1. Spirit Fanfics >
  2. Era uma vez,eu e você >
  3. Cap 10-As coisas estão como nunca

História Era uma vez,eu e você - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


não tive tempo de editar e nem achar uma capa boa,boa leitura -´u`-

Capítulo 10 - Cap 10-As coisas estão como nunca


 

Após tomarem café da manhã,Dipper trocou algumas de suas peças de roupas que estavam molhadas depois de "brincar" wendy e eles foram para o estábulo,o lugar era muito grande e com bastante verde,muito bonito.Quando chegaram perto dos cavalos,Bill relutou
-Han...Pinetree,acho melhor só você andar
-Porqueeeee (╯︵╰,)
-Sei lá,olha o jeito que esse bicho me olha
-Ai é impressão sua,ele é uma gracinha
Dipper pegou um cavalo negro e um cor de chocolate
-vem cá Bill
Bill foi até ele,e o menor disse pra ele subir,resistiu um pouco e por fim aceitou
-Ai é alto aqui neh ....
-Um pouco,olha só,segura aqui e me espera que eu vou montar no meu.
Enquanto Dipper arrumava o arreio pro seu corcel,um gato rajado escuro entra no estábulo,o felino olha desconfiado para os meninos e decide (por um motivo que eu não sei mas os gatos tem essa mania de voar em tudo que vê)sorrateiramente,pular em sima do colo de Bill,mas não alcança e acaba esbarrando na lateral do corpo do cavalo,cravando suas pequenas garras no couro do animal,que se assusta e desembesta a correr,deixando apenas Dipper e seu cavalo,totalmente confuso,mas começou a se apressar em ir atrás do loiro que quase caia de sua montaria desorientada
-BILL EU FALEI PRA VOCÊ ESPERAR
-QUEM NÃO ESPEROU FOI ESSA BESTA AQUI
-BILL FICA CALMO
-SÓ FALTA ESSE CAVALO VIRAR DOS AVESSO COMIGO EM SIMA E VOCÊ QUER QUE EU FIQUE CALMO?
-EU TÔ CHEGANDO AÍ ,porque diabos isso sempre acontece?
Disse Dipper,e corre pra socorrer o demônio.
*Depois de Dipper conseguir acalmar o cavalo de Bill
Os dois meninos ainda estavam no estábulo,Dipper estava cuidando de alguns ralados de Bill,o mesmo praguejava furiosamente
-o que deu naquele animal?
-ele deve ter se assustado com alguma coisa
-ha é mesmo,o gato
-que gato?
-o que pulou em cima de mim quando te esperava
-ta explicado,nem foi culpa do cavalo e você me mando o coitado lá pra puta que pariu?
-eu mandei ele pra Reverse Falls,onde um dos meus irmãos mora,eu acho,e nem reclama,já trouce-o de volta
-mas imagina só o que ele deve ter passado?tadinho
-quadrúpede estúpido
-dobra a sua língua pra falar dos animais porque você é um demônio
-nha -_-
Dipper terminou de enrolar as bandagens e eles seguiram de volta pra casa,quando chegaram se depararam com um som alto,luzes coloridas vindo da piscina,uma gritaria ensurdecedora,Bill e Dipper se entre olharam,meio que já sabiam o que os esperava.

Pov Dipper

entramos,e nos deparamos com a tão falada festa da Mabel,parecia que ela tinha convidado todo mundo de Gravity Falls,e eu teria me perdido rapidamente de Bill se não tivéssemos de mãos dadas,era só pra gente não se separar,mas ele tinha que tirar um casquinha disso

-eeei,lindeza o que acha de eu te levar pra pista?
Perguntou um garoto de cabelos negros que caiam de forma charmosa sobre os olhos que também era de um negro profundo,ele tinha dentes tão brancos que destacavam no vermelho de sua língua e lábios,tomados pela cor do drink que bebia,que eu chuto ser vinho,ele usava uma regata preta com uma calça de moletom cinza e um tênis preto,era visível seu corpo bem definido por cima da roupa,realmente,encantador,mas eu tenho meu próprio Deus grego......
-eu e a essa lindeza aqui,temos o que fazer,passar bem
Disse Bill,calmamente,mas eu sei que por dentro ele queria abrir o estômago daquele cara e faze-lo engolir seus próprios órgãos,o menino piscou pra mim
-depois a gente se fala gracinha
-vamos Dipper
Atravessamos a piscina,sem nem conseguir ver nada direito,passamos pela porta da cozinha a sala e por fim subimos as escadas,pelo amor de deus,onde eu olhava tinha gente,se pegando,dançando,conversando,bebendo,até fumando narguile. Entramos no quarto e fechamos a porta,abafando a música alta
-muito bem,quem vai tomar banho primeiro?
perguntou Bill,como assim quem vai tomar banho primeiro?ele ta achando que eu vou descer lá embaixo?
-como assim ? não vou participar daquele inferno,você que vá,eu fico
-lembra?você disse que ia!
-mas Biiilll
-sem mas,vai você tomar banho primeiro,pra não ter perigo de você fugir
-ta bom --____--*
*Depois de ambos tomarem banho

