1. Spirit Fanfics >
  2. Era Apenas Um Contrato (Kakasaku) >
  3. Eu...Aceito

História Era Apenas Um Contrato (Kakasaku) - Capítulo 4


Escrita por: Yasmim2712 e Lobinha_Hatake

Notas do Autor


Oi gente aqui quem fala é a Lobinha. O cap de hoje eu que escrevi. Espero que gostem e avisem qualquer erro ortográfico.

Capítulo 4 - Eu...Aceito


Fanfic / Fanfiction Era Apenas Um Contrato (Kakasaku) - Capítulo 4 - Eu...Aceito

NO OUTRO DIA  03:00 DA TARDE

eu ruia as unhas perdida em pensamentos, aquela proposta não saia da minha cabeça, eu deveria aceitar? por um lado seria ótimo ter tudo aquilo mas fico preocupada com o desenvolvimento da minha filha e se o sr.Hiruzen ficaria chateado comigo, e se...

-SAKURA! esta me ouvindo?-pergunta o senhor Hiuruzen  me tirando dos meus pensamentos, eu o olhei ainda atordoada pelos meus pensamentos.

-esta tudo bem? você que me chamou para conversar-ele fala me olhando preocupado.

-sim sim, so queria conversar sobre um assunto importante.

-e sobre o que seria?-ele pergunta.

-sobre o senhor Hatake. Ele me fez uma proposta mas não sei se devo aceitar-eu falo ainda roendo a ponta da unha com nervosismos, aquele assunto estava me corroendo.

-pelo visto esta proposta esta te deixando nervosa-ele pontua.

não tem como escapar ele me conhece muito bem

-ele quer que eu trabalhe com ele e viaje para outros paises a negócios, mas eu não sei se vou aceitar, seria muita ingratidão com o senhor. E além do mais, eu mal conheço ele.

-claro você faria muita falta, mas essa oportunidade é unica, ele é um homem bom e amigo meu de confiança de anos. Com ele você teria uma vida melhor, pense na Sarada, ela teria mais opções no futuro com tudo isso. você tambem precisa se motivar e encontrar alguém que cuide de vocês duas.

-eu não dependo de homem nenhum pra cuidar de mim e da minha filha, eu ja faço isso muito bem.

-não seja orgulhosa, você precisa de um homem. esta afogada em dívidas, Kakashi te ajudaria nisso. Não tem porque não aceitar-ele fala lendo seus papeis enquanto conversava comigo.

-eu não tenho muita confiança nele, ja viu o jeito dele? todo fechado, como eu confiaria nele, se nem mostra seu rosto, vai que ele é um bandido corrupto e ninguém sabe?

-pare de imaginar coisas e botar barreiras, se ele não fosse confialvel eu nem teria seu contato-fala o senhor Hiruzen me repreendendo.

-por favor pense pelo lado bom dessa proposta-ele pede me olhando seriamente.

-esta bem irei pensar com cuidado. Mas não prometo nada- eu falo saindo de sua sala.

pensando bem posso usar isso a meu favor, irei ficar tempo suficiente com ele para eu ter o dinheiro para pagar minhas dividas. não estou dizendo que irei aceitar, ontem ele me fez passar muita raiva, não irei aceitar tão facilmente.

eu vou em direção a copa do prédio para tomar um ar e quando entro dou de cara com Naruto e Hinata conversando, aqueles pombinhos lindos.

-desculpa atrapalhar os pombinhos, ja estou de saída-falo virando para a porta.

-não Saky você não esta atrapalhando nada, sente-se conosco-fala Hinata com sua voz kawai. não tem como negar algo para ela, agora sei porque Naruto sempre faz tudo que ela manda.

eu me viro de volta para eles com um sorriso torto e me sento junto com eles.

- como vai Saky? faz tempo que não nos falamos, ultimamente o trabalho vem ocupando do meu tempo e nem conversamos direito esses dias-ela fala sorrindo enquanto come um pão de queijo.

-nada bem-eu falo suspirando frustrada com tudo que vem acontecendo, dívidas, proposta, isso esta me cansando muito psicologicamente.

-como assim o que esta acontecendo?-ela me fita com seus perolados preocupada.

