1. Spirit Fanfics >
  2. Era pra ser apenas uma noite... >
  3. Capítulo 6

História Era pra ser apenas uma noite... - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Oii meus amadinhos espero que gostem do capítulo de hoje, bjinhos 😗❤️

Capítulo 7 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Era pra ser apenas uma noite... - Capítulo 7 - Capítulo 6


~• No capítulo anterior ... •~

Ban~ tá, tá, mas porque você não contou para o capitão?- colocou mais café na xícara da albina e a olhou

Elizabeth~ bom, não sei se devo falar...

Gelda~ fala, pode falar, eles são seus amigos, eles vao entender- confortou a irmã e acariciou sua costa e ela respirou fundo e olhou para os amigos

Elizabeth~ bom eu tentei ligar para ele mas...

~• Atualmente ... •~

Elizabeth~ bom eu tentei ligar para ele para avisar sobre a gravidez só que - é interrompida pela porta que é aberta pelo Zeldris e para bem em frente a escada derrubando várias malas no chão, vendo os outros fazerem o mesmo e o Meliodas fechar a porta - vocês falaram que iam ficar quanto tempo mesmo? - dava pra se perceber a raiva que a albina estava - fiz uma pergunta!

Gelda~ fala baixo Ellie, eles vai acordar! - se referiu aos gêmeos - e eu não quero passar a noite acordada com eles me pedindo para assistir Dragoni Boli - falou imitando os gêmeos tirando uma risada da prateada e pensou { mais que mulherzinha bipolar em que eu tenho como irmã em! Só falar das Pedrinhas que ela se abre toda aff} mas depois pensou { Hipócrita! Você também fica assim!} E riu do próprio pensamento

Zeldris~ vai me falar que você não gosta de madrugar com seus sobrinhos? - falou com a mão nas costas pela dor por ter carregado peso

Gelda~ sem comentários, mas tenho que concordar com a Ellie - fala olhando para as malas - para que tudo isso? Se vocês nem tinham certeza de que estávamos aqui? - levantou uma sobrancelha

Elaine~ a louca da Diane que falou que era para trazermos as nossas coisas para cá, pois tinha certeza que você estava aqui Ellie - falou do lado do Ban e o mesmo abraçou - e ela tinha razão

Diane~ eii eu tô aqui ainda sabia? - fingiu estar indignada e colocou as mãos na cintura - mas fazer oque ne? Quando se é uma boa detetive é assim mesmo - passou as mãos nos cabelos convencida e o Ban riu - tá rindo que o poste albino?

Ban~ falou a baixinha

Elizabeth~ vocês dois podem parar? Se meus grãozinhos acorda vocês que vão cuidar - falou com um olhar de dar medo

Ban/ Diane~ Sim

Diane~ mas perae pq grãozinhos? - perguntou confusa e todos (exceto Gelda e Zeldris) olharam do mesmo modo para a platinada

Elizabeth~ depois eu explico, mas agora vamos comer? Tô correndo de fome - após falar isso sua barriga roncou e todos da sala riram e quando todos estavam indo em direção a cozinha ela é puxada pelo braço

Ban~ não pense que irá escapar da nossa conversa mocinha, tenho uma coisa importante para conversar com você - falou sério como se ele fosse pai dela ela movimentou a cabeça em modo positivo e falou

Elizabeth~ certo, então quando todos forem dormir vá para a cozinha - ele assentiu e foram para cozinha pois não só ela como todos estavam famintos, só tinham tomado um cafézinho ( na verdade vários, mas isso não vem ao caso )

~• uma pequena quebra de tempo ... •~

Elizabeth~ nossa como eu 'tava' com saudade da sua comida banzinho - e deu mais uma garfada na boca

Gelda~ concordo com você Ellie

Zeldris~ não vou nem falar nada

Meliodas~ mas você já falou seu idiota - e todos da mesa começaram a rii menos Zeldris que fez uma careta

Zeldris~ Diane você poderia ter deixado ele lá, ele não precisava ter vindo!

Meliodas~ nossa assim você mágoa meu coraçãozinho - fingiu cara de choro com a mão no coração

Elizabeth~ isso você não tem - falou baixo mas ele ouviu

Meliodas~ eiii, eu ouvi isso!

Elizabeth~ isso oque? - se fez de desentendida

Meliodas~ deixa quieto - falou com a cabeça baixa e voltou a comer. O resto do jantar foi tranquilo, estava tudo um pleno silêncio, não um silêncio chato, um silêncio nescessário para todos ali, principalmente para o antigo quase casal, Meliodas e Elizabeth.

