História Entre quatro paredes - Camren gip - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren Gip, Lauren Gip, Romance, Sadomasoquismo
Visualizações 96
Palavras 1.294
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Leiam ouvindo Strangers da Halsey feat Lauren Jauregui.
Afinal o capítulo de hoje é inspirado nesse vídeo.
aí bb's
bjs

Capítulo 4 - A luta!


Camila Cabello Point of view:

Los Angeles, Califórnia

Bastidores do Show de Camila Cabello

-Você vai ver a olhos verdes? Na competição? - perguntou Normani retocando a maquiagem.

Dei uma risadinha. Eu queria muito ir ver Lauren, mas eu não curto violência, ainda mais com minha namorada participando dela. Mas isso era importante pra ela, e eu não conseguiria negar isso a ela.

-Vou, mas se alguém encostar na minha morena vou nocautear - Normani ria quando mostrei o punho.

-Então o lance de vocês é bem sério, termina em casamento? - riu e eu gemeu com a possibilidade de isso acontecer.

Nunca me liguei em casamento, acho uma baboseira romântica. Meu relacionamento com a morena estava além disso era gostoso trsnsar com ela, nossas conversas e planos de viagem. Não quero estragar isso com um casamento.

-Não vamos nos casar, tá bom desse jeito - suspirei -Alèm do mais meus fãs acham que ela é uma amiga.

-E o que ela acha disso? - Mani sentou no divã ao meu lado.

-Ela acha melhor assim - era verdade -Não quer que ninguém saiba, tem medo que isso estrague tudo.

Lauren realmente achava isso. Não queria perder nossa privacidade, e além disso era divertido nos encontramos às escondidas.

-Amiga, você vai ao aniversário do Harry? - perguntou apreensiva -Soube que o Justin vai estar lá... Com a Selena.

Aquilo foi um soco no estômago. Não queria ver Shawn tão cedo, ainda mais junto de Selena, minha ex-melhor amiga. Que me trai com meu namorado.

-Eu não sei... - olhei no relógio -Tenho que ir, já são 22:15, a lolo vai lutar às 22:30.

-Eu vou com você, - pegou a bolsa -Odiaria perder, te ver com raiva quando socarem a Jauregui.

Revirei os olhos e apanhei a bolsa, então Normani pigarreou e a encarei.

-Camila, você vai desse jeito pra uma luta? - apontou para mim.

Eu estava usando um vestido preto brilhoso e sapatos de salto. Estava chamando muita atenção para quem quer ser discreta.

-Vamos dar um jeito nisso.

*****

Respirei fundo buscando manter a calma. Era quase impossível raciocinar, um turbilhão de coisas vindo em minha mente. Eu estava a um passo da Liga, era só essa luta que me separava do campeonato profissional.

-Como tá minha campeã? - perguntou Dinah me entregando um roupão branco com meu sobrenome nas costas.

-Ansiosa - disse tomando um pouco de isotônico.

-Ei, você não precisa se preocupar tanto com ela, a Halsey está meio fora de forma desde que foi pega no exame antidoping. - caminhamos até próximo do ringue. -O ponto fraco dela é a defesa, ataque com força pela direita, ela não vai aguentar por muito tempo.

Balancei a cabeça em positiva, e comecei a me aquecer antes de entra no ringue. Verônica Iglesias se aproximou de mim com minhas luvas em suas mãos.

-E aí leite azedo, pronta pra detonar com essa pilantra aí? - apontou para o outro lado do ringue.

-Preparada! - me dirigi até o centro do ringue batendo as luvas umas nas outras. Eu não podia negar que estou nervosa pra caramba, era uma profissional contra mim, respirei fundo.

Ouvi os gritos vindos da plateia. Subi no rigue e encarei minha oponente, Halsey me encarou como se ru fosse uma barata. O juiz se aproximou de nós duas e tocou nossos ombros.

-Eu quero uma luta limpa! - disse sério -Sem golpes sujos, qualquer irregularidade gera desclassificação, entendido?! - respondemos que sim -Agora toquem as luvas...

Então apitou...

-Manda ver! - disse Halse debochada.

Desferi o primeiro soco acertando seu rosto...