-um dia desses veio um homem, que levou um golpe na sua empresa e o senhor Hiruzen não pode ir comigo para a reunião, então tive que fazer tudo sozinha, no final ele me fez uma proposta bem inesperada-eu falo apoiando o cotovelo na mesa e a minha cabeça na minha mão.

-qual era essa proposta? fale logo sabe que não gosto de suspence-fala Naruto ja curioso pelo assunto.

-foi o tal do Hatake não é? conte-nos logo-ele fala e eu concordo.

-ele...-ouço a porta da copa se abrir e logo aparece uma loira maluca e curiosa pelo assunto.

-eu ouvi tudo, que proposta é essa testa?-ela pergunta ja se sentando a mesa.

-continuando o que eu estava falando... ele me propos acompanhar ele em negocios em outros países, ele me pagaria mas do que eu ganho atualmente, mas eu não confio nele.

-pare com isso testa! um homem daqueles não te propoem isso todo dia! você ja viu aqueles musculos? não se rejeita um homem desses!-grita a loira estérica.

eu olha para Hina que estava mais vermelha que uma pimenta, coitadinha não aguenta os comentários dessa louca.

-pare Ino esta deixando a Hina com vergonha!-eu falo a repreendendo e ela somente da de ombros.

-desculpe mas é a verdade.

-não liga para os comentários dessa louca não Hina.

-mas voltando ao assunto-fala Naruto me olhando-o que vocÊ vai fazer? ira aceitar a proposta?-ele fala curioso.

-não sei ainda, irei pensar, ainda estou com um pé atrás com essa proposta. é difícil pensar.

-não sei porque recusa, só tem beneficios para vocÊ.

-vocÊ ja viu como ele todo fechado nem conversa, como vou saber se ele não é algum bandio pilantra ou sei la oque?-eu falo desconfiada.

-sabe que os amigos do senhor Hiruzen são todos confiaveis, se eles sãoamigos de longa data, deve ser um otimo homem.

-ok ok, ja chega desse assunto, não quero mais pensar nisso-suspiro massageando minhas têmporas.

TRIIIIIIMMM TRIIIIIIIMMM

o sinal avisa que nosso intervalo acabou e nós nos levantamos, cada um indo para seu setor de trabalho.

eu suspiro me levantando e indo para minha sala.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ALGUMAS HORAS DEPOIS

saio do prédio de trabalho e sigo em direção a escola da minha filha, que era bem perto do meu trabalho, somente alguns minutos a pé.

eu atravesso a faixa de pedestre vendo varios pais saindo com seus filhos, eu entro dentro da escola vendo varias crianças de varias idades correndo pelo pátio brincando.

eu vou em direção a sala do prézinho. e vejo alguns pais saindo da sala com seus filhos, quando entro eu paraliso com a cena que vejo.

Kakashi abaixado enfrente a minha filha conversando com a mesma enquanto guardava seu material.

-o que você esta fazendo aqui?!-eu pergunto surpresa por ver a pessoa que atormentava meus pensamentos na escola da minha filha.

-olha mamãe o tio Kashi me deu um chocolate-fala minha filha empolgada balançando o doce na mão.

-olá Sakura, vim fazer uma visita e conhecer essa pequena-ele fala enquanto acaricia os cabelos de Sarada e a mesma aceitava a carícia de bom grado.

-como sabia que ela estudava aqui? só os pais podem entrar aqui para pegar os filhos.

-eu dei meus pulos-ele fala sorrindo ladino por debaixo da máscara.

-então pequena o que acha de morar com o tio?-ele pergunta para minha filha que comia seu chocolate e sorri largo

-SIMMMMMM! nó podemos mesmo tio?-ela fala empolgada, e eu fuzilo o homem a minha frente que sorria cumplices para minha filha.

-claro só depende da sua mãe-ele fala me olhando e Sarada me olha esperando ansiosa a minha resposta.

aceitar ou não aceitar?

-e então? qual sua resposta?

-eu... aceito.


Notas Finais


Oie de novo! Espero que tenham gostado do cap! Por favor comentem o que acharam e deixem o coração pra gente saber que vcs estão gostando! O próximo cap foi a Yasmim que escreveu! Bye meus amores, um beijo de Nutella!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...