História Entre Professor e Irmão - Capítulo 53


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, Personagens Originais, Sehun
Tags Chanbaek, Chanyeol, Faculdade, Incesto, Luhan, Professor, Sehun, Yaoi
Visualizações 87
Palavras 1.930
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi nenis! Me perdoem a demora, volta às aulas está sendo tenso. Como vocês estão?
Amanhã provavelmente não terá capítulo, eu vou no show do monsta x (AAAAA AS LOUÇAS LAVADAS VALERÃO A PENA) e eu moro longe, o dia inteiro vou ficar fora! Prometo que recompenso vocês depois!
Bom, é isso, me perdoem qualquer erro e beijos no kokoro.
Boa leitura :)

Capítulo 53 - O princípio de uma vida juntos.


Fui despertando aos poucos, sentindo um carinho gostoso em meus cabelos e selares suaves sendo distribuídos pelo topo de minha cabeça. Sorri fraco e então abri os olhos, já preparada para apertar LuHan em meus braços.

Eu: Bom dia amor! - olhei para ele a minha frente - YA! AIGOO!

Percebi que não era LuHan que estava ali, o engraçadinho que me acordou com carinhos foi o Baekhyun, que ria descaradamente da minha cara.

Eu: Aish Byun! - dei tapas em seu ombro, o mesmo estava apoiado sobre o cotovelo na cama.

Baek: Bom dia princesa! - disse entre risos.

Fiz bico e revirei os olhos.

Eu: Onde está o Lu? E por que tá aqui?

Baek: Te acordei do jeito mais fofo que consegui e é assim que me agradece? - coloca sua mão desocupada sobre o peito, fingindo estar magoado - Ele precisou sair com o SuHo então pediu para que eu te acordasse, ou você dormiria o dia inteiro e mocinha, hoje temos aula!

Me levantei apressada assim que ele mencionou a palavra "aula", várias perguntas como: Aonde SuHo iria com o LuHan? E por que ele não foi para a faculdade? se passaram na minha cabeça mas deixei elas de lado.

Eu: Valeu Baek. - dei um beijo estalado em sua bochecha e corri até o pequeno closet para me trocar.

Coloquei a primeira roupa que eu vi em minha frente, que consistia em uma calça e um moletom, nada muito diferente do que eu usava na facul, e saí as pressas em direção ao banheiro do quarto.

Percebi Baek ainda deitado, sem um pingo de pressa, todo desajeitado, não falei nada e continuei meu caminho, fiz minhas higienes pessoais e penteei o cabelo, logo saindo do banheiro, rumo a minha escrivaninha, onde se encontravam meus materiais.

Eu: Levanta essa bunda gorda da minha cama Baek! Vai se trocar ou vamos chegar atrasados! - coloquei uma mochila mas costas e fitei Baekhyun do meio do quarto.

Baek: S/n, ainda faltam 40 minutos para as aulas! Eu disse que te acordaria para não perdermos o horário mas não disse nem que horas eram e a madame já saiu correndo.

Fiz uma expressão de indignada, o que fez Baek gargalhar. Tirei minha bolsa dos ombros e a deixei cair no chão, logo corri até a cama e pulei em cima de Byun, distribuindo cócegas por todo o seu corpo como forma de castigo.

Eu: TU ME VIU CORRENDO DESESPERADAMENTE E NÃO FALOU NADA SEU DESGRAÇADO. - atacava seu abdômen e meus lençóis foram ficando cada vez mais desarrumados.

Baek: PARA S/N! - mais ria do que falava.

A porta do quarto foi aberta mas eu ignorei, ainda tentando fazer Baekhyun sofrer da forma mais infantil que veio a minha mente.

Baek: TAO, TIRA ELA DE CIMA DE MIM!

Tao: Eu não, se vira aí! - ri fraco e Baekhyun abriu a boca desacreditado, meus dedos já estavam cansados mas uma pausa era a última coisa que eu faria, ou Baek se recuperaria o suficiente para me empurrar para longe.

Tao: Olha o teu tamanho Baekhyun!

Eu: A gente tem a mesma altura…

Tao: Quis dizer que ele é mais forte. Aish! Se vira com ela Baek, eu tô indo. - largou a porta aberta e se foi.

Baek: GEEEENTE! ALGUÉM? - seu rosto estava ficando vermelho e meus dedos percorriam seu corpo fazendo cócegas em seus pontos fracos. - YAAAAA.

Cansei de rir de seu desespero e quando vi que ia matá-lo saí de cima de seu corpo, o deixando livre para respirar.

