História Entre o verde e o azul de seus olhos - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Armin Arlert, Eren Jaeger, Erwin Smith, Grisha Yeager, Hange Zoë, Jean Kirschtein, Kenny Ackerman, Kuchel Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Marco Bott, Moblit Berner, Petra Ral, Zeke Yeager
Tags Drama, Eren X Levi, Ereri, Gay, Jean X Armin, Jeanarmi, Levi X Eren, Melhor Casal, Riren, Romance, Universo Alternativo
Visualizações 72
Palavras 514
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, LGBT, Luta, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi anjos, espero que gostem ^^

Capítulo 5 - Um simples convite


Levi estava estressado. Fazia semanas que não tinha nem um minuto de folga, a empresa rival a sua havia lançado um novo aparelho e agora a mídia caia em cima de si exigindo algo para passar a competição e isso o estava tomando mais tempo do que o esperado.

Olhou pela janela do grande escritório apreciando as lindas folhas verdes do verão, mas aquele verde não era o verde certo, o verde certo vinha dos brilhantes olhos do garoto que perseguia a mente do empresário. Será que ele estava pensando em si? Será que sentia sua falta?

“Eren Jaegüer, o que você está fazendo agora?” sussurrou para o vento.

Não pode divagar por mais tempo pois seu telefone tocou, era sua secretária, Petra, anunciando que alguém desejava falar com ele. Deixou que entrasse, sem prestar atenção em nomes ou detalhes que a mulher disse, não se virou para ver quem era, estava muito ocupado apreciando a vista e pensando no moreno de olhos verdes, algo que se tornou rotina ultimamente.

“Levi?” a voz doce e suave inundou a sala, espantado o homem virou-se, os olhos azuis brilhando em expectativa.

“Eren!” nas mãos do jovem jazian um buquê de lindas flores azuis.

“Eu queria agradecê-lo pela carona do outro dia mas não o vi mais na lanchonete.”, lamuriou-se o rapaz.

“Estive ocupado, sinto muito.” aproximou-se lentamente, sem nunca desviar o olhar.

“Lhe trouxe algumas flores, mas se não quiser tudo bem!” o garoto balançava as mais em frente ao corpo com nervosismo, arrancando um pequeno e quase imperceptível sorriso do rosto do baixinho. Levi deu dois passos largos e o segurou pelos ombros.

“Eu quero as flores!” praticamente gritou, fazendo o Jaegüer mais novo se acalmar.

Levou as flores até um vaso vazio no canto da sala apreciando o perfume doce. Ele nunca admitiria mas o perfume que apreciava naquele momento não provinha das flores e sim da outra pessoa no escritório.

“Você não precisava fazer tudo isso apenas para me agradecer, foi só uma carona, não fiz nada demais.”

Eren olhou para as próprias mãos, abaixando a cabeça tentando disfarçar o rubror em suas bochechas.

“Eu sei, mas queria te ver mais uma vez...”

Um silêncio dominou o ar. Levi se sentia da mesma maneira mas estava chocado demais para dizer algo. Eren estava pronto para sair do escritório acreditando que seus sentimento não passavam de um pensamento adolescente unilateral. Quão tolo foi em pensar que um homem como aquele fosse sentir algo por um pirralho como ele...

“Se você quer me agradecer mesmo então seja meu acompanhante em um baile que terá neste fim de semana. Se for comigo então irá pagar sua dívida!”

Rivaille não acreditou no que estava dizendo, as palavras haviam praticamente pulado de sua boca, como pode fazer uma pergunta como essa assim, do nada! Não se espantaria se fosse negada.

“SIM! Digo... Eu aceito sair com você, como acompanhante, claro!”

Os dois riram suavemente, ambas as bochecha coradas. Naquele dia os dois foram dormir pensando um no outro e no encontro que logo teriam.


Notas Finais


Cortei meu dedo hoje então talvez o próximo capítulo demore um pouco a sair ;–;
Espero que tenham gostado e até a próxima
"3"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...