História Era você - (Imagine Jeon Jungkook - Mistério) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Hoje teremos romanceeee. Finalmente ksks.

Boa leitura!!

Capítulo 7 - Céu estrelado


Fanfic / Fanfiction Era você - (Imagine Jeon Jungkook - Mistério) - Capítulo 7 - Céu estrelado

Acordo sentindo meu corpo doer. Devo ter dormido de mal jeito. Sento-me na cama, limpando a baba em meus lábios.

-que sono...- bocejo e me jogo na cama. -hm...-junto minhas mãos e ás levo ao meu rosto, deito-me de lado fechando os olhos lentamente.

-vai dormir de novo...?- escuto uma voz sonolenta e calma. Pera aí, uma voz??!!

-quê??!!!!- pulo da cama completamente desajeitada e assustada. -a-ah...j-jeongguk...?- sinto meu rosto queimar e saio rapidamente do quarto indo para o banheiro.- havia me esquecido...

-fugiu por que, _____?- jeongguk aparece na porta do banheiro, tento fechar a porta mas ele põe o pé na frente. -por que está assustada? Esqueceu que eu havia dormido aqui?

-s-sim...me desculpe...

-tudo bem, é normal. 

-quer comer?

-já fiz café da manhã.

-oquê?- abro a porta com força. - como assim? V-você fez?

-deixa de besteira e vem comer.- inesperadamente jeongguk me puxa até a Cozinha e fica me observando. -come.

-obrigada.- olho para a bancada e vejo o paraíso, tem panquecas, pelo cheiro o suco é de uva, pães com queijo e presunto. - Meu Deus, você já comeu?

-Não.

-oh, então vem.

-não posso, vou para casa. Tchau.

-assim? Do nada?

-meu pai já vai acordar. Boa refeição. - me levanto e vou destrancar a porta para jeongguk.

-Tchau e obrigada. -jeongguk nem me responde e vai embora, apenas levanta a mão esquerda. -nossa...- fecho a porta e corro para comer, no primeiro pedaço da panqueca minha boca explode de desejo por mais comida e claro, devorei tudo.


Já era a hora do almoço e minha mãe só me ligou para dizer que ia passar o dia fora.

-hmpf...tédio...- estou deitada no chão da sala com as pernas para cima apoiadas na parede. - estou só...de novo...oque eu faço? A casa já está arrumada, meu celular não tem nada para fazer. Será que o jeongguk viria para cá se eu o chamasse...? Ah não ______, não pense nisso, esqueça ele, ele tem a vida dele.- suspiro- mas tá tão chato...-olho para o lado e vejo o celular vibrar. Me sento no chão e pego o celular ao meu lado, não acredito. -jeongguk?- falo após atender.

-você tá em casa?

-tô, por que?

-quer fazer alguma coisa? Tipo, passear?

-bom...eu não gosto de sair de casa...

-melhor ainda, vou até sua casa e levarei pizza.

-agora?

-sim. Espere por mim. -jeongguk desliga o telefone antes que eu falasse alguma coisa.

-a casa realmente está arrumada?- olho ao redor e está tudo em seu devido lugar, suspiro. Me levanto e vou tomar banho, após o banho ponho um short jeans e uma blusa que chega no fim de minha bunda.

Após meia hora jeongguk chega em casa e mando ele entrar.

-pizza de frango - abro a boca e logo sorrio para jeongguk, o tal apenas pisca algumas vezes e vai até o sofá.

-amanhã é segunda feira e vamos tentar ter um dia normal, ok?

-sim.

-nesses dias está acontecendo muita coisa com a gente, merecemos um dia normal.

- após a gente comer, podemos conversar sobre...você...?- jeongguk me olha sério e volta á mexer em seu celular.

-podemos. - sorrio e levo a pizza já quente para a bancada da cozinha.

-quer quantos pedaços?- pergunto e jeongguk manda dividir a pizza ao meio, fiz isso e voltei para a sala, comemos cada um uma metade da pizza, tomamos coca-lola que havia na geladeira e então partimos para a conversa. 

-qual pergunta vai ser a primeira?- jeongguk começa.

-de onde você vem?

-seul.

-seu pai brigou com você hoje de manhã?

- ele estava dormindo quando cheguei.

-você...matou aquele homem que tentou me estuprar por que?-jeongguk me olha como se a resposta fosse óbvia.

-por que ele estava te fazendo mal.

-sim, mas por que se importa comigo?

-por que você é minha.

-por que eu sou sua? Eu não sou objeto que se vende, eu sou um ser humano, assim como você, me diz, por que se importa comigo?

-você é amiga de karina.

-de onde você conhece karina?

-de seul.

-de seul?

-sim, qual a próxima pergunta?

-vocês já tiveram um caso?

-não, por que se importa?- engulo em seco e desvio o olhar. Droga , o feitiço foi usado contra o feiticeiro.

-não me importo...me preocupo...

-comigo?

-com karina.- suspiro e o silêncio reina no local.

- você fez alguma coisa contra a haya?- jeongguk pergunta.

-eu que devia estar fazendo as perguntas.- respiro fundo- o ex dela me beijou.

-e oque mais?

-ele queria transar comigo, mas eu não queria, ela achou que eu estava tentando seduzir ele depois que vou a gente se beijando.

-como ela descobriu esse beijo?

-ele estava tentando transar comigo na salinha da limpeza, ele conseguiu apenas um beijo meu e foi nesse beijo que ela abriu a porta e viu a gente.

-se ela não tivesse chegado lá, vocês teriam transado?

-não, claro que não. Eu não queria. - acrescento.

-ok...- diz por fim e se deita no sofá, continuo no chão quando vejo a hora no celular, já são 19:42 da noite. 

-ei...

-hm...?- jeongguk parece sonolento.

-quer ir no terraço do prédio? Só quem ia lá era eu e karina.

-por que quer ir para lá agora?

-daqui a pouco dá 20:00 horas e de 20:00 o céu fica estrelado.- jeongguk aceitou de boa ir para o terraço e lá nos deitamos um ao lado do outro. 

-aqui é bom de ficar...- jeongguk puxa assunto.

-sim...karina amava vir para cá...-ficamos conversando até dar 20:00 e vimos o céu estrelado. Eu ia falar com jeongguk, mas ele estava dormindo quando o olhei, estava fofo e calmo...parecia que ele não tinha dormido direito. Fofinho...


Notas Finais


Fofinhoooo 💖💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...