História Entre Tapas e Beijos - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camren G!p, Dinally, Kaylor, Lauren G!p, Vercy
Visualizações 1.015
Palavras 1.693
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Único cap do dia e é isso.
Boa leitura!!

Capítulo 5 - O Preço da Mentira


POV NARRADOR

- Atenção pessoal.

Lauren e os amigos estavam numa conversa animada, quando um homem bem vestido apareceu no palco chamando todas as atenções para ele.

- Agora daremos inicio a primeira fase das apresentações, começando por um grupo de garotas. Ele falou e todos presentes no lugar vibraram animados.

- Aproveitem o show senhoras e senhores. Falou e sem mais delongas se retirou do palco.

Todas as luzes do lugar se apagaram e permaneceram assim por alguns segundos, aumentando mais a expectativa de todos presentes no local.

Logo a voz da Olivia, cantora que canta a música junto com o rapper 50 Cent preencheram o local.

50 Cent (feat. Olivia) - Candy Shop

" Welcome to the candy shop?"

Depois dessa frase as luzes se acenderam e a batida da música dominou o ambiente, trazendo lindas mulheres cobertas por simples robes transparentes e segurando uma cadeira preta cada uma.

O grupo de cinco garotas, andaram sensualmente e pararam no meio do palco, cada uma colocando sua cadeira a frente de seu corpo. Em seguida colocaram a perna direita sobre a cadeira e empinando suas bundas começaram a rebolar sincronizadamente.

- Ai meu Deus! Eu vou ter um infarto. Vero falou brincando, sem tirar os olhos do palco e o amigos gargalharam da idiotice da amiga.

- Coitada se está assim sem elas nem terem tirado a roupa ainda, imagina quando tirarem? Don falou divertido.

E Vero deu lingua pra ele.

(...)

Nessa boate a programação é a seguinte:

1° - tem um apresentação com um grupo de garotas.

2° - uma dupla de garotas se apresenta.

3° e último - uma garota se apresenta solo.

Nossos queridos personagens já aproveitaram a primeira apresentação e dentro de alguns segundos começa a segunda performance da noite.

Uma luz fraca focou no palco revelando duas mulheres, uma loira e outra morena.

- Boa noite ( madrugada ) Senhoras e senhores. A garota loira falou divertida, com uma pitada de sensualidade na voz e os rapazes e moças presentes no local foram a loucura, não demorando a responder a bela stripper.

- Para esse show precisamos da ajuda de vocês. Estão dispostos a nos ajudar? Agora a morena perguntou, com uma cara maliciosa.

- SIM! O pessoal gritou animado e ela sorriu.

- Ótimo! Vamos descer do palco e selecionar duas pessoas para participarem do nosso showzinho. Balançando as sobrancelhas sugestivamente a loira falou e todos comemoraram animados.

- Que seja eu! Que seja eu! Dinah começou a susurrar baixinho, vendo as mulheres descerem de mãos dadas do palco devagar e começarem a vagar seus olhares por entre as pessoas presentes no local.

Enquanto andavam as garotas trocavam olhares divertidos entre si. Para elas é divertido as caras esperançosas e de expectativa para ver quem serão os escolhidos.

Ao chegarem perto da mesa dos nossos protagonistas. A loira encarou nossa querida Lauren, que diferente dos outros não está quase implorando com o olhar para ser a escolhida. Soltando um pequeno sorriso de lado ela fez sua escolha.

A bela e intrigante morena de lindos olhos verdes. A garota pensou consigo.

A loira comunicou sua amiga e companheira de trabalho que já fez a sua escolha da noite.

- Estou em duvida entre o loiro ( Thomas ) e a loira ( Karlie ). A morena sussurou para a amiga olhando discretamente para suas duas opções.

- Escolhe a loira então, eu escolhi a morena de olhos verdes, nunca fizemos o show com duas mulheres. A loira sussurou de volta e a morena ao seu lado assentiu.

Na mesa dos nossos personagens a expectativa é grande afinal as duas mulheres conversam com a atenção neles.

Sem perderem mais tempo ambas mulheres se afastaram e foram em direção ao o seu escolhido.

Lauren e Karlie ficaram surpresas por serem escolhidas, ambas foram guiadas até o palco e orientadas a sentarem na cadeira a frente delas.

- Aproveitem o show garotas!! As strippers falaram em uníssono e nossas garotas sorriram.

POV LAUREN

A voz provocante da Rihanna foi invadida pelos meus ouvidos e a melodia sensual de Skin invadiu os altos falantes do lugar.

A loira a minha frente parou na minha frente e direcionou minhas mãos para desfazer o no do seu pequeno robe roxo. Depois ela o tirou lentamente me olhando com desejo.

Porra! É Rihanna! É Skin! E ainda tem essa loira maravilhosa dançando especialmente para mim. Hoje é meu dia de sorte só pode.

Ainda bem que a Camila nunca vai descobrir isso, ela com certeza acabaria com minha raça. Pensei. Logo voltando a me concentrar na dança. Senti uma pontada no meu membro quando a loira se virou de costas pra mim, rebolando até o chão sensualmente.

Essa dança vai ser longa. Mordi meus lábios alternando meu olhar entre a loira e a morena a minha frente.

POV CAMILA

Depois de falar com minha melhor amiga, liguei para o resto das meninas contando a "novidade", todas como esperado ficaram putas. Passei o endereço para cada uma e marcamos de nos encontrar na frente da boate.

