1. Spirit Fanfics >
  2. Envolvente - Jeon Jungkook >
  3. Prólogo

História Envolvente - Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


LEIA AS NOTAS FINAIS !!

Capítulo 1 - Prólogo


Minha ganância por poder sempre foi a coluna que me mantinha de pé acima de tudo e todos, amor foi algo que nunca conheci, e eu me sentia a pessoa mais sortuda do mundo por isso. Prazer, me chamo caos, ira, e perdição.

Meu nome é Victoria pra ser mais específica, ultimamente encarregada pela exportação e venda de armamentos pesados e fazer a lavagem de dinheiro pra máfia, a qual trabalho há bastante tempo. Uma mulher jovem, rica, com grande influência em seu país, quem desconfiaria de tal disfarce? Durante o dia fazia papel de santa, à noite, poderia ser considerada a mulher do diabo fazendo trabalho sujo, e convenhamos, eu gostava disso. Se eu queria algo perfeito eu mesma fazia, nunca fui de mandar, e foi por conta disso que eu me fodi.

Era madrugada de quinta, 1:35 da noite, estava negociando com um cliente novo, entitulado chefe de uma facção vizinha, cinco rifles anzio takedown, três metralhadoras, e sete fuzis HK 416, o total? Uma grana preta pra ser mais precisa. Mal sabia eu que estava sendo vigiada há algum tempo pela polícia, e foi naquele maldito balcão abandonado, naquela maldita noite que os tiras me pegaram, infelizmente pra eles, o circo não iria pegar fogo por muito tempo.

- Primeiro a grana depois as armas. - falei autoritária pro homem parado à minha frente, aparentemente tinha minha idade.

- Então o que me falaram de você era verdade... - soprou - Que mandona.

- Mais ação menos papo, vamo logo tô com pressa. - falei cruzando os braços, ele me entregou a maleta preta fechada, a abri conferindo se as notas não eram falsas o encarando logo após, seu rosto era pura audácia, sorri ladina estendendo a mão direita após a conferência - Por aqui - nos dirigimos até a caixa de ferro parada bem ali no meio, ouvindo sua risada alta.

- Sério? Tava aqui o tempo todo?

- Deveria checar mais as coisas antes de negociar - sorri de lado - mas no seu  caso foi melhor fazer tudo certinho, sabe que se fizer alguma coisa com um mexe com o bando todo.- abri a caixa enferrujada dando a visão das mais belas armas que ele com certeza já havia visto - Meu trabalho já tá feito, foi um prazer negociar com você - estendi a mão sendo retribuída, olhei fundo em seus olhos, os mesmos pegavam fogo, um sorriso vitorioso se formou em seus lábios enquanto apertava minha mão me deixando confusa, foi quando as sirenes tocaram altas deixando claro o motivo. - Filho da puta.

Soltei sua mão da minha à procura da pistola que eu carregava na cintura, não a encontrando.

- Procurando por isso? Nem tá carregada mesmo. - soprou - É bom se render mocinha.

- Nem nos seus sonhos, babaca - corri em direção à saída dos fundos onde meu carro estava, mas antes de chegar na porta meu corpo foi de encontro ao chão, junto com o dele, desferi um soco em seu rosto, recebendo outro na mesmo moeda, o encarei com ira, ódio.

Seu peso foi retirado de cima de mim, e logo mais eu estava de pé, suas mãos me algemaram com brutalidade enquanto policiais adentravam o local.

- Deve checar mais as coisas antes de negociar, Victoria - sussurrou fazendo meu sangue ferver, quando um grito tirou minha atenção.

- Jungkook! - um coroa o cumprimentou, fazendo um sorriso surgir em meu rosto, aquele era seu nome - Meus parabéns, com certeza vai ganhar uma boa posição depois da prisão da vadia, há anos venho tentando [...]


Jungkook... eu guardaria aquele nome no mais profundo ódio que existia em mim, e o apagaria da face da terra.



Notas Finais


Eu tô começando agora então é muito importante pra mim que vocês não sejam leitores fantasmas pelo menos nesse capítulo, críticas construtivas são muito bem aceitas, me ajudem a melhorar, e digam o que não ficou bom que eu conserto, obrigada eu espero que gostem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...