História Era uma vez... KLAROLINE - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Caroline Forbes, Klaus Mikaelson
Tags Klaroline
Visualizações 128
Palavras 1.593
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei gente e como prometido estou postando esse capítulo e mas tarde postarei outro.
Esse capítulo foi incrível escrever amei faze-lo espero que gostem dele.
Até as notas finais.

e Beijinho no ar

Capítulo 6 - O GRANDE BAILE PART 2


Fanfic / Fanfiction Era uma vez... KLAROLINE - Capítulo 6 - O GRANDE BAILE PART 2

-Sim, afinal não vou ter escolha em me casar com você e o que seria uma dança perto disso?

-Fala como se eu tivesse escolha; de escolher com quem irei casar.

-Mas você diferente de mim pode até gosta da escolha que nossos pais fizeram.

-E você fala isso baseada em quer?

-No fato de sempre que nos vimos você me agarrar.

-Isso não quer dizer que quero me casar com você, pode dizer que só quero te levar pra cama.

-Isso são falas de um príncipe? Como pode achar que sou mulher só de uma noite.

-Simples pelo fato de nosso primeiro encontro você já retribuir ao meu beijo, e como você disse que já tinha recebido beijo melhor que o meu, me mostra que tipo de mulher você é.

-Pensei que você havia dito que tinha impressão que era meu primeiro beijo.

-Sim e agora me confirmou minha dúvida, que tinha razão, mas fica a pergunta por que você mentiu pra mim?

-Não disse em momento algum que tinha mentido.

-Então prefere ser a vadia que beija todo mundo, do que admitir que está gostando de mim e que aquele foi seu primeiro beijo?

-Vamos esquecer esse assunto e vamos terminar essa dança.

-Pois não.

Continuamos a dançar aquela música e um monte de gente parou de fazer o que estava fazendo pra nos ver dançar. Estava me sentindo leve e feliz por a ter em meus braços. Porque ela tinha que ser tão confusa e teimosa? Eu faria ela admiti que gostava de mim, pois isso vai me dá muito prazer. Terminamos a nossa dança e a puxei pra o o jardim pra ficarmos a sos, e lá lhe roubar outro beijo. De inicio ela parecia relutante em ir pra lá mas sendo mas forte a levei mesmo assim.

-O que você pensa que tá fazendo?

-Estou te levando pro jardim pra conversarmos. Precisamos disso, nos conhecer já que vamos nos casar e não temos a escolha de não fazermos isso.

-Tá certo, mas você fala como se não tivesse adorando o fato de eu ser sua noiva.

-Você tem razão estou adorando isso, e diferente de você eu admito que sinto algo quando estou com você, só não sei ainda o que é isso.

POV CAROLINE

Nesse momento fiquei sem saber o que dizer, e de demonstrar que estava feliz pelo fato de ele demonstrar que queria ficar comigo.

-Acabei de lhe  dizer que me sinto e você fica aí calada?

-Me desculpa, mas isso me deixou sem fala, simplesmente não sei o que fala.

-E bom saber que meus sentimentos tiram as palavras da sua boca, demonstra que você pode sentir o mesmo por mim.

-Não irei discutir sobre isso com você.

Nos sentamos em um banco e ele continuou a falar.

-Por que é tão difícil fazer você admiti, que senti o mesmo?

-Por que se eu admiti você para de fazer o que tá fazendo.

-O que você disse?

-Ihhh falei de mas.

Eu tinha que abri minha boca e fala isso e agora o que farei? Caroline não olha nos olhos deles, se você olha não irá resistir, foda-se, olho pra seus os e ele está encarando minha boca.

POV AUTORA

Os dois ficaram se olhando por um tempo e do castelos Rebekah, Liliane, Damon e Stefan estavam observandoo que os dois estavam fazendo.

-E ai o que vocês acham vai sair o beijo? Disse Rebekah.

-Não sei, mas acho que sim. Disse Stefan

-Também acho. Os dois  ficam provocando um ao outro e isso acaba em beijo.

-Nossa Damon, fala de um jeito como se já tivesse acontecido com você.

-E já.

-E quem foi?

-Alguém que amo, mas que está noiva de outro e irá casar.

Eles estavam ainda discutindo sobre o assunto, Klaus observando que olhavam pra ele puxou Caroline pra um canto por dentro do jardim que era mas fechado e aonde não veriam o que eles fariam, lhe encostou em uma árvore, olhou em seus olhos e encostou seus lábios.

POV REBEKAH

Enquanto discutíamos, notei que Klaus tinha puxado Caroline pra um canto mas escondido. Irmãozinho você é esperto.

-Vocês falaram tão alto que meu irmão notou que estávamos olhando e saiu, agora não saberemos o que vai rolar.

-Como assim, eles estão a... E antes que Damon terminasse de falar ele notou que os mesmo havia saído de lá. –Só espero que ele não se aproveite dela.

-Isso é uma coisa bem fácil já que o Nik sempre conseguir isso das mulheres, mas com ela eu não me preocupo tanto já que com ela ele não terá a chance de só usar, pois casará com ela querendo ou não.

