1. Spirit Fanfics >
  2. Eros - Eunjiwon - >
  3. Adeus

História Eros - Eunjiwon - - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 8 - Adeus


Fanfic / Fanfiction Eros - Eunjiwon - - Capítulo 8 - Adeus

    ~◎~

— Eunji...você....você é um anjo?

Vejo um sorriso se formar no rosto de Han.

— Não sou um anjo, sou uma cupido.

— Uma...uma cupido? Essas coisas realmente existem? - perguntei ainda confusa com a situação, para falar a verdade ainda não acreditava no que estava acontecendo - Eu estou sonhando? - falei beliscando minha bochecha -

— É claro que cupidos existem! - respondeu ela como se tivesse feito a pergunta mais óbvia do mundo - E não, você não está sonhando.

— Eu estou tão confusa...

— Eu sei que isso soa complicado, mas resumidamente fui enviada à Terra com o objetivo de fazer você se apaixonar.

— Me apaixonar? Por quem exatamente?

— Não posso te contar, isso seria contra as regras. Se bem que já quebrei umas três só mostrando isso para você....mas de qualquer jeito, eu não ia pular, ou quase isso, eu iria voar, preciso voltar para o lugar de onde vim, pretendo voltar o quanto antes.

— Eunji....

— Pode me chamar de Mia, esse é meu verdadeiro nome.

— Mia?

— Isso. Preciso ir agora, tem alguém me esperando.

Eunji, ou melhor, Mia se levanta para ir mas seguro seu pulso antes dela deixar o lugar.

— Espere! - digo me levantando - Eu....posso tocar suas asas? - pergunto um tanto incerta mas relaxo quando mia sorri acenando positivamente com a cabeça -

Aproximo uma de minhas mãos lentamente da asas de Eunji e a toco como se pudesse quebrar a qualquer momento se eu fizesse mais força. Conseguia sentir a macio de suas penas em meus dedos, era incrível.

— Você é tão linda... - são as palavras que saiem de minha boca -

A mesma sorri antes de partir em direção ao céu e desaparecer pelo o mesmo.

O que havia acabado de acontecer?

~♡~

Fazia dias que não voava, então sinto uma sensação incrível quando começo a voar em direção a Ilha do sul. Seria mais rápido de eu soubesse a magia de envio, mas prefiro voar, então nunca me dei o trabalho para aprender.

Após algum tempo voando, finalmente chego e logo vejo Onda me esperando na ponta da Ilha, ela parecia impaciente.

— Mia, por que demorou tanto?

— Digamos que tive algumas complicações na hora de vir.

— Que tipo de complicações? - a mesma me lança um olhar exigindo explicações -

— Eu...eu contei para Jiwon que sou uma cupido....- falei em voz baixa -

— Você se revelou para o seu alvo? Mia, você tem noção do quão perigoso isso é? Se descobrirem isso eles podem até...

— Por favor, não conte à Gallica!

— Eu já deixei de contar tantas coisas à ela que isso está se tornando uma tarefa difícil.

— Eu sei, mas....mas eu vou dar um jeito de terminar minha missão o mais rápido possível e então.....

— Algum problema? - a mesma pergunta vendo que parei de falar de repente -

— Onda, e se eu não quiser fazer com que meu alvo se apaixone por outra pessoa...?

Um olhar assustado de Onda cai sobre mim.

— Mia....não me diga que se apaixonou pela sua próprio alvo....

Apenas abaixo a cabeça sem responder nada.

— Eu sabia que aquele olhos eram por causa disso! Mia, você tem ideia do que pode acontecer com você!?

— EU SEI! Mas.....- consigo sentir lágrimas caírem em meu rosto - Isso é injusto....EU QUERO AMAR TAMBÉM!

— Mia...

— Desde pequenas nós sempre vimos sobre o amor, de como isso deixa as pessoas felizes, em como o amor é importante, mas do que isso adianta se não podemos nos apaixonar!!!

— Não fomos nós que decidimos que podemos morrer caso nos apaixonassemos e temos que aprender a lidar com isso, é o nosso trabalho fazer com que os outros tenham uma chance de amar.

Onda estava certa, isso não era culpa de ninguém. Não importe o quão injusto isso seja, tem coisas que devemos apenas aceitar como são.

— Está bem....- uso meu braço para enxugar as lágrimas - Eu vou voltar para cá assim que terminar minha missão.

°°°

Resolvo voltar voando para a casa de Jiwon, não queria ficar andando pelas ruas, não tenho boas lembranças da última vez que fiz isso.

