História Éramos nós. - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Avenida Brasil, Éramos Seis (2019)
Tags Ficção, Gloria Pires, Novela, Romance, Thiago Martins
Visualizações 25
Palavras 301
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - O football.


Fanfic / Fanfiction Éramos nós. - Capítulo 12 - O football.

 (imagem ilustrativa)

 

julinho corre escadaria acima assim que lola abre a porta ao mesmo tempo em que isabel vai ate o sofá para pegar a boneca que deixou "dormindo" enquanto iam na igreja.
- meu filho, devagar ou vai se machucar! - lola alerta, tirando o chapeu e as luvas de renda para guarda-las na bolsinha de mao. 
nao demora e o menino está de volta trajando calças curtas e sua boina. lola franze a testa.
- onde pensa que vai?
- aprender football. seu leandro prometeu me ensinar. - julinho avisa, batendo na porta do inquilino.
- aprender footb...julinho, pare agora!
- mas mamãe, ele me disse que era pra chamar.
antes que ela possa impedir o filho, leandro abre a porta, esfregando os olhos, vestindo apenas sua samba-canção. 
- meu deus! - lola se vira, fazendo o sinal da cruz.
leandro se assusta tambem e se esconde atras da porta mostrando apenas a cabeça.
- bom dia, dona lola. julinho...
- vamos, seu leandro, vc prometeu!!! - o menino o cobra.
- eu sei mas...que horas sao?
- sao horas deste menino levar uns cascudos! vá ja para o seu quarto, está de castigo! - lola fala, puxando o menino pela orelha.
- ai, mae! - ele protesta.
- agora!
isabel se levanta e aponta para o irmao que sobe a escada resignado.
- bem feito! quem mandou nao me chamar.
lola se vira para ela.
- ah, a senhorita sabia de tudo e nao me avisou! um complô em minha propria casa. teje de castigo tambem, vá!
- mas mamãe....
- vá, vá! - lola aponta para cima enquanto a menina sobe a escadaria chorosa.
ela se vira para a porta fechada e respira fundo.
- senhor leandro, vamos conversar quando estiver vestido em trajes decentes.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...