1. Spirit Fanfics >
  2. Era para ser você... (Finalizado) >
  3. Capítulo 66

História Era para ser você... (Finalizado) - Capítulo 66


Escrita por:


Capítulo 66 - Capítulo 66


Fanfic / Fanfiction Era para ser você... (Finalizado) - Capítulo 66 - Capítulo 66

Narradora...

Anteriormente em era par ser você...

- O veneno não estava no vinho; sorri sarcasticamente - Estava na macarronada, seria muito clichê ter envenenado sua bebida, não concorda?

- Você...

- Eu matei meus pais depois que eles me colocaram num bordel, acha mesmo que teria problemas em matar alguém que nem do meu sangue é? Não seja tola Laura...

- Você... Vai... Se arrepender disso!

- Talvez, mas não será você que me fará pagar... Afinal você está mais para lá do que para cá; se aproxima dela e a derruba no chão - E mortos não fazem mais nada... Há! Há! Há! Idiota...

Agora...

No dia seguinte Lais, apesar de preocupada com Denny, tinha de tocar sua vida, afinal ela tinha uma filha para criar, Henrique acabou conhecendo uma mulher interessante e estava mais animado, apesar de estar preocupado com Lais e com saudades de Lenin. Fanny estava com León tomando milkshake, e Lais estava se preparando para ir trabalhar.

- Tem certeza de que precisa mesmo trabalhar? Você não parece muito mal hoje.

- É que estou preocupada com o Denny, mas se não for trabalhar vou acabar enlouquecendo, mas mudando de assunto, eu soube que você está namorando...

- Marisol e eu ainda estamos nos conhecendo, temos muito em comum, a filha dela namora com uma garota, e nos conhecemos num grupo de pessoas que tenta lidar com a homofobia; sorri um pouco - Nós estamos aprendendo nesse grupo a como ser mais tolerante e não agir como estúpidos diante dos cônjuges de nossos filhos.

- Isso é ótimo pai, o Lenin vai ficar feliz quando souber...

Enquanto isso no Caribe, Gustavo prepara o café da manhã de Lenin que ainda dorme depois da noite de amor maravilhosa que tiveram, ele coloca numa bandeja algumas frutas nativas, w um copo de leite com chocolate, para que seu amado tivesse energias para nadar a tarde, e fazer amor a noite. Assim que chega no quarto Gustavo coloca a bandeja na mesinha de travesseiro e vai até Lenin, e o beija nos lábios, esse o puxa para si, e fica sobre ele.

- Trouxe seu café da manhã; diz Gustavo quase gemendo quando Lenin começou a beijar seu pescoço - Vai esfriar...

- Antes de comer qualquer coisa quero te provar... O café pode esperar...

Então volta a beijar o pescoço de Gustavo, e fazendo uma trilha de beijos por todo o seu corpo, nos braços, mamilos, os sugando, raspando seu dentes de leve neles, fazendo Gustavo se contorcer... Até chegar na parte íntima dele, ele então começa a lamber a cabeça do membro de Gustavo, as laterais, até coloca - lo por inteiro em sua boca.

- Já chega; diz Gustavo ofegante - Quero gozar dentro de você...

Então pega Lenin de jeito e inverte as posições, fazendo Lenin ficar de costas para ele, e com um estocada só entra dentro do amante, e o beija em seguida para ele não gritar, e enquanto o beija entra e sai dele freneticamente até explodir... Depois trocam de lugar até que ficam saciados e vão tomar banho, e acabam fazendo amor mais uma vez.

Enquanto isso Fernando e Angel vêem Diana ser cremada com lágrimas nos olhos, mas apesar de tristes, a vontade por justiça era muito mais forte do que essa tristeza.

- Angel eu quero justiça...

- Eu também, mas provavelmente a Isabella está com o Denny... Por isso precisamos planejar muito bem o nosso próximo passo.

- Você tem razão, mas toda essa injustiça me deixa além de indignado Angel; nisso seu celular toca e ele atende - Alô? Quem é?

- Olá Fernando; dá uma esticada no Fer - Sentiu minha falta meu amor?

- Isabella?

- Vejo que não se esqueceu de mim apesar de tudo... A questão é, eu estou com o filho da sua chefe, e se você não vier aqui nas docas amanhã as sete da noite com cem mil em dinheiro americano eu mato o garoto e mando a orelha dele para a Mamãezinha dele, entendeu Fernando?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...