História Entre todas as Pessoas,eu Encontrei você- Imagine J-Hope - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope)
Tags Lovememarques
Visualizações 150
Palavras 1.976
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Literatura Feminina, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Sou sua Aprendiz,e você é meu professor? .


Fanfic / Fanfiction Entre todas as Pessoas,eu Encontrei você- Imagine J-Hope - Capítulo 13 - Sou sua Aprendiz,e você é meu professor? .

Alycia on.
.
Chego em casa rapidamente,a Suzy me deu uma carona e isso foi maravilhoso,nem sabia como voltar para a minha casa daquele bairro.Ela para o carro e me olha.
-- Voce se vira amanha Aly,fica difícil para mim vir te buscar,voce mora muito longe?-Ela fala com uma careta.
--Imagine,Su!!Eu me viro,pego um metrô,depois um ônibus,acho que chego as oito da manha La,é so levantar as cinco.—Faço um bico.
--Oh,Aly,que dózinha de voce,se voce quiser passar a semana na minha casa,tem um quarto vago,eu não ligo,voce sabe!!-Ela me olha com aqueles olhos lindos que Lea tem.
Apesar de toda pose de mulher firme e decidida,a Suzy é um doce,gentil,delicada,na verdade,ela usa uma mascara de mulher masculinizada,ela não é assim.
As vezes ,para se ter sucesso na vida profissional,é preciso bancar a durona,caso contrario todo mundo te atropela,e as mulheres sofrem muito com isso,só eu que sei,ouvi tantas mulheres reclamando de suas vidas profissionais.
Não é fácil ser mulher em um mundo controlado por homens.
-- Não Su,não quero te incomodar,seu sei que voce gosta de levar suas namoradas....e eu não vou me sentir bem,voce me entende NE?—Olho para ela com carinho.
--Eu não faria isso se voce estivesse em minha casa NE,aly!!-Ela me olha ofendida.—Eu te respeito...-Dou uma risada.
Ela balança a cabeça e sorrir,beijo seu rosto e saio do carro feliz.
Antes de entrar no nosso prédio,esgueiro-me na porta de seu carro,e falo
--Não agradeci a voce pelo emprego...- A olho com carinho...-Obrigada ,minha amiga maravilhosa,eu não sei como seria minha vida se não conhecesse voce!!-Ela sorrir encabulada.
--Seria muito sem graça—Ela acaricia meu rosto.-Eu faço qualquer coisa por voce,não reparou ainda....-Ela me encara,as vezes me deixa sem jeito,mas hoje não.
--Tchau,obrigada de novo!!!—Despeço dela e sigo para o prédio onde moro.
Conto toda a novidade para minha mãe,minha tia,e minha vó,pela terceira vez,e parece que elas são surdas.
--- Muito estranho isso filha,será que ele não esta interessado em seu corpo,esses homens de negócios são todos uns devassos!!- Minha mãe diz em um de segredo,enquanto janto sozinha na cozinha,com ela ao meu lado.
--Oh,mãe,voce noa viu a noiva dele,é uma mulher linda,perfeita,parece uma modelo,não sou nenhum pouco interessante perto dela!!!—Termino de comer minha sala,e afasto o prato,-Ela olha aquilo e faz cara de indignada.
--O que é isso,voce não comeu nada!!.
--Estou de regime,a partir de hoje,estou enorme mãe,preciso emagrecer,por favor,me ajuda,não faça nada bom ou gostoso,e me obrigue a comer só salada,estou no meu limite!!- Falo feito uma metralhadora- Me levanto ,e vou ate a pia e tomo água.
--OK,de hoje em diante vou te ajudar,so que voce tem que ir ao nutricionista para ser bem melhor reeducada filha não é desse jeito,bom vou fazer meu melhor- A olho ,volto e dou um beijo nela.
*****
O despertador toca ruidosamente,o procurei completamente bêbada de sono,ele cai,e ouço o barulho de vidro se espatifando no chão,sento na cama e xingo de mal- Humor.
--Droga,droga,droga!!-Esse deve ser o décimo relógio que quebro,odeio qualquer som me acordando de manha,não deixo o celular por que acho que jogaria na parede.
Desço da cama com cuidado,sigo para o banheiro praticamente me arrastando,ligo o chuveiro e me enfio em baixo dele com os olhos fechados.
Lembro que tenho horário,e que não posso me atrasar,então acelero meu banho,em minutos saio,me enxugo,passo um hidratante,e enrolo a toalha em minha cabeça e sigo para o quarto.Coloco a calcinha e o sutiã rendando,adoro lingeries,se pudesse,gastava todo meu dinheiro em ligeries,lindas,delicadas,sedutoras,pena que o panaca do Chi,não repara nisso,alias,no que ele repara?
Talvez em shorts de lycra,camisetas de tecido especial para suar... Babaca!!!- Colo minha roupa e fico me olhando no espelho.
Talvez não desse usar saia godê,meus quadris largos,não combinam muito com isso,Viro de costas,e parece que minha bunda fica ainda maior.-Fecho os olhos,e suspiro pesado.
