1. Spirit Fanfics >
  2. Eru the prince elven (Supercorp AU) >
  3. Capítulo 1

História Eru the prince elven (Supercorp AU) - Capítulo 1


Escrita por: e LUA_019


Notas do Autor


Uma nova história que veio na minha mente,espero que gostem vou tentar atualizar logo. :)

Capítulo 1 - Capítulo 1


Por Narrador

No começo o mundo era um lugar tranquilo e todos viviam em harmonia mais infelizmente isso não durou tudo mudou a certa de 110 anos atrás quando um boato espalhou como o vento por todas as nove terras de que um ser maligno havia retornado a vida por isso o rei dos elfos Zor mandou que todos os recém-nascido como menos de um mês de idade fossem executados,por não quererem abrirem mão dos seus filhos os reinos deram início a uma guerra civil onde ambos os povos se envolveram e levou a morte de milhares de anos as espécies e tudo durou dez longos anos que chamaram de era negra.

Por fim o rei sem nenhuma outra alternativa revogou sua ordem e por não acharem que ele estaria apto para governa o povo exigiu a abdicação do trono em favor do seu primogênito Jeremiah,e assim foi feito com o novo rei no trono todos se sentiam mais seguros pois diferente do pai ele sempre foi gentil e responsável para com seus deveres.

As nove terras eram divididas em reinos que foram governados pelas familias regentes e com o tratado de paz que ambos assinaram garantindo que suas familas se manteriam unidas pelo bem de todas as nações e a melhor forma de fazer isso foi o casamento de seus herdeiro,no começo não foi bem visto pois a mistura de espécies era considerado um crime mais todos aceitaram isso pelo bem maior.

Os cinco principais reinos eram o reino de Arda governado pelos elfos,Formen reino das ninfas criaturas extremamente belas e respeitadas por todos pelo pode que continham,Hyarmen que era regido pelos Ents raças humanoides de árvores ,Romen pelos anões e Numen que era líderado pelos monarcas humanos.Havia também os considerados inferiores por serem de reinos menores mais também bem perigosso eles eram Ear as cidades marinhas goverdadas pelas sereias,Nender onde habitavam os Orcs criaturas exatamente violentas e nada racionais por esse motivo tão não era governado por ninguém,Nore onde os elfos negros viviam e Oron lugar também evitado por os outros reinos por onde estavam os Trolls.

A nossa história começa no reino de Arda onde o rei Jeremiah estava aflito pois seu filho havia desaparecido novamente o jovem Eru mesmo sendo seu sucessor estava muito mudado desde a morte de sua amada,eles se conhecerão ainda na infância e mesmo seus país sendo contra esaa união por serem primos o que era extremamente proibido na por serem da família real o jovem príncipe não quis aceitar isso.Elen sua até então namorada sempre foi obediente e por não querer decepcionar sua família decidiu se afastar do jovem.

Mais infelizmente uma fatalidade aconteceu quase todos os membros da família da jovem foram mortos brutalmente durante um ataque de trolls ao descobrir isso o príncipe ficou profundamente abalando e se recusava a comer e até mesmo sair do quarto por vários dias isso estava preocupando a todos pois Eru sempre foi alegre e cheio de vida,desde então o garoto calmo e doce se tornou frio e se entregou aos prazeres carnais coisa que os elfos repudiam.

Reino de Arda 

Palácio Real,sala do trono

-Eu já falei para ele tomar jeito Eliza mais não adianta da última vez os soldados o encontrarão em um bordel. Falou o rei andado de um lado por outro

-Acalme-se querido o Eru ainda é jovem e desde a morte da Elen ele não é mais o mesmo,tenho medo que nosso filho jamais volte a ser o que era.

-Ele irá nem que seja a força,em breve assumirá o trono e não irei permiti que esse seu comportamento arruinare isso.

-O que pretende fazer? Perguntou com a expressão cautelosa

-Irei arrumar uma esposa pra ele espero que isso lhe dê um pouco de responsabilidade e quem sabe até acabe se apaixonado por ela. Pareceu decidido

-O que?mais ele não vai aceitar isso..

-Eu sou seu pai e também seu rei ele irá fazer o que eu quiser.

-Espero que ele não fuja novamente.

Não muito longe dali um jovem casal se amava loucamente espalhando seus gemidos por todo o quarto,a jovem de cabelos castanho e corpo esbelto cavalgava sobre o seu parceiro com maestria enquanto o mesmo beijava seus seios a fazendo arranhar suas costas.

