História Entre Tapas e Beijos - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camren G!p, Dinally, Kaylor, Lauren G!p, Vercy
Visualizações 427
Palavras 1.973
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Dia das Mães ( Part II )


POV NARRADOR  (  Madrugada de quarta-feira  )

 

- Lolo?

 

De olhos fechados, deitada com a cabeça na barriga da morena, totalmente imersa nas caricias em seu couro cabeludo, Lauren murmurou em resposta. -  [ Hum? ]

 

 

- Estava pensando... Invés de você voltar amanhã, fica até domingo?

 

 

Interrompendo as caricias da mulher, a morena de olhos verdes sentou no colchão, revelando a nudez da parte de cima de seu corpo.

- Esses dias com você estão sendo perfeitos, mas eu não posso pequena. Preciso colocar o trabalho que se acumulou em ordem, comprar presentes para os dias das mães.

 

 

 

- Então pelo menos fica até de noite?

Sentando no colchão também, a morena questionou com um biquinho fofo nos lábios.

 

 

 

- Sophia, eu... Vou ficar até a hora do almoço tá bom?

 

 

A morena fingiu pensar por alguns segundos e sem concordar ou discordar, ela retirou a parte do lençol que cobre até a cintura da outra, agarrou o membro flácido da mulher e começou a estimula-lo.

 

 

- Eu quero você até de noite. Por favor, Lolo?

Com a boca bem próxima ao ouvido da mulher, disse Sophia baixinho, com um leve tom de erotismo.

 

Engolindo a seco e trincando a mandíbula, Lauren fechou os olhos. Totalmente perdida nas sensações proporcionadas pela excitante mulher ao seu lado.

 

- Ok, mierda! Você venceu, little girl.

 

Sorrindo presunçosa, Sophia se mexeu para sentar no colo da morena.

 

- Bueno! Fique tranquila daddy, pois eu te asseguro que fez a escolha certa.

Repousando uma mão na bunda avantajada da mulher e a outra na parte de trás do pescoço dela, a morena de olhos verdes começou a beijar o pescoço da mais nova com devoção.

 

- Não tenho duvidas disso, little girl. No momento em que te conheci, soube imediatamente que fiz a escolha certa em me envolver com você. Por isso pretendo te tornar minha mulher em breve.

Intercalando entre um beijo e outro, disse Lauren.

 

- Mentirosa. Todos dizem isso, mas são raras as vezes em que isso se concretiza.

 

- Então pode se sentir sortuda, pois com você irá se concretizar. Simplesmente estou farta da ciumenta descontrolada que eu tenho em casa.

 

- Para, não vou cair nesse papinho barato, Jauregui.

 

- Não é papinho. Você é a mulher da minha vida. Você é a mãe que eu quero para os meus filhos. Você é tudo que eu preciso. Você e só você.

 

- Eu te amo, Sophia Messa!

- EU TE AMO, MINHA MORENA!

- EU TE AMO, GOSTOSA!

- EU...

 

Sorrindo desacreditada, Sophia tampou a boca da Lauren com a palma da mão rapidamente, calando-a.

[ Shhh ] - Desse jeito você vai acordar as outras pessoas, louca.

 

 

- Tô nem aí. Eu te amo mesmo e quero que todos saibam.

Ao terminar de falar, Lauren segurou com firmeza na cintura da mulher e a jogou para trás no colchão, ficando por cima dela.

 

- Cretina, eu também te amo!

 

Lauren sorriu, segurou em seu membro duro com uma das mãos e começou a esfregar a cabecinha de seu pau na vagina da jovem mulher em baixo de si.

- Ama a cretina aqui é?! Bom... sabe outra coisa que eu amo?

 

Se fazendo de boba, Sophia respondeu.

- Não tenho ideia. O que é, daddy?

 

- Te foder. Nunca uma mulher me satisfez tanto na cama como você. Você é única. ÚNICA!

Pegando a mulher de surpresa, Lauren a penetrou com tudo.

 

Sophia - [ AHH ]

Lauren - [  OH  ]

 

[ Hum... ] – Isso, Lolo. Fode sua pequena, fo-oh-de.

 

 

 

( ... )

 

 

 

- MAMA!!

Eufóricos, Josh e Cameron deixaram de lado a disputa de carrinhos de controle remoto que faziam na sala e foram correndo na direção da morena.

 

- Pirralhos!

