1. Spirit Fanfics >
  2. Entrelaçados - Sasuhina >
  3. Se Redescobrindo

História Entrelaçados - Sasuhina - Capítulo 20


Escrita por:


Notas do Autor


Último de hoje

Capítulo 20 - Se Redescobrindo


Fanfic / Fanfiction Entrelaçados - Sasuhina - Capítulo 20 - Se Redescobrindo

Hinata Hyuuga

Apesar do que me aconteceu ontem não senti remorso, estranhei não ouvir choro de bebê, nem o despertador tocando, abri meus olhos aos poucos, passei a mão pelo abdômen do homem ao meu lado, arregalei os olhos quando senti músculos bem definidos.

Eu dormi com o Kakashi.

Observei seu rosto sereno, ao contrário do que imaginei não me senti arrependida, mas tranquila comigo mesma, foi muito errado o que eu fiz, eu sei, não é assim que uma mulher adulta deveria agir.

Só que foi tão bom fazer algo que ninguém esperava, provar que posso ser bem mais do que apenas a Hinata doce e gentil, que faz tudo pela família.

Eu amei Naruto com todo meu ser, e ele se foi, me deixando sozinha com um bebê de colo, depois venho o Sasuke, realmente o amei muito, fui fiel, cuidei da nossa família, mesmo dando tudo de mim, ele não pensou duas vezes em me trair.

Ficar com o Kakashi, foi libertador de certa forma, mostrou que não preciso chorar por homem algum, isso é bom espero, me ajudou a me redescobrir, como mulher.

Admirei o rosto do Hatake, ele tem uma cicatriz no rosto sempre quis saber como ele a ganhou, nunca tinha visto seu rosto, até aquele beijo, e me surpreendeu o quão bonito é, a boca dele abriu em um sorriso.

- Vai ficar me admirando? - A voz dele saiu rouca.

- Só estava pensando - Corei por ter sido pega no flagra.

- Já se arrependeu? - Perguntou ainda de olhos fechados.

- Acabei de descobrir que não estou nem um pouco arrependida - Abriu os olhos, se virou ficando por cima de mim.

- Então se eu por acaso te beija-se agora, não sentiria arrependimento? - Mordi a boca, pensativa.

Me arrependeria disso? A merda já tava feita, sorri.

- Não, não me arrependeria - Falei.

- Vamos aproveitar que hoje é domingo e não tem nada para fazer, sei que no momento que sairmos de quarto, você vai fingir que nunca aconteceu - Beijou meu pescoço.

- Você tem razão Kakashi - Sua íris castanhas estão escuras, desceu a boca aos poucos e me deu um beijo calmo, se separou e olhou em meu olhos por um tempo.

- Vamos tomar banho - Falou por fim.

- Claro - Saiu de cima de mim, desci meus olhos por todo seu corpo.

- Admirando? - Sorriu safado.

- Talvez - Levantei, vermelha cobrindo os peitos, soltou uma gargalhada.

- Não se preocupe, já vi o que tinha que ver - Suspirei e retirei a mão, deu um sorriso latino.

- Vamos ao banho - Falei.

Caminhei na frente, sentindo seus olhos em mim, abri o chuveiro, entrando na água morna, senti braços fortes rodeando minha cintura e beijos no meu ombro.

- Você é muito linda Hinata - Fechei meus olhos apreciando as carícias dele.

- Obrigada por ser um bom amigo Kakashi - Suspirei.

- Posso ser seu amigo mais vezes se quiser - Virei e o encarei.

- Você não presta - Colou sua boca na minha, me puxando para cima, cruzei minhas pernas nele, sentido seu membro em contato com a minha intimidade, gemi quando sua língua brincou com meus mamilos.

- Há Kakashi - Suspirei.

Senti a parede gelada nas minhas costas, seu membro escorreu para dentro de mim, gemi de prazer, segurei em qualquer lugar para me apoiar, e comecei a pular no seu colo, não foi a primeira vez que transei no banheiro, gozamos juntos, completamente exaustos, desci, e quase cai no chão pois minhas pernas estão bambas, o prateado me segurou.

- Pelo jeito estava bom - Comentou.

- Nem se acha Kakashi - Tomamos banho, lavou meu cabelo.

- Você sabe que posso fazer isso - Falei.

- Sou um bom amigo e vou ajudar - Acabei cedendo.

Depois do banho, sequei e coloquei uma calça dele e a blusa de ontem.

- Melhor colocar sutiã - Sorri satisfeita, peguei nos meus peitos.

- Por que? Acha eles tentadores demais? - Comecei a rir.

Me puxou, fazendo deitar na cama, ficando por cima, beijou minha boca.

- A próxima vez que isso acontecer, vamos passar a noite em claro - Sussurrou no meu ouvido, me fazendo arrepiar.

- Acho que vou colocar sutiã - Sorriu malicioso.

- Por que? Adoraria observa-los o dia todo - Mostrei a língua.

- Vamos tomar café - Saiu de cima, levantei.

Coloquei um sutiã, mas nada de calcinha, sai e fui até a cozinha, coloquei água para ferver na chaleira, achei pão de forma, manteiga e requeijão, tem pera e maçã na geladeira.

- Procurando algo? - Corei.

- Vou só preparar um café, gosta de leite? - Abri o armário encontrando achocolatado - Com chocolate - Falei.