Me sentei com as pernas cruzadas e admirei a cena da minha vitória, até que seu pescoço se virou lentamente em minha direção, arregalei os olhos assim que um sorriso maroto apareceu no rosto alheio, o que foi a minha deixa para correr antes que uma revanche acontecesse.

Eu: Nããooooooo! NEM VEM BAEKHYUN!

Já estávamos descendo as escadas feito crianças brincando de pega-pega, fui até a cozinha e me escondi atrás de Kyungsoo que preparava algo para o café da manhã.

Eu: Kyung me protege!

Baek: Soo! Deixa eu mostrar a essa menina que ninguém faz cosquinhas EM BYUN BAEKHYUN!

Só estávamos separados por Kyungsoo, que decidiria o que aconteceria ali agora, o mesmo estava com uma faca na mão cortando um pão, se eu tivesse reparado nisso antes, correria para bem longe ao invés de me esconder atrás dele.

Soo me olhou com uma expressão indecifrável e logo fez o mesmo com Baekhyun.

Kyungsoo: Corre… - disse a mim, que sorri grandiosamente, o obedeci e saí vazada em direção ao jardim.

Baekhyun: SOO! - pude ver da porta de vidro o enorme bico formado nos lábios dele, que tentou vir até mim mas foi impedido por Kyung o ameaçando com a faca. - GREVE DE SEXO PARA VOCÊ!

Kyungsoo: Grita pra todo mundo ouvir mesmo. Quem vai vir até mim depois vai ser você! - se fez de indiferente e continuou a cortar seu pão.

Gargalhei alto e coloquei a mão na barriga, me curvando e quase caindo na grama de tanto rir.

Xiumin: Que merda vocês estão fazendo logo de manhã? - Xiu apareceu para acabar com a nossa festa. - Andem… Circulando. Baek vai colocar uma roupa para ir a faculdade e S/n já pode ir saindo, se quiser esperar dois minutos eu te levo.

Assenti com a cabeça recuperando meu fôlego, Baekhyun me mostrou a língua e logo subiu as escadas, em direção ao seu quarto.

Xiumin: Essas crianças... - diz balançando a cabeça negativamente e andando até o banheiro.

Me sentei em um banco perto de Soo e conversamos enquanto eu comia uma fruta, até Xiu vir me arrastar até o carro.

~~~

Eu: Xiu eu não quero descer!

Xiumin: Por favor S/n, eu sei que ficou um bom tempo sem vir aqui mas você precisa das aulas, ou vai se formar como?

Eu: Eu sei mas…

Xiumin: Sem "mas"! Eu entro com você, vem! - saiu do carro e andou até a minha porta, a abrindo e pegando minha mão.

Fui emburrada o caminho todo em direção a minha sala, com Xiumin me arrastando e algumas meninas cochichando palavras como "devia ter ficado em coma" ou "podia não ter voltado". O ódio delas por mim se baseia no fato de eu ser tão próxima desses garotos, morar na mesma casa que eles… As piranhas já descobriram e ficaram com raiva, aish! Eu mereço.

Xiumin: Está entregue!

Eu: Não posso mesmo voltar para casa? - pergunto fazendo um bico, vai que ele cede.

Xiumin: Não!

Tá, ele não cedeu.

Xiumin: Relaxa! Você tem aula com o SeHun, não vai ficar sozinha. E também tem a Yumi! - diz sorrindo, logo dando um beijo em minha testa.

Eu: Tudo bem.

Xiumin: Nos encontramos no refeitório!

O mesmo já estava saindo mas, olhei para os alunos que estavam entrando em minha sala e puxei Xiumin pelo braço, nos afastando da porta.

Xiumin: O que foi?

Eu: O Chanyeol veio hoje?

Não me julguem, ele ainda é meu irmão oras!

Xiumin: Acho que ele viria de carona com o Baekhyun. - assenti - Ah, olha eles ali!

Virei a cabeça e pude ver Baekhyun com uma cara de quem apanhou e Chanyeol com uma expressão que claramente dizia "eu não queria estar aqui", eles viravam o corredor, indo em direção ao bloco deles.

Voltei minha atenção ao Xiumin e me despedi, logo entrando em minha sala.

~~~

As aulas passaram rápido, SeHun e eu nos olhávamos as vezes, lembrando do início do ano, quando um gostava do outro. Ríamos ao notar como nossa vida mudou em tão pouco tempo. Os outros alunos estranhavam e a sem noção da Sun Hee encheu o meu saco, mas com isso eu já estava acostumada, digamos que tudo correu bem, normalmente, como antes.

