História Escola de Deuses - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - A torre


 

Escola de Deuses

Já posso ir?
Não quero ficar aqui 
Estou com medo 
Sou só uma criança 
Então por que vai? 

Se for, então nunca volte 
O seu cheiro já está comigo 
Eu respiro ele 
Estou cheio de cicatrizes 
A dor nunca passa 

O tempo parece que parou 
Parece está se apagado
Eu te consolei 
Eu te abracei 
Eu lutei por você 

Eu me sacrifiquei por você 
Eu estive segurando sua mão 
O quê eu sou agora? 
Apenas uma pessoa sem amor 
Não sei como conseguiu 

Me atraí tango assim 
No fim, à sua luz era falsa
Fiquei preso a você
Depois fiquei sozinho 
Lembro do seu rosto 

Ele nunca me deixa dormir 
Sua voz me perturbar
Não sei como vive
Estou cheio de cicatrizes 
A dor nunca passa 

O tempo parece que parou 
Parece está se apagado
Eu te consolei 
Eu te abracei 
Eu lutei por você 

Eu me sacrifiquei por você 
Eu estive segurando sua mão 
O quê eu sou agora? 
Apenas uma pessoa sem amor 
Eu tento me segura


Tento nunca correr até você 

Pois eu me acostumei 
A só viver com você 
Agora como vou viver? 
Eu te consolei
Eu te abracei 

Eu lutei por você 
Eu me sacrifiquei por você 
Eu estive segurado sua mão 
O quê eu sou agora? 
Apenas uma pessoa sem amor 

— a torre — 

Laxus - alunos, conheça a torre do desafio da meia-noite, mas nós só chamamos de "a torre" - os alunos olharam a enorme torre negra, a torre pareceria ser um lugar bem bonito - o desafio é bem simples, vocês todos receberam chaves cristais - Natsu olhou para sua chave cristal roxo - vocês vão entrar, subi até o topo, colocar a chave e passou. Para aqueles que conseguirem não precisarão fazer lições de casa por duas semanas, já aqueles que não conseguirem terão lição em dobro - disse com um sorriso, então ele olhou para Natsu - Natsu - ele olhou para o professor - você não tem asas, como pretender entrar? - Natsu sorriu. 

Natsu - não tenho asas, então não dá para voar, mas eu tenho impulso! 

  Natsu ficou de frente à uma janela, os pés pegaram fogo, ele saiu correndo até a ponta e deu um salto até chegar ao lado da torre. Olhou para os lados e viu a enorme escadaria, então saiu correndo. 

Laxus - o quê vocês estão esperando? - Então os alunos seguiram. 

  Natsu chegou acima e viu várias criaturas, ele apenas emitiu fogo para todos os lados, deixado as criaturas quemaidas, e continuou a subir, correndo e queimado, ar chegar no outro andar, em um andar diferente, sem criaturas, apenas um mar circular que atrapalhavam a passagem de inda. Ele então ouviu passos e reparou com os oitos Deuses. 

Natsu - vocês já chegaram? 

Gray - vejo que tem a passagem interrompida. 

Natsu - sim, por isso você Deus do Gelo vai congelar esse mar. 

Gray - e por que eu faria isso? 

Natsu - oras, para você também passa? 

  Gray ficou de frente ao mar, colocou às duas mãos no chão e então o mar congelou por inteiro, ele ficou de pé novamente e Natsu chegou dando um forte tapa nas costas dele. Os noves seguiram para o próximo andar e viram uma porta e uma fechadura. 

Natsu - chutamos com força? 

Juvia - eu resolvo isso.

  Juvia chegou a fechadura, à sua mão virou água e entrou na fechadura e com facilidade ela abriu à porta. Os noves mais uma vez passaram e saíram correndo ao próximo andar, o andar cheio de expio grade e grosso de metal. 

Gajeel - minha hora de brilhar! 

  Gajeel abriu a boca e começou a sugar tudo, o metal começou a sair do chão indo até a boca dele, começando a dirigir o metal, passou o tempo todo expio de metal foi engolido, Natsu só passou correndo até o outro andar, um andar com uma porta e uma escritura. 

Levy - então a Deusa da Escrita está aqui para fazer nós passa. 

  Levy passou a mão pela escrita, desenhos de luas, de todos os planetas, a escrita ficou vermelha e começaram a se mexer, a esfirra antes no vertical ficou no horizontal, Levy começou a pronuncia a escrita e à porta se abriu, Levy então seguiu, o noves já estavam no outro andar, pequenos duendes ferozes estavam vindo atacar até Jellal passa na frente. 

