História Era uma vez - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 484
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Mutilação, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ao que perdi sem nem mesmo conhecer.

- L.J. Lins

Capítulo 1 - A despedida (Parte I)


Fanfic / Fanfiction Era uma vez - Capítulo 1 - A despedida (Parte I)

Annie 

Eu nem sei o que seria brincar na chuva ou correr no jardim. Talvez eu nem saberia o que é sair do quarto ou ter um amigo. Talvez eu não saberia o que fosse de mim sem ele, Noah Thompson. Somos amigos desde criança, mesmo que nossos pais ainda nos considerem crianças. 

Hoje é mais um dia como todos os outros e... 

- Annie... - Sim, é um dia normal, como aqueles que a pessoa mais importante de sua vida grita pela janela o seu nome. 

- Já estou descendo! 

Ao descer as escadas, mal pisei no último degrau e já encontro ele lá conversando com meus pais. Sempre tão nostálgico e feliz, dessa vez eu o encontrei triste e cabisbaixo. 

- Aconteceu alguma coisa? - Perguntei assustada. 

- Querido... - falou minha mãe para meu pai com um tom de angústia. 

- Filha, eu e sua mãe conseguimos empregos ótimos em São Paulo, no qual vamos nos remunerar quase três vezes mais que aqui. E... 

- Não! Aqui é minha vida. Nasci aqui, cresci aqui e quero continuar aqui e não é a ambição de vocês por dinheiro que vai mudar isso. - Interrompi à lágrimas.  

- Mas, filha... - Os olhos de minha mãe também lacrimejaram.  - Nós sentimentos muito,  foi preciso. 

- Queremos te dar uma educação melhor e para isso vamos precisar receber um bom dinheiro.

- Noah, você vai ficar aí ouvindo isso e não vai dizer nada? - Gritei eufórica. 

Ele chorou. Só o que ele sabia fazer no momento. E eu, bom, eu apenas gritava com ele. Ir embora não se encaixava em minhas ideias centrais. O sertão significa tudo pra mim. E para mim, Noah tinha que impedir isso a todo custo. 

- Isso não pode está acontecendo! 

- Annie... - Noah fala em prantos enquanto me abraça. - Vou está com você onde você for. Eu prometo!

Naquele momento meu coração palpitou e senti como se alguém estivesse arrancando minha garganta.  A falta me consumiu,  o desespero invadiu os abismos mais profundos da minha psiquê. Realmente, isso não pode está acontecendo. 

Peguei no braço do meu amigo e saí correndo levando-o como se fosse um boneco. Cruzamos a rua sem nem se quer olhar para os lados e velozmente corri até o "fim" da cidade onde apenas se encontrava uma serra rodeada de árvores secas e um caminho largo e vazio com imensas ladeiras. No alto das ladeiras havia um aglomerado  de pedras correspondendo a uma altitude de quinhentos metros, lá era o meu lugar favorito de gritar e colocar minha dor plantada abaixo das nuvens perante uma natureza consoladora. Infelizmente, esse não era dos momentos em que a natureza iria me consolar, iria me entristecer cada vez mais, lembrando a me mesma que eu iria para outro lugar e, que tudo o que tenho vai ficar para trás como se nem se quer houvesse existido. 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...