1. Spirit Fanfics >
  2. ERROR - Jikook >
  3. One

História ERROR - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


🍒Contém uns 36 capítulos.

🍒 Jungkook robô.

🍒 Jikook!flex. Porém, lemon não é o foco principal da fanfic, terá uma vez ou outra e nem será "O LEMON".

🍒 O Kim Woosik vai ser apenas um personagem fictício, que supostamente o Jungkook vai "parecer" com ele.

🍒 Adaptação, todos os créditos vão à @@Jooheonsfw que me deu total permissão para adaptar.

🍒 Capa maravilhosaaaaaa feita por @Pandoquinha- . Vão dar uma olhada na tag dela: #Pampisdesign, ela arrasa nas capas.

É isto!

-

Me desculpem pelos erros ortográficos.

Boa leitura!!🍒

Capítulo 1 - One


— Jimin! Jimin, desgraça, acorda! 

— Que foi, porra? — Levanto minha cabeça que estava deitada na mesa e fuzilo Jackson com o olhar. Que audácia desse filho da mãe me acordar gritando desse jeito.

Estávamos em uma aula entediante, tanto é que nem sei do que se trata. Eu realmente estava muito cansado nesses últimos dias, mas sem motivo aparente, já que eu só vou para a faculdade e procrastino o restante do dia.

Sinceramente, por mais que fotografia seja minha paixão, estou totalmente sem saco para vir para a faculdade. O único motivo que eu tenho para acordar cedo todo santo dia, pegar minha moto e vir para esse inferno, é por apenas uma coisa. Ou melhor, uma pessoa: Woosik.

Kim Woosik, estudante de música, lindo, maravilhoso e meu amigo de infância. Sim, sou apaixonado pelo meu amigo. O motivo? Não sei, ele é muito retardado. Mas parece que eu gosto. Fazer o quê. 

— Cara, todo mundo já saiu, só ta a gente aqui dentro. — Avisa, com a habitual cara de tédio.

Reviro meus olhos. A soneca no meio da aula estava tão boa! 

Pego minha mochila e levanto-me, encarando Jackson da maneira mais fria possível. Eu odeio que me acordem.

Vamos caminhando para fora do prédio e indo em direção aos nossos amigos que, para variar, estavam vadiando pelo campus, sentados na grama e rindo como os idiotas que são.

— Credo, Jimin, que cara amassada é essa? — Taehyung foi o primeiro a se pronunciar quando chegamos perto do grupinho. 

— Ele estava dormindo, como sempre. — Jackson respondeu, sentando-se na grama. Eu o acompanhei.

— Calem a boca! — Falei emburrado. Parece que hoje todo mundo tirou o dia para me irritar. 

— Vocês sabem qual é o nome disso, meus caros amigos? — Yoongi disse, com um sorriso de lado e um olhar de quem ia falar merda. — Isso é falta de transar.

— Ah, fala sério, Yoongi. Você sabe que não é isso. Eu só... Só estou atordoado com algumas coisas.

Desde que fui emancipado, minha vida tinha dado uma pequena bagunçada. Por mais que eu já esteja nessa situação de independência desde os dezesseis anos, não consegui me adaptar direito, e pareceu piorar agora que estou na faculdade. Meus pais me mandam dinheiro mensalmente, mas não é o suficiente para suprir todas as necessidades. Estou à procura de um emprego, mas parece que ninguém nessa cidade contrata alguém com vinte e um anos de pura inexperiência. 

— Você precisa dar uma relaxada, Jimin. Sei lá, sair, beber, conhecer pessoas novas. — Taehyung deu de ombros. 

— Você sabe que eu estou interessado no Woosik, não é mesmo? 

— Sim, né, seu babaca. Até uma pessoa a um milhão de quilômetros iria notar. Quando você olha para ele, parece um cachorro olhando um pedaço de carne. — Encarei Taehyung com a minha melhor cara de nojo. É claro que eu não via Woosik desse modo, afinal, além de crush, ele também é meu amigo. 

— Ih, olha só quem está se aproximando, Jimin. — Jackson avisou, cutucando-me, com uma expressão de deboche. Eu ainda vou enforcar esse garoto.

Woosik vinha até nós, com o seu sorriso de sempre. Ajeitei minha postura e arrumei meu cabelo. Não poderia passar uma imagem desleixada, não é mesmo?

— E aí. — Cumprimentou, jogou sua mochila junto com as outras e sentou-se ao meu lado no chão.

— Oi. — Yoongi saudou. — A gente estava falando de você até agora. 

— Sério?

— Aham. — Taehyung confirmou. — Vamos dar uma festa sábado à noite.

— Nós vamos? — Jackson interrompeu, confuso. Taehyung o olhou, discretamente, com raiva e ele se calou.

— Nós vamos dar uma festa, — continuou — e queríamos que sua banda tocasse lá.

Recentemente, Woosik tinha formado um grupo musical com os colegas de classe, e pelo que ele me contou, ainda não fizeram nenhuma apresentação.

Ele ficou radiante, aumentando o sorriso que até agora não tinha saído de seu rosto. Como era possível alguém sorrir tanto?

— Claro, seria um prazer! — Levantou-se, limpou a calça que ficara com pedaços de grama e jogou sua mochila nas costas. — Vou avisar o pessoal da banda. Até mais.

E saiu todo feliz, mas antes se despediu dos meus amigos e me deu um beijo na bochecha. Ainda bem que Woosik foi embora antes de notar que eu corei violentamente, tipo um tomate. Sem contar também as piadinhas maliciosas que tive de ouvir. 

— Desde quando vocês estão planejando uma festa? Por que não me contaram nada? — Jackson falou rapidamente. Ele parecia chateado. Fez uma cara triste e ofendida ao mesmo tempo, o que foi tão engraçado que eu não pude conter o riso.

— Ai, seu dramático! — Yoongi revirou os olhos. — Você não percebeu? Taehyung inventou essa festa do nada, agora.

— Sim. — Sustentou Taehyung. Sua expressão passou de neutra para diabólica em segundos. — Essa festa vai ser a chance do Jimin para se declarar para o Woosik.

— Ei! — Gritei assim que absorvi o que tinha dito. Fiquei de joelhos e apontei meu dedo para Taehyung. — Isso é loucura, cara!

— Qual é, Jimin... — Yoongi interferiu. — Pensa bem, você poderá se declarar para o narigudo. — Estreitei meus olhos e cruzei os braços.

— Pensando bem, até que é uma boa ideia. — Jackson falou pensativo.

— Até você concorda com isso, Jack? — Olhei para o loiro, incrédulo.

— Jimin — Taehyung chamou. — Vamos lá, se você não se declarar logo, vai perder a chance de ficar com o Woosik. Não é uma ideia ruim. O pior que pode acontecer é você levar um não dele.

Vendo por esse lado, não parecia ser algo tão assustador de se fazer. Por mais que minha timidez possa atrapalhar, não vejo outra coisa que me impeça de dizer o que sinto para o meu amigo.

E Taehyung tem razão. Afinal, o pior que pode acontecer comigo, é receber um não.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...