Após o Jantar terminar, todos ficaram na mesa, apreciando num pouco do silêncio que foi interrompido por Ban, contando uma de suas piadas sem graca, mas que fazia todos rirem. Gelda foi lavar a louça e Zeldris iria ajudar até Merlin pedir "gentilmente" para ele se retirar pois ela ia ajudar sua amiga, Diane e Elaine foram conversar com Elizabeth que arrumava seu quarto e se lamentava por um certo loiro ter que dormir na mesma cama que ela. Já Ban e King arrumavam o quarto onde iriam dormir de livre e espontânea vontade { só que não }  Arthur arrumava onde ia dormi e Escanor lhe ajudava, já que ele é Merlin não iriam dormir ali e sim na própria casa, sim, eles tinham uma casa ali perto. Enquanto isso, Meliodas e Zeldris estavam na varanda da casa observando o céu, mas o moreno percebeu que seu irmão estava muito pensativo, tinha quase certeza sobre o que ele tava pensando, mas achou melhor perguntar, só para ter certeza

Zeldris~ você tá pensando na Elizabeth não é?

Meliodas~ pois é, não só nela, mas também nas crianças, sabe, depois que a loirinha me perguntou se eu queria ser o seu pai, fiquei pensando se eu fosse o pai daquelas crianças, como que seria? Acho que ia ser legal ter um filho... - continuou olhando para o céu

Zeldris~ não acredito que você ainda não reparou! Mds Meliodas você é muito lerdo ou se faz!?

Meliodas~ do que que você tá falando? - perguntou confuso e finalmente olhou para seu irmão, depois de quase 1 hora aí seu lado

Zeldris~ deixa quieto, não sou eu quem vou falar, isso é assunto de vocês dois - olhou para o irmão e depois para o céu novamente

Meliodas~ de nois dois quem meu Deus?

Zeldris~ você e a Elizabeth poxa! Olha pra você e olha para aquela mini cópia sua chamada Melissa, não estranhou até o nome parecido?! - o loiro parou um pouco e depois olhou para o irmão espantado - reparou que até o cabelo dela tem duas anteninhas? Tipo, o Nicolas também tem, só que ele é mais parecido com a Ellie, mas viu a cor dos olhos de ambos? Um azul igual o da mãe e o outro verde igual o seu? Deixa de ser idiota!

Meliodas~ eles são meus filhos? - perguntou para se mesmo - sério mesmo? - agora perguntou para o irmão com um brilho nos olhos

Zeldris~ seríssimo Meliodas

Meliodas~ Caracas - falou ainda sem acreditar depois deu um sorriso de orelha a orelha, mas mudou rapidamente - porque ela não me disse nada? Ela não tinha esse direito de esconder meus filhos! - alterou um pouco a voz

Zeldris~ não vem falar nada comigo não, os filhos são de vocês, vocês que se resolvam, e também não altere a voz com a Elizabeth, você não tem esse direito! - falou já se alterando e olhando o irmão nos olhos

Meliodas~ a é? E você vai fazer o que a respeito? - meio que olhando no fundo dos olhos do irmão

Zeldris~ Faça e você verá, não tô brincando, não sei o real motivo para ela não ter te falado, mas com toda certeza ela teve um bom motivo para isso, e mais uma vez não me envolva nesse assunto de vocês, um conselho que te dou, converse com ela mas não encoste um dedo nela e nem nos filhos dela por que aí você vais e ver comigo, seja homem! - estava tentando manter a calma

Meliodas~ você está falando que eu não sou? - aumentou um pouco a voz e se levantou

Zeldris~ não disse isso, apenas lhe dei um aviso, fale baixo pois você não está na sua casa, te amo muito meu irmão, mas não concordo com suas atitudes, não preciso falar quais são não é? - continuou encarando o irmão e quando iria falar foi interrompido - Aliás, tenho quase certeza de que você veio aqui não por causa de mim ou da Gelda e sim por causa da Ellie, você ao mesmos deveria ter um pingo de vergonha na cara, está comprometido e vem atrás de outra mulher! Faça - me favor! - também já estava de pé e quando o loiro ia tentar falar de novo é interrompido mais uma vez

