1. Spirit Fanfics >
  2. Era só pra ser apenas uma ferias de verão normal... >
  3. Capitulo 1

História Era só pra ser apenas uma ferias de verão normal... - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Vou tentar trazer um capitulo por semana talvez nos sabados mas não prometo que conseguirei trazer sempre que até para escrever apenas 1 historia é meio complicado mas vou tentar por pedidos de amigos mas espero que todos gostem caso tenha algo que não lhe agradou fala nos comentarios e tentarei mudar caso achem que tem algo que preciso melhorar só falar e darei meu melhor enfim espero que gostem e tenham uma boa leitura

Capítulo 1 - Capitulo 1


Após por as malas no carro e preparado para viajar 

7:11

-Filho não faça nada que a gente não faria ok? - minha mãe diz quando estava encostado no carro com as malas tudo prontas no porta-malas e pronto para passar as proximas 2 semanas na praia com os amigos -

-Ok ok , fica tranquila , tenho noção do certo e errado ta?? não tenho 12 anos não - falo rindo e quase apanho ali mesmo da minha mãe - tá bom , desculpa mas eu sei me cuidar

-cuidado na pista tá filho? - meu pai fala do lado da minha mãe -

-Vou ter cuidado , qualquer coisa ligo ok? Não vou enrolar muito ainda tenho que buscar os outros 2 malucos e a maluca sem muita enrola em 2 semanas estou de volta, beijos e se cuidem - falo dando um beijo na testa dos dois e já entro no carro e logo ligo o carro

-Pode deixar , manda mensagem quando chegar -

-Okay , fui - falo saindo em direção á casa do Nicholas ou como a gente chama Nick e onde Nathalia ou como eu chamo Nath ,o Guilherme, a Anna e claramente tambem o Nick estão me esperando para busca-los e irmos para a casa da praia -

Após de uns 15 minutos dirigindo chego a casa do nick e já vejo uma ruiva de costas provavelmente Nathalia que estava em frente ao portão branco que estava aberto

-Nath? - buzino e logo chamo e a mesma se vira assustada pela buzina -

-Gabriel seu viado vai matar outro de susto - ele fala irritada me fazendo cair na risada -

-OK OK desculpa se acalma - falo ainda rindo estacionando o carro com a mala pra dentro do portão - cade os corno?

-tão vindo ae - ela responde pegando as malas que estavam no chão pra por dentro do carr...

Depois de um bom tempo a gente já estavamos chegando na casa da praia da minha familia 

10:27

-Amém estamos chegando! - Guilherme fala fazendo Anna que estava encostada no travesseiro que ela trouxe , acordar assustada pelo berro lhe deixando extremamente puta -

-Guilherme agora segura o b.o - falo rindo enquando o mesmo tomava uns bons tapas da Anna e o resto só ria -

-Quem mandou dar um grito - Nath completa a frase tambem rindo -

-agora tá fudido - Nick fala rindo enquanto o amigo ainda apanhava -

-ta ta ta , desculpa - Guilherme fala com o braço todo vermelho e com muitas marcas de tapas -

-nem precisa mais ir pra praia , olha o braço - falo rindo -

-verdade , quer dar o outro braço não Guilherme - Anna fala ainda claramente irritada - 

-de forma alguma! Gabriel para o carro ae vou andando , não quero dois braços ardendo mais do que se tivesse pegado o dia inteiro de sol - ele fala sério -

-Vou para não e Anna pega leve ae , se matem depois que estivermos na casa , ah quase esqueci de falar - começo a falar mas sou interrompido -

-Ei Gabriel acho que vamos ter que estacionar pra cá mesmo ein, algum infeliz acabou de parar o carro ali em frente a casa - Nath diz ao perceber um palio branco estacionando -

-Ah então eles já chegaram - falo e eles ficam meio perdidos -

-Eles quem? - nath pergunta pondo a mão no meu ombro facilmente já que a mesma está do meu lado -

-Os Pontilli , os socios e velhos amigos dos meus pais , eles que emprestaram a casa entre aspas porque na verdade metade é da minha familia e metade deles - explico

-Ta mas porque você não disse que iamos dividir a casa? - Nick fala 

-Esqueci - falo rindo e acabo recebendo um tapa no braço da ruiva que me olhava com raiva assim como provavelmente igual ao resto que estava dentro do carro mas preferi não olhar para me certificar disso -

-Sr. Ed? - falo parando o carro ao lado do deles -

-Gabriel , como vai? rapidinho vou só abrir o portão e você entra com o carro ok? - ele fala enquanto abria o portão eletronico -

-Vou bem e fica tranquilo eu espero - ao responder vejo que a maioria que estava dentro do carro comigo estava surpresa pelo tamanho da casa , 2 andares e terraço e em frente a praia -

-Gabriel do céu você vai trazer a gente mais vezes aqui ein - após alguns segundos olhando por fora da casa , escuto Anna falar enquanto eu já estava estacionando o carro no quintal da casa -

-Vou trazer fiquem tranquilos - falo rindo enquanto já desligava o carro - mas antes da gente ver a casa vou apresentar vocês aos Pontilli - falo já fora do carro e indo em direção ao Sr.Edward e a sua Esposa a Sra. Lucy foi ai que vi alguem que não conhecia - acho que deve ser a filha deles que eles falaram algumas vezes atrás que por sinal Uau... realmente faz jus ao que falam dela , ela realmente é muito bela - penso e logo aceno para eles - Opa , como foi a viagem de vocês - falo abraçando a Sra. Lucy e apertando a mão do Sr. Edward -

