1. Spirit Fanfics >
  2. Entre Risos, Piadas e Brincadeiras...(Fred Weasley) >
  3. Helena...

História Entre Risos, Piadas e Brincadeiras...(Fred Weasley) - Capítulo 51


Escrita por:


Capítulo 51 - Helena...


- Somos amigos agora?- Perguntou Adrian, ele estava... Diferente.

Bem, vamos voltar um pouco no tempo. Me chamo Helena Bonham Carter, filha de Raymond e Elena, ambos trouxas, minha mãe praticamente me seu nome com um H no início. Mas não vamos falar sobre isso, quando eu tinha apenas 11 anos, recebi a carta para ir a Hogwarts, como qual quer criança, estava animadissíma. Comprei os materiais, tudo certo e arrumadinho. Ao chegar em Hogwarts, de início, perfeito. Se não fosse por Adrian Malfoy Weasley, ele era o garoto mais bonito que já vi, tinha lindo olhos azuis cinzentos, um cabelo loiro e um sorriso encantador. Ele era muito simpático, e em menos de dois messes já estava apaixonada, até que esse segredo foi exposto. Ele começou a me ignorar, sempre fugia, depois de um tempo apenas com minha amiga Rowan, ela começou a ser menos presente, depois de algumas semanas a vi beijando o loiro. Depois comecei a ouvir alguns me chamarem de sangue-ruim, e nisso me isolei. Quando não queria mais ficar sozinha, transferir para Beauxbatons, uma escola ótima, não fiz tantos amigos quanto esperava. 

-- Tempinho atrás --

Eu passava pelos corredores e ouvia as meninas cochicharem sobre algo, consegui ouvi que algumas diziam, era sobre um garoto muito bonito. Revirei os olhos, tinha que ser, eram tudo com fogo no rabo. 

- É realmente bonito, Adrian, as meninas ficam louca.- Ouvi uma garota dizer ao garoto, nem me dei o trabalho de ver quem era.

- Por Merlin, Luna.- Concordou o garoto.

Quando passei por eles, umas garotas passaram por mim me derrubando, merda, meus livros estavam todos no chão. Quando me levantei, vi que o loiro tinha pego meus livros, ele tinha vindo me ajudar. Senti minha garganta dar um nó, era ele, na minha frente. O garoto continuava bonito, a menina que estava atrás dele, loira como o mesmo, observava a cena com um sorriso meio deslumbrado, devia ser a namorada dele, muito provável, ou uma das.

- Você está bem?- Ele perguntou em francês, seu sotaque britânico me encantaria em outra vida.

- Vá com suas putas.- Digo seca puxando meus livros e me virando.

Vou andando sem muita paciência, eu tinha que me arrumar para começar a estuda em Hogwarts, pelo menos ele iria estar aqui, eu acho, mas ele não lembrava de mim?! 

Passei o dia tentando ignora-lo.

-- Em Hogwarts --

Entrei e meu olhar foi para minha casa, Grifinória, pelo visto eu iria passar novamente pela seleção. 

- Hum...- Disse o chapéu- Diferente e curioso... Grifinória!

Fui para minha antiga e nova casa, me sentei ao lado de uma garota ruiva extremamente bonita, ela era ruiva de olhos azuis penetrantes, era tão bonita que eu me sentia intimidada.

- Olá, me chamo Rose Granger Weasley.- Disse ela com um sorriso, Weasley...?

- Helena Bonham Carter.- Respondo.

- Adrian! A garota que você falou a semana inteira!- Gritou a ruiva e vejo o loiro corar e arregalar um pouco os olhos, ele fingiu que não ouviu e olhou para o outro lado- Ele falou de você a semana inteira, até Peter ficou curioso, é bem bonita Carter.- Disse ela.

- Obrigada.- Digo revirando os olhos, ela era um tanto irritante.

Depois do jantar, eu estava indo para o salão comunal.

- E então a Carter veio para Grifinória.- Escuto a voz de alguém que já sabia quem.

- Você?!- Reviro os olhos.

- O que foi?- Perguntou ele ficando do meu lado, gerou muitos olhares, odiava isso- Não está acostumado com tanta beleza?!

- Me deixe em paz.- Tento ir mais rápido, por que agora ele queria falar comigo?

- Ei, espera!- Ele andou mais rápido ficando novamente ao meu lado- Me chamo Adrian, Adrian Malfoy, você é Helena B. Carter.- Disse ele, o olho franzindo o cenho, pelo visto ele se lembrava de mim.