Eu e os meninos nos encontramos no refeitório e conversamos um monte, outros só davam atenção a comida, no caso, o Kai. Yumi ficou conosco e até ela foi ignorada por Jongin, aish esse garoto! Se pudesse namoraria um pedaço de pizza sem dúvidas.

Os olhares alheios foi inevitável, várias meninas vinham falar com os solteirinhos do bonde mas levavam foras tão lindos, que orgulho dos meus meninos!

Ao fim de todas as aulas, eu iria de carona com o Xiumin novamente, estávamos caminhando até o portão mas de repente vejo um loiro alto e lindo vindo em minha direção, atraindo os olhares das vagabundas talaricas de todo o campus.

Eu: Lu?

LuHan: Hoje eu te levo amor, temos uma coisa para fazer… - me lançou uma piscadela e pegou a minha mão.

Se for o que eu tô imaginando… Aigoo minhas bochechas coraram só de pensar, como ele pode insinuar isso assim? Na cara dos outros garotos?

Os meninos soltaram risinhos e fizeram um "uuuu" malicioso, olhei para Baek, que estava ao meu lado, o mesmo levantou e abaixou as sobrancelhas freneticamente com um sorriso maroto estampado, o que fez eu e LuHan rirmos.

Me despedi deles, menos do Channie, que só me encarou triste e deu meia-volta, voltando para a parte interna da faculdade. Sorri triste mas logo me esqueci disso, desfilei até o carro de LuHan segurando forte em sua mão, não vou negar, estava adorando.

Yumi: ISSO AÍ AMIGA, MOSTRA TEU HOMEM!

Quando eu escolhi ser amiga da Yumi, escolhi passar vergonha.

Ri fraco e LuHan gargalhou alto, selamos nossos lábios rapidamente e adentramos o carro, indo em direção a mais uma surpresa.

~~~

O caminho começou bem tranquilo, percebi que estávamos indo em direção a nossa casa, estranhei e então o perguntei o porquê daquilo.

LuHan: Pegue algumas roupas amor, vamos ir à vários lugares hoje e a noite, quero te apresentar o meu apartamento! - disse me olhando, com uma das mãos no volante e outra em sua própria perna.

Eu: Sério? - perguntei animada.

LuHan: Aham!

Eu: Estou indo. - lhe dei um selinho e desci do carro, entrei e corri direto para o meu quarto.

Peguei poucas trocas e lingeries, vai que né... Aish S/n! Sua pervertida!

Deixei minha mochila e peguei minha bolsa, colocando celular e alguns outros objetos pessoais, ajeitei meu cabelo e tirei meu moletom, colocando um casaco azul claro.

Desci as escadas correndo, tropeçando nos meus próprios pés, fui até o carro e entrei afobada.

LuHan: Foi rápida amor, já tinha colocado minha playlist para tocar achando que criaria raízes aqui!

Eu: Bobo. - dei um tapa em seu braço e coloquei o cinto, recebi um beijo e logo Lu deu a partida, dirigindo rumo a sei lá onde - A propósito, você tem um ótimo gosto musical, vou me casar com a pessoa certa.

Um sorriso lindo apareceu em seus lábios e ele riu, aquele som gostoso que saía de sua boca, quando ele sorri eu sinto vontade de sorrir também, acho que isso é amor.

LuHan: HEY GIRL YEONGWON GATDEON CHALNA - começou a berrar a letra de Call me baby, decidi entrar na onda.

Eu: unmyeong gateun sungan

LuHan: NAREUL HAN SUNGAN TDULHGOGA

Eu: beongaecheoreom I segyereul

LuHan: NEON NAE IREUM BULLEOJUMYEO NAEGERO DAGAWA.

Abrimos as janelas do carro só para garantir que a vergonha alheia que as pessoas sentiriam seria maior.

Eu: BICCNANEUN GEOSDEUREUN MANHA, GEU ANE JINJJAREUL BWABWA.

LuHan e eu: CALL ME BABY, CALL ME BABY, CALL ME BABY, CALL ME BABY.

LuHan: YOU KNOW MY NAME GIRL!

 E assim foi, não só com call me baby mas com outras 10 músicas, o caminho foi longo, mas cada minuto ao lado do LuHan é especial, ele faz ser!


Notas Finais


Um beijo e um queijo, até a próxima meus anjos 💖💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...