Lauren abriu um sorriso gigantesco, deixou a bagagem no chão rapidamente e se agachou para receber Josh e Cameron em seus braços.

 

- Carinhas, a mama sentiu muita saudades de vocês.

Fechando os olhos, Lauren apertou os braços nas cinturas dos meninos.

 

- Comprou presentes?

 

- Cameron!

Camila repreendeu da escada, atraindo as atenções para ela.

 

- O quee?

 

-  Você foi deselegante, tonto. É assim que você tinha que fazer. “ Também sentimos muita saudades, mama. Foi boa a viagem? Ah foi?! Nossa legal. “ Depois dessa baboseira aí sim você estaria livre para questionar sobre nossos presentes, Cam.

 

- Ah entendi.

 

- Na verdade o mais correto era esperar eu me pronunciar sobre presentes, branquinho.

 

- Ahh... Mas enfim a senhora trouxe ou não?

 

Camila e Lauren sorriram negando com a cabeça.

 

Depois de mais algumas falas, os meninos finalmente receberam os presentes tão aguardados e com a missão de levar a bolsa de viagem da mais velha para o quarto, eles se foram.

 

- Você podia pelo menos ter falado comigo pessoalmente antes de ir né?

 

- Poderia, mas achei melhor não fazer. Respirando fundo, Lauren fez uma pequena pausa para soltar o que parecia estar entalado em sua garganta a um tempo. - Pensei muito nesses dias e eu não posso continuar com isso. Eu quero o divorcio, Camila.

 

- É sério isso?

 

- Sim. Não quero mais você. Estou apaixonada por outra.

 

- O-outra?!

 

- Isso mesmo. Pensei que você fosse a mulher da minha vida, mas me enganei, a Sophia que é a mulher certa para mim.

 

- Para de brincadeira, Lauren.

 

- Não estou brincando. E se quer saber, esses dias de “reflexão” foi só uma desculpa para encontra-la.

 

- Está brincando com fogo, chega dessa brincadeirinha idiota, Lauren. Por favor!

 

- Brincadeirinha?!

Lauren negou com a cabeça e começou a caminhar na direção da latina, esbanjando uma cara de desprezo.

 

- ACABOU!

- Quero o divorcio, Camila... Quero-o-divorcio... Me de o divorcio... Acabou... Não te amo... Acabou... Amo outra... ACABOU... Anda me de o divorcio... Acabou...

 

 

Camila acordou atordoada, sentou na cama em um sobressalto, imediatamente levando a mão esquerda ao peito, onde começou a fazer movimentos circulares com ela, procurando acalmar os batimentos frenéticos de seu coração.

 

 

- Saco! Não aguento mais esses sonhos idiotas.

 

Bufando, a latina abriu os braços projetando seu corpo para trás no colchão. Com uma expressão de cansaço no rosto, ela fixou seus olhos na parede branca do teto.

 

 

 

POV CAMILA

 

 

“ Deus, o senhor sabe que se minha branquinha pedir o divorcio será meu fim, certo?!

 

Esse ciúmes incontrolável que eu demonstro acaba não só com ela, mas comigo também. É tão desgastante e tão complicado lidar com esse parasita idiota que habita em meu ser. Depois de inúmeras consultas com um psicólogo ao longo dos anos e eu até consegui melhorar e amenizar essa droga, mas ainda assim ela é persistente e sempre arranja um jeito de me derrubar.

 

Ah como eu queria voltar no tempo e ter ignorado a mensagem daquela vadia... perdão pelo vadia senhor, mas é o que ela é... Enfim, se eu tivesse me controlado e deixado a situação para minha Lolo lidar, as coisas não chegariam aonde chegou.

 

Eu... “

 

Um singelo toque na minha mão, me tirou de meus pensamentos e um pouco perdida encarei o pequeno ser parado ao lado da minha cama com uma expressão de vergonha no rosto.

 

- Mamãe!

 

- Cam?! O que foi cariño?

Sentando na cama, questionei.

 

- Fiz xixi na cama.

De forma tímida, meu pequeno falou baixo e abaixou a cabeça em seguida, evitando me encarar.

 

 

“ O dever me chama senhor, mas como sempre eu voltarei para conversarmos mais.”

 

 

-  Já passamos por isso algumas vezes, cariño. Já te falei que é normal, não precisa ficar assim.

Disse, saindo da cama.

 

- Não consigo evitar a vergonha de me sentir um bebezinho quando isso acontece.