****

Cambaleei para o lado oposto do ringue sentindo o sangue escorrer do meu nariz. Por sorte não quebrou, foi só um raspão de sua luva. A Normani esqueceu de me avisar que seus golpes eram muito precisos.

Desferi um soco em seu abdômen mais a mesma defendeu e logo acertou minhas costelas, senti o ar faltar. Dor intensa...

-Mostra pra mim o que você sabe fazer! - acertou um soco em meu rosro mas esquivei.

Consegui acertar um gancho de direita a fazendo ir de encontro as cordas do ringue, desferi mas três socos um acertando sus tempora e o outro acertando em cheio seu maxilar.

Em uma fração fe segundos senti seu punho atingindo meu supercílio, um pouco de sangue sujou sua luva e então sorriu.

-Tempo juiz! - pediu Mani então ele apitou.

Segui até meu lado ringue e sentei  em um banco de madeira, meus musculos estavam dormentes, pareciam gelatina. Precisa de um mais um round com nocaute. Normani subiu no ringue com duas garrafas de isotônico acompanhada de Verônica e uma garota de boné dos Lakers que correu suas mãos para meus braços e logo desceu para meu abdômen.

-Ei, eu tenho namorada olha onde você... - um sorriso cínico brincava em seus lábios.

Era a cretina da Camila, usando jeans e camiseta. Ela veio! Senti meu coração bater com mais força quando a vi ali.

-Acho que sua namorada não vai se importar! - deixou um beijo casto em meus lábios. -Se ela te bater mais uma vez, vou entrar aqui e fazer ela odiar o dia que nasceu!

-Casal? - chamou Mani. -Preciso limpar esses machucados, ou você não vai poder voltar pra lá.

Verônica se aproximou de mim com um kit de primeiros socorros e limpou o corte no meu supercílio. Aquilo me encomendou um pouco, mas a latina diante md lançou uma piscadela.

-Acaba com ela, tigre!

As três saíram do ringue voltando para a primeira fila. Toquei as luvas com a Halsey e logo acertei sua tempora fazendo o sangue esguichar no chão, ela ficou zonza então aproveitei para três golpes em seu estômago.

Ela parecia cansada. Estava tão machucada quanto a mim. Tentou um último um último golpe pela direita, mas bloqueio com o braço e volto a acertar seu peito de modo que ela pereceu sem ar e foi ali, no minuto seguinte me vi dando um gancho em seu rosto fazendo-a literalmente beijar a lona!

O juiz apitou...

A luta acabou...

-Lauren Jauregui vence por nocaute! - anunciou levantando meu braço.

 

Camila Cabello Point of view:

Corri na direção de Lauren. Ela havia ganho! Pulei em seu colo capturando seus lábios em um beijo, senti sua mão apertar minha cintura com força. Então se afastou de mim, abraçou sua treinadora e pegou o troféu das mãos do juiz.

A morena me lançou um olhar safado e me beijou de nova.

****

-L-oloooh - pude sentir suas bolas batendo contra minha bunda de tão fundo que ela ia em mim.

Lauren me comia de quatro, eu estava gemendo feito uma puta. Tentei abafar meu gemidos enfiando a cara no travesseiro, minhas mãos estavam doendo de tanto que eu apertava os lençóis.

Meus olhos doíam de tanto revirar os olhos, a morena desferiu dois tapas na minha bunda, senti o ardor imediato mas aquilo não foi nada perto de quando a lolo resolveu fazer algo diferente e excitante.

-Eu quero comer seu cuzinho apertadinho Camz... - gemeu enquanto me penetrava fundo.

Olhei seu reflexo no espelho diante da cama, sua expressão era de ouro prazer. Seus olhos estavam fechados e sua boca formava um "o" perfeito. Magnífica!

-M-me come b-bem gostoso Lolo... - gemi mordendo o lábio inferior.

Senti minhas paredes apertarem seu membro então me desmanchei em seu pau, ela saiu de mim e mordeu meu ombro e foi de encontro ao meu ânus, me lubrificando com sua saliva.

-Vou arrombar esse cu gostoso - falou com e voz rouca.

Então me penetrou com força. Vi constelações inteiras, a dor logo deu lugar ao tesão de ter uma gostosa me possuindo, não demorou muito para se tirar sua poha quente me passar toda...


Notas Finais


Até a próxima amados
bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...