Estacionei meu carro, avistando um pouco distante a tal boate de strip do outro lado da rua. Sai do carro batendo a porta com força. Atravessei a rua e fui de encontro as meninas que estão paradas conversando.

- Oi. Respondi simples e elas me responderam do mesmo jeito.

- Agora só falta a Ally e a Hailee. Mani falou impaciente.

- Liga pr… Cortei minha fala avistando Ally e Hailee caminhando em nossa direção, ambas com cara de poucos amigos.

- Ótimo chegaram. Falei. Em seguida as meninas nos cumprimentaram rapidamente.

- Temos que armar um plano para entrar, pesquisei e só entra nessa boate quem tem reserva, ou seja vai ser bem difícil entrar. Hailee falou frustada.

- Relaxa, vamos entrar de boa, dei meu jeito. Tay falou simples e não questionamos.

Dito e feito quando paramos na frente do segurança, Taylor falou o nome dela e ele liberou nossa entrada.

Ao entrarmos na boate a voz da Rihanna invadiu nossos ouvidos.

Cadê esses desgraçados. Pensei e comecei a encarar as mesas do local.

- Olha eles ali. - Normani apontou para onde o pessoal se encontra. E olhei para lá. Vaguei meus olhos pela mesa procurando Lauren, mas não encontrei.

Onde essa vagabunda se meteu. Pensei vagando meus olhos por toda a boate, meus olhos se arregalaram quando olhei para o palco e avistei minha mulher sentada numa cadeira enquanto uma vadia loira rebola na frente dela com os seios de fora.

- EU TE MATO! KARLIE SWIFT KLOSS. Minha amiga entrou no meu campo de visão e não demorei a fazer o mesmo que ela. Fui a passos apressados até o palco.

- Ca-camz e-e-u. Lauren me olhava amedrontada e eu não pensei duas vezes e fui para cima dela.

- CRETINA! MENTIROSA! Como você teve a coragem de mentir pra mim sua vagabunda. Falei, dando tapas e mais tapas nela, sem dó.

POV NARRADOR

Ariana, Normani, Hailee, Lucy e Ally chegaram na mesa com expressões raivosas e cada uma arrastou seu companheiro até a saída, já Camila e Taylor não foram tão discretas como o resto das meninas e deram um belo show para os presentes na boate a briga foi feia, alguns riram, outros ficaram assustados, outros tiveram pena e etc.

Precisou dos seguranças intervirem para elas saírem da boate.

POV LAUREN

Camila saiu batendo a porta do carro dela com força e entrou em casa igual um furação. Respirei fundo. Estacionando meu carro do lado do dela.

Estou muito ferrada . - Droga! Droga! Falei baixo, e acabei batendo minha cabeça repetidas vezes no volante frustada.

Depois de ficar alguns minutos me chingando por ter aceitado a ideia estúpida de ir para uma boate de Strip. Sai do carro e me fui em direção até minha casa, com medo do que me espera, ou melhor de alguém que me espera lá.

Fechei a porta, e me encaminhei até as escadas. Subi degrau por degrau da escada tentando ao máximo adiar a ida para meu quarto, onde eu sei que uma latina me espera cheia de raiva.

Com medo abri a porta e entrei no meu quarto. Assim que me virei encarei Camila com os braços cruzados na minha frente, me olhando com uma cara nada satisfeita.

- Camila deixa eu…

- Explicar o que Michelle? Que você mentiu para mim e foi farrear com seus amigos numa boate de Strip. Falou irônica.

- Eu não queria, mas eles me convenceram e…

POV CAMILA

- Isso não é desculpa sua cretina. Esbravejei com raiva. - Quando eu te vi naquela merda de palco, com aquela loira oxigenada dançando para você. Você parecia bem animada, ou era encenação só para agradar seu amiguinhos. Falei com ironia.

- Me perdoa Camz eu sou uma idiota. Falou frustada.

- Escuta bem o que eu vou te falar. Me aproximei dela que demonstrou medo, da minha aproximação.

- Acabou vôlei, basquete, peladinha ou barzinho nos fins de semana, com os vagabundos dos seus amigos, agora você vai sossegar esse cú dentro de casa por um longo tempo, me entendeu? Falei ameaçadora e ela balançou a cabeça rapidamente, em sinal de concordância.

- Ótimo! Agora sai do meu quarto, hoje e até quando eu decidir você não dorme aqui. Lauren suspirou e fez menção de pega seu travesseiro e uma coberta, mas a parei. - Não tem nada que você precise pegar aqui, pode ir. Ela me olhou incrédula, mas não questionou.

- Ah! E nada de você dormir no quarto de hospedes ou qualquer outro quarto dessa casa, sua cama vai ser o sofá.

- Que ótimo. Falou debochada e eu levantei uma das minhas sobrancelhas.

- Está reclamando é isso mesmo que estou vendo? Questionei e ela negou, com os olhos arregalados.

- Cla-claro que não amor, você está completamente certa em fazer isso comigo.

- Ainda bem que sabe, nossa olhar para essa sua cara de cretina está me dando nos nervos, se retire por favor. Falei simples e ela me olhou magoada.

- Tudo bem Camz e novamente me perdoa, não devia ter feito você passar pelo que passou hoje. Ela falou e ficou me olhando por um tempo, esperando eu falar alguma coisa. Como não me pronunciei ela suspirou e saiu do quarto.

- Não devia mesmo, sua idiota, a sua sorte é que eu te amo de mais. Falei baixo, encarando um porta retrato da minha esposa em cima da escrivaninha.


Notas Finais


Até o próximo xuxus.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...