Assim que chego fico surpresa quando vejo Jiwon dormindo ao lado da janela no chão do estúdio.

Visto minha camiseta que estava no chão e me aproximo mais de Park.

— Jiwon. - começo a balançar seus ombros - Jiwon, acorde.

A mesma abre os olhos devagar.

— Eunji....você voltou.

Acho que demoraria para ela se acostumar a me chamar de Mia.

— Vamos para o quarto.

Ajudo Park a se levantar e a levo para o quarto, deitando a mesma em sua cama.

— Durma comigo. - Jiwon pede sonolenta puxando minha camiseta em sua direção -

Me deito ao seu lado, virada em sua direção e logo sinto seus braços ao redor de meu pescoço e imito o gesto na cintura da mais velha.

Amanhã eu iria ter que fazer a pessoa que amo se apaixonar por um outro alguém.

°°°

Acordo escutando risadas vindas da sala, parecia ter umas quatro pessoas, uma das vozes reconheci que era Jiwon. Olho para o relógio ao meu lado e me surpreendo, já era bem tarde.

Levanto da cama e caminho até a porta, espiando pela fresta da mesma. Consegui ver uma movimentação na sala, então me lembro que as amigas de Jiwon viriam aqui.

Vou para o banheiro me arrumar e assim que saio vejo Park no quarto, ela parecia estar procurando por um livro em sua estante repleto deles.

— Hey Eunji. - diz ela assim que nota minha presença - Acordou agora?

— Sim.

— Deve estar com fome, se quiser pode ir até a cozinha para comer algo e posso te apresentar para minhas amigas.

— Claro...Jiwo-

— Park, Yiren já achou o livro.- disse Sihyeon entrando no quarto de repente - Olhe se não é o anjo da Jiwon. - diz ela olhando em minha direção -

— Anjo?

— Jiwon me mostrou as fotos que tirou de você.

Noto meu rosto esquentar assim que ouço as palavras de Sihyeon.

— Jiwon!

— O que foi? - perguntou ela em uma risada - Suas fotos ficaram incríveis, eu tive que mostrá-las para alguém.

— Jiwon tem razão, ficarem realmente boas. Falando nisso, como está ficando o quadro?

— Ah? Irei mostrar para você.

— O que você tinha dito sobre o quadro mesmo....? - Sihyeon fez uma pausa como se estivesse pensando - Que Eunji é tão boni-

Antes que a garota pudesse terminar sua fala, Jiwon coloca as mãos sobre a boca de Sihyeon impedindo que a mesma continuasse.

— Sihyeon, por que não vamos lá para sala ajudar a Yiren e a Yoorim com o trabalho?

— Tudo bem. - disse a garota de cabelos escuros em uma risada assim que tira as mãos de Park do seu rosto -

— Você vem Eunji? - Park pergunta olhando em minha direção -

— Podem ir vocês duas, tenho que resolver algumas coisas.

— Está bem então, qualquer coisa estamos na sala.

As duas saiem do quarto me deixando sozinha.

Essa vai ser minha única chance se eu quiser completar minha missão até o prazo. Quando eu fizer isso vou ser obrigada a deixar a Terra e nunca mais vou poder entrar em contado com Jiwon novamente, é assim que as coisas funcionam para nós cupidos.

Dou poucos passos para fora do quarto, tomando cuidado para não ser vista. Sihyeon e Jiwon estavam de pé parecendo olhar para um livro, e as outras duas garotas estavam sentadas no sofá conversando.

Respiro fundo antes de estalar os dedos fazendo com que meu arco aparecesse em minha mão.

— Você consegue Mia....

Estico a corda do arco fazendo duas flechas aparecerem no mesmo. As duas estão viradas de costas para mim o que deixa tudo mais simples, já que assim não conseguem me ver.

Mirar se tornou uma tarefa difícil quando minhas mãos começam a tremer e meus olhos começam a encher de lágrimas.

Por que...por que é tão difícil? Desde do início sabia que não poderia me apaixonar, desde do início sabia que teria que ir embora em algum momento, desde do início sabia que Jiwon não me pertencia....

Não sei o que vai acontecer comigo depois que tudo isso chegar ao fim, se realmente vou continuar amando Park até meu coração parar de bater, não sei qual será meu fim, mas não será ao lado da pessoa que amo.

Solto a acorda fazendo as flechas irem em direção as duas, não demorando para ambas serem atingidas sem que ao menos notassem.

Está terminado.

— Adeus Jiwon....


Notas Finais


Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...