História Escola, amor e outros conflitos adolescentes - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias X1
Visualizações 48
Palavras 1.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - One


Eu sou o Song Hyeong Jun, um aluno normal do ensino médio, bom, nem tão normal assim...
Geralmente os garotos do ensino médio são fortões, dirigem carros, e dão rolês com as garotas... Mas eu não sou assim.
Eu pareço um franguinho, fui apelidado de palito de dente, não sei andar nem de bike, sedentário claro, só sei dançar mesmo, e o único lugar que eu vou é na feira comprar as coisas que a minha omma pede.

Estou no terceiro ano C, tenho dois melhores amigos na minha sala, bom... meus únicos amigos na escola toda, isso que é uma das maiores do distrito, mas esses dois seres humaninhos são tudo pra mim, são nerds e parecem uns franguinhos como eu, Son Dong Pyo e Lindsey (ela é americana). Nós somos os mais zoados na escola por parecer que estamos no fundamental, mas ainda bem que o terceiro C tem gente mais novinha mesmo, o terceiro B é normal, mas o terceiro A tem os caras mais gatos, populares, talentosos, sedutores e fortões da escola. Por exemplo o exibido do Kang Min Hee, aquele garoto se faz de heterossexual mas passou o rodo em quase todos os bissexuais e gays do Forcen College (nossa escola), e também tem o melhor amigo dele, o cara mais badalado da escola, da internet e se duvidar da cidade: Lee Eun Sang, tudo nele é perfeito, a vida dele é perfeita, aquele garoto não tem nenhum defeito, não sei como é possível.

Eu e meus melhores somos bom em todas as matérias, opaa, com exceção da educação física claro, nós até pensamos em conseguir um atestado para provar que fazemos atividade física porque nós três fazemos parte de um grupo de cover dance kpop, mas ficamos com vergonha de isso se espalhar e nos zoarem mais ainda.

Nós estávamos no quinto período de seis períodos e era educação física na quadra.
Dongpyo estava com o joelho meio ferrado da dança (meio não, bem ferrado), justificou para o professor Seung, e felizmente se livrou, Lindsey estava com aqueles problemas femininos e o professor compreendeu, resumindo, eu terei que enfrentar a educação física sozinho, grande merda. Tentei até simular um torcecólago no pescoço mas deu tudo errado.

Por um azar meu a minha turma é a mais pequena, o que não coube nas outras turmas largaram pra lá e isso resultou em 14 pessoas, e o professor Seung nos largou nas mãos do terceiro A para eles nos darem aula, por terem matéria adiantada (se importam apenas com o terceiro A e um pouco do B, esquecem completamente do C), bem que podia ser que nem o primeiro ano que há apenas uma turma, mas só tem gente velha na escola.

Eun Sang iria comandar a educação física, do mesmo jeitinho arrogante que ele controla tudo.

- Nós vamos jogar basquete e eu, é claro, vou escolher os times...

O cabeça de tomate, empinava aquele queixo e brincava com a bola de basquete em sua mão enquanto seguia dando ordens.

... a escolha dos times vai ser mista, não vamos determinar por turma, e sim por escolha, eu escolho quem eu quero, e quem restar forma um time e escolhe um capitão, que aguente perder por favor.

Eu só reviro os olhos e fito meus amigos que estavam atirados no banco, sério aquilo? Teria que aguentar ele por uma hora.

Eun Sang escolheu os times e eu fiquei sobrando obviamente.

A maioria estava animado jogando e eu na minoria, eu apenas mexia minhas perninhas finas correndo de um lado pro outro pra fingir que estava jogando, mas não toquei na bola nem um minutin, e quando dava cobrança, eu tentava sumir, mas não rolava.

Eu estava correndo pela quadra até que a bola vem em direção, Eun Sang me marca mas não consegue pegar a bola, e a bonita cai na minha cara assim me derrubando no chão.
Tudo foi rápido demais e eu estava tonto, meus amigos correram para me socorrer e eu fui levado a enfermaria por uns garotos responsáveis do terceiro ano A.

Eu fiquei com um roxo praticamente no meio da minha cara.

- Amigo, você ainda continua lindo e fofo tá?

- Isso Jun, não se abale, e agora nem tá doendo tanto neh? Pelo menos vai se ausentar de umas duas aulas de educação física e poderemos ir juntos a biblioteca ler algo.

- Sim sim, aish, mas ainda dói, não sei se fico com raiva daquele nojento do Eun Sang ou se o agradeço pelo favor de me tirar da quadra.

- Nenhum amigo, não faz bem para jovens como nós, nos misturamos com jovens como eles.

- Sim, se tá certa Linds

Estávamos por muito tempo lá, até que bate para o último período e a enfermeira os manda para a salas e eu fico ali com um gelo na cara. Até que uma pessoa adentra a porta, alto, bonito, suado e com um ABS divino aparecendo, não nego que eu arfei, mas foi porque estava surpreendido, não foi nada sexual, eu juro; E quem era? Sim, Lee Eun Sang idiota porém bonito. Até a enfermeira respeitava ele, o pai dele doou uma bolada de wons para o colégio e muitos equipamentos para a enfermaria. A enfermeira se retirou da sala quando ele entrou.

- Oi, queria ver como você está, e te pedir desculpas.

Nossa ele é galanteador mesmo como falam, pena que é só aparentemente, eu sei que é um cafageste.

- Ah oi, estou melhor agora, e tudo bem... eu vivo levando boladas, só que nas canelas.

Porque eu falei isso aish?? Ele é intimidador.

O mesmo ri fraco com meu comentário.

- ãn... Nem te conheço muito bem, mas acho que você é irmão de um amigo bem íntimo meu não é mesmo?

- Sim, Woo Seok é meu irmão

- Não parece... tipo ele é sexy e bem...

- Bombado

- É... desculpa não queria ofender.

- Tudo bem, estou acostumado a ser comparado com meu irmão e verem a aberração que sou

Não sei porque tinha falado aquilo, acho que eu só queria que ele fosse meu amigo, (o que Jun??? Ele é um imbecil, lembre-se do que a Linds disse) mas ele é amigo do besta popularzinho do meu irmão, e mais uma vez eu estrago tudo.

- Ei não diga assim de si mesmo... vai ter uma junção na minha casa essa sexta, seu irmão vai, pega carona com ele, pode levar seus amigos juntos. Enfim, fica bem.

Ele da uma piscadinha para mim e sai, eu franzo o cenho, o que havia acabado de acontecer? Tinha que investigar, isso não estava nada normal.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...