Pov Bill

Depois que tomamos banho,Pinetree disse que ele queria escolher a própria roupa,então cá estou ,já pronto,com uma calça jeans azul escuro que marcava um pouco algumas partes,principalmente meu membro (hue) também vestia meu famoso hall star preto,uma regata amarela claro ,meu peitoral era visível por sima do fino tecido,uma jaqueta de couro preta, e um colar com cruz,quis ironizar com o fato de ser um demônio e estar usando uma cruz de prata,eu havia passado um perfume que tinha um aroma bem marcante,não chegava a ser forte,era dominante e atraente,também gosto de usar roupas escuras,destaca bem os meu olhos e cabelos dourados.Eu e Dipper combinamos de cada um se trocar em um cômodo,ele no banheiro e eu no quarto,e eu não sei o que esse menino tá aprontando lá dentro que NÃO SAI MAIS!
-Ô Dipper,MORREU AÍ DENTRO?
-tô quase!
-quase morrendo?
-quase SAINDO
-ata
Esperei mas dez minutos,eu estava quase arrebentando a porra daquela porta
-pronto!
-Deus ouviu minhas preces!
-que Deus o que,a Divindade já largo mão de você faz tempo
-só saí logo desse banheiro,seu nanico
-nha,calma,
Então ele abriu a porta

 

 

 

E naquele momento eu quase podia ter febre de tão quente que estava

Ele vestia uma calça jeans azul claro rasgada bem colada,dando um contorno especial as suas coxas e a sua bunda que eu tanto quero,ele usava um free day igual ao meu na primeira vez que nos vimos,e a parte cima era tão boa quanto o resto,primeiro ele usava uma camiseta preta de manga curta sem nenhuma estampa,mas a gola era especialmente larga,quase de ombro,como se convidasse meus olhos pra ver mais, por baixo desta,ele deveria estar usando uma camiseta de rendas,pois delicadas rendinhas cobriam seus braços,ao todo dando destaque espetacular a sua pele branca de porcelana,e eu não sei com que coragem,mas ele usava uma gargantilha no pescoço,destacando mais ainda a pele exposta,seus olhos tinham um contorno negro,lápis de olho,seu lábios brilhavam rosados,e eu podia sentir o aroma doce de cereja vindo dele

 

suspiro,tentando não desmaiar,e esfriar o calor que se instalou em meu corpo,ele sorriu convencido,mas eu também pude ler seus pensamentos impuros em relação a mim,por mais que ele não quisesse,algumas coisas vinham a sua mente,de modo inevitável.
-E então...?
Perguntou ele,levemente corado,acho que ele queria se demonstrar confiante
-Só não te devoro porque não quero acabar com essa visão tão cedo.Quanto a mim,não precisa dizer nada,sei que não gosta que eu faça isso,mas só lendo seus pensamentos sei o que acha de mim de verdade,e os resultados são tão satisfatórios
Falei maliciosamente pra minha dama da noite
-Você precisa parar de entrar na minha cabeça
-enquanto eu estiver em seus pensamentos,jamais meu amor
-você não está nos meus pensamentos e eu não sou seu amor!
-vamos descer?
-não ignore o que eu disse!
-tudo bem amor
-BILL
-tá parei kkkkk,gostei da gargantilha
-sério?eu tive que ter muito coragem par coloca-la,assim como as rendas nos meus braços,achei que você não tinha notado....
-eu noto cada detalhe seu,desde todo seu corpo até o último som audível que sai dessa boca.
-o-oobrigada por notar...
-Eu só espero que você não chame muita atenção,não é?ninguém flerta com você alem de mim

narradora*

Eles param no topo da escada,sentiram o baque da música dentro de seus peitos,sorriram um pro outro,e sem nenhuma palavra,houve um diálogo de olhares,e ambos prometeram que aproveitariam a companhia um do outro como nunca naquela noite(nem imaginam o quanto TwT)


Notas Finais


Bay❁

´•u•`


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...