1. Spirit Fanfics >
  2. Era você - (Imagine Jeon Jungkook - Mistério) >
  3. Lembrança e confusão!

História Era você - (Imagine Jeon Jungkook - Mistério) - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Opam! Mais dois gêneros: Hentai e tortura. Inhahá! No próximo momento de "amor" da ____ e jeongguk, eu irei fazer até os mínimos detalhes. Dessa vez( cap anterior) foi só a insinuação do ato.

Boa leitura!

Capítulo 21 - Lembrança e confusão!


Fanfic / Fanfiction Era você - (Imagine Jeon Jungkook - Mistério) - Capítulo 21 - Lembrança e confusão!

Acordo sentindo minhas mãos doerem, minha cabeça latejar e minhas pernas fracas. Abro os olhos lentamente visualizando um local diferente, não era meu quarto, mas era uma floresta. Olho ao meu redor apenas vendo árvores grandes, gramas, plantas estranhamente diferentes das que eu conheço.

-o que...? - me pergunto enquanto me levanto. -jeongguk? - continuo olhando ao redor. Escuto barulho de água não muito longe.

Vou calmamente em direção do som desviando- me das árvores e de outros obstáculos. Ao chegar onde eu queria escuto risadas. Saio dentre as plantas procurando com os olhos pelo dono da risada, talvez seja uma mulher. Não tenho certeza.

- você vai procurar ela? - uma voz masculina se faz presente. - não acredito nisso. Jeongguk , você é maluco ,cara. - fico surpresa com o nome pronunciado. 

Meu coração acelera e minha curiosidade aumenta. Me aproximo um pouco das vozes vendo quatro garotos na beira do rio. Dois deles estavam na água, e os outros dois fora, de todos apenas um estava com camisa.

- para com isso, jimin. - reconheço a voz e fico surpresa ao ouvi-la. Olho o dono da voz saindo da água indo até o jeongguk.- você está botando lenha na fogueira. Se é isso que você quer, jeongguk, vai atrás e persista até conseguir encontrá-la. Não se preocupe, se você quiser que eu vá também ,eu irei. Seu amigo Taehyung é muito fiel a você. - O rapaz que agora já sei quem é põe a mão num dos ombros de jeongguk.

-como assim...? - após eu proferir a pergunta ponho uma das mãos na boca. Aonde eu tô? Penso comigo mesma.

- oh! Olha isso ,Taehyung! Um peixe! - o rapaz que havia ficado na água grita sorrindo. Não sei porque, mas acho que já vi esse garoto. De qualquer forma ele é lindo!

- sério, hoseok? - Taehyung volta pra água enquanto os outros rapazes o observa.

- caramba, hoje o sol está ótimo, não é mesmo , rapazes? - uma nova voz é ouvida. Olho rápidamente para o dono. É lindo!

- Que bom que veio ,jin. - o tal jimin diz levantando- se da pedra que estava assentado.

- sim, e eu não vim só. - jin chega até jeongguk e jimin pondo uma cesta no chão. - namjoon e yoongi também vieram. Namjoon!! - o rapaz grita. 

- tô aqui! - o possível namjoon se pronuncia segurando duas caixas grandes. Lindo!

- cadê o yoongi? - jin pergunta ao namjoon que levanta os ombros em forma de negar saber. - se aquele garoto estiver dormindo no carro...- jin parece se estressar.

- é normal ele querer dormir, jin. - jimin fala sorrindo. Lindo!

- galera! O que é aquilo?! - hoseok grita da água atraindo a atenção de todos, inclusive a minha. Olho na direção em que o rapaz olha assustado, e eu também fico. Era uma onda, mas não uma onda normal, até porque isso aqui é um rio, não o oceano. Era uma onda preta, e... Não parecia ser água,mas  a água do rio também estava ficando preta o que fez Taehyung e hoseok saírem correndo do rio.

- que porra é essa?! - jimin pergunta assustado.

- vamos embora! - namjoon diz. - deixem as coisas aí! Essa porcaria vai consumir tudo que tocar ou aqueles que ingerirem dela. - namjoon parece ser líder pelo seu jeito de agir e falar.

- droga... E eu? - olho em direção da fumaça que se aproxima, vejo algumas árvores caírem quando a fumaça passa por elas. Olho os meninos pegarem suas roupas e saírem do local apressados.

