nítido o ciumes.

-Eu não estou com ciumes, ja falei caralho. -Ele sorriu e bateu no meu ombro.

-Espero que não seja tarde quando você perceber o que sente cara. - falou e levantou pra dançar com sua acompanhante.

Chris e Isa dançavam tão lindos juntos - Que porra é essa Bieber ? - meus pensamentos estavam num turbilhão de emoções e opiniões.

Decidi ir embora e levar Flávia comigo.

Todos entraram em seus carros e chegamos na mansão juntos. 

Ficamos na sala e os únicos a subir foi Nolan e Samantha. 

Continuamos bebendo e ja percebia que estava ficando ruim e desci subir com Flávia quando passei na frente do quarto de Nolan ouvi os gemidos de Samantha isso me deixou puto, 

Entrei no quarto ja rasgando a roupa de Flávia e batendo nela.

-O que eu fiz de errado? - ela falou chocada pelo tapa que recebeu.

-Cala a porra da boca, você é paga pra me servir e ficar calada. Coloquei ela de quatro e seu corpo ficou tenso. Coloquei a camisinha e comecei fazer meu trabalho, o choro dela era baixo e as vezes saia uns gritos altos.

Quando terminei meu trabalho ela caiu no sofá de bruços, percebi que tinha machucado ela por ter sangue nos sofá.

Única que transei na minha cama foi ela, não colocaria outra mulher ali que não fosse ela - Esbravejei pelo meu pensamento

-Vaza daqui. - gritei.


Notas Finais


Ate logo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...