1. Spirit Fanfics >
  2. Era para ser você... (Finalizado) >
  3. Capítulo 31

História Era para ser você... (Finalizado) - Capítulo 31


Escrita por:


Capítulo 31 - Capítulo 31


Fanfic / Fanfiction Era para ser você... (Finalizado) - Capítulo 31 - Capítulo 31

Narradora...

Anteriormente em era para ser você...

- Então o que você quer Juan? Ou devo te chamar de Johnny?

- Sem ironias... Soube que o fedelho Lascurain está dando em cima de você.

- O que você tem haver com isso?

- Ou você o desencoraja... Ou eu tiro nossa filha de você... E você sabe que não ameaço em vão...

- Você só pode estar de brincadeira comigo!

- Eu nunca deixei de te amar, e se estamos separados é porque devo um favor a uma pessoa... E só poderemos ficar juntos como a família que deveríamos ser se você continuar solteira....

- Você é doente...

- Você foi avisada; sorri de modo cínico - Até breve minha querida.

Ele vai embora deixando Lais de "boca aberta", ela ainda ficou um tempo na praça, então voltou para casa, e encontrou seu pai na sala bem acordado.

- Onde você estava? - Henrique tinha uma leve ideia, afinal havia ouvido nitidamente a voz do canalha, que engravidou sua filha; não me diga, eu escutei a voz daquele canalha, o que ele queria?

- A Fanny está dormindo?

- Como um anjo, pode dizer logo o que aquele idiota queria...

- Ah pai, nem te conto... Ele...

E assim Lais conta o que Juan queria, e Henrique ouve tudo cada vez mais irritado com toda aquela situação.

No dia seguinte, Fernando se acorda cedo, e recebe a visita de Sol, que veio falar com Diego, que também já estava acordado.

- Vou deixar os dois a sós...

Fernando beija o rosto de Sol e vai embora se encontrar com Ana, a doutora Gelo. Assim que ficam sozinhos Sol olha com esperança para Diego, que mal consegue disfarçar seus sentimentos por ela.

- Agora que estamos sozinhos podemos falar de nós dois?

- Não existe mais nós dois Sol... Eu não quero ser o motivo da discórdia de uma mãe e sua filha.

- A Ana aceita nosso namoro meu amor, podemos voltar a ficar juntos... A menos que você não me ame mais...

- Eu nunca vou deixar de te amar... Pelo menos enquanto viver, eu te amo Sol.

E assim ela se joga nos braços, e os dois acabam se beijando com o mesmo ímpeto da primeira vez que se beijaram...

Enquanto isso, não muito longe dali Diana sofre maus bocados nas mãos dos capangas de Isabella.

- Se... Me... Matarem... Vocês serão presos!

- Você ainda tem fôlego; diz um dos capangas enquanto lhe dá um soco no estômago - Quer dizer que não apanhou o bastante... E quanto a te matar, não se preocupe você vai sofrer muito antes de morrer; desce as calças - Agora vou te mostrar como trato uma vagabunda...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...