- Como sabe meu nome?- Pergunto.

- Eu descobri, não sou tão burro como pensa.- Ele disse convencido.

- Não te acho burro, te acho mulherengo.- Começo a andar mais rápido e entramos no salão comunal, queria evitar perguntas.

- Espera, por que acha isso?- Ele perguntou e eu ignorei subindo para o dormitório.

-- Dia seguinte --

Era o dia seguinte, acordei com uma gritaria no corredor. 

- Você é uma idiota!- Gritou uma voz estridente.

- Eu?! Pelo o que eu saiba, ele me preferiu a você.- Gritou outra voz mais fina e irritante, murmurei alguns palavrões.

A porta é aberta brutalmente me assustando.

- Ah, desculpa, pensei que já estivesse acordada.- Disse a Weasley fêmea.

- Tudo bem, por que essas garotas estão brigando assim cedo da manhã?- Pergunto.

- Estão discutindo por Peter, um garoto da Sonserina, meu primo, tadinha delas.- Disse ela.

- Por que tadinhas?- Pergunto sentada na cama.

- Ele é apaixonadinho na Lola Pucey, mas esconde isso brigando com ela.- Respondeu a ruiva rindo.

- Meu Deus, eu pensando que era algo sério.- Me levanto com preguiça.

- É por que você não sabe do Adrian, eu fico até com vergonha de falar que sou próxima dele.- Ela rio.

- Tinha que ser, eles são irmãos né?- Perguntei incerta.

- São.- Ela respondeu.

- Os irmãos pegadores.- Digo sem ânimo mas fingindo ânimo e ela ri.

Fui tomar meu banho e depois do banho coloquei meu uniforme, e sai do banheiro, a garota não estava mais ali. Suspirei e fui andando para o salão principal, me sentei na mesa e comecei a comer.

- Oi, Carter.- Era uma voz bem conhecida, me virei para trás com um sorriso, era Zyan, meu único melhor amigo, o conheci em Beuaxbatons, mas ele veio para Hogwarts.

- Zy.- O abracei e o abraço foi devolvido e logo separado- Estava com saudades.

- Também estava.- Digo sorrindo.

Depois de conversar um pouco com o garoto eu fui andando, não teria aula hoje, graças.

- Olá, Helena.- Era Malfoy.

- Carter.- O corrigi.

- Vamos de novo.- Ele para de andar, nem me importei e continuei andando.

- Olá, Carter.- Ele vem de novo e eu não respondo- Precisa de algo?- Ele pergunta.

- Me deixa em paz, Malfoy.- Digo perdendo a calma.

- Eu só tô te ajudando.- Disse ele.

- Eu. Não. Preciso. Da sua ajuda.- Digo pausado para ver se entrava na cabeça dele.

- Por que?- O ignoro- Tá, não vou te irritar, mas posso te mostrar Hogwarts.

- Tá!- Concordo sem paciência vendo que o mesmo era persistente, ele soltou seu famoso sorrisinho- Pode tirando esse sorrisinho que você usa pra conquistar as garotas, comigo não funciona.

- Tá.- Ele concordou- Esta segurando muitos livros, quer ajuda?- Ele perguntou.

- Tá.- Dou a eles os três mais pesados, pelo menos me aproveitaria de algo.

- Acho que vai gostar da biblioteca.- Disse ele, e eu assenti- Posso segurar sua mão pra te levar lá?- Ele perguntou sabendo que se pegasse na minha mão eu iria me soltar facilmente.

- Não, eu te sigo.- Digo seca.

- Então vamos.- Ele começou a andar e eu o seguia.

-- Dia seguinte --

- Adrian, quer ir comigo a Hogsmade?- Perguntou uma garota de pele amorenada ao garoto, revirei os olhos em quanto comia.

- Foi mal Sofy, mas não.- Disse ele simpático, como já tinha terminado de comer, me levantei e fui andando para fora do salão.

- Carter!- Escuto loiro me chamar, suspirei e o olhei.

- Sim?- Perguntei.

- Quer ir a Hogsmade comigo?- Ele perguntou sorrindo.

- Eu não vou.- Eu já ia me virando mas ele fala de novo.

- Perai, não vai?- Ele aproxima.

- Eu não quero ir com você.- Digo seca.

- Ei, Lena.- Era Zy, eu comecei a ter interesse nele, soltei um sorrisinho ao vê-lo- Quer ir em Hogsmade comigo?

