História Erro - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Izuku Midoriya (Deku)
Tags Deku, Dor, Erro, Inko, Katsuki, Katsuki Bakugou, Midorya Izuku, Sad Deku, Sad Fi, Suícidio, Villan Deku
Visualizações 109
Palavras 963
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura meu caro gafanhotos! Desculpe os erro, não revisei por que bateu preguiça hehehehe.

Capítulo 16 - 1...2...3 Boom!


Fanfic / Fanfiction Erro - Capítulo 16 - 1...2...3 Boom!

 -Deku.. -senti ele colocar sua mão no meu ombro, tremi em desgosto. Eu teria que fengir ser aquele mesmo garotinho de antes, fraco é frágil mesmo? Tsk, tsk. Me virei pra ele com “medo”.

-K-kacchan… -gaguejei em falso, há isso vai ser realmente um saco, não vejo a hora de “morrer”.

-Onde esteve durante esses dias desaparecido? -ele perguntou.

-Sabe, sua mãe parecia estar preocupada, até o velho do mu pai ficou. -ele falou com raiva, sério aquela mulher ficou preocupada? Sério mesmo? Isso não me engana, ela com certeza só queria a mim pra poder fazer algo pra ela.

-S-sério..? É que aconteceu algumas coisas, e-então tive que ficar na casa de um amigo. -falei andando em direção a sala de aula. Até parece, amigos? Se quer tenho amigos!

-Hoje você voltara comigo pra casa, entendeu? -ele apertou a mão no mu ombro, concordei com a cabeça.

E então começa a primeira aula e depois a segunda, terceira, intervalo e a quarta aula e finalmente a última, tenho pensado nesse tempo todo: Como caralhos vou fazer pro Katsuki ficar com raiva de mim e eu poder colocar o plano em prática, mas eu teria que ter a minha mãe na sala antes.. Há que saco! Já sei, vou fazer uma coisa qual quer, por exemplo pegar o papel que ele tava desenhado e jogar pra fora da janela, pronto isso tá resolvido, agora falta a minha mãe… Como posso fazer com que ela venha aqui? Uma falsa crise! Isso, vou fingir ter uma falsa crise depois que eu jogar o papel do Bakugou pela janela, ai o professor terá que chamar a minha mãe. Colocando o plano em prática em..

1..

Levantei, passei pela mesa do loiro e peguei o papel que ele rabiscava, nem dei o trabalho de ver o que ele fazia, corri até a janela e taquei, ouvi um grito de raiva vindo dele e ele vei até mim e me segurou pela gola da camisa.

2..

-Que porra se’ tá fazendo Deku?! -ele gritou com raiva.

-K-kacchan..! V-você tá me machucando! -falei alto em quanto tremia, os alunos na sala não faziam nada além de torcer pro Katsuki Puto Bakugou, inúteis!

-É pra machucar mesmo seu bosta! Qual é o tu problema?! -ele gritou de novo, não respondi só comecei a chorar e tremer muito.

-Tá tremendo por que Deku? Tá com medinho, seu bosta? Sabe, eu vi aquela foto de alguém te estuprando, e foi magnifico ver você ser violado por outro merda -ele riu alto e todos gargalharam. Comecei a ficar sem ar, cai no chão buscando ar.

-Hei, qual é o problema? Tá tendo um crise é? Seu bosta! -ele me chutou no estomago e tossi ainda buscando um pouco de ar, chorando. Felizmente um professor de outra classe passou pela minha sala e veio me ajudar e gritou pra que minha mãe viesse.

3…

Esse desgraçado realmente não lembra?! Haa! Que vontade de matar esse merda, mas ainda tenho coisas a cumprir. Minha mãe chega minutos depois na sala de aula com uma cara nada boa, Katsuki tinha parado de me bater e eu recuperado o ar e parado de tossir e chorar, só estava no chão quieto.

-Filho! O que aconteceu? - ela perguntou preocupada, claro que isso é tudo falso, ela quer é me bater até enjoar e depois me forçar a alguma coisa, como sempre.

-Mãe… -falei de propósito, ela odiava que eu a chama– se de mãe, ela não aguentaria e e bateria ou gritaria comigo. E..

-Não me chame disso sua praga! -ela gritou raivosa, e Boom! Ela explodiu, agora falta eu falar alguma coisinhas de drama e pá! Morrer!

-Mãe… -ela me bateu na cabeça e eu levantei.

-Cala essa maldita boca! Não me chame disso seu ERRO! -ela me bateu de novo, enquanto isso todo mundo na quela sala só olhava e não fazia nada. Realmente um bando de inúteis.

-Por que?! Por que me odeia tanto?! Era fácil me colocar em um orfanato não era? Ou me matar quando tivesse a chance! Por que chace, você teve várias, mãe! -gritei com raiva, claro que isso fazia parte da atuação, mas, eu também queria saber o porque.

-Cala a boca! E você acha que eu não tentei te matar? Foram várias vezes, muitas vezes! Só que eu não conseguia, o maldito amor materno não deixava e até agora estive com você! - ela gritou com raiva. Então ela realmente quis me matar…

-Sua… Sua desgraçada! Eu te odeio! Te odeio até a morte! -gritei e ela me deu um tapa na cara.

-Você devia é me agradecer por não ter te matado seu ERRO -ela falou ríspida.

-E se eu não queria ter vivido e se eu se quer queria ter nascido!? Já pensou nisso!- falei alto a olhando com raiva.

-ENTÃO POR QUE NÃO SE MATA!? -ela gritou com raiva, esse era o gatilho que eu queria.

-SE ESSA É A MINHA VONTADE E A DE TODO MUNDO NESSA MERDA! EU FAÇO! -gritei mais alto e com mais raiva, e então olhei para o loiro que estava surpreso? Assustado? Não sei dizer e não me importo.

-Não era isso que você queria Kacchan? - perguntei em um tom normal e ele arregalou os olhos, subi a janela preparado pra cair.

-Eu juro que voltarei e matarei vocês de qualquer jeito! Nem que pra isso eu tenha que dar a minha alma ao demônio! - gritei dando uma gargalhada maléfica por fim antes de cair do último andar na minha querida( maldita ) escola.

Hoje Izuku Midorya morrer, ou melhor ele se matou.

 

Continua?

(Pergunta; O que vocês acham de Voodou? Pro poder do Midorya, ou ter algum melhor em mente? Comentem por favor! )


Notas Finais


O que acharam?
Querem mais?
RESPONDEM A MALDITA PERGUNTA!

Comentem!

Amo MUITO vocês e adiosssssssssssssssssssssssssssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...