-Ah.. Andrea você tão boa nisso. 

-Eu sei.. Ah.. Deveríamos fazer isso mais vezes.

-Não sei se é uma boa ideia...Ah e se alguém nos pegar?

-Não vão.. Agora deita aí. O empurrou sobre a cama e aumentou seu ritimo

A medida que a morena subia e descia o jovem loiro pareceu estar no seu limite ao percebe isso sua companheira diminui o ritimo logo que sua expressão suavisou então ela voltou a velocidade anterior.

-Ah.. Eru estou quase..

-Eu também. Falou apartando sua bunda

-Ah! Soltou um gemido alto fazendo o jovem Eru sorri 

-Droga! Tirou o corpo da mulher de cima do seu antes de gozar

Após o ato os dois se o olharam e não conseguiram conter o sorriso talvez por causa da adrenalina ou pelo álcool que ambos ingeriram na noite anterior mais eles não se importaram com a vergonha do seu ato ou as consequência que traria para ambos não naquele momento.

-Andrea acho que não devemos fazer mais isso.. Disse com o semblante preocupado

-Por que não ?

-Você é casada isso por si só já é motivo o suficiente para não termos feito isso e também somos irmãos o que nossa família pensaria?

-Meio irmãos.. Não me importo com o que pensarão eu só fiz o que senti ser o certo. Falou sentando na cama

-Não ama mais seu marido?

-Não é isso.. Eu o amo mais ultimamente ele mudou muito e desde que perdi o bebê estamos afastados. Suspirou virando para encara-ló

-Oh.. Acha que ele te culpa por isso? Sentou do seu lado pegando sua mão

-Não sei talvez,ele nunca me falou mais sinto que não sente mais o mesmo.

-Isso não foi culpa sua na verdade ninguém é culpado disso,o que aconteceu foi uma fatalidade Andrea..

-Mais se eu não tivesse insistido em sair do castelo isso não teria acontecido.

-Não tinha como você saber.

-Eu.. Baixou a cabeça evitando seus olhos

-Ei a culpa não foi sua tudo bem? Levantou seu rosto para encara-ló novamente

-Suspiro Tudo bem.. Falou desviando o olhar

-Sabe mesmo sendo a mais velha ainda parece uma criança. O jovem falou com um sorriso divertido

-Não pareço. Ergueu a sobrancelha e o empurrou 

-Claro que sim,olhe esse bico que fofo. A derrubou na cama beijando o rosto da mais velha a fazendo rir

-Para Eru!

-Você sempre foi a melhor irmã que alguém poderia querer.. Eu não quero que o feito anterior estrague isso Andrea. Pareceu bem preocupado com o que fizeram

-Não irá. Tirou o cabelo do seu rosto

-Que bom.. Abraçou sua cintura e deitou a cabeça sobre sua barriga

Passaram um tempo abraçados enquanto a morena fazia carinho no seu cabelo e sorri ao lembra do que fez,a princesa sabia que foi errado mais ainda assim não se arrependia como o irmão.

Pov Principe Eru

Alguns minutos depois

Dessa vez tinha ido longe demais e no fundo sabia disso eu teria que mudar ou meus atos ou iria entrar em sérios problemas não queria machucar ninguém ou destruir minha família e algo assim com certeza iria,meu pai era um ótimo homem e compreensível mais também era um rei responsável se alguém ameaçasse isso ele contraria o mal pela raiz como sempre diz.

Com toda certeza a expulsaria do castelo mesmo que tenha sido um acidente eu sei que a morte da Elen e sua famila foi por culpa dele e sua tirania se não tivesse os mandado para longe eles estariam bem,o único sobrevivente foi a tia Cat pois  ela estava no reino de Romen cuidando de alguns assuntos.

"Por mais que eu tente nada me faz esquece-la pelo contrario a cada dia meu peito aperta cada vez mais.. Essa tortura parece não ter mais fim,merda melhor eu sair daqui ou vão acabar nos pegando."

-Melhor eu ir.. Levantei e começei pegar minhas roupas

-Algum problema? Perguntou confusa

-Não apenas lembrarei que o rei queria me ver hoje pela manhã.

-Oh ele deve estar muito bravo sabe que o papai não gosta nem um pouco quando alguém o deixa esperando.

-É eu sei,até depois maninha. Dei um beijo na sua testa e sai em direção a porta

Ao abrir a aporta olhei em volta e vi que ninguém estava por perto,no corredor dei de cara com a minha outra irmã Alex que parecia esta se esgueirando como eu.