--Porque me deprecio tanto,meu Deus?—Inspiro com força.
Ajeito minha camisa dentro da sai,estico o tecido,.,Minha sorte é que não tenho barriga,minha cintura é fina,caso contrario eu realmente seria uma porpeta completa.A camisa tem um tecido fino e delicado,pedi para uma costureira do prédio fazer,ela é linda,mas um pouco transparente,então pego o terninho da Suzy e jogo por cima.
Olho no relógio,e me surpreendo com o horário.
Não vai dar para secar o cabelo,me desespero,sigo apressada para o banheiro,passo um rimel,e um delineador,o batom vermelho,borrifo meu perfume predileto,uma nota suave,delicada,a marca é francesa.
Penteio meu cabelo e passo um living in para não armar durante o dia,ele é ondulado naturalmente,comportado,eu gosto de meu cabelo.
Ok,inspiro,pego minha bolsa e saio de fininho,não quero acordar ninguém,ainda e cedo de mais.
O caminho ate o metro pé demorado,e de salto alto é uma tortura,preciso me lembrar de colocar uma sapatilha da próxima vez,e o sapato alto só no escritório.Pego o metrô aliviada,odeio sair de madrugada,me sinto muito insegura de andar sozinha nas ruas vazias.
Depois de longas horas de condução ,chego ao escritório,e me surpreendo,cheguei adiantada.Vejo o portão fechado,tudo fechado,e ai me lembro que chegar cedo pode ser um problema.
-- OK,não vou me estressar com isso.—Olho ao redor,talvez tenha um lugar para eu tomar um café.Ando alguns metros e vejo um boteco,daqueles bem simples.Nao sou uma mulher fresca,nunca fui,então entro,não tem praticamente ninguém,me sento em uma mesinha e um homem vem me atender.
--O que seria princesa?....Ele sorrir com ,meia dúzia de dentes faltando....
--IM café com leite... O senhor tem pão de queijo?—Pergunto um pouco incomodada com seu olhar tarado....
--Não meu bem,mas faço um bauru de lamber os beiços!!-Ele sorrir e torço o meus lábios.
Não vou mentir,adoro comer,e ao pensar em um lanche de bauru,meu estomago ronca,aquela salada não conseguiu tapar o buraco que tenho dentro do estomago,graças a minha mãe,que sempre cozinhou maravilhosamente bem,tenho apetite de leão.
--Vou passar!!!- Balanço a cabeça. – Só o café com o leite.
Entou morrendo de fome,mas terei foco,preciso perder 10 kilos,5 kilos são so de coxa,mas 5 de bunda,e o peito não diminui nem com reza braba.termino o meu café da manha de mendigo,olho o relógio,e resolvo voltar para o escritório.
O portao ainda esta fechado,e xingo mais um pouco,levantei cedo tão cedo,para ficar plantada no meio da rua?,isso e de matar!!.encosto na grande e fecho os olhos,e estou quase dormindo quando ouço meu nome.
-- Alycia,o que voce esta fazendo ai?-Abro meus olhos assustada,e vejo aquele homem lindo maravilhoso na minha frente.-Pisco os meus olhos algumas vezes,e levanto e esqueço que estou sem sapatos,e o coloco toda atrapalhada,arrumo minha postura,e sorrio.
--Bom dia Dr.,Hoseok,cheguei um pouco cedo!!—Digo sem graça.
--Muito cedo!!- Ele olha em seu relógio de pulso,que por sinal é maravilhoso.
--É ,tive medo de não chegar no horário,então sai um pouco cedo de casa!!,--Falo constrangida,segurando minha bolsa com as duas mãos,e a torcendo nervosa.
-- Certo!!!- Ele passa seus olhos ao longo do meu corpo,ate chegar em meus olhos— Voce esta muito bonita hoje,como sempre!!.
Fico corada,sou uma mulher acostumada a mandar se foder,quem me incomodar,mas com ele é diferente,me sinto muito constrangida em sua frente,mas também acho que nunca conheci um homem como ele.
Confesso que não sou uma mulher vivida,perdi minha virgindade aos 18 anos,com um namorado de escola,namorei mais uns dois caras,ate conhecer o chi,de La para Ca não me relacionei com mais ninguém,estamos a três anos juntos,ininterruptos.
--Obrigada!!!- Falo finalmente,sentindo o calor tomar conta do meu rosto.-Ele sorrir levemente.
--Vamos entrar?—Ele faz um gesto com a cabeça,e vejo o portão aberto.
--Claro!—Sigo em sua frente,sentindo seus olhos experiente me analisando.
Espero ele abrir a porta,ele me da passagem para entrar.Com certeza,ele e um cavalheiro,canalha ,cafajeste,mas um cavalheiro.
Ele fecha a porta,e me dou conta que estamos so eu e ele naquele lugar enorme,subo as escadas,e sinto ele atrás de mim,o que não e nada confortável.
