1. Spirit Fanfics >
  2. "Entre primos " >
  3. Capítulo 16

História "Entre primos " - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Capítulo 16


Ele bateu na porta dele.

Ryan : oi oque quer?.

Eduardo : quero falar com sua filha, precisamos conversar.

Ryan : perai que vou ver se ela quer falar com você.

Luis apareceu.

Luis : a noite de ontem foi muito agitada,ela ainda está na minha cama dormindo.

Eduardo : você dormiu aqui?.

Luis : dormi eu e o Ryan somos amigos, oque tem demais.

Eduardo : vai se fuder.

Eduardo voltou para casa .

Mas tarde ela foi lá na casa dele.

Eduardo : Ana?.

Ana : Eduardo , podemos conversar?.

Eduardo : oque você quer falar comigo?.

Ana : eu estava estressada ontem, estava triste e.

Eduardo : e você , dormiu na mesma casa que outro , ou melhor na mesma cama, não conseguiu aguentar a vontade e se integrou a outro.

Ana : Eduardo para de falar merda.

Eduardo : vai me dizer que o Luís não dormiu na casa do seu pai  .

Ana : ele dormiu mas.

Eduardo : agora quem não quer te ouvir sou eu.

Ela saiu chorando.

Ela foi para casa do pai.

Mas ficou tão mal tudo não comeu não bebeu e passou mal e como ele não tinha direito para pagar o hospital ele ligou para Amália, que a levou para o hospital.

Os hospitais mas pertos eram particulares .

Amália : você é louco de deixar ela sem comer.

Ryan : ela não ficou assim por não comer ficou assim depois que brigou com o seu filho, eu sempre disse ele não era um homem bom para ela, agora olha onde a minha filha está, ela está deitada numa cama de hospital e seu filho não veio aqui nem se preocupou com o filho dele.

Amália : calma .

Ryan : só tenho minhas filhas, foi tudo que me restou.

Amália : é e vive tentando vende-la .

Ryan : as outras estão bem casadas e bem sucedidas, vocês não me ajudaram em nada então não permito que fale como se eu fosse o vilão, por que eu quero só o melhor para minha filha.

Amália : se acalma tá , vou falar com o meu filho.

Ele chorou vendo a filha naquela sala transparente deitada desmaiada na cama.

Ryan : não vou deixar ele te fazer mal.

Ele chegou depois que a mãe ligou.

Eduardo : cadê a Ana e como tá nossa filha.

Ryan : olha que você fez seu inútil.

O médico foi até ele.

Eduardo : oque aconteceu?.

Médico : nada a pressão dela abaixo, ela desmaiou mas ela vai ficar bem, e o bebê também.

Eduardo : que bom, por mas que esteje chateado não quero que nada de ruim aconteça.

Ryan e Eduardo começaram a discutir.

Eduardo : a culpa foi minha, traição deixar qualquer um do sério não consegui manter a calma, sim eu falei coisas sem pensar.

Ryan : se acontece alguma coisa com a minha filha e minha netinha vou matar você.

Eduardo : você é um hipócrita.

Médico : chega vocês dois, aqui tem muitos pacientes que precisam descança, se querem discutir vão para fora .

Eduardo : por elas vou ficar esperando lá na sala de espera.

Ele foi a mãe foi atrás.

Amália : filho.

Eduardo : que foi vai vir me dizer que a culpa é minha por tudo que está acontecendo.

Amália : e é sim, eu disse que casar não é brincadeira, disse que teria que ter responsabilidade, mas não sei por que você fez isso, você é um homem tinha que pensa como um, fez dela sua a engravidou para depois fazer oque está fazendo ? Deixando ela dormir fora brigando com ela grávida, filho ela sempre estava com você do seu lado de sorriso no rosto e sempre com o olhar de apaixonada, e olha como você está tratando, fazendo á chorar ela passando mal por sua causa, você não é o meu Eduardo o filho que eu criei, eu criei um homem.

Eduardo : eu sei que errei de ter brigado com ela, mas ela dormiu com outro homem, não quero olhar na cara dela, por mas que não seja perfeito, sempre tentei dar o meu melhor para ela.

Amália : e quando foi isso?.

Eduardo : no dia que brigamos você até me ligou aí eu disse que brigamos 

Amália : o dia que o Luís estava dormindo lá?.

Eduardo : é.

Amália : há filho, eu queria falar com você mas, Ana não quis ficou com medo de você reagi como está reagindo.

Eduardo : ela acha que ia bater palmas para a infidelidade dela.

Amália : não, ela tinha ido dormido lá em casa, ela ligou para mim, eu e disse que não queria dormir lá porque ele estava lá e não achou certo perguntou que eu me importava de deixar-la dormir lá, não podia dizer não, poxa ela estava magoada com você, ela não queria nem fala com você no outro dia mas eu a convenci de ir conversar.

Eduardo ficou calado.

Eduardo : tô fazendo tudo errado.

Amália : ainda dá tempo de concerta.

Médico o chamou.

Eduardo : sim senhor?.

Médico : disse a ele que você está aqui e ela quer ver você.

Eduardo : to indo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...