1. Spirit Fanfics >
  2. "Entre primos " >
  3. Capítulo 7

História "Entre primos " - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


No capítulo 10 vou por o link do desse livro no Wattpad.

Capítulo 7 - Capítulo 7


Ana : tabom, tô com medo.

Eduardo : vai ficar tudo bem, vai lá.

Ela foi.

Ana : oi pai?.

Ryan : oi? Que foi?.

Ana : esses documentos são, para autorizar seu tratamento em casa.

Ryan : tabom .

Ele assinou.

E saiu da sala encostando a porta, deu a Eduardo.

Ana : pronto .

Eduardo : agora vamos ser felizes.

Ana : não vejo a hora, vamos conta para o meu pai agora ?.

Eduardo : melhor conta quando tudo tiver pronto, mas podemos fazer já um jantar de noivado lá em casa convidando alguns amigos e familiares.

Ana : não,quero que contamos para todos juntos.

Eduardo : legalmente somos casados , só falta agente marca a data na igreja , tem dia 30 dia , dia primeiro , dia 5.

Ana : são datas do próximo mês?.

Eduardo : sim.

Ana : agente tem muito coisas para resolver.

Eduardo : vamos conseguir juntos.

Ana : eu te amo .

Ela o beijou.

Eduardo : eu amo você, e sabe legalmente já somos casados.

Ana : não apressadinho , vamos esperar o casamento religioso primeiro.

Eduardo : tabom , você n sabe como eu quero logo que esses dias passem logo para casarmos e você ser minha.

Ana : você não sabe como eu sonho em ser sua.

Ela deu um sorriso tímido.

O pai dela a chamou.

Ana : tenho que ir agora .

Eduardo : temos muitas coisas para resolver juntos , como vamos fazer?.

Ana : agente vai conversando pela internet .

Eduardo : tabom.

Deram um selinho depois o beijão e depois ela entrou e ele foi embora.

Ana : oi pai.

Ryan : com quem você estava falando ?.

Ana : médico.

Ryan :ata , esse médico não vai me dá a alta hoje não , já tô um mês e pouco aqui.

Ana : vai sim , mas não hoje , o médico disse que você tem que ficar uns dias em observação.

Ryan : que palhaçada.

Ana : pai eu tenho que ir.

Ryan : onde você está dormindo?.

Ana : na casa da tia Amália.

Ryan : não acho uma boa ideia você ficar lá.

Ana : eles tem sido muito bons conosco, inclusive foi o Eduardo que pagou seu hospital.

Ryan : e por que ele fez isso?.

Ana : somos da mesma família.

Ryan : quando sair daqui vou trabalhar bastante para pagar tudo oque devo, mas você também é teimosa se tivesse casado com o Luís você não precisaria tá dormindo na casa dos outros de favor e não teria uma dívida com aquele moleque.

Ana : não chama ele assim, as vezes eu acho que você tem preconceito por ele ser branco .

Ryan : não tô gostando do jeito que está falando comigo por conta desse moleque.

Ana : há pai por favor.

Ryan : você volta para casa hoje, não quero você perto dele.

Ana : não , não vou voltar, já que você está aí muito bem , vou descansar porque estou a semana toda com você , e não sai desse hospital .

Ela foi para casa dos pais de Eduardo , o pai dele tinha chamado ela para ficar lá até o pai dela fica bem .

Ana : brigada tio por me deixar ficar aqui.

Eduardo estava indo lá já que ela estava lá.

Eduardo : agora agente tem que falar temos muitas coisas para resolver , seu vestido , onde vai ser , lembrancinhas , lista de convidados.

Ana : eu mandei mensagem para minhas irmãs e elas vão ficar esses mês com meu pai no hospital , precisamos resolver tudo nesse mês antes que chegue o outro.

Eduardo : é.

Amália : amanhã vamos achar o vestido e depois vocês vão a casa da mulher de ornamentação e juntos vão fazer a lista de convidados , a decoração, a quantidade de lembrancinhas e as lembrancinhas e depois vão me ligar para me dizer quantos convidados vão para mim ver a quantidade de comida, e oque vão servir no casamento de vocês .

O mês passou e foi muito corrido.

Ana : não acredito que está tudo pronto .

Eduardo : agora temos que falar com nossos pais.

Ana : tabom  , no jantar de hoje vamos falar para o seu pai e amanhã vamos no hospital falar com meu pai.

Eduardo : tá .

Eles foram para casa dois pais dele.

Mas tarde Rangel chegou.

Eles estavam na mesa.

Eduardo : pai é eu tenho que te confessar uma coisa.

Rangel : oque filho?.

Eduardo : eu estou apaixonado.

Rangel : eu já sabia disso, mas quem é essa mulher , que está mechendo com você.

Eduardo : é a Mariana.

Rangel : que Mariana?.

Ana : eu tio.

Rangel : tanta mulher para se apaixona , tanta mulher no mundo , você quer logo a sua prima.

Ana : por que você não me quer como nora , eu não ajudo aqui não ando mostrando ser uma mulher responsável dedicada.

Rangel : o problema é que vocês são primos e foram criados juntos, foram criados como irmãos.

Ana : tio eu amo seu filho , me aceita como nora eu prometo fazer ele feliz.

Rangel : me desculpa , mas vocês não tem a minha bênção para namorarem.

Eduardo : é um jantar de noivado.

Rangel : então não tem por que eu me ficar aqui.

Ele se retirou .

Ana : vou dormir na minha casa, obrigada por tudo tia Amália.

Ela saiu triste.

No outro dia Amália foi busca  Ana .

Amália  : Ana vamos , você não vai ficar sozinha aí sem nada, eu vim te buscar.

Ana : seu filho fez compra ontem aqui, não quero fala com o tio Rangel ele discordando do meu casamento, eu não posso voltar para lá.

Amália : eu conversei com o meu filho e agente concordo de você e eu morarmos na casa dele até chegar o casamento de vocês .

Ana : e onde ele vai ficar?.

Amália : no hotel.

Ana : tabom.

Ela pegou umas coisas e foi para casa do Eduardo com a sogra.

Ana : não queria fazer vocês dois brigarem.

Amália : vamos ficar bem, só vou ficar aqui um tempo.

Ana : obrigada, obrigada tia por tudo.

Elas se abraçaram e mas tarde Eduardo veio buscar ela para irem ao hospital, eles foram.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...