História Error - To the Moon - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Fic, Minyoongi, Suga, Yoongi
Visualizações 8
Palavras 1.293
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bebê representando o Jungkook.

Capítulo 9 - Hello daddy


Fanfic / Fanfiction Error - To the Moon - Capítulo 9 - Hello daddy

EU, Eu e eu.


Na manhã seguinte, Ji Young acordou sem ânimo,  ela apenas vestiu o irmão mais novo e acordou Key que dormia no sofá. A menina pegou sua mochila e então saiu da casa, Ji Young caminhou até o café que trabalhava e ao chegar viu Jaebum no caixa e achou estranho. A menina se aproximou do mais velho sorrindo e pensou na forma mais delicada e discreta de perguntar sobre Yoongi para o mesmo, mas isso parecia uma missão um tanto que impossível no momento. 


- Bom dia Park Ji Young. 


- Oi, bom dia Jae.. Yoongi não vem hoje? 


- Uh? Não, ele disse que Jungkook não estava bem e que só iria vir para fechar mesmo.


- Ah.. entendo, eu vou me trocar, volto já. 


°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°


Em uma cama quente e aconchegante estava um menino de três anos, Jungkook não estava doente, ele apenas não havia acordado na hora de ir para escola, mas Yoongi não se importava, ele não queria sair de casa naquele dia. O loiro se encontrava em um dos quartos semi vazios da casa, um quarto de paredes brancas e um piano de calda preto localizado no centro do mesmo, Yoongi estava tocando uma música qualquer, uma música que havia aprendido a tempos, uma música que fez questão de deixar de lado todos os significados. 


Ao ouvir um som vindo do corredor o loiro parou de tocar e caminhou até o local que o barulho estava se mostrando presente. Yoongi logo avistou o pequeno Jungkook sair de seu quarto e o olhou sorrindo, o menino coçava os olhos, seus cabelos estavam bagunçados e o pijama azul o deixava apenas mais angelical.  O pai pegou o menor no colo e o levou de volta ao quarto, o menino parecia não entender o que estava acontecendo então permaneceu em silêncio. 


- Você dormiu bem?


- Appa... escola. 


- Não,  o Appa acordou atrasado hoje, você pode ficar em casa hoje.


- Eu to com fome, mas eu quero assistir. 


- A gente assiste.


O mais velho sorriu e pegou o pequeno no colo, Yoongi carregou seu filho até o quarto da criança e o ajudou a se trocar.  Uma camisa de mangas longas na cor branca, uma calça de moletom azul marinho e as meias da criança. Kook foi posto no chão e logo saiu correndo em direção a sala, o menino apenas queria assistir seus desenhos favoritos, ele não entendia o real motivo para estar em casa nessa manhã, e talvez não fosse entender tão cedo.


×memories on×


- Está errado, mela milésima vez, como quer fazer isso dar certo?


- Eu estou tentando senhor...


- Ninguém vai pagar para ver alguém que mais erra do que acerta! Novamente,  cante tudo do começo. 


- Sim senhor..


Ele tinha 13 anos de idade e estava desde as seis da manhã ensaiando uma música nova, o garoto treinava a anos para poder fazer uma grande estreia, ele seria o mais novo ídolo teen da Ásia e não podia falhar.  Mas ele tinha apenas treze anos, era uma criança e não podia se quer cometer um erro sem que chovesse uma série de xingamentos de seus superiores.  Mas sua fama foi momentânea, e logo seus quinze minutos de fama foram transferidos para um grupo de meninas de quinze e dezesseis anos que, além de cantar,  dançavam. 


Sem fama, voltou a ser o mesmo de antes, seu dinheiro ganho das premiações, shows, apresentações e promoções foi guardo por sua mãe, mas seu pai insatisfeito com toda essa situação abandonou a família, mas antes disso, deixou uma mensagem ao filho e mulher.  Coisa que Yoongi nunca esqueceu. 

×memories off×


- Appa!!


- Eu já estou indo, se acalma. 