Escanor~ por favor, se comportem, vocês não tem mais 10 anos! Vamos nos acalmar e depois vocês conversam mas não quando as meninas estiverem aqui e tem duas crianças, então por favor , façam silêncio, vamos entrar pois está tarde e amanhã temos que ver o contrato da casa - o loiro passou sem falar nada e foi até o quarto da platinada afim de tomar um banho, já o moreno Ban o parou - Zeldris sei que não tenho o direito de interferir no relacionamento de vocês pois são irmãos, mas peço que não brigue com ele, ele era ficou sem rumo após aquele acidente e depois que ele arrumou um novo esse rumo lhe deixou sem explicações, mesmo sendo merecido, mas tem duas versões e a história é deles, então por favor, não liga para o temperamento dele! - falou como se já estivesse cansado, suspirou e esperou uma resposta do moreno

Zeldris~ eu sei Ban, só me descontrolei, eu não sou de ferro! Mas se ele machucar minha amiga de novo vou quebrar ele na porrada!

Ban~ não pense que está sozinho nessa! - riu pelo nariz e depois entrou assim que o moreno passou por si

No quarto da Elizabeth...

Elizabeth arrumava sua cama para dormir e colocava alguns travesseiros a mais pois um certo loiro iria dormir com ela, ela queria, mas ao mesmo tempo não queria. De repente, ela se pega sentada na cama pensando em seu último ano na escola, no baile e naquela noite tão boa na opinião da mesma, é uma lágrimas na cai sem a permissão dela que logo passa amão no rosto

Elizabeth~ mas porque diabos eu estou chorando? - fala para si mesma e ri por estar falando sozinha. De repente, a porta se abre e mostra uma certa pessoa que assombram seus sonhos e seus pesadelos, com uma cara não muito boa - tá tudo bem com você?

Meliodas~ na verdade não muito - rii sem ânimo passando as mãos em seus cabelos que sempre estavam bagunçados - e com a senhorita? - rii de lado ao sentar do lado da prateada que toma um sustinho pelo ato dele

Elizabeth~ não tô nada bem, vou ter que aturar uma criatura chata a noite toda - cruza os braços a baixo do peito

Meliodas~ mas a Diane já foi dormir

Elizabeth~ estou falando de você oras!

Meliodas~ de mim? Como? Logo eu que sou tão amoroso, tão legal - com o ante braço no rosto fazendo drama, mas logo se aproximando dela para dar um abraço e em milésimos de segundo, seus rostos estavam bem próximos, ao ponto de sentirem a respiração do outro e então seus lábios foram de encontro um ao outro. Ambos fecharam os olhos, estavam amando aquela sensação, sentiam saudade do gosto da boca do outro, mas ai ela lembrou, ele era comprometido e aquilo era errado e se afastou dele

Elizabeth~ sim Meliodas, você - seu coração estava a mil por tal ato, se levantou rápido e recuperou a postura - e nunca mais faça isso, está me entendendo? - estava muito vermelha

Meliodas~ porque eu não posso fazer isso con a pessoa que amo? - falou sem pensar e depois reparou no que tinha dito, se arrependeu mas não voltou atrás, na vrdd ele não sabia pq tinha dito tais palavras

Elizabeth~ não faça-me rii Meliosas, você é burro ou se faz? - suas mãos descansavam na cintura

Meliodas~ quero que fale o motivo, pq eu sinceramente não sei - levantou as mãos para o auto

Elizabeth~ você é comprometido seu idiota - falou como se fosse a coisa mais óbvia do mundo e foi aí que ele se tocou, ainda era casado com a Zanelly

Meliodas~ sente-se, precisamos conversar - ficou sério, soltou um suspiro e deu batidinhas leves na cama para que ela se sentasse

Elizabeth~ nós não temos nada para conversar

Meliodas~ é sério que você vai começar a fazer birra Elizabeth, logo agora?

Elizabeth~ eu não estou fazendo birra seu idiota! E sim, não temos nada para conversar

Meliodas~ a sério? - cruzou os braços - e aquelas duas crianças que estão no quarto ao lado? - ela abriu os olhos espantada, como que ele tinha descoberto? Mas não falou nada - vamos Elizabeth, fale alguma coisa, o gato comeu sua língua?