-O que a senhorita perfeitinha está fazendo se esgueirando para fora do quarto da nosso capitã da guarda? Perguntei encostado na parede a fazendo pular pra trás

-Urg é você.. O que faz aqui a propósito seu quanto não era ao lado do meu? 

-Ei não se responde uma pergunta com outra.

-Bem.. Eu estava bebendo ontem com a Maggie e nós.. Não importa e você?

-O mesmo que você. Tentei despista

-Oh.. E com quem foi dessa vez? Cruzou os braços me fitando com o olhar 

-Não posso contar. Franzi o cenho evitando seu olhar

-É alguem que conheço Eru?

-Alex desiste eu não vou contar.

-Ah qual é?Eu te conheço bem irmãozinho,ela é casada?

-Sim.. E isso é tudo de conseguirá. Sai em direção ao meu quarto

Ignorei a sua risada e sai em direção ao meu quarto ao chegar tranquei a porta atrás de mim a última coisa que queria agora era mais alguém me perguntado o que está fazendo pra sumi novamente,não me orgulho disso mais nos ultimos anos me tornei o que mais odiava quando era criança um covarde.Venho fugindo de mim mesmo e meus sentimentos por fim decidi parar com isso voltarei a ser o princepe de antes.

-Não importa o que aconteceu ela se foi e é isso,nada a trará de volta mais a vida continua e não posso passar os próximos séculos sofrendo.. Murmurei caindo na cama

"Papai deve estar muito bravo.. Deveria falar com ele, mais antes um banho estou cheirando a álcool."

Levantei e fui até o banheiro após tirar minha roupa fiquei um tempo na frente do espelho encarando minha imagem.

"Eles me repudiariam ao saber o que sou.. Bem não deixarei que ninguém descubra isso."

Me virei e fui em direção a banheira ao entra nela senti meu corpo flutuar adorava relaxar na água era uma das unicas coisas que me fazia sentir normal,após alguns minutos estava me sentindo revigorado saí de lá e peguei meu roupão para sair do banheiro.

-Bu! Pulou da cama me assustado

-Droga Lucy!Não faz mais isso garota!Falei com a mão no peito

-Desculpa!Mais é a primeira vez que entro aqui sem você perceber não poderia deixar passa. Pulou de volta na cama

-A propósito como entrou aqui?Tenho quase certeza que deixei a porta.

-Eu tenho muitas abilidades você sabe.. Falou com um sorriso sarcástico

-Deveria usa-las para algo de útil. Me virei e fui me trocar

-Vai se trocar na minha frente? 

-Não é como se nunca tivesse me visto sem roupas antes.. Além do mais você é minha irmãzinha não veio problema nisso. Tirei o roupão e pude notar seu rosto corar

-Você fica tão fofa quando fica com vergonha. Peguei minhas roupas e comecei me vesti

-Eu não sou fofa.. 

-É claro que é,sempre será fofa pra mim é como se fosse um bebezinho.Disse ainda de costas

-Idiota.. Murmurou jogando uma dos travesseiros em mim

-Ei! Virei e o peguei

-O que? Fugiu inocência olhando pro lado

-Não adianta fingir eu sei que foi você,afinal é a unica aqui.

-E o que vai fazer a respeito? 

-Nada.. Só isso. Joguei o travesseiro que atingiu seu rosto

-Não acredito que fez isso.

-É lógico que fiz.

Ela veio em minha direção com a cara brava corri para o outro lado passamos um tempo correndo em volta do quarto até que me cansei se continuasse assim ficaríamos ali o resto do dia e sei que ela nunca desistiria,fiquei parado então a Lucy pulou em cima de mim fazendo com que cai sobre a cama.

-Te peguei! Falou segurando meus braços sobre a cabeça

-Só por que deixei.. Virei meu rosta fingindo estar com raiva

-O que foi?Vai ficar bravo só por que sou a melhor? Me lançou um sorriso vencedor

-Eu já falei que eu te deixei me pegar. Voltei a encara-lá

Passamos um tempo naquele momento até que percebi que ela estava sobre meu membro tentei espantar quaisquer pensamentos impostos ela era minha irmãzinha eu jamais poderia agir assim,quando iria falar algo notei que ela estava encarando minha boca.

"O que ela.."

Tive o pensamento interrompido por passos vindo em direção ao quanto antes que pudesse manda-lá sair de cima de mim a porta se abriu e uma rainha assustada ao nos ver entrou no quarto.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...