O maior terminou de preparar o café da manhã de ambos e levou até a sala onde passaram basicamente o dia todo juntos.


No final do dia, o celular de Yoongi começou a tocar, era uma ligação de Ji Young,  o loiro mandou o filho para o quarto e então caminhou até a cozinha onde atendeu a ligação. 


- O que quer?


- sobre ontem..


- Não me importo. 


- Escuta droga! Talvez eu tenha saído um pouco de mim e me estressado, eu não ia te bater mas..


- Mas? Eu fui a melhor pessoa do mundo com você e você me agradeceu com um tapa! Acredite Park, eu não preciso de pessoas como você na minha vida!


- Eu to com problemas ta bom!


- Não posso resolver! não sou a droga do seu pai e nem seu namorado, se vira e resolve suas merdas sozinha! 


- Você não entende... eu só tenho o meu irmão, eu preciso manter ele seguro, não precisa me levar junto, apenas tire ele daqui...


- Vai parar de ligar e me perturbar se eu fizer isso?


- Eu vou, juro que vou...


- Ótimo, traga ele até a minha casa. Eu te mando o endereço por mensagem. 


Não, ele não queria fazer isso, ele não queria ajudar, mas ele também não queria uma pessoa no seu pé vinte e quatro horas por dia. Quando Ji Young chegou, Yoongi apenas colocou o garoto para dentro e fechou o grande portão metálico sem nada dizer a garota, mas esse havia sido um grande erro, e ele nem se quer imaginava. Han Yi Ah ficaria no quarto de Jungkook, a beliche enfim teria uma utilidade, o loiro ajudou o pequeno garoto de sete anos a arrumar as suas coisas e depois o deixou no banheiro para que pudesse tomar banho para o jantar.


- Appa, ele vai morar com a gente?


- Sim, por que?


- A família dele não vai sentir saudades dele? A mamãe dele? 


- Não, a irmã dele pediu pro Appa cuidar dele até ela poder comprar uma casa nova para eles. 


- Por que ela não veio junto?  Nossa casa é grande! 


- Jungkook, as coisas não são fáceis, já estamos ajudando muito o trazendo e acolhendo aqui. Agora, vai pra sala e espera ele voltar. 


- Ta bom..


De fato, a casa era grande. Han Yi Ah não tinha muitas coisas e estava assustado, não queria ficar longe da irmã, não queria ter que dormir e acordar sem ver o rosto da pessoa que o amou e criou. Ao sair do banho, o menino caminhou até a sala, seu pijama era novo, ele era amarelo com alguns animais, Ji Young havia comprado antes de o deixar na casa de Min. O menino não disse nada a noite toda, apenas comeu, agradeceu com sinais, se deitou e dormiu. O dia seguinte seria sábado,  mas ele não se animou, ele não queria sorrir sem Ji Young. E pobre menina, tentando proteger seu pequeno apenas arrumou mais problemas para si. Key gritou e a apertou quando soube o que a mesma fez, não aprovava de jeito nenhum, o irmão mais velho agora teria de trabalhar o quanto antes para poder ter o irmão mais novo ao seu lado novamente o quanto antes,  e Ji Young apenas se culpava por tudo.


Dias se passaram e Han Yi Ah não sorria e nem falava,  Yoongi havia tentado tudo, mas nada adiantava, apenas Ji Young poderia fazer algo, e ele não queria ter que ligar para a mesma, mas era necessário. 


- alô...


- Preciso que venha a minha casa agora. 


- Mas esta tarde, não tenho como ir.


- Pede a droga de um táxi, eu pago,  mas venha logo! 


A ligação é encerrada e Yoongi vai até o quarto dos meninos, Han Yi Ah estava sentado no chão e Jungkook tentava fazer o mesmo sorrir, mas parecia algo impossível. Yoongi respirou fundo e então chamou o menino que o olhou. 


- Yi Ah, sua irmã está vindo te ver. 


- Mesmo?


- Sim, ela está vindo agora. 


- E.. ela pode dormir aqui também? 


- Veremos isso depois, assim que ela chegar eu te aviso.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...