-Eu ouso dizer que com ela, ele quer sim. Disse o Stefan, olhei pra ele e sorrir e ele sorrio pra mim.

 

POV KLAUS

Após tocar nossos lábios sentir que a mesma abriu passagem pra minha língua, intensifiquei mas o beijo, puxei ela mas pra perto de mim passando a minha mão por sua cintura e a segurando com força, sentir quando ela colocou sua mãos em meu pescoço e subindo pra meus cabelos, estava quase perdendo o controle e a tomando ela ali mesmo pra mim, mas alguém pigarrou.

-Ham, ham.

Soltei Caroline abruptamente e olhei pra trás de mim e vi os pais de Caroline. Fiquei sem ação por ter cido pego no flagra, tipo quando se é criança e ver um bolo com uma cobertura e passa o dedo e alguém o  pega e da aquela bronca, era assim que estava me sentindo nesse momento olhei pra Caroline e notei que ela estava do mesmo jeito. Olhei de lado e falei.

-Desculpa? Meio tímido.

-Vejo que estão se dando muito bem. Disse o rei, não conseguia olha pra ele, mas tomei coragem e falei.

-Sim vossa majestade , sua filha é linda e forma como expõe sua paixão pelo nosso reino é tão grande que não resiste e a beijei.

-Notei isso, pela forma como engolia a boca dela.

A rainha e Caroline começaram a tossir como se estivessem engasgada. Fui ao auxilio dela e o rei da rainha.

-Tá bem Love.

-Estou sim. Por favor me tira daqui?

-Tá certo, Love.

-Agora vossas majestade me deem licença que levarei minha linda noiva pra dançar.

-Pois não Príncipe Niklaus, viemos até aqui exatamente pra informar que iremos anunciar o noivado de vocês.

Dei um sorriso de lado pra eles e acompanhei Caroline pra fora do jardim e no meio do caminho comecei a conversar baixinho com ela já que eles estavam perto da gente.

-Acho que não vou consegui, olhar pra seus pais por um bom tempo.

-Quem dirá eu, ser pega no flagra.

Começamos a ri da situação e  fomos pra junto de nossos irmãos e como sempre, Rebekah foi a primeira que falou.

-Que cara gente, estão com a cara de que comeram o bolo  antes da festa e foram pegos com a boca na botija.

Os irmão Salvatore começaram a ri da situação pois viram que os pais de Caroline tinham ido em direção da aonde tínhamos ido.

-Calem-se vocês já tá difícil encarar meus futuros sogros.

Todos riram do meu comentário.

-Me diz Nik como é ser pego pelos pais da noiva beijando ela.

-Não foi muito agradável, e piorou um pouco quando rei disse que eu estava engolindo a boca da filha dele.

Todos riram e Caroline deu um tapa no meu braço e ficou toda corada, o que me deixou um pouco excitado de ver que ela corou com meu comentários, meus pais juntamente com os pais delas chamaram a atenção de todos, e começaram a fala.

-Hoje é um dia de grande alegria, pois comemoramos o fato de nossa filha Caroline Forbes ter voltado pra nossos braços. Disse o Rei Bill Forbes.

-Mas também é um baile que também comemorar a partida dela, não pra um lugar que não iremos a vê-la, e sim para constituir sua família ao lado de seu marido. Comentou a rainha e chamou meus pais pra onde a mesma estava  com rei e o pai dela falou.

-Rei Mikael E Rainha Esther Mikaelson, hoje lhe entrego minha filha Caroline Forbes pra ser desposada por seu filho Niklaus Mikaelson, e gostaria de chamar os dois aqui a frente pra presta as formalidades de colocar as alianças e dançarem a valsa dos noivos.

-Obrigado Rei e amigo Bill Forbes e garanto que meu filho a fará muito feliz. Meu pai me chamou e fui junto com Caroline pra aonde eles estavam e tirei um anel de ouro branco com um rubi cravado   no meio de brilhante neles, e por incrível que pareça eu tinha mandado fazer pra ela mesmo mas como ela havia sumido, tinha decidido que daria pra minha futura esposa, coloquei nos dedos dela e meu pai me entregou a aliança pra colocarmos um no outro. Meu coração estava pulando de tanta felicidade. Uma pessoa no meio dos convidados gritou.

-Viva os noivos. E todos gritaram. –Viva.

Todos receberam champanhe e brindamos, fiquei olhando nos olhos de Caroline e a levei pro meio do salão, e quando a música começou eu e ela começamos a dançar e todos ficaram ao redor nos observando, falei em seu ouvido.

-Estou feliz que seja minha noiva.

-Por incrível que pareça, também estou, e a propósito amei o  anel.

-Você pode não acreditar, mas mandei fazer pra você, mas você sumiu ai decidir dar pra quem seria minha esposa e agradeço por você e ela ser a mesma pessoa.


Notas Finais


E ai gente gostaram desse capítulo?
Ai que fofo o Klaus disse que gostava dela.
E os sogros os pegaram no maior beijão o que acharam.
E sim quem será o amor do Damon?
Vou indo até mas tarde e

beijinhos no ar :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...