História ERICA E O ALGÉS - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Zumbis X Unicórnios
Visualizações 5
Palavras 355
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Comédia
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Rapariga do comboio


12/11/2017

12 de novembro, o meu dia de anos,como era o meu dia de anos pedi aos meus pais para ir ter com o Hugo(meu namorado) a Aveiro, eu realmente gosto muito dele afinal que namorada faz uma viagem de 3 horas de comboio so para ir ter com o namorado?

Fui para a estação às 9 da manhã,os meus pais levaram me, eles compraram me os bilhetes enquanto q eu fui a casa de banho ajudar a minha irmã Ariana que estava pela primeira vez com o período. Quando ja tinham comprado os bilhetes e eu ja tinha saído da casa de bamho finalmente despedi me deles,e na entrada para o comboio vi uma rapariga q realmente me fez duvidar sobre a minha sexualidade, as bochechas delas eram volumosas, lábios grandes, cabelo liso e comprido e os seus olhos eram claros como a neve,fazia me lembrar a stora de educação física do ano passado porem esta rapariga n tinha buço como a stora, tornando me então mais excitada.

Finalmente cheguei a Aveiro, saí da estação e estava la o Hugo q me ia buscar, o plano era irmos para o pingo doce, mas entretanto surgiu um imprevisto e tivemos q ir para casa do Hugo, a mãe dele estava a ter um ataque cardíaco, eu tentei pensar nela e ajuda la mas a unica coisa em q conseguia pensar era na rapariga do comboio. De seguida fomos para o hospital onde a mãe do Hugo focpu a descansar.

No hospital ficamos a espera de nos dizerem qualquer coisa o Hugo deixou me ficar no banco e ele ficou no chão os outros dois lugares eram ocupados por uma senhora de meia idade é o pai do Hugo.

Tinha de ir a casa de banho,disse ao Hugo para guardar a minha mala e fui, na casa de banho fiz o q tinha a fazer e quando acabei olhei para o espelho enquanto estava a lavar as mãos, olhei para as mãos outra vez e repentinamente voltei a olhar para o espelho outra vez estava la uma rapariga virei me para trás e logo vi q era a rapariga do comboio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...