Elizabeth~ quem te contou? - perguntou séria

Meliodas~ isso não interessa, mais pq escondeu eles de mim? Em? Eu poderia ter visto seu nascimento, poderia ter dado uma vida boa para eles! - falou elevando a voz

Elizabeth~ fale mais baixo comigo, você não tem direito de nada! Eles estão bem sem você, aliás, eu mandei mensagens e mais mensagens, liguei MILHARES de vezes, aliás, eu e a Gelda, mas meu número estava bloqueado, caramba como você é ridiculamente ridículo! - já estava quase voando em seu pescoço

Meliodas~ mas para sua informação, eu que liguei várias e várias vezes e você me ignorava, tá bom? Você não tem moral para poder falar sobre isso! - se levantou da cama - e isso não é motivo para que você não me contasse dos meus filhos,  você é muito idiota sabia? - o silêncio se instalou naquele momento - na verdade, você fugiu sem motivo nenhum, eu e você não tínhamos nada mesmo - falou em um tom mais baixo e se jogou na cama com o braço no rosto e não viu a reação da garota

Elizabeth~ pois bem, talvez eu não tivesse motivo para fugir mesmo, só que quando você ama de uma pessoa a mais de 7 anos e ela só te ver como uma amiga, isso dói Meliodas, dói muito - ela suspirou para não chorar, mas sua voz a denunciava e o loiro se sentou pensando pq tinha falado aquelas coisas e quando ele ia falar, ela o interrompeu - e dói ainda mais quando você vê sua ex melhor amiga aos beijos com a pessoa que você, tirou a virgindade, com a pessoa que você mais conversava até um pouco mais do que com sua família - as lágrimas já não paravam de rolar pelo rosto alvo da albina e ele se culpava cada vez mais por fazê-la chorar amis uma vez

Meliodas~ Elizabeth... me desculpa... Eu... Eu... - ele não tinha palavras, aquela sena doía em seu coração, mal ele sabia que ela já tinha chorado tantas vezes por ele, que um riu ficaria em nível baixíssimo. O mesmo se levantou para ir abraça-laas mesma se afastou dele com um tapa em sua mão

Elizabeth~ não ouse tocar um dedo em mim, você é comprometido não ficaria legal para sua reputação é muito menos para a minha, já basta ser julgada por ser mãe solteira

Meliodas~ eu não tô mais com ela para a sua informação, já pedi o divórcio, só falta ela assinar - ele foi se sentar na cama se sentindo péssimo e derrotado, aquele assunto estava acabando com ele

Elizabeth~ bom, isso não me interessa *interessa sim, só não quero admitir que tô pulando de alegria* se me der licença, vou tomar meu banho e se quiser tomar o seu, me espere ou vá tomar no banheiro lá de baixo - falou enquanto pegava suas coisas para ir tomar o banho e viu ele assentir e sair cabisbaixo para o outro banheiro.

Aquela não tinha sido uma boa conversa de jeito nenhum, quando ele bateu a porta e ela se viu sozinha, se permitiu chorar mais, deixando tudo aquilo que ela estava sentindo ir com suas lágrimas. Entrou no banheiro, se despiu, por um instante olhou para seus pulsos onde tinha marcas quase invisíveis e duas marcas grossas de cortes que ela tinha feito em um momento de fraqueza, não se orgulhava delas, mas cada uma delas, significava que ela tinha vencido mais um desafio, já não era mais aquela garotinha ingênua de antes, era uma mulher forte, mesmo fazendo faculdade, estágio, cuidando de suas crianças de apenas 3 anos e trabalhando em casa durante a noite, ela conseguia fazer tudo em perfeita harmonia, mesmo chorando quase todas as noites, ela conseguia dar atenção ara seus filhos, para suas irmãs, seus cunhados e focar na faculdade era uma mulher guerreira, mas ninguem é de ferro, por isso ela aproveitava o momento do banho ou da hora de dormir para desabafar tudo, a saudade de seus amigos que tinham sido deixados para trás e ele. Elizabeth encostou as costas na parede fria e desceu chorando como naqueles filmes clichês.

Alguns instantes depois, quero dizer, 1 hora depois, ela sou do banheiro já vestida e se deparou com o loiro dormindo profundamente. Lembrou que tinha que ir dar explicações para Ban e ia saindo do quarto, mas não resistiu e deu um beijinho na testa dele, que aparentemente não sentiu pois estava dormindo, ela sorriu e susurrou

Queria que tivesse sido diferente com agente meu idiota - deu mais uma olhada e saiu do quarto. Só que ela não viu quando ele sorriu com a demonstração de afeto da prateada e de quando ela deu ênfase no MEU idiota.

