História Entrelinhas - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Arrow, Legends of Tomorrow
Personagens Felicity Smoak, Laurel Lance, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Roy Harper (Arsenal), Sara Lance (Canário Branco), Thea Queen, Tommy Merlyn
Tags Arrow, Corridas, Felicity, Olicity, Oliver
Visualizações 39
Palavras 1.572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Festa, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal, MUITO obrigada pelas menagens de apoio, fico feliz que tenha gente curtindo ;)

Capítulo 18 - Irmãos!


Capítulo 18 – 

Oliver POV

Tenho que confessar que minha conversa com a Felicity saiu melhor que o combinado, quer dizer eu não estava esperando o beijo e nem nada, o clima favoreceu ela foi sincera comigo e me deu uma dica e quando vi estávamos rindo e nos beijando. Eu já disse que ela é gostosa e agora se mostrou bonita além de ser amiga, sim eu estava começando a considera-la amiga, apesar de estar em dúvida sobre seu conselho.

UMA SEMANA DEPOIS

Uma semana se passou eu evitando meus pais e eles me cercando, não estava com cabeça ainda para conversar com eles e eu ainda não tinha decidido se pediria ajuda da Thea, quer dizer Felicity podia ter razão e ser uma boa ideia, mas eu estaria definitivamente cooperando contra a Lei, eu já estava errado por estar indo na corrida, vendo menores dirigindo e bebendo sem fazer nada, mas se dirigisse estaria assinando de vez minha prisão.

Suspirei, eu não fiz muitas melhoras com Thea, ela falava comigo quando eu puxava a conversa, até Felicity eu fiz mais progresso, Sara conversa comigo e até Roy de vez em quando, então talvez Felicity esteja certa e eu devesse seguir o seu conselho de correr. É era isso que eu ia fazer.

[...]

Thea chegou da escola e eu a chamei pra sala, era meu dia de folga então estava livre.

-Oi?- ela me disse e eu levantei

-Ei, eu estava pensando tem algo pra fazer hoje atarde?

-Depende, porque? - eu respirei fundo

-Eu quero correr e não sei como fazer- ela começou a rir

-Está brincando certo?- eu neguei- Sério?

-Sim, não sempre mas me deu vontade de correr- não foi uma mentira, por mais que eu negasse eu já tive vontade de estar em um dos carros da corrida- Eu sei dirigir mais não correr e pensei que talvez pudesse me ajudar?- ela me olhou séria, acho que estava me estudando, estava quase desistindo já.

-Tudo bem eu te dou algumas aulas, afinal se for correr não pode perder certo?- eu concordei- Quer correr quando?

-Hoje é terça-feira então pode ser na segunda-feira que vem? Preciso de tempo- eu expliquei e ela concordou

-Está bom, até sexta-feira depois da aula eu te ajudo, use sua hora de almoço quando estiver trabalhando- eu concordei- Vamos começar agora mesmo, eu não estou com fome.

-Agora?- eu me assustei.

-Agora Oliver você ouviu não é surdo e vamos no meu carro que é melhor- eu assenti pegando minha camisa no sofá e a segui, percebi que estávamos indo em direção a Tucson.

-Tucson?- eu perguntei

-Sim pra primeira aula é melhor estrada de chão e está seca já que não choveu, por mais que estejamos utilizando a floresta ela ainda é muito úmida pra primeira aula, talvez amanhã eu te leve- eu assenti e ela parou na frente da estrada- Vou correr e tenta prestar atenção do que eu faço

-Tudo bem- eu disse, ela acelerou sem sair do lugar e trocou a marcha liberando o carro, eu tentei prestar atenção em tudo que ela fazia, ela era muito rápida mas estava tentando decorar as coisas, nem olhava pra frente e sim pros seus pés e mãos depois ela finalmente parou

-Conseguiu ver pelo menos um pouco?- eu assenti- ótimo agora é sua vez- nós trocamos de lugares- Não é só acelerar Oliver é saber quando e como fazer- eu concordei- Nós atingimos até 280 em uma pista então é preciso se acostumar com a velocidade, vamos ver como você se sai- Eu acelerei e fiz igual ela liberando a marcha e o carro, também não era burro eu não precisava olhar pros meus pés ou a marcha, em uma curva eu desacelerei e pisei mais fundo até completarmos.

-Eai?- eu perguntei e ela estava séria

-Pensei que teria mais trabalho com você- eu sorri- Só na curva que você desacelerou de mais Oliver, não pode. Mesmo que fique com medo não precisa frear tanto, lembre-se que é uma corrida, quem passar na sua frente já era- eu assenti- Vamos de novo.

[...]

Thea ficou me treinando umas duas horas sério e acho que ela falou mais comigo nesse tempo do que nas últimas semanas, por mais que eram coisas sobre carro ela estava me ajudando a conseguir alguma coisa então ainda tinha esperanças.

Felicity POV

Na quarta-feira recebi uma mensagem de Oliver

Obrigado pela ideia, Thea está me treinando desde ontem acho que talvez esteja conseguindo alguma coisa.