Adentro novamente a floresta correndo por ela até o lugar em que acordei. Olho para trás vendo algumas árvores inclinarem- se para frente logo caindo. 

- o que eu faço? Isso é real? - continuo correndo até tropeçar em uma raíz. - ah, não.- me solto voltando rapidamente a correr. Porque jeongguk e Taehyung estavam com aqueles caras? Quem são eles? Que lugar é esse? O que é essa onda?

- _______!! - escuto alguém me chamar,então paro de correr brutalmente. - _______!! Acorda!! - arregalo os olhos ao ouvir tais palavras.

- " Acorda"...? Isso aqui é um pesadelo? - dou um soco em meu rosto, sinto a dor, mas continuo no mesmo lugar. - se isso aqui é um pesadelo, porque eu não acordo?! - grito. - acorda!!acorda!!- continuo gritando. - por favor...acorda...- sinto as lágrimas escorrerem por minhas bochechas, fecho os olhos.

- _______!! 

Abro meus olhos rapidamente empurrando tudo a minha frente, e esse "tudo" era o jeongguk. Em um pulo me levanto da cama.

- hã? Vo... você... - olho jeongguk assustada. - mas você estava...

- você me viu? - jeongguk se levanta da cama. - o que você viu?

- o que foi que eu vi? - ponho a mão no meu peito esquerdo sentindo o tecido de meu sutiã. Ah! Me lembrei agora que eu e jeongguk transamos na noite passada. Foi bom demais! Arregalo os olhos com tal pensamento. - droga... Como posso pensar numa coisa dessas agora...?

- o que você pensou? - jeongguk pergunta se aproximando de mim com uma expressão neutra.

- nada não. - jeongguk pressiona seu corpo contra o meu me prendendo na parede. - eu...-  dou um leve empurrão em jeongguk e vou para a sala.

- _______, que lembrança minha você viu? - jeongguk vem atrás de mim.

- "lembrança"? Então aquilo não foi um pesadelo?

- _______, a gente transou. Querendo ou não nos tornamos um só, o que significa que você conseguiu ver uma lembrança minha e eu uma sua. - jeongguk se senta no sofá enquanto eu o observo. - não sou uma...- jeongguk parece tomar coragem. - uma pessoa normal.

- o que você é? Algum tipo de alienígena? - falo em tom de deboche. Jeongguk me olha sério.

- não. Eu sou... - jeongguk é interrompido por batidas na porta. - vai se vestir. - o rapaz ordena indo abrir a porta.

Vou para o quarto procurando algo para vestir. Ao achar um vestido não tão curto e vesti- lo ,vou em direção da sala.

- Você conseguiu? - Ouço uma voz familiar. Paro no meio do caminho.

- consegui. Droga, Eu não queria isso...- jeongguk diz.

- calma, jeongguk. Ela já viu alguma lembrança sua? -  reconheço a voz. É Taehyung!

- parece que sim. - jeongguk parece preocupado.

- jin me ligou hoje. - Taehyung avisa. "jin"? Oi? Então o que eu vi aconteceu de verdade mesmo?!

- o que ele disse? - jeongguk pergunta curioso.

- A disputa pelo poder vai começar logo. Parece que o selo para manter o poder se rompeu.- Taehyung diz preocupado.

- Será que ela viu a onda? Droga!  - jeongguk faz uma pergunta nada haver com o que Taehyung disse.

- de tantas lembranças ela foi ver essa? - Taehyung pergunta entre risos por sua notícia ter sido ignorada.

- você deveria ficar preocupado com isso, poxa. - jeongguk suspira.

- mas me diz. - Taehyung sorri. - ela se apaixonou por você e você por ela? Vocês se beijaram? Ou... Passaram a noite juntos?

- isso não te diz respeito. - jeongguk parece envergonhado.

- Taehyung? Então você voltou?  apareço na sala sorrindo. - enfim, isso não importa. - olho jeongguk séria. - o que importa é o que eu vi! - grito. - seu idiota!! Você só queria compartilhar essa porra de lembranças!!?? - tiro minha chinela e jogo na cara de jeongguk que não desvia. 

- prima...- interrompo Taehyung com um " Prima seu cu!"

