1. Spirit Fanfics >
  2. Entre tapas e beijos >
  3. Arrependimentos

História Entre tapas e beijos - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


E aqui estamos novamente, desculpem a demora, meu tempo está bem esgotado e sempre estou meio cansada, ai minha criatividade despenca, mas não desisti não dela ❤

Boa leitura, anjos ❤

Capítulo 5 - Arrependimentos


Fanfic / Fanfiction Entre tapas e beijos - Capítulo 5 - Arrependimentos

“Eu trouxe, Kyungsoo sair um pouco e acabamos aqui” – Jongin disse e olhou para os dançarinos – “Conhecemos eles, podem perguntar.”

“Encontro” – E Dwan disse e fiz uma cara feia.

“Fique quieto, cara de cheirador de pò” – Hyuna disse e deu risada – “Vamos deixar eles no encontro e vamos continuar o nosso”.

Pegou na mão do garoto e saíram, fiquei olhando com uma cara aquilo, olhei jongin.

“Que merda é essa? Encontro aonde? Eu não vou pra encontro nenhum, eu e você? Nunca mais” – Falei e sai andando atrás deles.

“Porque você é assim?” – Ela me perguntou e dei de ombros.

Fomos indo atrás e eles conversavam animados, olhei de lado Jongin mexendo no celular, ué, o que estava fazendo? Tem que focar na missão, faz nada da vida. Jongin venho agora ao meu lado, colocou seu rosto no meu ombro, olhei para ele e fiquei observando seu rosto.

“O que foi?” – Me perguntou.

“Depois de tantos anos você não mudo quase nada, sério, seu rosto, continua quase o mesmo” – Falei e ele me olhou, encarei seus olhos e sorri, parei do nada e olhei para frente.

Cadê eles? Fui andando até ele e não achei ninguém, eles simplesmente fugiram? Corri até as pessoas, mas não achei ninguém mais, suspirei fundo e fomos andando pelos arredores até chegarmos em um beco.

“Eles sumiram” – Fiz um bico e olhei ele – “Ela sumiu, e agora?”

“Ela me mandou mensagem, pediu para tirar você do pé deles” – Deu de ombros e olhei raivoso.

“Filho da mãe” – Quase gritei.

E ai discussão começou, era um joga de problema um pro outro e assim nós estávamos, até vir um cara do nada apontando uma faca pra nós, eu quase subi no colo do Jongin, mas me controlei como o macho alfa lindo que eu sou.

“Me passa os seus celulares” – Falou e olhei Jongin.

“Passa seu celular, eu não trouxe o meu, também você tirou muita coisa de mim, então de o seu” – Falei e dei de ombros.

“O que eu tirei de você? Eu não tirei nada mais, você que é doido” – Jongin escondeu seu celular.

“Eu não to sendo sério suficiente? Eu quero os celulares” – Falou bravo e empurrei o jonga.

“Ele tem Iphone 11, pega dele, o meu é Samsung, olha bandido eu nunca minto, além de esquecer, é da Samsung, e você sabe que Samsung é desgraçado...”.

“Meu nome não é bandido não” – Falou.

“Olha, então, Doutor" - Falei irônico e Jongin me olhou de lado - "Eu já me lasquei bastante por causa desse traste, então pega dele simmm”

“Olha, eu ter feito aquilo no passado, não tem nada haver com agora, Kyungsoo, supera logo e que iPhone 11 o que? Eu não tenho iPhone 11” – Fiz uma fusqueta.

“Você tem sim, senhor bandido, ele tem sim e eu já te superei sim, faz anos querido, faz anos que eu esqueci você” – Quase gritei.

“Não parece não” – Virou pra mim – “Você ta sempre querendo me atingir de alguma forma, lembrando toda a porra da vez dos meus erros de adolescente idiota”.

“Você sempre mereceu saber o quanto você foi um lixão como homem, imagine, deixar seu marido para ir se embebedar em baladinhas” – Parei – “Mas eu já superei faz tempo, estou ótimo, tenho até um ficante, Chanyeol é um bom homem e sei que vai ser um ótimo pai para minha Hyuna, eu já sou um novo homem” – Falei e olhei Jongin.

“Kyungsoo... Só esta falando isso porque esta com raiva, mas eu me arrependi, eu sei, que é tarde, mas eu....” – Tentei continuar. – Tentou continuar, mas só tentou mesmo. 

"Quer saber, tchau, não quero escutar papo furado de casalzinho, por isso eu não namoro" - Saiu, mas a minha briga estava com Jongin. 

“Não quero escutar suas merdas de desculpas, pois não vai mudar nada, já acabo...” – Tentei terminar, mas a boca de Jongin me fez calar, eu fiquei sem me mover por alguns segundos, com os olhos abertos, Jongin só estava parado ali, como eu. Quando se movimentou devagar, eu fui junto, eu estava com saudade daquilo, fazia anos que não nos beijávamos, fazia tempos que eu não o beijava e não sentia seus lábios grandes abrigando os meus e eu amava beijar Jongin, sempre foi assim, desde o começo, desde quando eu o beijei naquela festa.

Minha mente estava em branco, eu só sabia que estava sendo beijado pelo homem que eu gostava quando tinha exatos 20 anos e que eu não sabia se amava no presente, isso me deixava confuso, pois queria esquecer logo Jongin e ficar com Chanyeol. Chanyeol era um ótimo cara, mas não fazia meu intestino parar e é isso que está acontecendo, Jongin já está com a mão na minha cintura dando aqueles apertãozinhos que eu adorava, mas eu não posso deixar essas coisas acontecerem, eu não quero me machucar por causa desse idiota

A falta de ar me fez parar, suspirei devagar sentindo o ar quente saindo da boca de Jongin, abaixei a cabeça, as mãos de Jongin subiram e ele me abraçou devagar falando rápido.

“Nenhum deles, nenhuma delas tinha o seu beijo Kyungsoo, porque com voce eu sempre tive sentimento, com eles não, mesmo brigando sempre, eu sempre tive medo disso, medo de perder completamente voce, medo de arranjar algum cara que possa namorar e casar” – Jongin ergueu meu rosto com suas mãos e nossas bocas se juntaram de novo e novo, pois eu queria muito aquilo, não significava que eu estava perdoando algo, significava que eu queria só beijar esse idiota.

Coloquei minhas mãos em seu ombro e dei um leve empurrão, ergui meu rosto.

“Deveria ter me dito isso anos atrás. Você esta muito atrasado” – Virei com o coração na mão e sai dali esquecendo do idiota do bandido que foi para outro lugar, eu nem sei onde ele foi.

Peguei um taxi e fui para o hotel de novo, meus olhos estavam vermelhos de tanto chorar no caminho, eu sempre quis escutar essas palavras dele, todo dia esperava uma ligação, uma mensagem dizendo estar arrependido ou qualquer coisa que faça meu coração se acender de novo e ficar feliz, mas nunca aconteceu e se ele diz isso significa que ainda gosta de mim, mas quem ama não machuca como ele me machucou e eu não quero ficar nesse passado, quero seguir a minha vida, sem ele ou com ele. 



Notas Finais


E Soo saiu meio triste, vamos ver o que acontece com esses bobão ansmsmmsmd


Até mais, meu amores ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...