- Quero.- Respondo sorrindo.

- Então até depois.- Ele soltou um sorriso e foi andando.

- O que você ainda faz aqui?- Pergunto o olhando com desdém.

- Nada...- Ele abaixa a cabeça e vai andando.

Talvez tenha sido um pouco de maldade, mas não me importo...

-- Hogsmade --

- Ela é só uma idiota.- Escutei um dos amigos do garoto dizer, eu tinha ido na dedos de mel comprar um doce- Não sei como anda com ela, além de ser sangue-ruim.

Fiquei estática, ele se virou pra mim, ele sorria safado e de forma marota.

- O que foi?- Ele perguntou, eu fiquei sem palavras- Achou mesmo que eu tinha interesse em você, sangue-ruim?!- Senti um aperto no coração, eu queria sumir ali. Eu continuava ali, sem argumentos- Tchau sua putinha de sangue ruim.- Ao sentir minhas bochechas molhadas, sai correndo.

Corri para um lugar que não sabia onde, era em frente de um lago, era bonito, mas eu me sentei na pedra e comecei a chorar. Até ouvir a voz de quem eu menos queria agora.

- Carter.- Disse o loiro e ele se sentou do meu lado- O que foi?

- Nada.- Limpo as lágrimas rapidamente mas logo cai outras, o vejo puxar as mangas e limpar minhas lágrimas, mesmo que acabou caindo mais.

- Se não fosse nada, a garota mais bonita de Hogwarts não estaria chorando no primeiro passeio a Hogsmade.- Ele disse flertando abertamente me fazendo revirar os olhos mas sorrir fechado com o comentário.

- Eu não devia estar te dizendo isso, mas é o único que fala comigo...- Começo- O idiota do...- Fico quieta de novo- Ele me chamou de sangue ruim.- Termino, não queria que isso me atingi-se, mas atingia.

- Meu pai diz que um abraço deixa as pessoas confortáveis.- Ele disse abrindos os braços.

- Não forçe a barra.- Digo sorrindo o vendo rir.

- Vamos.- Ele se levanta estendendo a mão, o olhei sem entender- Não vai desperdiçar o dia triste.- Mesmo hesitante, segurei sua mão e ele me puxa para me levantar.

Ele me levou para a Dedos de mel.

- O que vamos fazer aqui?- Pergunto.

- Quero dois doces de lua.- Ele pediu ignorando minha pergunta mais logo se vira- Pensei que quando se vai a uma loja de doces já tem o esperado no que fazer nela.

Depois dele ter dado alguns sicles, ele me levou para frente da casas do gritos.

- Esse doce é da época da minha mãe.- Disse ele rindo e logo comeu o doce, rir ao vê-lo azul, era engraçado, mas logo voltou ao seu tom natural.

- Minha vez.- Coloco o doce na boca, provavelmente eu estava azul, pois o mesmo rio, logo ele voltou apenas para o sorriso e ao olhar para minhas mãos, tinha voltado ao normal.

- Olha só, senti o fedido cheiro de Grifinórios de longe.- Era o Zyan, Adrian o olhou com os olhos cerrados.

- O que quer?- Perguntou o mesmo de forma seca, me senti estranha ao achar aquilo extremamente sexy, mas rapidamente afastei os pensamentos.

- Olha só, um traidor de sangue.- Ele começou, os punhos do loiro já estavam fechados- Eu já esperava isso de seu sangue Weasley, mas agora do Malfoy?!- Ele nos olhou com desdém e desprezo.

O mesmo já estava para ir em cima do garoto, apenas segurei seu braço tentando empedir, não queria problemas.

- Adrian, não vale a pena, ele é só um idiota.- Digo tentando acalma-lo.

- Se arranjou rápido não é, Carter?!- Ele disse dessa vez quem segurou Adrian foi Rose.

- Não arrume discução, Adrian!- Ela disse séria- Irá perder pontos pra nossa casa, além dele ser um completo idiota.

O garoto riu com deboche, mas logo é puxado por algo caindo na neve, me fez olhar sem entender. Depois dele e seus amigos correrem, um garoto apareceu por debaixo da capa.

- Temos que fazer isso mais vezes.- Disse ele rindo.

- Sim.- Concordou o loiro

- Uh, namoradinha nova?- Perguntou o garoto, revirei os olhos e me soltei do mesmo.

- Não.- Digo e vou andando.

 

 

 

Continua..................................



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...