-Foi boa , ah quero apresentar a minha filha aquela que sempre falo mas ainda não tinha vindo quando você passou as ferias aqui , Ei Olivia! - ele a chama e a mesma aparece de trás do carro com um mala no ombro que pelo parece pesada -

-Oi? - ela fala tentando ajeitar a mala no ombro pondo só o rosto do lado do carro - 
-vem aqui rapidinho , vamos fazer uma breve apresentação pro Senhor Gabriel e os amigos dele -

-Senhor Gabriel - falo rindo ironizando imitando ele - chama só de Gabriel que nem sempre, assim faz até parecer que sou bem sério e bem mais velho tenho apenas 18 ainda ta? - falo ainda rindo junto do pessoal enquanto a mesma que acabou de tirar uma mala do ombro vir em direção a gente rindo -

-Oi - ela fala acenando ao lado dos pais - é... então Meu nome é Olivia e estarei aqui com vocês durante um bom tempo - ela fala tentando parecer descontraida mas claramente estava meio nervosa -

-Iae , Me chamo Gabriel , Ela Nathalia - falo apontando - O Loiro com cara de Idiota ali é o Nick - falo e ele me xinga de algo que nem entendi então logo ignoro - O baixinho ali é o Guilherme e a Loira ali é a Irmã do Nick , a Anna - falo e logo eles iam acenando de acordo eu falava deles -

- Prazer - ela fala já perdendo um pouco da vergonha -

-Enfim bora entrar ? - falo ao ver que conversa morreu - bora já pegando as malas -

A maioria concorda e logo é o que fazemos pegamos todas as malas e fomos até a porta que estava aberta 

- Seu Jorge? - falo quase em um unico som junto da Sra Lucy o que fez todos ali rirem - 

-Ei Maria , alguém me chamou? - escuto provavelmente seu jorge perguntar 

-Acho que sim , eu vou lá ver - Maria a filha dele , e uma velha amiga minha que tem a mesma idade que eu .

Ela responde e escuto ela vindo enquanto a eu colocava algumas malas no chão já que tou carregando a da Anna já que estava realmente pesada -

- Ei anna da proxima vez diminui essa mala , porque tu realmente exager... - começo a falar mas logo sou interrompido após escutar ser chamado -

-Gabriel! - Quando viro Maria, Uma morena alta, muito bonita com o cabelo preso em um rabo de cavalo em minha direção estava vindo - que saudades de ti seu viado nem pra você vir mais vezes - ela fala um pouco irritada já abraçada e com o rosto praticamente colado no meu -

-Gabriel Gabriel ein - Nath e Guilherme falam assim como os outros ali com malicia no sorriso provavelmente entendendo maliciosamente mas não me importei muito porque basicamente era verdade -

-Iae , Mari desculpa... - falo abraçando ela - quer tocar o terror? - falo baixo em seu ouvido e logo ela responde com um sorriso no rosto -

-Bora , vamos sem mentiras dessa vez? - ela fala com a cabeça em meu pescoço e claramente rindo - 

-Tá , estou sob seu comando - falo rindo em seu ouvido e só aumentando cada vez mais a malicia que o pessoal que estava ali entendia a situação  -

- Vai apresentar a gente não Gabriel? - Guilherme fala fazendo a gente voltar prestar atenção nas outras pessoas na sala -

- não , tou bem safe com ela só pra mim - falo sério e fazendo os que estavam ali novamente olharem maliciosamente - mas enfim ela é Maria , filha do Seu Jorge e uma velha... não sei dizer - falo rindo 

-vamos dizer que bons amigos com uma bela amizade... bastante colorida , eu diria - ela fala rindo indo cumprimentar todos que estavam ali e que já iam perguntar como assim colorida - 

-é... talvez sim , ó vou indo falar com o seu jorge ok? - 

-Ok , ele está na cozinha , ah e hoje vai ter o especial - ela fala 

-Daqui a pouco vou levar vocês pros seus quartos beleza? - falo algo que soou meio errado mas eles entenderam corretamente então logo concordam e voltam a falar com a Maria e Olivia que estava junto mas que aparentava ainda estar timida enquanto eu ia andando pelos corredores foi visivel ver um sorriso em meu rosto enquanto seguia o corredor indo até a cozinha quando senti o otimo cheiro do especial da casa , A boa e velha Feijoada completa do restaurante, A Casa do Seu Jorge -

- Iae , Seu Jorge como vai - falo e logo o mesmo que estava de costas se virando para me abraçar 

-Vou bem , como foi a viagem?

Após Alguns minutos conversando , Ele foi pra sala ver todos que chegaram enquanto eu cuidava da comida , acabou que cada um foi pro seu quarto e não foi diferente comigo só que antes de arrumar minhas malas fui dar uma olhada no pier atrás da casa junto do meu velho violão e lembrar um pouco das férias que a maioria passei aqui e ficar conversando com Maria 

-Vamos cantar qual pra começar? - Ela diz se sentando do meu lado enquanto terminava de afinar o violão -
 


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...