História Entre Vinganças - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Demonios, Drama, Magias, Morte, Romance, Yaoi, Yuri
Visualizações 23
Palavras 1.101
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Shonen-Ai, Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


E aqui a poha toda começa pessoas, fiquem a vontade e espero q curtam esse capítulo.

Capítulo 2 - O Encontro


(Povo Jack)

Estou em uma feira cheia de gente, assim deve ficar mais fácil para eu pegar alguma carteira já que ontem não tive muita sorte. Passa um, dois, três, esbarrando em mim e vou pegando suas carteiras, fasso isso deis de criança então não é tão difícil assim, de vez em quanto eu sou pego, mas escapo fácil, fácil com minha agilidade ou me defendo usando minha força, pelo menos isso me ajuda. Sinto nojo de ter que ficar esbarrando em porcos como esses humanos para roubar, mas é a minha unica opção. Olho um pouco mais adiante para ver se acho algum rico burro ou algo do tipo para me poupar de trabalho e problema, a visto um se vestindo muito bem, ta na cara que é algum riquinho, sigo adiante e o esbarro

Jack- Opa... Desculpa senhor, estava destraid

Rico- Tanto faz! Vê se não viaja por ai seu demoniuzinho nojento - Ele fica passando a mão aonde eu me esbarrei como se estivesse sujo.

OK... Valeu a pena, ele tem uma boa grana aqui, logo a visto outro, só que não parecia ser muito rico, na verdade ele até que era bonitinho, cabelos azuis e olhos ... Mas que poha eu estou pensando? Foda- se, preciso de grana e ele parece ter! Vou descretamente até ele e o esbarro... Mas ... Droga não consegui pegar a poha da carteira! Não sei como... é como se ele percebesse o que eu estava tentando, mas eu fui tão descreto...

Jack- Aamn... Desculpa eu...

Desconhecido- Não, não, tudo bem, eu que estava destraido e não te percebi, eu que pessoas desculpas senhorio...?

Jack-... Amm... Jack... -eu estava muito travado, o que caralho deu em mim? E como ele pode ser tão jentil? Ele é huma...

Toby- prazer Jack, sou Tony, e me desculpa mais uma vez. - ele vai embora acenado enquanto anda.

Mas que... Ah não, nem pensar...

Vou direto para algum puteiro ou algo do tipo, vejo qualquer mulher e lhe dou um beijo sem nem avisar...

Jack- ... kacete... Eu sou gay- saio de lá e deixo a mulher sem entender nada,  e também não ligo, eu não senti nenhuma poha de tesão? Serio? Mas ... Aah tanto faz, nunca liguei para esse negocio de opção sexual mesmo, nem tenho problemas com isso, então só vou seguir roubando minhas carteiras mesmo e devo me apresar e encontrar algum lugar, já que ta com tempo de chuva.

(Pov Toby) 

Depois de ter pedido desculpas para aquele garoto eu vou embora acenando. Sei que ele queria mesmo era roubar minha carteira, eu não caio em truques obvios como esses, mas ele não parecia ser alguem ruim, só não deve ter lugar para morar... Me emagino nessa situação, e não é legal, bem, com serteza não é legal. Compro as coisas que meu tio pediu, pago e as guardo na sacola de pano, sinto um vento frio passando por mim bem forte, olho para cima e parece que vai chover... Vai chover muito, provavelmente vai trazer um frio bem desagradável, e olha que eu gosto de frio, mas esse não parece ser dos bons... Fico pensando se quele cara vai ficar bem.

(Pov Jack)

Porcaria! Eu vou me fuder de uma maneira incrível! Não consegui achar lugar nenhum, talvez seja porque nenhum humano me aceito em seu hotel por eu ser um demônio... Isso me deixa realmente irritado mas também triste... Poha! 