Já no andar de baixo, estava um platinado de cara emburrada tomando um café recém passado esperando por sua amiga, quando já ia subir para ir dormir, viu a platinada descer com uma camisa do Boku no Hero batendo até a metade das coxas e um shortinho que só dava pra ver se ela se sentasse

Ban~ pensei que você não viria, Quase dormi aqui! - pegou uma xícara com o líquido preto e quente afastando agora que ficasse a uma polegada dos dedos da prateada que já estava sentada

Elizabeth~ me desculpe, demorei um pouco no banho e esperei o Meliodas dormir - falou colocando o açúcar na xícara

Ban~ hum, o capitão tava mesmo precisando de uma dormida e olha eu achei que você não usasse mais essas camisas de anime, logo você, futuraa médica bem exemplar, super madura - falou rindo da cara da amiga

Elizabeth~ haha muito engraçado seu chato, e sim, uso sim, esse foi um ótimo anime! Mesmo tendo acabado eu ainda assito as 4 temporadas! As crianças amam! - diz com os olhinhos brilhantes

Ban~ você e esses seus animes - falou balançando a cabeça

Elizabeth~ você está falando oque oou? 'C' acha que eu não vi sua camisa e seu chaveiro do Dragon Boll ? - ela riu da expressão do mesmo

Ban~ isso não vale! Pare de rii - esperou ela se acalmar - bom, acho que você já pode começar a me explicar porque você praticamente fugiu da gente, eu senti saudades de você sabia? Nós também poderíamos ter te apoiado poxa! - estava meio ofendido

Elizabeth~ me perdoe, sério, aconteceu muito rápido e quando eu tentei voltar a trás, já não consegui fazer nada - ela faz uma pausa, toma um gole de café e ele faz um sinal para que ela continue - bom, depois do que aconteceu naquele dia na casa do Meliodas, eu já sabia que estava grávida e iria contar para ele, só que aconteceu tudo aquilo e me senti um lixo e fiquei  com vergonha de me julgaram, então eu dormi uma noite na casa da Merlin e depois conversei com meu pai, ele me ajudou com a casa, o Zeldris e a Gelda vieram comigo, falaram que não iriam me deixar sozinha nessa, eles me aconselharam a falar para vocês, falaram que vocês não iriam me julgar por serem meus amigos, mas como eu tinha dito antes, tive vergonha de falar para vocês , mas que eu estivesse ciente de que vocês contariam  para ele e eu não queria que ele soubesse com medo dele me enxotar da vida dele, fui imatura e burra não é mesmo? - riu sem graça, bebericou o café e continuou - no começo foi difícil, fiz minha matrícula na faculdade, arranjei um emprego que me pagava bem e fui vivendo minha vida, quando eu já estava com quase 7 meses de gestação quase tive um aborto espontâneo, fiquei desesperada, eu já sabia que minha gravidez era de risco, e quando o médico disse que eu entraria em trabalho de parto e isso poderia custar minha vida ou a dos meus grãozinhos, fiquei sem chão e conversei com Gelda e com Zeldris e cheguei a conclusão de que iria falar com o Meliodas, que ele merecia saber e consequentemente vocês também saberiam pq eu já não iria mais me preocupar, só que liguei várias e várias vezes para ele, Gelda também, só que ninguém nunca atendia, até que um dia atenderam, só que uma voz feminina e eu conhecia beeem a voz daquela jararaca

Flashback On

~ Ligação On~

Alô, quem está falando?

Alô, Elizabeth o Meliodas está?

O que você quer com meu namorado? - *namorado? Ele está com ela?!*

Isso é um assunto meu e dele Zanelly, agora poderia passar para ele?

Se é assunto dele, é assunto meu também!

Deixe de ser ridícula e passe para ele

Só passo se você me falar qual é o assunto

Certo... - expliquei tudo para ela - agora você poderia passar para o Meliodas?

Eu? Passar? E acabar com as únicas chances de ter meu amorzinho só pra mim? NUNCA e já vou deixando claro, que essas crianças não apareçam na minha frente e que ele não saiba da existência delas, se não viu acabar com a existência desses seres imprestáveis! MEU filho será o primogênito dele e irá herdar tudo que é dele e vc não irá fazer nada, entendeu?

Você é um monstro sua vadia?

Você me chamou de que?

V.A.D.I.A, além de trouxa é analfabeta?

Olhe como fala comigo vampire imunda, posso acabar com sua vida em um piscar de olhos, ouça o que eu estou falando, não ligue mais para ele, você me entendeu? Não quero ver esses bastardos aqui para acabar com meu relacionamento e plano, saiba que não sou a única que quer essa nossa união, daqui a um mês deixaremos oficial nosso noivado e depois de uma ano, nosso casamento e vc não irá interferir se não seus nojentinhos nem vão nascer! ....tutututu....