 

 

Passei o braço pelo ombro do meu pequeno e nos guiando em direção a porta, procurei tranquiliza-lo sobre o assunto.

- Eu sei como se sente, amor. Mas...

 

 

 

(...)

 

 

 

*  FISHER ISLAND – QUINTA-FEIRA, FIM DE TARDE  )

 

 

Cheia de estilo com um look simples ( blusa branca de alcinhas, short rosa florido, lenço rosa amarrado no pescoço, chapéu de palha, óculos escuros, chinelo preto ) Lauren se encaminhou até a praia que fica ao lado do hotel.  Segurando os chinelos na mão esquerda e seu celular com o fone de ouvido na mão direita, ela começou a caminhar pela areia fofinha, visando uma espreguiçadeira de madeira maciça ao longe.

 

 

 

POV LAUREN 

 

 

Após deixar meus chinelos aos pés da espreguiçadeira em minha frente, deitei na dita cuja confortavelmente. Ajeitei os fones de ouvido na orelha, em seguida tratando de buscar no reprodutor de musicas do meu celular o playlist “ Special “.

 

 

[  * PLAYLIST SPECIAL

1 - Aerosmith – Crazy ( 1993 )

2 - Spice Girls – 2 Become 1 ( 1997 )

3 - Celine Dion – My Heart Will Gon On  ( 1997 )

4 - Whitesnake – Is This Love ( 1987 )

5 - Britney Spears -  ... Baby One More Time ( 1998 )

6 - Aerosmith – I Don’t Want to Miss a Thing ( 1998 )

7 - Santana feat. Rob Thomas  – Smooth ( 1999 )

8 - Michael Jackson – Todo Mi Amor Eres Tu (  1987 )  ]

 

 

 

Coloquei o playlist para reproduzir, e  imediatamente meus tímpanos foram preenchidos pela voz do Steven Tyler ( vocalista da banda Aerosmith ) e o instrumental da música Crazy, fazendo a mesma nostalgia gostosa que me dominou nos últimos dias, surgir novamente. Sorrindo. Comecei a balançar a cabeça e fazer gestos com os dedos indicadores, curtindo o som dos instrumentos e as palavras que o Steve fala antes de cantar.

 

 

Animada, acompanhei o Steve quando ele começou a cantar.

 

 

[ Say you're leavin on a seven thirty train

And that you're headin' out to Hollywood

Girl you been givin me the line so many times

It kind gets that feelin bad looks good

 

Você está indo embora no trem das 7h30

E está indo para Hollywood

Garota você me deu a mesma desculpa tantas vezes

Que parece que me sentir mal está ficando legal ]

 

 

That kind lovin'

Turns a man to a slave

That kind lovin'

Sends a man right to his grave

 

Aquele tipo de amor

Transforma um homem num escravo

Aquele tipo de amor

Manda um homem direto para a sepultura ]

 

 

 

Envolvida pela musica, enchi a boca para cantar o refrão.

 

 

I go crazy, crazy, baby, I go crazy

You turn it on

Then you're gone

Yeah you drive me

Crazy, crazy, crazy for you baby

What can I do, honey

I feel like the color blue

 

 

Eu fico louco, louco, amor, eu fico louco

Você atiça

E depois vai embora

E depois vai embora

Louco, louco, louco, por você, amor

O que eu posso fazer, querida

Eu me sinto triste ]...

 

 

Apreciar o pôr do sol escutando minhas musicas favoritas é bom pra caralho. Acabei descobrindo isso logo no primeiro dia que cheguei aqui e foi impossível não repetir nos dias em diante. A maioria dos casais possui aquela musica especial, mas a Camila e eu vamos além disso e temos uma pequena lista de 8 músicas  que marcaram bastante o inicio do nosso relacionamento. Lista essa da qual corresponde ao playlist que estou escutando agora e que também foi executado durante os outros pôr dos sóis.

 

O motivo de Crazy do Aerosmith ter se tornado uma canção muito especial pra minha latina e eu, assim como o titulo da música, é bem crazy e digamos peculiar. Não vou entrar em detalhes agora, fica para outro dia.

 

Hã... sobre minha pequena estadia em Fisher Island, a única coisa que tenho a dizer é que está sendo simplesmente maravilhosa. Foi revigorante passar esses dias num lugar tão encantador, lindo, sossegado e aconchegante, com certeza eu vou voltar mais vezes aqui. Apesar de estar vivendo muito bem nesse paraíso, não vejo a hora de voltar pra casa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...