História Errink - Odeio te adorar - Capítulo 17


Escrita por:

Visualizações 431
Palavras 927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem se não estiver tão bom assim mas... Eu tentei hehehe^^

Espero que gostem e boa leitura~

Capítulo 17 - Verdadeira face


Fanfic / Fanfiction Errink - Odeio te adorar - Capítulo 17 - Verdadeira face

P.o.v Narrador


Enquanto isso, no castelo de Nightmare…


P.o.v Dream


Dream:-Irmão, por favor, pare com isso e me solte…


Night:-te soltar? Dream, você fica mais burro a cada dia não?


Dream:-Você poderia tentar ser uma boa pessoa, você sabe disso, eu sei que eu cometi um erro no passado não percebendo, mas eu te conheço bem, você não faria uma coisa dessas…-Nightmare me olhava sem expressão no rosto


Night:-Eu não sou mais quem você conhecia, não sou piedoso, eu sou um monstro (não literalmente monstro de… ah, vocês entenderam...)-ele sorri insano, mas logo volta ao normal quando eu grito “Não!”


Dream:-Você não é um monstro, você é Nightmare, meu irmão! Se você tentar, eu posso te ajudar, eu posso…


Night:-Você não pode nada, agora se cale-ele anda até uma mesinha e pega uma seringa junto de um frasco com um líquido roxo


Dream:-Você é uma ótima pessoa(monstro), você não é isso que finge ser, não é apenas um ódio, eu sei que você tá aí dentro e pode me escutar, por favor, pare com isso…


Ele olhava para frente e coloca a seringa sobre a mesinha novamente, apenas para a madeira com força e olhar para mim


Dream:-me escute, eu consigo sentir você aí dentro, por baixo disso tudo eu sinto você… eu sei que está triste e tudo mas…-sou cortado


Night:-Você não sabe o que é tristeza, nunca vai saber, todos te amam e idolatram você… você não sabe o sentimento de ser odiado por nascer-ele se aproxima


Por favor… que funcione


P.o.v Narrador


O ex-guardião corrompido se aproxima do outro com raiva


Dream:-apenas me escute, você pode melhorar as coisas, você pode mudar, se você se redimir eles vão...


Night:-vão me matar de vez se isso acontecesse, já que eu destruí a vida deles e machuquei a princesinha deles-ele aponta para o irmão se aproximando sem perceber


Dream:-não vão, eu vou te proteger dessa vez Nightmare, nada de ruim vai acontecer com você


Nightmare:-VOCÊ NÃO ENTENDE, IDIOTA!


Dream aproveita dois fatores, o fato de estar cara a cara com Nightmare e o de conseguir mexer seus braços para frente, ao momento que Nightmare termina de falar Dream o abraça fortemente


Nightmare arregala os olhos e tenta se soltar, porém Dream não o permite e continua o abraçando e colocando sua cabeça no ombro do outro


Nightmare aos poucos perde sua força enquanto Dream passava sentimentos positivos ao outro


Dream:-Eu vou te proteger


Nightmare tem um flash em sua cabeça de uma memória e arregala seus olhos, sentindo sua alma pulsar


~anos atrás~


Os dois esqueletos corriam sobre uma montanha qualquer brincando de pega pega, rindo os dois brincavam, até o menor de vestes roxas pular sobre o irmão de vestes douradas


Ambos caíram rolando no morro, até pararem de rolar e o dourado ficar em cima do outro, se olharam e riram. O dourado se levanta e ajuda o irmão a se levantar


Iriam continuar brincando se não fosse algumas nuvens escuras pairando sobre o céu


Dream:-woah… melhor voltaremos para casa, não acha?-diz sorridente mas o outro não parecia tão feliz, estava inquieto-o que foi Night?


Night:-eu… não podemos continuar aqui?-ele faz um biquinho fofo fazendo o outro rir


Dream:-vamos acabar ficando doentes quando chover-diz se referindo às nuvens escuras


Night:-mas…


Dream:-aconteceu algo?


Night o olha e sim acontecia muitas coisas com ele, os cidadãos odiavam a si, e queria dizer ao irmão, queria dizer que chegavam ao ponto de agredir a ele, mas em vez de contar apenas sorri


Night:-não aconteceu nada Dream


Dream:-tem certeza?-o menor sorri-certo então… mas sabe que qualquer coisa pode dizer a mim, eu vou acabar com quem te perturbar-diz imitando a frase e a voz do irmão que ri-heheh, mas falando sério...se acontecer algo me conte… Eu vou te proteger


Night:-tudo bem irmão


Dream dá um selinho no menor


Dream:-selinho para se lembrar que eu estou sempre com você, não importa a situação


Nightmare sorri contente


~agora~


Dream abre seus olhos e se surpreende com o que vê, seu irmão estava em sua forma original, chorando em seu ombro e murmurando pedidos de desculpa. O dourado sorri vendo seu irmão depois de tanto tempo


Night:-desculpa… M-me desculpe… tudo isso foi minha culpa… P-perdão…-ele chorava ainda


Dream:-Eu te perdôo irmão…-Nightmare direciona o olhar a ele


Night:-me desculpa…-ele diz e se solta do abraço olhando para o chão


Dream Segura o rosto dele e sorri


Nightmare também sorri e olha Dream que estava acorrentado


Night:-Você precisa sair daqui e… Ah! Droga! O Ink!-Dream o olha confuso-Ele está com o Error!-Dream o olha confuso mas logo raciocina


Dream:-não me diga que…-Nightmare o olha e engole seco


Night:-Ele vai… não, não, não… isso não pode acontecer…


Voz:-Já está perdido, você é fraco, olha tudo o que causou-Nightmare ouve essa voz em sua cabeça e tampa seus ouvidos olhando seu irmão em seguida-você não vai ficar muito tempo assim, eu logo vou voltar ao controle HAHAHAHAH-a voz ri


Um líquido preto vaza do olho de Nightmare e Dream se espanta. Nightmare rapidamente invoca seus tentáculos que eram pequenos e roxos fraco, agarrando as correntes que prendiam Dream e as apertando com força, era a visível que machucava seus tentáculos mas ele não se importa e os aperta até quebrarem


Quando quebram Nightmare cai no chão agonizando, não pelos tentáculos, mas sim porque sentia seu corpo inteiro doer. Dream vai de encontro a ele


Night:-Vai embora-ele diz rouco com dor-tem um portal… saia pela porta e corra até o final do… cof cof…-ele tosse uma gosma preta-do corredor… siga... Siga a… direita… porta azul-ele grita após dizer com dor


Dream:-Night… Eu… Eu não posso deixá-lo aqui


Night:-vá de uma vez!-ele grita-considere isso… urgh… considere isso como um pedido… o meu último pedido… vá-ele grita e Dream apavorado se encontra em uma situação de dúvida


Ficar com seu irmão e tentar salva-lo ou tentar fugir e salvar a todos menos a Nightmare?


Notas Finais


Desculpem qualquer Erro

Obrigada por lerem e tenham uma boa noite~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...