1. Spirit Fanfics >
  2. Era você - (Imagine Jeon Jungkook - Mistério) >
  3. Mais um passo com a mentira.

História Era você - (Imagine Jeon Jungkook - Mistério) - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 9 - Mais um passo com a mentira.


Fanfic / Fanfiction Era você - (Imagine Jeon Jungkook - Mistério) - Capítulo 9 - Mais um passo com a mentira.

- Vamos fazer um plano para descobrirmos se eu realmente sou o alvo. - digo enquanto caminho juntamente com jeongguk para a escola.

- Você sabe que talvez eu não consiga te ajudar, sabe? - olho jeongguk apreensiva.

- Tenho. - volto a olhar o caminho onde trilhamos.

- Você não tem.

-tenho sim .

-não, não tem. _______, você é fraca, idiota e impulsiva. Nesses meses que nós passamos investigando o sumiço de Karina, eu percebi que você é impulsiva, também é burra e só serve como isca.

- Eu não sou burra.

-é sim. - diz ele calmo. Não entendo ele, ele é tão...

- Puxa saco.

-oque você disse? 

-Puxa saco.

- Repete e você vai ver oque eu faço com você. - Jeongguk segura meus pulsos após pararmos de andar em minha segunda frase.

- P-puxa saco. - digo por teimosia.

- Oque está acontecendo aqui?

Eu e jeongguk paramos de criancisse na hora. Arregalamos  os olhos olhando um para o outro. Temos o mesmo pensamento com certeza. É o pai do jeonkook. Viramos nossos rostos para o pai de jeongguk e então nos separamos ás pressas.

-E então? É assim que namorados se tratam?

-Namorados???!! - Perguntamos em um grito ao mesmo tempo. Nos olhamos e desviamos o olhar.

- vocês não são namorados? Ouvi falar que Jeongguk está namorando uma bela jovem da sala dele. Agora que vi vocês, tenho certeza de quem é a bela jovem.

- Quem disse pra você? - pergunta jeongguk já calmo.

- Não interessa, oque realmente interessa é desde quando vocês estão juntos? Eu sabia que suas saídas repetinas tinham haver com uma garota. - Concretiza o pai de jeongguk apontando o indicador para o garoto.- Bom...pelo menos é a minha melhor aluna. 

- Obrigada ...

-_______, venha conosco para nossa casa hoje. Farei um ótimo jantar para todos nós.

-N-não precisa, mas obrigada. - sorrio meio sem graça.

-Vamos, por favor. Você é a namorada do meu filho, devemos nos conhecer mais.- insiste ele.

-Ok, obrigada.

- De nada , querida. Agora vão para a aula, acabei atrasando vocês. 

Eu e jeongguk saímos em passos largos sem nos olharmos.

- Você ainda vai me dar problema...- cochicha jeongguk.

- Puxa saco... -Digo e jeongguk bufa.


Já está na hora da saída e estou na frente da escola com o jeongguk esperando o pai dele.

- por que você aceitou jantar com a gente? - jeongguk olha para mim neutro.

- eu neguei, mas ele insistiu e você sabe disso, você estava lá. Só fez observar mesmo...- encho minhas bochechas de ar cruzando os braços e virando meu rosto para o lado contrário de jeongguk.

- e oque eu iria fazer? Queria que eu dissesse que tudo isso não passa de uma mentira? Nós só nos falamos por causa das investigações.

- e aquele papo que eu sou sua? Bom saber que sua maluquice já acabou. - me viro para jeongguk pondo as mãos na cintura e franzindo o cenho.

- você é minha. - jeongguk se inclina para mim.

- não sou!

-é sim!

- Prontos? - rapidamente eu e jeongguk nos viramos em direção da voz.

- Vamos , pai. - jeongguk entra no carro que acabara de chegar. Escuto um barulho num beco próximo a nós, olho para o local e vejo a silhueta de um homem. - vem logo, ________. - corro para dentro do carro.

O caminho foi tranquilo, mas não parei de pensar naquela silhueta. Na hora do jantar ocorreu tudo bem, e jeongguk se encarregou de mentir sobre suas saídas.

- sabia que tinha garota no meio. - diz o pai de jeongguk sorrindo.

- sim, pai. Eu me interessei por ela na primeira vez que nos vimos.

- sério? Por isso você estava tão pensativo esses meses . Com certeza foi você, mocinha.

- ah...- dou uma risada sem graça. - desculpa...

- tudo bem, ______. Meu filho não é muito de conhecer pessoas novas, principalmente garotas. - o mais velho deposita um pedaço de carne na boca.

- Não? Mas ele é tão bonito. 

- Afff... -  acho que jeongguk não gostou do meu comentário

- mas você é lindo, jeongguk.

- que fofinha. ________, e seus pais? Soube que você mora com sua mãe, eles se separaram ou algo do tipo?- elogia e pergunta o pai do meu "namorado".

-ah, deixe-me explicar.

Após horas na casa de jeongguk, entre risadas, reclamações de jeongguk, elogios e compartilhamento de nossas vidas, eu vou para casa com jeongguk caminhando.

-Obrigada, jeongguk.

- De nada, agora , tchau. - jeongguk se vira para ir embora, não o parei , até por que eu não me preocupo com ele e nem ele comigo. Entre nós não há sentimentos de afeto ou algo do tipo.

 Ao entrar em meu apartamento, encontro tudo escuro.

- Minha mãe não veio e nem vai vir. Poxa...- ligo as luzes, vou tomar um bom banho ,e então vou dormir após apagar as luzes da casa. - hoje foi diferente... Tudo mais calmo que o normal...- suspiro enquanto me mexo na cama. - aquela silhueta...parece a mesma do outro dia... Droga, agora não consigo mais dormir. Karina...por favor...esteja bem , amiga...- sinto algumas lágrimas escorrerem pelo meu rosto. Então escuto o celular tocar, atendo. - alô?

- _______? - A voz está ofegante. É o jeongguk, ele parece estar correndo.

- Jeongguk? Oque houve? Aconteceu alguma coisa?

- Eu tô indo para seu apartamento, abre a porta logo.

- M-mas oque está acontecendo?

- Abre!!!- exige ele aos gritos.

Corro para a porta e abro-a . Vejo jeongguk subindo as escadas correndo . Pensei que ele iria me explicar, mas não. Ele simplesmente pulou em mim fazendo-nos cair no chão.

- jeongguk,oque foi?

- Droga...- Jeongguk fala calmo e ofegante.

- jeongguk... Oque houve?

- o cara que pegou Karina e a outra garota da nossa sala. Ele não quer você.- jeongguk se levanta me puxando para cima, fico de pé e ele me empurra para dentro do apartamento, fecha a porta trancando-a. - por que você não me falou que viu uma silhueta hoje?

- como você sabe?

- eu também vi, não falei nada por que estava esperando você me contar algo.

- não é primeira vez que eu vejo, mas faz dois meses depois da última vez, fora essa , é claro.

- achei que ele viria atrás de você. Vim aqui em vão. Afff.

- se preocupou comigo?

- não, eu só não queria que você fosse levada ou até mesmo morta.

- então você se preocupou .

- para de imaginar. Você sabe que eu não gosto de você.

- sei, sim. Bom, você vai para a sua casa?

- não. Eu vou dormir no banheiro do seu quarto. Qualquer coisa é só gritar.

- quê...?- jeongguk entra no meu quarto. - quê???!!!!- fico sem entender nada. - isso parece um ato de preocupação.

- mas não é!!- jeongguk grita do quarto.


Notas Finais


Kkkkk.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...