Jellal - deixa comigo. 

  Jellal olhou para todos os duendes, marcas de selo pareceram em cada parte do corpo de cada duende, os duendes ficaram paralisados. Os noves seguiram até verem a escada onde apenas uma pessoa podia passar, Wendy foi à primeira, Natsu logo em seguida, e Jellal foi o último a passar pela escada. O outro andar já chegava com os pássaros de pedras, perigosos. 

Erza - eu vou derrotar eles, vocês passam para frente. 

  Erza partiu para frente, chegando ao pássaro da esquerda, invocou espada de lava e armadura de lava, deu um salto e cravou a espada na cabeça e desceu com tudo, fazendo o pássaro de pedra pega fogo, chegando ao chão, o pássaro de pedra da esquerda, enquanto os oitos passavam até a outra escadaria, Natsu ficou por último vendo Erza tocar de espada e armadura de lava para espada e armadura de raio, Natsu observou e viu ela cravar no chão e passa a eletricidade até o pássaro de pedra, que recebeu o choque, sendo explodido. Erza voltou a forma normal e viu ateu que indicou com a cabeça para vim, os dois subiram e reparam com os outros setes os esperando. No outro andar era à sala com uma tempestade de areia. 

Wendy - é à minha hora de brilha - disse com olhos brilhantes. 

  Wendy encheu o pulmão, e soltou um rugido alto com vento indo em direção a tempestade de areia, o caminho abriu-se, Wendy passava soltado o rugido, enquanto os outros os seguiam, o caminho era longo e eles chegaram após um tempo, de longo caminho, subiram a escadaria com calma era o penúltimo andar. Um andar com vários caminhos, e apenas um caminho seria a certa de ir. 

Natsu - Lucy, como você é a Deusa da Sorte, você vai escolhe o caminho para a gente passa. 

Lucy - tudo bem. 

  Lucy fechou os olhos e respirou fundo, sentiu várias energia chegando, energias mal em um caminho até senti com uma energia do mal mais poderoso que não viam na direção do caminho, vinha de outra direção era assustadora e poderosa, ficou pensativa até sentir caminho com a energia boa. 

Lucy - é esse caminho - apontou para o caminho número seis. 

Natsu - então vamos! 

  Natsu seguiu primeiro o caminho até a escada, os outros alcançaram e eles chegaram ao topo da torre e viram várias pedras para colocar a chave com a cor de seus cristais, e também um troll gingante, Natsu invocou à sua espada, em alta velocidade, enfiou a espada no coração e o fogo queimou o coração dele e explodiu o corpo. 

Natsu - acabou - chegou até a pedra roxa, colocou a chave e a girou e viu a pedra brilha e chega ao chão, olhou os oitos Deuses colocando a chave e terminar o desafio, Natsu então olhou ao céu e viu a lua cheia, grande e brilhante. 

Lucy - a lua está linda hoje - comentou. 

Natsu - a lua sempre está bonita, nova, cheia, crescente ou decrescente, como o sol, sol e lua são energia para o mundo viver, como o ar, água, terra, fogo, luz e à própria escuridão. 

Lucy - às vezes você me surpreende com essas frases maduras, você é uma pessoa misteriosa que eu criei interesse por você - falou com um sorriso. 

Natsu - interesse? Vamos ver por quanto tempo você terá esse interesse por mim - disse com um sorriso, uma eletricidade chegou revelando o professor Laxus. 

Laxus - como vocês novos já chegaram eu deixarei vocês irem embora - abriu um portão, então um de cada vez passou pelo portão, Lucy sendo a penúltima e Natsu indo quase sair até ficar encarando o professor. 

Natsu - professor, qual foi o maior Deus que você enfrentou?

Laxus - Gildartz é muito poderoso, mas meu vô é mais poderoso apesar de nunca lutar contra ele, e ele sempre dizia quando eu era pequeno que o Deus do Deuses era o ser divino perfeito. 

Natsu - sabe o quê eu acho mais estranho nessa história? O Deus do Deuses surgiu depois de outros Deuses, ele virou líder por algum motivo, eu acho estranho que teve um líder, apesar do inferno ter líderes a séculos, até já foi comandado por dragões - terminou de dizer entrando no portão. 

Laxus - Natsu, você é um aluno com um alto poder e futuro, vamos ver o quê você terá no futuro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...