Começa a ventar cada vez mais e mais forte, por sorte eu tinha um coberto que ganhei de alguem por ai, mas isso não vai me ajudar muito. Começa a chuviscar, mas ela almentava o ritmo cada vez mais, e ficava forte, eu fiquei enculhido na frente de uma porta onde tinha uma corbertura, não era muito grande, mas já servia de ajuda,  sinto que vou me esfriar e ficar doente... Talvez eu morra por causa de não ter como tratar a febre agora, minha irmã não esta aqui pra me proteger desta vez... Que ironia. No meio dessa minha depressão que estava tendo no meio dos meu pensamentos das meneiras que eu podia morrer por causa dessa chuva escuto passos vindo até mim, mas eu nem estava me importando, deve ser alguns humanos que veio para me zuar ou sei lá, então não valia a pena eu levar minha cabeça, só fiquei lá parado e enculhido no meu único coberto...logo sinto as gotas de chuva que antes caia sobre mim por não ter muito espaço nessa cobertura pararem de cair, e então algo quente se envolvendo em meu corpo e logo depois parecia o pesso de uma pessoa me... Abraçando? Olho pra cima e vejo um quarda- chuva e então olho pro lado, um garoto de lindo cabelos azuis me abraçando com um braço enquanto segura o quarda- chuva com o outro a cima de mim, percebo que ele também trouxe outro coberto para mim ... 

Jack- por... Que?- o pergunto confuso

Toby- não sei, só... Quis fazer isso...

Jack- é para você agradar o seu deus? Demonstrar para si mesmo o quanto é uma pessoa boazinha que se importa com os outros?- falo deboxando

Toby- talvez... Ou talvez eu só simplesmente, Jack, queira te ajudar- ele me olhou... No fundo dos meu olhos e pela primeira vez depois de minha irmã ter morrido, eu vejo um olhar tão sincero como o dele, eu só abaixei a cabeça e pensei... " é... Talvez ele não seja tão ruim assim ..."

Jack-... Obrigado, Toby.

Toby-nah, Você faria o mesmo por mim!- ele fala sorrindo.

Eu o olho com o olha do tipo

"Nop, não faria mesmo" 

Ele entende e solta uma rizada e por um motivo estranho da sociedade ... Eu ri junto, depois de anos sem nem sequer sorrir, esse ... Estranho, consegue me fazer soltar uma rizada de Hiena morrendo.

Nos conversamos muito, sobre o que aconteceu em nossas vidas, o que ele pensa sobre tudo, oq EU penso sobre tudo... Ele me contou que quer vingar sua familia, e que já estava investigando sobre, correndo atrás quando o tio dele não esta em casa, ele realmente sofreu e eu posso dizer isso porque... Bem, só de olhar pro meu estado da para perceber. Ele é fofo, a rizada dele é contagiante... 

Jack- Toby...

Toby- sim?

Jack- como... Como Você consegue?

Toby- consegue oque?

Jack- sorrir! Depois de tudu oque você passou... Você acha que vale apena sorrir ainda? 

Toby- Jack... As vezes, apenas... Um simples e pequeno sorrisoz, faz uma grande deferênsa...

Jack- ...

Toby- agora a verdadeira pergunta é... Você acha que vale apena não sorrir? Virar a cara pro mundo e dizer que esta tudo uma grande merda? Você tem que perguntar para si mesmo se vale a pena desistir, Jack.






Notas Finais


Uou, terminei e espero que não tenha ficado muito curto, bem, espero que tenham gostado, pq deu trabalho sa poha, até agr em td minha vida eu só fazia historias e deixa pra mim, na maioria das vezes era um breve rezumo pra mim mesma, mas quando é pra outras pessoas... Cara! É difícil, a gente fica com medo do que eles vão achar ou algo do tipo e isso é bem dificil, principalmente para alguem que esta começando assim como eu, mas é isso espero que tenha tido uma ótima leitura! Flw! Até o próximo Capítulo!

Obs: se tiver algum erro na escrita, pfv, avisa que eu tento consertar, obg!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...