- jeongguk...o que tá acontecendo? - pergunto séria. Pelo menos quando eu transei com jeongguk foi porque eu quis, e não porque jeongguk mandou. Jeongguk se levanta rapidamente parecendo assustado.

- jeongguk...- Taehyung diz preocupado parecendo saber o que havia acontecido com jeongguk. - Prima, vem comigo, a gente vai pra um lugar , ok? - O rapaz segura meu braço direito.

- Não! - puxo meu braço. - porque isso agora? Tão do nada? 

- ______, vem comigo. - Taehyung tenta se aproximar, mas eu me afasto. Olho jeongguk que se encontra na sacada observando algo. Nem vi quando ele foi pra lá.

- leva ela. - jeongguk ordena a Taehyung. - está se aproximando. Porque eles atacariam a gente aqui? 

- vem logo. - Taehyung me pega nos braços. - a gente precisa ir. 

- o que? Mas porque? - Saímos do meu apartamento indo em direção das escadas. - me solta!!- grito dando um murro no rosto de Taehyung, e o rapaz dá um passo para trás ainda me segurando, mas diz algo como " estão compartilhando a força também?"

Escuto uma explosão de onde Taehyung e eu acabamos de sair, então olho rápidamente para meu apartamento vendo apenas ruínas e uma grande nuvem de poeira. Taehyung olha para trás sério. Porque só o meu apartamento foi atingido? Ah, não! Jeongguk!

- Tae...o jeongguk tá lá. me solta!! Jeongguk!!- grito e me debato nos braços de meu primo.

- para! Cala a boca! - Taehyung ordena indo até as escadas apressado, mas não me impede de ficar preocupada. - jeongguk está bem! Ele não morre tão facilmente! 

- mas que porra tá acontecendo nessa caralha??!! - grito fazendo Taehyung rir.

-  Somos de raça, prima. Não somos como vocês humanos. - Saímos do prédio após descer as escadas. Taehyung atravessa a rua e me joga dentro de um carro preto. - desculpa, foi necessário.

- ai... tá né...- me ajeito num dos bancos de trás. Taehyung dá partida no carro após adentrar o mesmo.

Não sei o que está acontecendo, Taehyung não parece mais ser aquele jovem rapaz de quinze anos , tímido, gentil e... Verdadeiro. Agora eu percebi que Taehyung não pareceu surpreso ao ver jeongguk em meu apartamento, achei que ele não sabia... Se bem que Taehyung também apareceu na tal lembrança de jeongguk, e não parece ter sido de agora. Então... Taehyung e jeongguk já se conheciam? Meus pensamentos são interrompidos por um baque no capô do carro e uma forte freada.

- o que... - paro de falar ao ver jeongguk jogado no capô do carro em que eu e Taehyung nos encontramos dentro. - jeongguk... - paro de falar ao ver o jovem sorrir.

- Jeongguk!! Levanta, cara!!- Taehyung grita de dentro do carro sorrindo. Vejo jeongguk se mexer um pouco, logo sentando- se no capô do carro. - aê caralho!! Vai lá!! - jeongguk desce do carro e seu olhar encontra o meu.

- jeong...-  sou interrompida por uma rajada de sangue no lado direito do carro onde eu me encontrava, as janelas estavam fechadas o que foi minha sorte. 

- Droga... cadê o yoongi? Filho da mãe!- Taehyung volta a dirigir. 

- a gente só tem quinze anos... e... - meus olhos estão fixados em Taehyung. - aquele sangue era do jeongguk?

- não. - Taehyung acelera. - e não temos quinze anos. - o teto do carro amassa, causando um barulho alto mesmo os danos não sendo grandes.

- Ah! - me assusto. - o que foi isso? - olho Taehyung que está sorrindo. - porque está sorrindo?

- é o seu amado. - Taehyung diz na brincadeira, mas entendo o que ele quer dizer. Pelo menos o jeongguk está bem.

É tudo uma loucura, tô completamente "bugada", mas eu tenho certeza que tudo irá se resolver. Jeongguk vai me contar toda a verdade por trás disso. Tenho muitas perguntas, e irei ter todas as respostas necessárias. Eu até que gostei dessa maluquice toda.





Notas Finais


Mano, até eu achei isso confuso. (・-・;)
Não se preocupem, todas as respostas serão reveladas. ( Só não sei quando).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...