~Ligação Off~

Gelda~ e aí? O que aconteceu para você estar tão vermelha?

Elizabeth~ a Zanelly me ameaçou Gelda, foi isso que aconteceu

Gelda~ não creio! Mas iae, não conseguiu falar com ele?

Elizabeth~ não e você?

Gelda~ também não, acho que me bloquearam, mas me explica direito essa estória pq eu não entendi, como assim ela te ameaçou?

Elizabeth~ eles estão juntos Gel e ....expliquei tudo.... E ela ficou chocada mas falou

Gelda~ ela não vai ter coragem de nada, é igual cachorro que late e não morde c vai ver, mas agora vamos continuar tentando...

Flashback off

Depois disso eu fui na da Gelda e nem liguei, achei bobagem da minha parte, depois de uma semana, eu consegui só que quem atendeu foi ela e não ele, só que dessa vez ela não falou nada pq ele estava perto e desligou na minha cara, bloqueou meu número. Passou-se 3 semanas e eu já estava com quase no nono mês de gestação, estava saindo da faculdade quando um carro quase me atropelou, fui salva por Zeldris que estava vindo me fazer uma surpresa e me puxou de uma vez, o carro parou um pouco na frente e depois saiu cantando pneu. Depois de me ajudarem eu e Zeldris estávamos indo buscar a Gelda, foi aí que senti meu celular vibrar com uma mensagem

"Eu te avisei Vampire, da próxima vez você morre"

Fiquei desesperada e não tentei mais, não iria colocar a vida dos meus grãozinhos em risco, então, deixei para lá, comais ou menos 15 dias que isso tinha acontecido, eu estava voltando do supermercado quando me empurram para um beco e me ameaçaram com uma arma na cabeça, sabe quem que fez isso? - olhou para ele que aparentava estar interessado e super espantado e ele negou com a cabeça - o pai dele Ban, o pai do Zeldris e do Meliodas, então foi por isso que eu não falei para vocês depois - suspirei cansada mas aliviada, eu realmente estava precisando conversar com mais alguém que não fosse o Zeldris e a Gelda

Ban~ nossa, tipo eu não, uau Ellie, desculpa por nao estar com você, mas pq ele te ameaçou? Se quem queria ficar com o capitão era a Zanelly?

Elizabeth~ não sei te dizer Ban, ele só falou alguma coisa de alimentar os negócios ou império slla, só sei que ele falou aquilo - dei de ombros

Ban~ agora mais um motivo para o capitão se separar dela - falou rosnando

Elizabeth~ aaah queria te perguntar uma coisa, isso é verdade?

Ban~ o que? Que o capitão vai se separar da Zaputa? - concordei com a cabeça - sim, é sim

Elizabeth~ pela Santa Divindade Ban, você é pior que a Diane! Kkkkkk mas porque eles vão se separar?

Ban~ acho que você tem conversar isso com ele, não tenho o direito de falar da vida dos outros

Elizabeth~ aaa vai Banzinho, nunca te pedi nada, não quero conversar com ele, ele foi grosso cmg - faço bico e ele rii -  não ria seu fofoqueiro safado! Não adianta falar que não, ainda me lembro quando fazíamos café e nos sentavamos na calçada falando das vizinhas e do pessoal da escola! Kkkkkk

Ban~ bons tempos - suspirou e riu com a sua amiga - acho que já vou subindo para dormir antes que a Elaine sinta minha falta

Elizabeth~ tá bom vai lá, boa noite meu irmãozinho - ele deu um sorriso

Ban~ boa noite maninha, aah e pense no que eu te falei! - ele nem esperou ela responder e já subiu para o quarto. Enquanto isso ele ia pensando se ela e Gelda eram suas irmãs perdidas, pq era muita coincidência. Em sua cabeça só se passava uma coisa - será que elas são ?

Na cozinha, a albina na se encontrava diferente, só que o assunto era outro

Elizabeth~ será que eu converso com ele? - se perguntava ruendo as unhas e sua atenção é atraída ao escutar alguém descendo as escadas  e ouvir

- tá fazendo o que acordada a essa hora?

Essa iria ser uma longa e torturante noite para a Elizabeth

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo, perdão por qualquer erro ortográfico, e desculpa pela demora eu estava com muita atividade e sem criatividade, mas é isso, um beijaso no kokoro de vocês ❤️😗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...