Eu sorri, já sabia disso afinal Thea tinha me contado, mas ficava feliz por ele, não respondi a mensagem, não era preciso.

Sara e eu estávamos jogadas no sofá, não tinha nada para fazer de útil e foi quando Thea chegou sorrindo.

-Que sorriso é esse?- Sara perguntou se levantando e eu a segui

-Bom meu irmão não é tão burro como eu pensava, ele até que dirigi bem, só tem problemas nas curvas, ele desacelera muito e perde a potência.

-Normal, no começo é assim mesmo- eu digo e ela concorda se sentando no meio de nós

-Mas ele quer correr segunda-feira então precisa melhorar, hoje o levei na pista da floresta o carro deslizou várias vezes então vou treinar com ele até sexta-feira.

-Bom talvez a Felicity posso treinar com ele no sábado sabe? Pra ajudar- Sara disse, ela sabia do que tinha acontecido entre mim e ele e sabia que a ideia dele correr era minha.

-Faz sentido, assim Felicity tenta faze-lo ir bem nas curvas- eu dei de ombros como se não me importasse muito.

-Tudo bem- eu me importava e muito.

-Vocês andam se aproximando?- Sara pergunta e ela negou

-É difícil Sara, a mágoa dele é enorme- eu assenti e suspirei

-Mas Thea ele está fazendo um movimento confiando em você, entrando de vez em uma coisa ilegal, sei lá talvez você devesse no mínimo jogar conversa fora- eu disse e ela pareceu pensar por um tempo

-É pode ser- ela disse e seu telefone tocou- Sim?, ela mesma? Estão só um minuto, ela sussurrou o nome do Tommy e colocou no viva voz.

-Olá meninas- respondemos- Vou passar o recado e depois vocês avisam o Roy certo?- concordamos- Não marquem nada pra madrugada de sábado pois teremos um trabalhinho e como sabem eu só explico na hora, só estarão de volta pela manhã de domingo, preciso de todos dessa vez. Nos encontramos no começo das flores- e desligou

-Como se marcássemos compromissos sábado pela madrugada- Sara foi sarcástica.

Oliver POV

Na quinta-feira aproveitei minha hora de almoço pra treinar junto com a Thea, a pista da floresta era muito mais difícil e meu lado policial cuidadoso tomava conta.

- Oliver?- Thea me chamou depois que terminei a primeira volta- Seja sincero comigo você gosta de correr?- eu assenti

-Gosto e acredite até eu estou surpreso- era a verdade

-Sabe isso é um enorme risco pra sua profissão você está colocando em jogo o homem da lei que sempre quis ser, talvez não precise chegar as vias de fato- Ela estava preocupada comigo? Quer dizer ela tinha razão.

-Thea você pediu sinceridade então serei sincero, a verdade é que eu estou confuso com tudo isso. Eu era um bom policial e respeitava as leis aí eu me mudei e você me contou algumas verdades, então como eu posso ser um bom policial se sou um péssimo irmão? Como posso trabalhar se nesses últimos dias? As corridas têm sido meu passa tempo? Como posso prender pessoas por estarem aproveitando a vida? Quer dizer é ótimo correr eu sinto a adrenalina em mim então imagina competindo, eu estou confuso e cansado de tanto pensar- Joguei a verdade e ela sorriu de lado

-Agradeço a sinceridade e fico feliz, acho que deveria parar de pensar e só seguir a vida, faça o que achar que tiver que fazer, viva, você é um policial lá fora dentro do carro pode ser qualquer um- eu assenti sorrindo e ela balançou a cabeça, eu estava feliz por ter tido essa conversa.

POV Felicity

Sábado anoite eu tinha me arrumado para dar a aula do Oliver e fazer algo com Tommy.

-Ei- eu cumprimentei Oliver que me esperava do lado de fora do seu carro- Vamos treinar no meu, no dia pode usa-lo- eu ofereci e ele veio até e beijou o canto da minha boca, Huuuum. Entramos e ele foi dirigindo até onde tinha a marca da largada – Quero ver primeiro o que já sabe- ele assentiu e começou a correr, Thea tinha razão ele era bom, só na curva que continuava diminuindo mas fez um ótimo tempo.

-Eai?

-Deixa eu dirigir- falei e trocamos de lugares- Olha eu vou te falar o que eu faço na curva é arriscado eu sei mas eu não diminuo eu acelero e troco de marcha nela- ele me olha espantado- Vou te mostrar- Faço a volta e nas hora da curva acelero liberando a marcha o carro derrapou um pouco normal.

-Uou- ele diz quando chegamos

-Olha você pode só diminuir parcialmente, nem pisa no freio quase ou só mantém a velocidade tenta- trocamos de lugar e ele não acelerou só manteve a velocidade e fiz ele repetir uma cinco vezes até pegar o jeito- Viu?- ele sorriu

-Você foi uma ótima professora, merece um presente- eu arqueei uma sobrancelha enquanto ele tirou seu cinto e depois o meu me pegando de surpresa.


Notas Finais


Opa, será que começamos Olicity? huuuum


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...