1. Spirit Fanfics >
  2. Era para ser você... (Finalizado) >
  3. Capítulo 8

História Era para ser você... (Finalizado) - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction Era para ser você... (Finalizado) - Capítulo 8 - Capítulo 8

Ana

- Afinal onde está o novo babá? E o que você queria me dizer de tão importante sobre ele Denny?

- Nada mamãe; ele parecia um pouco nervoso - A questão é que ele é um excelente babá e...

- Não poderia discordar mais; olho para os meus filhos muito séria - Saindo desse jeito sem avisar este babá demonstra que não serve para tomar conta de vocês.

- Mas mãe; começa Denny - É por causa dele que a Luz está falando de novo.

- Então está me dizendo que os fonoaudiólogos que ela consultou não tem nada haver com isso; digo não acreditando no que estava ouvindo - Sinceramente Denny não o estou reconhecendo mais... De qualquer forma isso não importa, pois ao sair daqui de casa sem um aviso prévio, só demonstra o quanto o senhor Leal não tem nenhum comprometimento com este emprego.

Então encerro a discussão, mas o pior era ter de procurar outro babá.

Narradora...

Na casa de Lais...

Lais se sentia derrotada, mal acreditava no que quase lhe havia acontecido, se ela não soubesse se defender. Já era de manhã, e ela não havia tirado um cochilo sequer. Então ouviu um barulho na cozinha, era seu pai preparando os lanches que venderia na frente da faculdade particular Santa Guadalupe das Almas.

- Acordou cedo filha; vira os salgados no óleo - Ainda são quatro da manhã.

- O senhor também acordou cedo...

- Eu sempre acordo neste horário, as vezes até mais cedo; a olha com curiosidade aparente - Tudo bem com você filha?

- Sim... É que precisei acordar cedo para organizar minha agenda, só isso...

Nesse momento Fanny se levanta da cama e vai até eles e se senta no colo de sua mãe. Lais afaga os cabelos loiros da filha, algo que herdou de seu pai Henrique, assim como os olhos azuis, ela se parecia com o lado da família dela, mas mesmo assim ela tinha os lábios de seu ex.

- Mamãe posso comer um dos salgados do vovô?

- É muito cedo para comer massa; faz uma cara de pensativa - E além do mais ontem a mocinha não comeu as verduras para ter o direito de comer massas.

- Ora filha um taco dos que fiz mais cedo não vai fazer mal; Lais o olha séria - Mas se sua mãe diz para não comer é melhor obedecer...

- Pai preciso ir mais cedo para as empresas Lascurain hoje...

- Tudo bem filha...

Assim que Lais sai, Henrique entrega a neta um de seus famosos tacos, ele sabia que não era certo o que estava fazendo... Mas era a única coisa que podia dar a neta, já que não era nenhum milionário.

Fernando

Sair da casa dos Lascurain foi mais difícil do que eu pensava, mas tudo bem, eu precisava seguir em frente. Meu irmão estava saindo com uma mulher mais velha que ele, seu nome era Soledade... Mas todos nós a chamávamos de Sol. Acabei de fazer mais uma apresentação, enquanto os pombinhos namoravam. Curioso, esta mulher parecia uma cópia mais velha da doutora gelo, digo senhora Lascurain. Não tenho tempo para pensar nisso, pois Diana vem até mim, e parecia meio séria.

- Fernando chegou a hora, você está pronto?

- Nunca estive mais pronto.

- Aqui está o que você precisa; me entrega um broche onde contem uma mini câmera - Com este truque a dona Isabella finalmente pagará pelos seus crimes.

- Assim espero Diana... Assim espero...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...