- Prefiro café bem forte - Sorri sem jeito - Por que está toda desconcertada? - Chegou perto, tocando meus cabelos.

- S-só não sei c-como agir agora, eu n-nunca fiz isso - Gaguejei.

- Você é minha amiga Hinata, continuamos igual - Concordei com a cabeça.

- Certo - Me pegou pela bunda fazendo sentar na mesa de mármore redonda - Kakashi - Ficou entre minhas pernas.

Segurou na minha nuca, beijou meus lábios, passou a mão por de baixo da minha blusa apertando meus seios, soltei um suspiro, a campainha tocou, continuou me beijando ardentemente, a campainha tocou novamente, o empurrei.

- Melhor atender - Suspirou.

- Tudo bem - Sai da mesa e ele foi até a porta.

Peguei os ingredientes e coloquei sobre a mesa, comecei a misturar tudo, mas parei assim que ouvi a voz do Sasuke, arregalei os olhos, corando, sua voz está alta, fui até a sala e o encontrei encarando o Kakashi, assim que me viu, vacilou.

- H-Hinata? - Perguntou parecendo não acreditar.

- O que faz aqui? - Perguntei.

- Hinata o que faz aqui? - Olhei o Sasuke.

De repente uma pontada de culpa me atingiu, senti vontade de correr para seus braços e pedir para voltarmos, dizer que o amo e que estou com saudades da gente, mas aí as lembranças de ontem me atingiu em cheio.

- Não é da sua conta - Falei firme.

- Você ainda é minha mulher - Revirei os olhos.

- Agora sou sua mulher? Quando estava com a Sakura não pensou nisso, não é? - Fechei os olhos para me acalmar - A gente de divorciou Sasuke - É estranho essa situação

- Por favor Hina não faz isso com a gente - Implorou.

- Fazer o que? O que faz aqui? - Perguntei.

- Vim conversar com ele, mas perdi a vontade - Saiu do apartamento, respirei fundo.

- Como você está? - Perguntou por fim.

- Achei que estaria bem pior, mas estou ótima na verdade, obrigada por me apoiar - Abriu os braços e fui até ele, encostando a cabeça no seu peito.

- Sabe que pode contar comigo para qualquer coisa? - Respirei seu cheiro gostoso.

- Obrigada Kakashi - Ficamos assim por um tempo - Que tal aquele café agora? - Concordei.

Comemos e conversamos sobre coisas banais, o prateado me fez rir bastante, depois deitamos no sofá e assistimos um filme.

Ficamos o dia todo juntos, depois do almoço, deitamos na cama e pegamos no sono.

Acordei e a cama está vazia, olhei no relógio, quatro e três da tarde, ouvi o barulho do chuveiro, retirei minha roupa e entrei.

- Já acordou? - Perguntei para o prateado, que sorriu assim que me viu.

- Faz um tempinho, estava pensando - Entrei na água junto com ele.

- Nela? - Suspirou - Kakashi me escuta pelos anos de amizade que tivemos, se ela é sua felicidade não a deixe ir, talvez tenha sido coisa de momento, a Haruno acordou de um coma de anos, ela deve estar confusa... - Colocou o dedo entre meus lábios, depois colocou as mãos, meu rosto.

- Nada, justifica o que ela fez, você aí sofrendo com o fato da sua família ser destruída assim e tentando não culpa-la ainda - Balançou a cabeça e me puxou para seus braços - Vou dar um tempo para ela decidir o que quer, se eu ver que está realmente arrependida e que você vai ficar bem, posso começar a dar uma chance, mas é só talvez - A água caiu por todo nosso corpo, molhando meus cabelos.

- Obrigada por ficar do meu lado - Beijou o topo da minha cabeça.

- Não a de quê - Falou.

Tomamos o nosso banho, coloquei a blusa dele e ele ficou apenas de calça de moletom.

- Você não tinha que trabalhar? - Perguntei.

- A sua sorte é que hoje era minha folga - Chegamos na sala, sentou no sofá e eu fiquei entre as pernas dele, liguei a televisão colocando na Netflix - O que vamos assistir?

- Que tal Friends? - Perguntei.

- Então você assisti série, achei que não tivesse tempo - Brincou.

- Tá brincando? Quase nem tenho tempo, estou sempre cuidando da minha família - Suspirei.

- Então que tal, cuidar mais de você a partir de agora? - Mordi a boca pensando.

Ele tem razão, sempre me deixei de lá, pela felicidade deles.

- Tudo bem, vou pensar mais em mim, mas agora estou fazendo isso, até vou ao cabeleireiro.

- Que bom, pois agora você pode ser o que quiser Hina, faça viagens, amizades novas, se redescubra - Me envolveu em seus braços - Vou estar sempre aqui quando quiser conversar ou... - Fez uma pausa.

- Trepar? - Comecei a rir - Muito espertinho você - Suspirei - Kakashi obrigada - Coloquei na série.

Não sei o que eu faria sem o meu amigo, apesar de tudo, esse é um recomeço para mim, viver sem homens, me sustentar, ser independente, dar o melhor de mim, descobrir um mundo, longe daquele mansão, adorei o desafio.

Sempre fui a Hinata doce e gentil, mostrar que posso ser forte e corajosa, me faz ter forças de encarar a realidade que é viver sem meu Sasuke.


Notas Finais


Não me matem, obrigada.
Oq acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...