Porque ele não fica ao meu lado,cacete!!-Penso brava,com aquela sensação de estar nua na frente dele.
Chegamos a nossa sala,e ele passa por mim,e abre sua sala e entra.Respiro aliviada,me sento em minha mesa,mas logo ouço seu vozeirão,me chamar e tomo um susto,coloco minha mao no peito.
--Alycia....
-Esse homem vai me matar do coração!!!-Penso alto.-Sigo para sua sala,ando ate sua mesa,ele tira algumas coisas suas da pasta,coloca seus óculos e me olha.
--Sente-se— Ele me olha firme,e volta arruma suas coisas,sua mesa toda,e me indica para eu me sentar ao lado dele,meu coraçao parece sair pela boca,Meu Deus isso não vai ser legal,esse dia vai ser torturante,to frita.
Ele terminar de arrumar e me da um sorriso,encatador,eu não sei se olho para os olhos dele ou para a boca,porque tudo nele me atrai como um imã,eu não sei o que fazer,se ele não fosse comprometido isso ia passar dos limites agora.
--Sente-se ao meu lado Alycia,preciso te explicar algumas coisas!!—Ele diz entretido com uma montoeira de papeis.
Dou a volta em sua mesa,puxo uma cadeira e me sento ao seu lado,e sinto aquele perfume dele maravilhoso,sua sala toda e cheirosa,mas esta junto dele é melhor,porque seu perfume é simplesmente delicioso.
-- ok,esse sãos alguns processos que estou cuidando,cada uma daquelas cartas diz respeito a um processo desses,por favor,pegue as cartas!!!—Me estico e sua mesa,e pego as cartas e volto que estão em um dispenser para documentos,quando volto o encontro de olho para minha bunda
O olhei feio,ele percebe e disfarça.Seguro as cartas,olho para ele.
--Esta vendo aqui !!!-Ele me mostra o nome do topo do processo.—Procure a carta que diz respeito a este cliente.Procuro e entrego a ele,me sinto uma criança aprendendo coisas básicas.
--ok,Faça isso com as outras,e prenda cada uma com o processo,não pode haver confusão,apesar de que parece algo idiota,é importante.!!!—Balanço a minha cabeça afirmativamente,e faço o que ele me pediu.—Olho pela sua pesa procurando por clips,e vejo seus olhos e os vejo ao seu lado.
--Eu preciso de clipes!!!—Falo com cara de idiota.
--Fique a vontade- Ele afasta seu corpo da mesa.
Olho para ele constrangida,terei que me esgueirar em cima deLe ,que merda!!
--Com Licença!!—Falo me esgueirando ate o lugar onde estão os clipes,olho de lado e percebo o quao constrangedora e essa cena,estou com meu corpo praticamente em cima dele,com meu traseiro apontado para a lua.
Ele fez de propósito,esse cara é um filho da puta.
Volto para a minha posição,termino de prender cada carta ao seu processo,e as coloco em sua frente.
--Voce colocara cada processo em um envelope com uma etiqueta para não haver confusão,ok?—Ele me encara,acho que ele é o psicólogo aqui,e não eu.—Fecho levemente meus olhos,não agüento e sorrio.
--Me desculpe DR.Hoseok, meu não sei,mas eu aprendo,eu me viro!!!—Ele me olha e sorrir,e sorrio mais,porque me sinto uma débil mental perto dele.
--Alycia,eu te contratei sabendo de sua deficiências,não precisa mentir para mim.!!!
Sorrio novamente,acho que é de nervosismo,minha vontade é gargalhar,me sinto uma idiota completa.
--Claro!!,Eu não sei fazer,é isso!!!-O olho feito uma cadelinha perdida na rua,pedindo ajuda.
Ele me olha de lado,longamente,com um sorriso indecifrável no rosto.
--Entao vamos La minha aprendiz!!!—Ele se posiciona em frente ao seu computador, ligo-o,entra no aplicativo,voce seleciona aqui!!Esta vendo?-Ele me olha de lado.
--Sim!!-Olho vidrada para seu computador.
--Escolha esse modelo.-Ele clica e aparecem na tela, as etiquetas.—Voce digita o nome do cliente e pronto,Manda imprimir,mas antes coloca um formulário de etiqueta,voce tem em algum lugar do seu armário,atrás de voce,voce faz isso em sua mesa?—Ele me olha serio e pensativo.
--Claro,fique tranqüilo!!—Sorrio sem graça.
--Entao vá para sua mesa,voce tem tudo em seu armário,envelopes,etiquetas,todos os materiais de escritório,arrume isso,terei que ir ao fórum,voce ira comigo!!!—Ele volta sua atenção para o seu computador,e fico olhando-o confusa,mas Lee volta a me olhar.---Pode ir ALycia,eu preciso de alguns minutos para resolver coisas,voce tem trinta minutos ate sairmos.
Abro levemente minha boca,para falar algo,mas não sai nada,levanto e saio com os processos em minhas mãos.
--O que vou fazer num fórum com ele?—Penso atordoada.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...